segunda-feira, 31 de março de 2014

Resenha:Paixão Sem Limites - Sem Limites - Livro 01 - Abbi Glines

Resenha:Paixão Sem Limites - Sem Limites - Livro 01 - Abbi Glines
Classificação: 5/5 Favorito

Sinopse - Paixão Sem Limites - Sem Limites - Livro 01 - Abbi Glines
Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

'' O amor agora não bastava. O amor não basta quando a nossa alma está em pedaços.''

Eu hoje trago para vocês uma resenha de um livro que eu gosto muito e é minha releitura do mês. A primeira vez que li Paixão sem Limites, ele ainda não tinha sido lançado pela editora Arqueiro, foi em agosto do ano passado e eu estabeleci uma relação de amor e ódio com a história. Tão indignada com o mocinho, eu acabei deixando um pouco a série de lado e  peguei para ler o segundo só meses depois em setembro. Foi aí que me apaixonei completamente e li direto até o volume cinco. Depois de um tempo o livro foi lançado aqui no Brasil e não tive como não compra-lo. Ficou ali na minha estante, com essa capa nova maravilhosa esperando o momento certo para mim relê-lo e como essa semana eu tinha lido o volume seis da série o livro Take a Chance - Resenha aqui - me deu uma tremenda saudade e eu peguei o bonito para reler noite passada. 

'' A gasolina acabou. Eu tenho 20 dólares na bolsa. Meu pai fugiu e me abandonou depois de dizer que me ajudaria. Acredite em mim: ele era a ÚLTIMA pessoa para quem eu pediria ajuda. E não uso maquiagem. Tenho problemas mais graves no momento que ficar bonita.''

Foi incrível como eu tive uma perspetiva da história totalmente diferente nessa minha segunda leitura. Na primeira vez que li eu fiquei tão puta com o mocinho, que na minha cabeça ele tinha que colocar a Blaire  em primeiro lugar e não importava para mim suas outras relações. Ele cometei um erro muito grande. Esse primeiro livro gira em torno de um grande segredo de família que só quem desconheci é a nossa protagonista, Blaire. Então na primeira vez que eu li eu fiquei tão focada nos sentimentos da Blaire que eu não abri espaço para ver os dois lados da história e interpretar o sentimento e sofrimento dos dois personagens.  

'' - Enfie isso na sua cabeça. Não posso tocar você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas vou magoar você. Você é... perfeita, intocada. E no final nunca me perdoaria. (...)
- E se eu quiser que você toque em mim?''

Blaire é uma menina de 19 anos que teve uma adolescência muito difícil. Aos quinze anos ela perdeu sua irmã gêmea em um acidente e logo depois seu pai abandonou ela e sua mãe. Vivendo ela e a mãe na casa de sua falecida avó, por um jogo do destino sua mãe fica doente e morre de câncer após três anos de luta contra a doença. Blaire tem que pagar as dívidas, então vende a casa onde mora e fica sozinha, só com seu carro e 20 dólares no bolso. É obrigada a pedir ajuda para seu pai. A moça pega seus pertences e sua dignidade, e vai de Alabama para Flórida, em Rosemary. Chegando lá seu pai viajou para Paris com a sua atual esposa e a nossa mocinha encontra Rush, filho da mulher de seu pai.

'' Fique longe de mim, Blaire. Você não vai querer chegar perto. Ontem a noite... - Ele engoliu em seco. - Não paro de pensar em ontem a noite. Saber que você estava vendo me deixou louco. Então fique longe. Estou me esforçando ao máximo para ficar longe de você.''

Rush sede um quarto de empregadas para Blaire ficar. O problema é que o protagonista não é o maior fã de Blaire e nem de seu padrasto. Os personagens sofrem uma atração imediata. Aquele tipo de atração forte e instantânea. Mas Rush esconde um segredo e luta com todas as suas forças para ficar longe de Blaire e ela por sua vez acha que ele a evita por não acha-la boa suficiente!   

''Grant afastou a mala da minha mão. 
- Por acaso, eu sou o irmão gentil. Não vou deixar você carregar esta mala tendo um par de braços muito fortes, para não dizer muito impressionantes, para carregá-la.''

Lendo esse primeiro livro lembrei porque me encantei tão rapidamente pela gentileza de Grant. Fui seduzida pela doçura de Woods. A espontaneidade de Bethy. A alegria de Jimmy. Lembrei porque odeio tanto Nan - a vadia má! Lembrei como admirei a força de Blaire  e como tinha ficado seduzida, decepcionada e conquistada por Rush. Lembrei como sofri lendo esse livro, como fiquei com muita pena de Blaire. E como quase que tive que montar uma árvore genealógica para entender toda a história!  

'' O mais inteligente seria me afastar e mantê-lo a distancia; Rush não era nem jamais seria o Príncipe encantado de alguém. Eu não podia me permitir pensar que ele era o homem que iria me amar e proteger. Ele nunca seria esse cara. Só que o meu coração já tinha se afeiçoado um pouco a ele.''

O Livro é maravilhoso. A escrita de Abbi é fluída e gostosa. Como da primeira vez que li, eu devorei o livro em uma madrugada só! É daquele tipo que te conquista, que você fica viciada e não quer largar! Sou mega fã dos New Adults e esse foi um dos primeiros que li. Espero estar relendo em breve toda a série.  
Blaire é uma mocinha tão forte e marcante que dá uma lição de vida em todos a sua volta! Assim como Rush, são personagens envolventes. Uma história que te leva pela curiosidade, o sentimento envolvido nos dramas e ações, e a intensidade que a história trata de uma forma real e bonita e sofrida todo o dilema de amor, família e destino!  

'' Eu sempre teria apenas a mim. Por que aquele homem tinha pegado o meu coração e destruído, mesmo sem querer. Eu jamais teria confiança suficiente para amar outra vez.
- Rush, eu não posso te amar.''

