sexta-feira, 31 de outubro de 2014

[Novidades + Resenha: Um Natal para Recomeçar - Conto - Gisele Souza] Overdose Apresenta: Encantos de Natal - Antologia

[Novidades + Resenha: Um Natal para Recomeçar - Conto - Gisele Souza] Overdose Apresenta: Encantos de Natal - Antologia


Sinopse - Encantos de Natal - Antologia
Encantos de Natal é um livro criado a partir da união de dez autoras amigas, com um único intuito: criar uma Antologia de contos diferenciada.
Tendo como tema central o NATAL, Encantos de Natal te oferecerá contos em diversos gêneros literários: comédia, drama, romance, erótico e terror.

Um livro, dez contos, dez autoras, dez motivos maravilhosos para se surpreender.
Gisele Souza - Um Natal Para Recomeçar
Shirlei Ramos - Um Encontro de Natal
Vanessa Marques - Um pedido de Natal
Juliana Parrini - Mensagem de Um Anjo
BF Moreira - Um Nata Imprevisível
Pitty Bonadio - Um Sonho Natalino
Babi Barreto - Um Natal Angelical
Brooke J. Sullivan - A Noite Mais Fria
FPRozante - Meus Melhores Presentes
Lenny Silva - Uma Noite de Luz

Venha se apaixonar, se encantar e ser parte desta comunhão.

PRÉ-VENDA


Resenha: Um Natal para Recomeçar - Conto - Gisele Souza
Conto: Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Skoob

Sinopse - Encantos de Natal - Antologia

Encantos de Natal é um livro criado a partir da união de dez autoras amigas, com um único intuito: criar uma Antologia de contos diferenciada. Tendo como tema central o NATAL, Encantos de Natal te oferecerá contos em diversos gêneros literários: comédia, drama, romance, erótico e terror. Um livro, dez contos, dez autoras, dez motivos maravilhosos para se surpreender. Gisele Souza - Um Natal Para Recomeçar Shirlei Ramos - Um Encontro de Natal Vanessa Marques - Um pedido de Natal Juliana Parrini - Mensagem de Um Anjo BF Moreira - Um Nata Imprevisível Pitty Bonadio - Um Sonho Natalino Babi Barreto - Um Natal Angelical Brooke J. Sullivan - A Noite Mais Fria FPRozante - Meus Melhores Presentes Lenny Silva - Uma Noite de Luz

Um homem que perdeu tudo que mais importava. Um homem atormentado e arrependido, por ter deixado de colocar em primeiro lugar aquilo que era seu mundo. Sua Família!
Será que o amor pode suportar tudo? Será que o poder da família, o amor pelo seus filhos e sua mulher pode superar e perdoar, curar cicatrizes e dores que foram causados por negligências e abandonos?

No conto, Um Natal para Recomeçar, a autora Gisele Souza, de uma forma muito bonita e emocionante arranca lágrimas de seus leitores, contando a história de uma família que se ama e que precisa urgentemente de um recomeço. 
Com trechos no passado, contornando caminhos, contando o que levou essa família a se separar e com um final lindo de tirar o fôlego e apertar corações, a autora passa uma mensagem incrível. 

Muitas vezes na correria da vida e do dia a dia, acabamos esquecendo, ou deixando de lado, o que realmente importa e quando se damos conta, já é tarde demais. 
Para quem acredita na força do perdão, do amor e da família, é uma leitura que vale cada segundo.

Um natal para Recomeçar, mesmo com suas poucas páginas, é um conto forte, que mostra que quando lutamos com força, fibra, e verdade por aquilo que queremos, tudo conseguimos. Podemos ter inúmeras formas de ser felizes, e precisamos saber com todo o nosso coração o que é a nossa prioridade número um, o que nos define, dos faz acordar todos os dias, o que vai sempre valer a pena lutar! 

Esperança. Sonhos. Felicidade. Confiança! Reconquistar e recomeçar. Com o verdadeiro Amor! Sempre! Se Emocione com Um natal para Recomeçar e seja Feliz! 