Série Rosemary Beach internacional:



Série Rosemary Beach aqui no Brasil:
Lançada pela editora Arqueiro - Só agradeço por poder ter esses lindos na minha estante!! As Capas mais maravilhosas!!!!! s2


 
Ordem da série:
  Paixão sem Limites - Fallen Too Far (Too Far, #1 | Rosemary Beach, #1)
Tentação sem Limites - Never Too Far (Too Far, #2 | Rosemary Beach, #2)
Twisted Perfection (Perfection, #1 | Rosemary Beach, #3)
Forever Too Far (Too Far, #3 | Rosemary Beach, #4)
Simple Perfection (Perfection, #2 | Rosemary Beach, #5)

Take a Chance (Chance #1 | Rosemary Beach, #6)


Próximos:
One More Chance (Chance #2 | Rosemary Beach, #7)
Livro do Tripp sem título ainda (Rosemary Beach, #8)
Além de um bônus com o Rush chamado de "Rush Too Far" que é o primeiro livro Fallen Too Far, na versão do Rush Finlay.
 
Veja as Resenhas da Série no Blog:
Resenha:Twisted Perfection
Resenha: Take a Chance

Paula Juliana

sábado, 29 de março de 2014

Resenha: Take a Chance - Chance #1, Rosemary Beach #6 - Abbi Glines

Resenha: Take a Chance - Chance #1, Rosemary Beach #6 - Abbi Glines
Classificação: 5/5 Favorito

Sinopse - Take a Chance - Chance #1, Rosemary Beach #6 - Abbi Glines
Quando o pai roqueiro de Harlow Manning vai para a turnê, ele a envia para Rosemary Beach, Florida, para viver com sua sua meia-irmã, Nan. O problema: Nan a despreza. Harlow tem que manter a calma se quiser aguentar os próximos nove meses, que parece ser bastante fácil. Até que o lindo Grant Carter sai do quarto de Nan sem nada, além de sua cueca boxer. Grant cometeu um grande erro ao se envolver com uma garota com veneno em suas veias. Ele já conhecia a reputação de Nan, mas ainda assim ele não podia resistir a ela. Nada o faz se arrepender de sua "aventura" mais do que conhecer Harlow, que deixa seu pulso acelerado. No entanto, Harlow não quer ter nada a ver com um cara que poderia se apaixonar por sua perversa meia-irmã, mesmo que não haja nada sério entre Grant e Nan. Grant está desesperado para se redimir aos olhos de Harlow, mas será que ele arruinou suas chances com ela antes mesmo de conhecê-la? Lançamento em inglês: 25 de fevereiro de 2014.

''Quando você disser a ela que você dormiu com Nan, depois  de tomar a virgindade  de Harlow, abaixe-se , porque a arma vai sair e, maldição, desta vez eu tenho certeza que ela vai puxar o gatinho.''

Mais uma vez venho, eu, apaixonada falar de um livro da Abbi Glines. O livro da vez é o  Take a Chance que conta a história do meu lindo como o inferno Grant. Quem acompanha as minhas piraquiteagens com os personagens dessa série da Abbi, sabe que eu sempre tive uma queda por ele desde o primeiro livro. O Woods lindo é meu preferido, mas o Grant sempre veio logo em seguida! Então imaginem o meu coração quando vi que a minha autora Diva escreveu o livro dele? Surtei! Parei tudo e fui ler! 

O que posso falar para vocês? O livro é maravilhoso! Grant é um protagonista tão maravilhoso quanto foi secundário nos outros livros e eu estou desesperada pela continuação da história. Abbi foi uma bruxa má com aquele fim e meu coração não aguenta!

Grant começa o livro fazendo cagada! Eu amo ele! Mas o gato pisou feio na bola. Não sei se teria perdoado, mesmo ele sendo o homem maravilhoso que é! Grant tinha uma história com a vadia da Nan, resolveu se apaixonar pela meia irmã dela, Harlow que é o oposto da megera! Eu sei que tinha gente torcendo pela Nan, mas não tem jeito! Eu não gosto dela! Então vocês podem imaginar que eu transferi toda a minha simpatia para a mocinha da vez, Harlow!

Harlow  é uma menina caseira, anti social, seus melhores amigos são os livros. Quieta, introspectiva, fechada. Ela tem sérios problemas de confiança, nela e nos outros e Grant consegue quebrar a suas barreiras e fazer ela se entregar! Eles começam uma relação bonita e intensa. Harlow dorme com ele e no dia seguinte uma coisa trágica acontece (não posso falar o que, mas quem leu os últimos livros sabem!), Grant deixa ela e passam dois meses sem eles se verem e se falarem. De algum modo, os telefonemas do mocinho não chegam a ela e ele acaba caindo de novo nas bebedeiras e na cama da Nan.

Harlow vai passar uma temporada na cidade de Rosemary - não tem escolha - e vai ficar na casa do seu pai, morando com a vadia da irmã. Adivinhem quem não deixa ela dormir a noite, por causa dos gemidos e gritarias no quarto ao lado? E quem ela encontra de cueca na cozinha na manha seguinte? Isso mesmo povo! O nosso idiota do Grant! Erro feio, né?! Vocês acham que tem perdão? 

Grant é um perdido muitas vezes. Ele estava bêbado e Nan estava lá! Não justifica, mas ele não sente nada pela biscate! Porém, pensem como foi uma facada no coração de Harlow! Pesado, não!? Eu teria matado ele! Mas Harlow não tem em sua personalidade, bater e fazer escândalo! Ela foi diva e deu o desprezo, mesmo morrendo por dentro! E foi o melhor que ela poderia ter feito! Grant sentiu e começou a acordar!

E é aí que começa nosso livro e essa linda história! Você perdoaria? Você entenderia? O amor perdoa tudo? E vem tanta história e tantos obstáculos e acontecimentos depois disso! Só Lendo!

A Nan incomoda! O Grant se vira nos trinta - implora, rasteja, conquista! A Harlow cresce muito como personagem, aprende a se jogar, não ter medo de viver!
Grant tem um coração lindo! Ele é atencioso, GENTIL e bom. Ele nunca fez nada com a intenção de machucar ninguém. Ele ama Harlow. Ele descobre isso e luta. Protege e cuida da menina! Ele tem essa coisa de querer consertar tudo e ajudar todo mundo! Não tem como não ama-lo! Um grande personagem. Ele errou uma vez, errou duas, errou três... Ele faz algumas cagadas ao decorrer do livro! Mas difícil é não perdoa-lo! 
Principalmente quando ele mostra um lado que até agora esta escondido! Confesso que ele começou a me conquistar quando li o primeiro livro da série (Fallen to Far) Paixão sem limites, quando ele protegeu e cuidou da Blair quando ela estava desamparada e sem ninguém!
Blair e Rush tem um destaque legal na série, Bethy aparece um pouco! Tadinha! O Irmão de Harlow, Mase - um fofo lindo Cawboy - tem destaque também e amei conhece-lo! Senti falta do meu Woods!

A escrita da autora continua maravilhosamente viciante e gostosa! Eu sou fã! Não importa quantos livros leia, eu amo todos! Uma grande autora... e que venham mais livros dessa série maravilhosa!! Ela me fez sofrer muito! Senti tanto a insegurança da nossa protagonista, que chegou a dar aquele aperto no peito! Torci como uma louca para o Grant reconquista-la. Odiei Nan - mais, se é possível! Amei o Grant e entendi a Harlow! No fim quase morri e terminei o livro em uma agonia e emoção muito grande! Maravilhoso! Intenso! Quente e comovente!       

'' Você cheira como o paraíso e o inferno, tudo entrelaçado em um.'' 

Série Rosemary Beach internacional:


Série Rosemary Beach aqui no Brasil:
Lançada pela editora Arqueiro - Só agradeço por poder ter esses lindos na minha estante!! As Capas mais lindas!!!!! s2

 
Ordem da série:
  Paixão sem Limites - Fallen Too Far (Too Far, #1 | Rosemary Beach, #1)
Tentação sem Limites - Never Too Far (Too Far, #2 | Rosemary Beach, #2)
Twisted Perfection (Perfection, #1 | Rosemary Beach, #3)
Forever Too Far (Too Far, #3 | Rosemary Beach, #4)
Simple Perfection (Perfection, #2 | Rosemary Beach, #5)

Take a Chance (Chance #1 | Rosemary Beach, #6)


Próximos:
One More Chance (Chance #2 | Rosemary Beach, #7)
Livro do Tripp sem título ainda (Rosemary Beach, #8)
Além de um bônus com o Rush chamado de "Rush Too Far" que é o primeiro livro Fallen Too Far, na versão do Rush Finlay.

Veja as Resenhas da Série no Blog:
Resenha:Twisted Perfection

 Paula Juliana

quarta-feira, 26 de março de 2014

Na minha estante especial Capas tema Flores!

Na minha estante especial Capas tema Flores!


Estava eu lá na limpando minha estante quando percebi a quantidade de capas lindas com tema de flores, na maioria Rosas!
Não resisti! Fui obrigada a escolher algumas para trazer para vocês!
Então... Qual que vocês acham mais bonitas?


Então me Falem... Na estante de vocês tem muitas capas com flores também?
Deixem a opinião de vocês aqui em baixo!
Beijos
Paula Juliana

segunda-feira, 24 de março de 2014

Resenha: Herança de Sangue - Priscila Xavier

Resenha: Herança de Sangue - Priscila Xavier
 Classificação: 5/5 

Sinopse - Herança de Sangue - Priscila Xavier
Ana é uma mulher determinada que sonha em ter sua pousada e trabalhar em seu próprio negócio. Ela tem uma amiga que a ajuda em tudo como se fosse a irmã que não tinha. De repente, ela descobre que coisas estranhas estão acontecendo em sua pousada, e sem entender o porquê, busca ajuda de tia, Eleonor, que lhe conta sobre o passado de sua mãe, uma bruxa, e seu pai, um bruxo negro. Diante dessa revelação, ela descobre que tem uma irmã, Eva, que quer acabar com tudo que ela possui, por sentir-se rejeitada pela mãe. Eva quer vingança, apoderar-se dos dons que sua irmã possui.

''A vida passa e nem mesmo percebemos as mais variadas facetas que ela pode nos apresentar. Somos surpreendidos a cada novo amanhecer, sem saber como agir diante das atrocidades que nos aparecem; dos desvios criados pelos destino, sem ao menos imaginar, o que pode ocorrer quando vestígios de um passado obscuro nos remete a realidade atual.''

Vamos falar de magia? Eu particularmente amo livros sobrenaturais, sejam eles adultos, juvenis, sobre bruxas, vampiros, lobisomens ou as mais variadas mitologias! O que me fez ler o livro  Herança de Sangue da autora Priscila Xavier foi justamente meu amor pela mitologia das Bruxas. E adorei!

''Eu nunca tinha parado para perceber as pequenas coisas, como muitas outras em minha vida...''

A obra conta a história de Ana uma mulher doce, tranquila, forte que abre uma pousada em associação com sua melhor amiga e irmã do coração Jéssica. Coisas estranhas começam a acontecer na vida de Ana, sombras e vultos aparecendo de repente, calafrios e sensações estranhas em sua casa, presenças que não deveriam estar ali. Mortes mistérios, lapsos de memorias... Alguns fatos que colocam a vida da protagonista em risco! Ana fica muito apavorada. Ela vai procurar consolo e respostas com sua Tia Eleonor e acaba descobrindo coisas de seu passado que a deixam apavorada, indignada e curiosa. 

''Mas quando se é mortal, tempo é relevante, ele sempre passa.''

''Sim, parece um anjo; sorriu e me pegou nos braços; desmaiei em seguida.''

Ana no meio desse turbilhão de acontecimentos conhece um homem mistério e maravilhoso. Que insiste em entrar na sua vida alegando que é seu protetor. Seu guardião. Ana sabe que ele esconde segredos! E ao mesmo tempo que tem medo de se envolver com o estranho sedutor e enigmático, ela se vê sentido uma forte atração e um sentimento de segurança quando esta perto dele. Apesar de todos os seus sentidos avisarem que Haldo é um homem perigoso.   

Um diário. Um anel e um grimório (livros de feitiços) são os elementos que podem juntamente com seu ''guardião'' contar a história de vida de Ana. O que está acontecendo em volta dela? O que são essas mortes misteriosas? O que é essa presença que quer fazer tão mal a nossa protagonista?

O livro é bem fininho. Eu li ele em um domingo gostoso e chuvoso. Foi muito gostoso desvendar a história de Ana e sua família. Deduzir o que é Haldo! Curtir o romance e a proteção da relação deles. Me deliciar com a linda amizade de Ana e Jéssica e principalmente descobrir e encarar a grande vilã da história... Eva!   