Paula Juliana - Blog Overdose Literária!   
http://overdoselite.blogspot.com.br/

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Resenha: Reflexões de um sujeito à toa - Adhemyr Fortunatto

Resenha: Reflexões de um sujeito à toa - Adhemyr Fortunatto
Classificação: 4/5 

Sinopse - Reflexões de um sujeito à toa - Adhemyr Fortunatto

Um dia, após ler um livro, ansiei pela busca da liberdade completa. E tratei de a andar à toa. E sozinho. Conclui, afinal, que somente uma dose diária de caminhada, de bom humor e ironia (E de leitura)nos faz aturar os homens. Por isso sou uma pessoa que gosta de andar à toa. E quando me canso, sento em qualquer lugar que encontro, sem qualquer cerimonial. E leio, leio... Mas também observo. E como observo...
Skoob

''Fiquei pensando nisso por dias e dias. Se são os homens que fazem as leis, como elas podem ser dispensáveis, pura e simplesmente?...''

Vamos falar de pensamentos?! Reflexões?! Aquelas ideias, tópicos, epifanias que todos temos?! Agora imaginem um sujeitinho à toa, andando por aí totalmente... bem... à toa, só ele, e suas reflexões, em busca da liberdade COMPLETA! 
Mas o que é a liberdade? Segundo ADhemyr Fortunatto a liberdade, não é exatamente liberdade se estamos trancados, presos, trancafiados em casa, ou no ônibus, ou no nosso trabalho. Então esse camarada foi em busca da sua liberdade de pensamento e expressão, ao ar livre, sozinho, e nos presenteou com seus textos no livro: Reflexões de um sujeito à toa!

''A companhia dos livros dispensa com grandes vantagens a dos homens.''

Quando recebi o convite do autor para ler seu livro e falar o que achava dele, não sabia muito bem o que esperar. Essa obra não tem uma história literária, ela não tem um mocinho, um vilão e um enredo fictício. São textos, alguns pequenos de uma folha, meia folha, ou maiores de até três ou quatro páginas. Neles encontramos pensamentos e questões que o autor trata de forma até pessoal, um pouco do que ele acredita, com uma linguagem fácil e rápida, com um humor levemente ácido e irônico, que nós leva a pensar em determinados assuntos.Vezes só rimos e curtimos o texto, em outros momentos ficamos lá parados tentando entender, alguns textos não tem um grande final, outros são totalmente no ponto certo. Com muito sentido! Sem sentido algum! São mais que divagações são temas, propostas que podem ser pensadas ou ignoradas.  

Ele fala da leitura de uma maneira que quem é apaixonado vai entender. O livro é dividido em textos sobre ''Fatos do Cotidiano'' e ''Fatos do subconsciente''. Li a obra ao longo do mês de outubro, vocês sabem que gosto de ler contos e pequenos textos entre meus livros, então fiz isso com o Reflexões de um sujeito à toa.

Os textos falam de Destino, mulheres, chocolate (Amei esse!), Fé, acreditar em algo, fidelidade, ''O para sempre'' ou o ''Para toda a vida'', fala de casamentos, das pessoas chatas, faz críticas políticas e sociais, fala sobre o tempo... que a vida é uma roda que gira, as vezes estamos por cima, as vezes por baixo, e que isso não mede nossa felicidade... ou não! 
Temos algumas tramas por exemplo entre Remígio/Paschoalita/ Tonto... que de tonto não tem nada! Um papai Noel pra lá de peculiar!
O meu texto preferido foi o ''Dinâmica em Grupo'', talvez tenha me identificado um pouquinho ali, fala sobre a sinceridade, e sobre o que nós como pessoas fazemos em lugares que não tem nada haver com nós. Achei esse ótimo e ri demais.

Reflexões de um sujeito à toa é uma obra crítica, alguns texto me ganharam de primeira, alguns não tiveram esse resultado, mas todos me fizeram pensar e refletir. Eu ri, me questionei, pensei e me diverti! Quem sabe eu até saia por aí um pouco à toa... com meus livros, pensamentos e o silencio à procura da minha liberdade! 

''Aprendi que você não deve explicar o seu amor por algo fictício a qualquer pessoa, pois a mesma não o entenderá, aliás, quem sente é você, e não os outros...'' 

Paula Juliana 

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Sorteio Dia Nacional do livro e Sorteio de Halloween no Overdose Literária!

Sorteio Dia Nacional do livro e Sorteio de Halloween no Overdose Literária!


Sorteio Dia Nacional do livro - O céu é logo ali - Encontros para liberdade - Lilian Farias!

Regras:

1 - Seguir (http://overdoselite.blogspot.com.br/) e curtir (https://www.facebook.com/overdoselite) o blog Overdose Literária!

2 - Curtir as páginas do livro O céu é logo ali (https://www.facebook.com/poesianaalmaliteraria?fref=ts) e da autora (https://www.facebook.com/escritoralilianfarias?fref=ts).

3 - Deixar um e-mail válido nos comentários dessa postagem.

4 - Comentar de forma criativa e coerente na resenha O céu é logo ali - Encontros para liberdade - Lilian Farias (http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/10/resenha-o-ceu-e-logo-ali-encontros-para.html).

Chance extra: Compartilhar banner do sorteio no face - quem compartilhar deixar link nos comentários!

Resultado dia 15/12/2014



Sorteio Halloween - À Sombra da Lua - Marcos DeBrito!

Regras:

1 - Seguir (http://overdoselite.blogspot.com.br/) e curtir (https://www.facebook.com/overdoselite) o blog Overdose Literária!

2 - Curtir a página do livro À Sombra da Lua (https://www.facebook.com/LIVRO.ASOMBRADALUA?fref=ts).

3 - Deixar um e-mail válido nos comentários dessa postagem.

4 - Comentar de forma criativa e coerente na resenha À Sombra da Lua - Marcos DeBrito (http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/01/as-lapides-eram-para-ele-como-livros-e.html).

Chance extra: Compartilhar banner do sorteio no face - quem compartilhar deixar link nos comentários!

Resultado dia 15/12/2014

*Deixar nos comentários qual sorteio está participando!

Paula Juliana

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Resenha: O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito

Resenha: O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito
Classificação: 5/5 ♥ Favorito

Sinopse - O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito
Presa a uma promessa feita por seu pai, Ângela decide desafiá-lo a aceitar que não é vontade dela se casar com alguém que conhecia apenas através de cartas. Deixando-se levar por uma mentira, William viaja até a prometida, acreditando encontrar uma moça tão apaixonada quanto ele. Entretanto, depara-se com a força da raiva de alguém com quem sonhava passar o resto de sua vida. Por conta do grande amor que aprendeu a nutrir por ela, decide, então, lutar para conquistá-la. Usando a linguagem das flores para se declarar e, cada dia, se revestindo de uma força descomunal para suportar as palavras afiadas e suas duras atitudes, ele tenta encontrar uma maneira de fazer com que o ódio, que ela tanto demonstra sentir, se transforme em algo bom, mas para isso ele mesmo precisa continuar acreditando que é possível... Um grande amor é realmente capaz de suportar tudo? Conheça a emocionante história de duas pessoas numa mesma batalha, mas que lutam por desfechos diferentes. E que vença o mais obstinado.

''À tarde, ela resolveu sentar-se numa das poltronas da varanda para ler um livro (...). Todavia, as letras perderam o sentido quando ela viu Willian cruzar o portão e se aproximar. Sua respiração saiu trêmula num momento e seu coração acelerou devido à bela figura diante de si. Fingia não ter notado, mas ele sempre lançava olhares curiosos, fitando-a de modo penetrante, como se a perscrutasse.
O livro já parecia nem existir em suas mãos. Era o noivo dono absoluto de sua atenção.''