''Ele é o melhor amigo que alguém podia ter. O Melhor amante que poderia alguém encontrar, tão doce e gentil, nenhuma presa poderia resistir aos seus encantos, a menos que fosse uma criatura sem coração ou sem alma.''

Indico essa obra para quem gosta de leituras sobrenaturais mais para o lado juvenil. Para quem gosta de um romance leve e gostoso e para quem curti e não se cansa de ler sobre bruxas, livros de feitiços e magia. Sendo que a magia pode estar dentro de cada um de nós, em cada detalhe pequeno no nosso dia a dia, nas nossas amizades e na magia do Amor! 

''Ela era uma menina doce, amável, mas logo se tornou agressiva e cruel, e não me deixava ficar perto dela. Era como se fôssemos estranhas uma para outra - isso era o que ele havia a transformado! Era a pior coisa que podia acontecer a uma mãe como eu, ter o desprezo de minha filha.''


Quer ganhar marcadores desse lindo livro? 
Basta comentar nessa postagem falando de sua relação com os livros sobrenaturais de bruxas e deixar seu email!



Os marcadores são lindos! O comentário mais criativo irá ganhar um kit de marcadores! Boa Sorte e bons comentários!

Paula Juliana  

domingo, 23 de março de 2014

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional! Especial Semana Minhas Autoras! Autora: Dill Ferreira!

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional! 

Especial Semana Minhas Autoras!

Entrevista Blog Overdose Literária:


Autora: Dill Ferreira

O. L. - Oi Querida Autora! Conte aos leitores como surgiu a sua história como escritora e suas expectativas com a publicação.


Autora: Ela surgiu ha alguns anos quando comecei a rascunhar textos em tempo livre, mas somente em 2.012 a coloquei em pratica após decidir que era a hora de publicar meu primeiro livro, Casamento por Aparências.
As expectativas são grandes, embora esteja ciente de que a caminhada não é nada fácil. O fato de poder escrever e ter alguns leitores que curtam a história já é um grande prémio, com isso o que vier além, já é lucro.

O. L. - Como surgiu a ideia de escrever o livro? Quanto tempo levou mais ou menos para escrever?


Autora: As ideias surgem de alguma imagem, uma frase ou até mesmo da observação da vida cotidiana mesmo, já que escrevo romances contemporâneos. Porém tive um caso em que a ideia surgiu do nada e até hoje não sei como ela veio parar na minha mente (risos).
O tempo depende muito. No meu caso em especial, o meu emocional tem muito haver com minha vontade de escrever. Quando estou sob pressão também desenvolvo com mais rapidez uma história, tipo preciso entregar esse texto em duas semanas e nem comecei a criar. Isso me faz estar mais ativa criativamente. Mas no geral acontece a conclusão entre 04 a 06 meses.    

O. L. - Fale um pouco sobre a sua Obra (Os personagens! A Capa! Enredo!):
 

Autora: Bom, meus personagens em Amor, Indeciso Amor são um empresário solitário e focado no trabalho. Por outro lado temos uma jovem decidida a viver bem e a amar sem limites ou neuras.
São duas pessoas opostas, mas que se entendem bem na cama, no trabalho e posteriormente quando amadurecem a convivência, também no amor.
A capa ficou bem ao estilo da história (como deve ser). Nos atentamos que, o casal deveria estar dentro da água, próximos de uma cachoeira, já que esse será o cenário central do romance.
O enredo é suave. De fácil leitura e bastante inspirador para os adeptos dos romances apaixonantes e com um pouco de cenas picantes.

O. L. - O que você anda lendo no momento e qual é o seu gênero de leitura preferido? Algum autor preferido?
 

Autora: Estou lendo e assistindo informações sobre sequestros no Brasil para criar o enredo de minha nova obra.
Meu gênero preferido não é difícil de saber, sim é romance. Mas leio um pouco de tudo.
Tenho vários autores preferidos, mas posso citar Barbara Cartland, Paulo Coelho, Diana Palmer, dentre outros.    

O. L. - Tem algum lugar onde você tem mais inspiração para escrever?
Autora: Lugares tranquilos em meio a natureza costumam me inspirar mais.

O. L. - Fale um pouco sobre as dificuldades de publicação.
 

Autora: Tanto os custos quanto o pouco interesse das editoras em publicar os nacionais, são nossa maior dificuldade. Embora tenhamos ótimas histórias, ainda somos vistos como “aprendizes.” Sem contar o fato de que os leitores brasileiros curtem mais uma leitura internacional que da própria pátria. Mas isso está mudando e colaborara para facilitar um pouco o ato de publicar no Brasil.

O. L. - Quais conselhos você daria para os que sonham em escrever um livro?
 

Autora: Seja paciente, persistente e não se deixe desanimar pelos acontecimentos e nem pelas pessoas.
Nunca entre nesse mercado visualizando ganhos grandes e zero de investimento financeiro e de divulgação de sua parte. Essa jornada é longa, porém muito prazerosa.

O. L. - Você acha que a Internet e os blogs literários têm um papel importante na divulgação dos livros nacionais?
 

Autora: Com certeza. É um de nossos braços e penso até que seja o direito (risos).
Colaboram muito e sem esses veículos seria impossível um escritor brasileiro iniciante ter algum êxito.
 

O. L. - Como surgiu o seu interesse pela escrita?
 

Autora: Quando lia história e comecei a inventar finais diferentes para elas. Isso me impulsionou para criar minhas próprias.

O. L. - Como funciona a criação dos seus personagens? Eles nascem prontos ou são desvendados pouco a pouco?
 

Autora: A escrita é um constante processo de criação. Surge a ideia na hora e precisamos trabalhá-la ou pelo menos anotar, porque assim como ela vem do nada, vai embora também e acabamos por esquecer.

O. L. - Eles costumam ser inspirados em pessoas reais ou são apenas frutos da sua imaginação?
 

Autora: Seria injusto eu dizer que são todos frutos de minha imaginação. Não dá para fazer isso sendo criadora de histórias contemporâneas. Tenho sim minhas inspirações reais, mas o melhor da trama vem da imaginação, que normalmente é mais bela que a realidade.

O. L. - Um livro que todos deveriam ler e por quê.
 

Autora: Pare de Reclamar e comece a viver – Laura Schlessinger. Porque ele inspira a sermos melhores e a aceitar que somos falhos. E que sempre podemos evoluir como pessoa e ser.

O. L. - Muito obrigada pela entrevista e pela oportunidade de conhecermos um pouco mais sobre você. Quer deixar uma mensagem aos leitores?
 

Autora: Espero que possamos estar mais próximos cada vez mais e que, essa nova geração de leitores e escritores Brasileiros ainda possam evoluir muito juntos. Só teremos a ganhar, em todos os sentidos.

OBRAS:


 
 A Autora no Blog:

 A Minha resenha:
 
Resenha: Amor, Indeciso Amor - Dill Ferreira
Classificação: 5/5 

Sinopse - Amor, Indeciso Amor - Dill Ferreira
SERIA O AMOR CAPAZ DE RESOLVER AS DÚVIDAS DE UM HOMEM! Quando Victoria leu o anuncio que dizia precisarem de uma modelo sem experiência, acreditou que estava ali sua chance de ter um trabalho temporário. O que ela não podia imaginar era que se apaixonaria por seu contratante. Ricardo era um empresário bem sucedido, de presença marcante, um ótimo candidato a marido, para qualquer mulher, porém ele não parecia estar disposto á se envolver afetivamente. Solitário e muitas vezes distante, ele tinha o poder de deixá-la trêmula, quando estavam próximos. Ela podia sentir o fogo correndo pelas veias dele, embora aquele belo homem teimasse em disfarçar e ignorar o que sentia. Victoria conseguiria quebrar aquela parede de gelo e indecisões que ele colocara entre eles!

'' Ricardo levou-a até a pista pegou em sua cintura e começaram a dançar. Seus corpos se moldaram com tamanha perfeição que ambos puderam sentir o pulsar acelerado dos corações. O tecido fino do vestido deixou-a quase que nua nas mãos de Ricardo.''

Sabem aquele sentimento bom de esperança, aquele sensação gostosa de quando você viu algo que te vez bem e te deixou feliz? Aquele vazio no estômago e aquele olhar sonhador? Foi assim que terminei o livro Amor, indeciso Amor da autora nacional Dill Ferreira. Eu adoro um bom romance, quem me conhece sabe que posso ser muito romântica e sonhadora, então quando leio essas histórias que só servem para me fazer bem, eu acredito ainda mais na força do amor. 

'' - Sempre achei a noite bela com seu silencio, a escuridão e o brilho do céu. - Ela não conseguiu dizer mais nada. Ricardo tocou em seu rosto trazendo-a para ele. Sua vontade era correr dali, mas não conseguiu se mover ao vê-lo se aproximar devagar. O beijo começou tímido e lento. Ricardo acariciou a nuca dela, e em seguida, apossou-se de sua boca, ávido por prazer.''

Nessa obra somos apresentados a Victoria e Ricardo.  Victoria é uma mulher lutadora, forte e decidida. Ela se mudou de sua cidade natal, deixou a casa dos pais e foi morar com seu namorado. Com a vida a dois, ela descobriu que nem tudo são flores e que o tal namorido dela só queria festas e gastar dinheiro, se mostrando totalmente diferente do que ela esperava. A relação não deu certo, junto com o relacionamento ela perdeu também o emprego. Vivendo sozinha com seus dois - lindos - cachorros e recebendo uma mesada de seus pais para viver a moça resolveu procurar um emprego urgente!!! Foi procurar uma banca para comprar um jornal, o jornal que mudaria sua vida!
Ela olha o jornal. O Jornal olha para ela. Um único exemplar. Quando Victoria pega o jornal, uma outra mão puxa ele também. Ela olha para cima. Um homem maravilhoso a olha de volta! Ela briga pelo bendito jornal e acaba ficando com ele. Nele encontra uma vaga de emprego e decide ir a tal entrevista. Chegando lá quem é o dono da empresa?? Adivinharam?? É Claro que é o homem maravilhoso que brigou pelo jornal!!!!

Ricardo! A principio um homem sério, frio e impessoal. Que virou seu chefe. Victoria virou a nova modelo de publicidade da sua empresa e é ai minha gente que tudo começa!!
O Romance é lindo!! Muitos suspiros aqui!!
Eu achei Ricardo maravilhoso. Ele é bonito, rico, poderoso, mas o que me fez suspirar por ele foi que eu consegui ver um homem gentil e cavalheiro nele!

''Desde aquele dia em que os dois discutiram, ele soube que ela era uma linda bruxa que veio atormentá-lo e tirar seu sossego.'' 

O Romance tem toda aquela parte dos medos, as incertezas de uma nova relação, o mocinho não quer aceitar seus sentimentos. E tem ao mesmo tempo aquela atração forte, aquela tensão sexual, todo aquele clima.
Achei o romance fofo, apaixonante e encantador.
Adorei as cenas hots, foram poucas, bem poucas, mais muito quentes. Acredito até que foram bem mais sensuais do que eróticas. Bonitas e de muito bom gosto!  
A Autora tem uma escrita simples, fluída e direta. Li o livro em poucas horas e nessas horas esqueci do mundo! Amei!
Adorei também os personagens secundários. A querida Márcia, os pais da Victoria e odiei uma tal de Ruth! Momentos de tensão naquele final!

 '' Quando somos crianças, não observamos tanto a beleza das coisas porque todas as coisas são belas aos nossos olhos.''

Lições aprendidas com a Obra e lembretes para mim:

1- Minha nossa Senhora dos Homens gostosos!!! Quando eu vou tomar água de madrugada eu não esbarro em um homem desses! Amém!

2 - Tenha sempre cachorros! Sempre serão boas companhias!

3- Cabeleireiro gay é sempre tudo de bom!

4- Me lembrar de usar mais escadas! Vai que encontro algo interessante! ;)

5- Alerta Vermelho! Cuidado com mulheres que rasgam suas próprias roupas e também sempre ficar atenta a minha bolsa!

6 - E sempre! SEMPRE ficar trancada com um homem maravilhoso quando tiver temporal e acabar a luz!!

Não digam que não tirei belas lições!!!

'' Ricardo pegou fortemente nas  coxas dela e a trouxe  para ele esmagando-as em seu corpo. Ele queria que Victoria visse o que estava fazendo com ele. Iria puni-la por tê-lo feito desejar possuí-la com tamanha vontade; por ter sonhado com o momento em que a teria nos braços suplicando que a tornasse sua.''