Quando fecho meus olhos, sou capaz de assistir essa história passando como um filme em minha mente! Vocês tem ideia de quanto isso é gostoso? Terminar uma obra literária, e permanecer na história por horas depois, ainda sentindo, cada uma das emoções que a narrativa trouxe para você! Preciso ser sincera aqui, me sinto emocionalmente melancólica, Parece que sofri algum acidente de trem... Ou fui atropelada de alguma forma! Nada poderia me preparar para essa leitura LINDA! O Que Me Disseram as Flores da autora Alane Brito, é incrível. É emocionante! Tocante! Muito Bonito! Com uma mensagem, que fica por muito tempo agarrada ao seu coração!        

ORGULHO!
Uma história que mostra o poder que o Orgulho e a teimosia pode ter na vida de uma pessoa! 
Pode o amor sobreviver a tudo? Pode ele ser machucado, pisado,chicoteado e permanecer ileso? Belo, forte e bonito? Alane Brito aborda isso e muito mais nessa obra.

Por meio da história de Ângela e William somos transportados para outra época, e descobrimos o poder do amor, da amizade, bem como também o que o orgulho e a teimosia podem causar na vida das pessoas. 

''Meu filho se casará com sua filha ou minha filha com o seu. Daqui mais algum tempo quem junta os trapos com uma mulher serei eu. Aí procriaremos e você e eu seremos mais que amigos!'' 

Tudo começa com dois amigos em 1912
Santiago se apaixona forte e loucamente a primeira vista por Elisa. Acha a mulher de seus sonhos e sua futura esposa. Para firmar ainda mais o valor da amizade com seu melhor amigo Afonso, eles fazem uma promessa. Essa que pode mudar a vida das futuras gerações!  

Os filhos de Santigo e Afonso iriam se casar! Santiago teve Ângela. E Afonso teve William.

De repente somos trazidos de volta na obra para os dias atuais. PRESENTE!
Apresentados a Raquel, que estava muito chateada por ter de sair do Rio de Janeiro, para ir morar na fazendo de sua família, uma fazenda que leva a história de gerações e gerações em suas terras, na pequena cidade de Belo Parque.

Raquel nunca deu valor aquele lugar, mesmo quando ia visitar, nunca se prestou a dar atenção para as paisagens bonitas, nem para a bela casa e seus cômodos. Resolveu conhecer, e foi em uma das suas buscas que achou um velho diário. O diário de Ângela Marques.   
  
Então viajamos novamente.
Voltamos no tempo e embarcamos em 1933.

Para a história de Ângela e William
Lembram da Promessa?
Ângela não estava feliz. Ângela  não concordava com essa história de casamento. Ângela queria ser capaz de escolher seu destino por si só.

''Ela é realmente... Maravilhosa - disse William.
- Eu sei - disse sério. - A Ângela é muito temperamental as vezes... Com o tempo verá que é encantadora, por... Por mais austeras que possam ser suas palavras...''

Ela conversa com seu pai, diz que não quer se casar, que não vai se casar e pede para que William seja logo avisado sobre suas intensões. Porém, seu pai não avisa o jovem, e ainda se faz passar pela moça, em suas trocas de cartas com William. Resultado! William não sabia que Ângela era contra o casamento. Ele estava apaixonada pela moça, tinha sido a vida toda preparado para esse destino, e estava contente e feliz em aceita-lo. Assim quando chegou a cidade, não poderia ficar mais decepcionado ao descobrir que vinha sonhando com esse amor sozinho.
Mas William é obstinado e não ia desistir de conquistar o coração da moça. 

''Entende a linguagem das flores?
- Certamente. Por quê? (...)''

E é ai que começa a batalha! 
William fazendo de tudo para conquistar Ângela e Ângela fazendo de tudo para que William desistisse dela!

Livro Lindo! Por dentro e por fora! 
''O que ela insinuava não saber era que essa batalha pouco a pouco se tornava mais difícil de ser vencida. Suas palavras pareciam flechas em chamas o atingindo, causando-lhe uma dor lancinante em sua alma. Era inexplicável ver a mulher por quem nutria tanta afeição tratá-lo como um ser insignificante, como se ele não tivesse sentimentos, como se fosse imune aos golpes quase mortais em seu coração.''