Indico essa Obra! Me diverti, sonhei, me apaixonei e viajei na terrinha da literatura e dos bons romances com esse livro! Amor, indeciso amor é um livro lindo, gostoso, leve e apaixonante. Um belo e fofo romance! E lembrem-se: Se alguém for comprar um jornal e descobrir que é a última unidade...Lutem! Lutem até o fim pelo seu jornal! Quem sabe não é o destino te mandando de presente um lindo Amor!

'' - Nem você acredita no que está dizendo, porque eu devo acreditar? - Ele prendeu o rosto dela com as mãos e a beijou com fúria.''
 
Paula Juliana

sábado, 22 de março de 2014

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional! Especial Semana Minhas Autoras! Autora: Lilian Farias!

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional!

Especial Semana Minhas Autoras!

Entrevista Blog Overdose Literária:


Autora: Lilian Farias

O. L. - Oi Querida Autora! Conte aos leitores como surgiu a sua história como escritora e suas expectativas com a publicação.


Autora: Acredito que tenha nascido comigo, não encontro outra explicação lógica para minha relação com a escrita. Transborda a própria relação de amor e adentra numa relação vital!

O. L. - Como surgiu a ideia de escrever o livro? Quanto tempo levou mais ou menos para escrever?


Autora: Bom, meu primeiro livro foi escrito em 15 dias. Onde não dormia e mal comia. Já o segundo e polêmico levei três anos. Muitas coisas surgem em sonhos, conversas com moradores de rua, de uma simples poesia etc.

O. L. - Fale um pouco sobre a sua Obra (Os personagens! A Capa! Enredo!):


Autora: Eita! Falar ‘um pouco’ de tantos aspectos é complicado, sua danada! (risos) Mas no geral, escrevo sobre o arquétipo feminino e sombra, além de ter uma influência forte da filosofia Biocêntrica. 

O. L. - O que você anda lendo no momento e qual é o seu gênero de leitura preferido? Algum autor preferido?


Autora: Eu leio de tudo um pouco e não curto esse lance de preconceito literário. Lógico que existem aqueles que são de cabeceira, ou seja, estão na minha estante de clássicos. Leio muito sobre xamanismo; linguística e teoria literária; uma média de um artigo por dia. Gosto de todos os gêneros literários.

O. L. - Tem algum lugar onde você tem mais inspiração para escrever?
Autora: na minha casa ou de frente pro mar.

O. L. - Fale um pouco sobre as dificuldades de publicação.


Autora: Acredito que no Brasil faltem leis que assistam o escritor; a editora e as livrarias. Tudo ainda está muito solto, além de vários aspectos financeiros e de estímulo à leitura nacional. Podemos encontrar exemplos vários exemplos que vai de questões culturais ao preço do livro e inclusive de editoras que não repassa os direitos autorais aos seus autores.

O. L. - Quais conselhos você daria para os que sonham em escrever um livro?


Autora: Pesquise, estude, Escreva e se jogue! Só não esquece da humildade...

O. L. - Você acha que a Internet e os blogs literários têm um papel importante na divulgação dos livros nacionais?


Autora: Acredito que todos os meios de comunicação tenham um papel importante; e isso se entende a um diálogo entre amigos ao programa da emissora rádio ‘AM’ e inclusive o blog literário.

O. L. - Como surgiu o seu interesse pela escrita?


Autora: Pelo tempo de Cronos, acho que quando aprendi a escrever...

O. L. - Como funciona a criação dos seus personagens? Eles nascem prontos ou são desvendados pouco a pouco?


Autora: Eu acho que ninguém nasce pronto, com o tempo nossas identidade e personalidades vão sendo construídas e reconstruídas. E eu costumo levar essa ideia para os personagens. Por mais que eu escreva o livro sobre a Maria louca, no próprio desenrolar do enredo é que vou dando características para essa loucura.

O. L. - Eles costumam ser inspirados em pessoas reais ou são apenas frutos da sua imaginação?


Autora: Os nomes são fictícios, mas as histórias...

O. L. - Um livro que todos deveriam ler e por quê.

Autora: Mulheres que correm com os lobos. O motivo é ímpar, portanto tem que ler... (risos)

O. L. - Muito obrigada pela entrevista e pela oportunidade de conhecermos um pouco mais sobre você. Quer deixar uma mensagem aos leitores?


Autora: Queridos, obrigada por ajudarem a dar vida ao nosso sonho!




A Autora no Blog:

Paula Juliana 

sexta-feira, 21 de março de 2014

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional! Especial Semana Minhas Autoras! Autora: Eva Zooks!

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional!

Especial Semana Minhas Autoras!

Entrevista Blog Overdose Literária:


Autora: Eva Zooks

O. L. - Oi Querida Autora! Conte aos leitores como surgiu a sua história como escritora e suas expectativas com a publicação.


Autora: Cada obra possui um processo independente, Caminho das Águas foi meu primeiro livro e nasceu de uma noite insone, não conseguia dormir, nem ler, então resolvi escrever. Já o Cicatrizes, meu segundo livro que será lançado agora em Abril, trata-se de um texto que foi idealizado, estudado para ser escrito o contrário do Caminho que apenas nasceu.
As expectativas que tenho para com minhas obras é que elas sejam lidas e que agradem a quem ler. Sei que é impossível agradar a todos, mas fico muito feliz com cada um que lê e de alguma forma é tocado por minhas linhas.

O. L. - Como surgiu a ideia de escrever o livro? Quanto tempo levou mais ou menos para escrever?


Autora: Na verdade nunca tive pretensão em escrever, sou uma leitora compulsiva, uma devoradora de livro *risos*, mas nunca havia pensado em escrever algum, até começar a traças as primeiras linhas. Depois disso vi-me apanhada pelo enredo e não consegui mais parar.
Caminho das Águas levei cerca de um mês para escrevê-lo. Estava tudo aqui em minha cabeça, as ideias fervilhando. Já Cicatrizes está levando um pouco mais de tempo, porém logo, logo estará por aqui também.

O. L. - Fale um pouco sobre a sua Obra (Os personagens! A Capa! Enredo!):
 

Autora: Em caminho das Águas temos um jovem casal atormentado pelos sonhos que os perseguem desde sempre, uma segredo de família que carrega toda trama. Anne e James são bem diferentes, embora tenham os sonhos como ponto em comum. Anne uma mulher doce, porém determinada, James um homem perturbado pelo segredo que carrega, mal humorado, irritadiço, mas um homem leal e fiel aqueles que ama.
A capa, essa sim creio eu que dispensa comentários, sem querer parecer muito uma mamãe coruja, eu a definiria em uma palavra: PERFEITA.

O. L. - O que você anda lendo no momento e qual é o seu gênero de leitura preferido? Algum autor preferido?


Autora: No momento estou concentrada no Cicatrizes, estou na fase ler, reler e voltar a ler. Gosto de todos os gêneros, porém os sobrenaturais e históricos são meus favoritos.
Minhas autoras favoritas são Nora Roberts e Valéria Montaldi.

O. L. - Tem algum lugar onde você tem mais inspiração para escrever?


Autora: Pode até parecer coisa de maluco, e penso ser mesmo, mas as ideias veem a mim sempre quando estou dirigindo, tive que aprender a usar o gravador do celular para facilitar minha vida.

O. L. - Fale um pouco sobre as dificuldades de publicação.


Autora: O mercado editorial no Brasil é bem restrito, as oportunidades para os novos escritores são bem pequenas, quando uma fresta se abre nessa porta deve-se agarrá-la com unhas e dentes. Hoje acredito que temos um facilitador para quem quer ser lido, a amazon possibilita isso, quando falamos em e-book. Agora quando passamos a falar sobre livros impressos as coisa tendem a complicar. Editoras cobram valores surreais dos autores para que possam publicar suas obras, não oferecem nenhum meio de divulgação, ficando isso a cargo do autor. A distribuição das obras é praticamente inexistente, o autor mesmo pertencendo a uma editora faz todo o trabalho. Claro que temos as grandes editoras, as quais são suportes para seus autores, porém é quase um milagre conseguir que um original seja analisado por elas

O. L. - Quais conselhos você daria para os que sonham em escrever um livro?


Autora: Simplesmente, nunca desista e acredite sempre em você, em sua escrita.

O. L. - Você acha que a Internet e os blogs literários têm um papel importante na divulgação dos livros nacionais?


Autora: Sim, hoje a internet é um facilitador na vida de novos autores. E os blogs quando sérios, como o Overdose, contribuem muito para a divulgação do autor e da obra. Sou imensamente grata aos blogs com quem firmei parceria.

O. L. - Como funciona a criação dos seus personagens? Eles nascem prontos ou são desvendados pouco a pouco?


Autora: Quando começo a escrever tenho uma ideia do que quero, do que espero de cada um. Traço um esquema com o perfil deles, suas principais características. Porém quando o enredo vai se delineando tudo pode acontecer, você pode continuar seguindo a linha reta que traçou previamente, ou ele toma as rédeas e segue um caminho próprio. Isso aconteceu com James, a princípio eu não havia imaginado ele da forma que ele é, mas com o caminhar da estória ele foi se moldando e hoje não mudaria uma vírgula no Senhor Sisudo.

O. L. - Eles costumam ser inspirados em pessoas reais ou são apenas frutos da sua imaginação?


Autora: Não me baseei em ninguém para escrevê-los. Pelo menos não que eu percebesse. Eles são apenas eles, com suas características, particularidades.

O. L. - Um livro que todos deveriam ler e por quê.


Autora: A Canção de Anne, de Cristine Andersen. Esse livro é uma aula de amor, dedicação e superação. Recomendo muito e sempre.

O. L. - Muito obrigada pela entrevista e pela oportunidade de conhecermos um pouco mais sobre você. Quer deixar uma mensagem aos leitores?


Autora: Leiam! Leiam muito e de tudo. Deixem com que o livro fale com você; não tire conclusões, não o atropele, espere para ver o que ele tem a lhe oferecer.


OBRAS:


A Autora no Blog:

A Resenha:


Resenha: Caminho das Águas - Eva Zooks
Classificação: 5/5 Favorito
 

Sinopse - Caminho das Águas - Eva Zooks
Uma guerra,o tempo, o reencontro, o amor, o passado. O que fazer quando a vida está ligada a um segredo? Quando todas as decisões o conduz há um caminho desconhecido e cheio de mistérios? O que fazer quando um segredo do passado vem a tona entrelaçando dois corações torturados? Somente ao percorrer o caminho das águas encontrarão a chave para desvendá-lo e viver um grande amor.
 
'' O Céu era outro espetáculo a ser contemplado, um tapete repleto de luzes e mistérios. Cada estrela parecia mais próxima ao ser observada. A lua refletia nas águas calmas do riacho transformava-se em uma encantadora imagem que faria qualquer coração sobressaltar apenas por observar.''

Quando um amor pode mudar sua vida? Quando pode balançar seu mundo? Colocar tudo de cabeça para baixo? Segredos! Promessas! Um amor que nem a morte pode separar! Passado! Outras vidas! Destinos cruzados! Você acredita nesse tipo de amor? Sabe que caminhos as águas que passam por seus afluentes podem te levar? 

Ontem eu passei meu domingo com o livro Caminho das Águas da autora nacional Eva Zooks, eu comecei a ler ele bem devagarinho e derrepente engrenei na leitura de uma forma que quando vi já estava quase terminando o livro! Daí já começou a me dar aquele aperto no coração, aquela sensação de despedida. Ai que sofrimento! Enrolei para terminar ele. Não queria que terminasse! Foi uma tristeza acabar a leitura. E começar a resenha? Pior ainda! Eu tenho problemas para me expressar quando me apaixono por uma obra, acho que por mais que eu escreva não vou conseguir passar tudo que eu senti e vivi dentro de determinado livro. Esse foi um deles.     

'' Sem pensar correu para ele, estava sujo de sangue e muito ferido, viu um rosto esbelto e anguloso que se via escurecido pela barba. Tinha uma boca que poderia acelerar os batimentos do coração de uma mulher. Entretanto, se esticasse podia fazer um homem tremer de medo. Seus olhos... seus olhos eram uma maravilha.''

Caminho das Águas foi uma leitura tão gostosa, que me prendeu, me fez emocionar em determinadas horas, soltar boas gargalhadas em outras, me pegou pela curiosidade, pelo amor, pela paixão por seus personagens. Ele conseguiu resumir tudo que mais gosto e procuro quando leio. Ele é um romance romântico, em algumas vezes fofo, as vezes sensual, um romance histórico, tem um''Q'' de romance sobrenatural. Foi um tremendo prato cheio para uma futura ressaca literária. Agora é curtir a ressaca e escrever essa resenha! 

'' Você merece viver um amor real, precisa deixar um pouco de lado essas leituras, não que eu condene quem gosta de ler. Claro que não. Mas você faz disso sua vida, e com isso a vida real passa e você nem se dá conta.''

Como já tinha mencionado aqui na coluna Li até a página 100, o livro conta a história de Anne Garrison que desde novinha tem sonhos muito estranhos com um soldado já morto que viveu em 1862, durante a guerra da Secessão. Com o tempo os sonhos foram ficando piores e mais fortes, chegando ao ponto da moça passar noites em claro e ficar mega irritada durante o dia. Anne é uma historiadora, vive uma vida solitária em meio a suas histórias e seus livros. No começo da narrativa somos apresentadas a uma personagem que aparece bem pouquinho, mas é de vital importância para o desenrolar da história, a bibliotecária senhora Holts que vive tentando achar ''um casamento'' para a nossa protagonista. A Senhora Holts é a culpada por colocar o Sr. Henry Starre na vida de Anne. Henry convida Anne para viajar e conhecer o lugar onde aconteceu a guerra da Secessão, pensando na sua pesquisa e vendo que não tem nada a deixar para traz, Anne embarca na viagem que vai mudar sua vida!

'' Uma sensação de déjà vu  a invadiu quando desceu do carro. Como se ela já estivesse vivido aquele momento. Não. Não este momento, e sim em outra época.''

Logo de cara, a mocinha conhece o encanador e ''bem humorado'' James Starre; filho de Henry. James e Anne se estranham logo na chegada da moça. Ele tem um perfil carrancudo e ao mesmo tempo engraçado. Sabem aquela mistura de sexy/sério com o intenso/carismático. Ele tem todo esse borogodó, esse sexy pio que os homens da literatura tem.    

'' Com aqueles olhos cinzas como os dias enevoados, ele a fitou e sorriu. O som da sua voz veio dançando com o vento, até chegara ela. 
Siga seus coração. Ele é o caminho.''

'' Deve estar me achando uma romântica sonhadora. Não consigo explicar ao certo o que sinto. Há algo de diferente, como um encanto.''

O Romance é lindo. Não posso entregar muito o desenrolar dele. Mas é daquele tipo que ficamos na torcida. Na maioria das vezes dá vontade de bater no mocinho teimoso. Ele tem seus segredos, eu já havia mencionado que parecia que ele sabia mais da história que eu. Bem... a história está nas mãos dele. Os segredos, as promessas, tudo que faz a curiosidade nos deixar loucos, ele tem as respostas. Inclusive da ligação entre eles e Ethan.
James tem sonhos assim como Anne que não os deixam dormir. Mas quando dormem juntos os sonhos desaparecem. Isso tem que dizer alguma coisa, não?   
Em determinados momentos eu briguei e xinguei James - mas tudo com muito amor e carinho!

Amei a Família Starre. Os Homens Starre balançaram meu mundo um pouco. Henry o pai charmoso, nosso James  e seu MARAVILHOSO irmão Ron, aqui vai um pouco da minha pereguetagem literária... Meu Deus para que dois irmãos assim?? Tem como escolher?? Eu  fiquei o livro todo babando os dois!!! Sim! A minha periguete interior falou mais alto!   

'' - Estava esperando por mim, é claro, esperando que eu a trouxesse. Compreenda algo baixinha, uma coisa é conhecer este campo com alguém qualquer, outra coisa é conhecê-lo comigo. Hoje você viverá o dia mais emocionante da sua vida.''

Voltando para a mocinha Anne, eu achei ela uma mulher solitária. Ela era carente de família, ao que tudo parecia sua mãe não era muito presente e foi nessa família Starre que ela encontrou um lar.

'' Um calafrio percorreu a nuca de Anne. De repente os sonhos voltaram um a um a sua mente. Cada medo, cada dor. A sensação de solidão.''

Ao longo do livro todo encontramos diversas questões! Fazemos diversas perguntas! Por que Ethan aparece nos sonhos dos dois? Será algum tipo de mensagem? Quem é a mulher que aparece com ele? O que tem o rio com a história? Por que a atração de Anne por suas Águas? Que segredos essas águas parecem querer contar? 
Uma história maravilhosa e integrante. Gostosa do começo ao fim. Ressaltando o Amor, a vida e o destino. 

''... mesmo com o horror da guerra, mesmo com todo o pânico causado, a vida seguiu seu curso, como um barco que segue o caminho das águas.''

A Autora tem uma escrita maravilhosa. Eu separei tanto trechos que meu livro ficou todo pintadinho. Espero mostrar nesses quotes o quão poética é a escrita da autora. Como ela faz a gente mergulhar na história, conseguir sentir e viver a narrativa, esquecer o tempo lendo suas páginas. O livro traz uma riqueza em suas cenas, em suas descrições, em seus fatos históricos, conseguimos ver que foi feita uma pesquisa para escrever o livro, tudo muito bem equilibrado com o romance e toda a trama. Perfeito!  

'' Essas águas, se pudessem falar, quantas coisas, quantos segredos estariam ameaçados de serem revelados? Não estrague tudo meu irmão, não se amedronte diante do destino. Enfrente-o, encare-o. Se for preciso lute por ele, mas não seja fraco.''

Indico essa Obra! Não tem como expressar totalmente em palavras meus sentimentos ao ler, pois não conseguimos definir sentimentos, né! Mas é uma livro incrível. Muito bom. Bem escrito e amarrado, ele deixa espaço para um futuro livro sobre o irmão de James, Ron. Já comentei com Eva Zooks que se não tiver, vamos ter vários problemas de relacionamento!!! Me apaixonei por Ron!
Indico essa obra que fala de luta, sangue, morte, vida, destino, laços, família e Amor!
Um amor forte e bonito, um amor que segue o caminho de suas águas. 

'' Ele era seu carrasco e ela sua algoz. Ele a acusava, julgava e condenava, mas não se importava; pagaria com muito prazer por essa sentença.''
 
Paula Juliana