E haja coração para aguentar as reviravoltas dessa história!
Ângela é horrível! Sério! Ela faz ele comer o pão que o diabo amassou! Ele sofre, ela pisa nele, em seus sentimentos, ofende, usa quem tiver que usar, fala o que tiver que falar para atingir seus Objetivos. Eu queria entrar no livro e dar uma boa surra nela! Não, não sou violenta... mas essa mocinha me tirou do sério! William é um santo! Não sei ainda como ele não desistiu/explodiu/ou entrou em uma depressão profunda! William ganhou não só o meu amor como o meu respeito! Ele é um homem lindo, gentil, honrado e simplesmente apaixonante!

'' - Você não é humano?
-Hm... Minha futura esposa provavelmente é a imagem de um anjo verdadeiro, talvez eu precise ser algo mais que um simples homem - disse, piscando um olho.''

Algumas vezes quando lia um livro que a mocinha sofria muito, eu pensava como séria se os papéis fossem trocados, se quem fosse o incompreendido, traído e maltratado fosse o homem ali e não a mulher. Se eu ia sofrer menos, entender menos, ou até me divertir (#MalvadaEuSei), mas a autora me mostrou que não, fiquei com tanta pena de William, queria defender e proteger ele com todo o meu coração. 
Ângela não é uma má pessoa, ela tem ações terríveis, mas ela tem seus motivos, ela quer ter o poder de escolha na sua vida, acha que essa imposição não pode faze-la feliz. Ela acaba nem dando uma chance para ele. É um jogo de gato e rato. Ela sofre, ele sofre, o leitor sofre e é incrível, porque podemos ver a transformação que o amor faz com ela, podemos ver que determinados atos podem mudar tudo, aprendemos muito com a história.

Amei a forma que a autora escreveu, dialetos e palavras, amei os cenários, amei os personagens secundários. Felipe, o primeiro amor de Ângela e seu altruísmo, amizade e carácter. Líliam a melhor amiga de Ângela com seu bom coração e sua ingenuidade. Amei odiar Leonardo, que foi criado como se fosse o ser mais importante do mundo.
E amei loucamente William. Cada vez que ele presenteava sua amada com suas flores e conversava com ela tentando chegar em seu duro coração usando essa linguagem, eu simplesmente me desmontava um pouco! #Alecrim #NuncaVouTeEsquecer 

'' '' Eu não consigo me controlar mais! Fiquei tão triste com a notícia que William me deu que, horas depois, eu ainda sinto meu coração apertado e, pelo que parece, essa sensação está aumentando mais e mais. Ele vai amanhã. Eu não quero. Temo perder minhas forças e desistir de tentar lutar contra o que sinto. Que consequências isso teria?''...''

As flores conversaram comigo! E Bem... me disseram muito! A cada palavra dita e não dita, a cada lágrima e sorriso escondido, a cada lição de amor, perseverança e amizade, cada segredo mostrado em seu diário de vida, cada aperto no meu peito, O Que Me Disseram as Flores me conquistou, me levou a lágrimas, me fez refletir, vai deixar saudades e é um livro para ser lido com muito amor e atenção em suas palavras, ações e mensagens.  

''- Acho que me dei conta de que antes de julgar que algo não é bom pra mim, eu devo dar uma oportunidade para que me prove o quanto pode ser especial. Nunca sabemos a capacidade que tem de nos conquistar até que permitimos que mostre.'' 

Paula Juliana

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Resenha: O céu é logo ali - Encontros para liberdade - Lilian Farias

Resenha: O céu é logo ali - Encontros para liberdade - Lilian Farias
Classificação: 5/5 ♥ Favorito

Sinopse - O céu é logo ali - Encontros para liberdade - Lilian Farias
"O céu é logo ali representa a liberdade que são as borboletas e nos pássaros. Dolores e Clarice são mulheres que buscam tal liberdade. Dolores é uma mulher de muitas experiências; de vida simples e sem amigos. O único amigo que possui é esquizofrênico e a trata com muito carinho. Clarice é cheia de mimos e sempre teve de tudo, mas o que as liga são suas tribulações de sentimentos e busca por liberdade. Dolores fica encantada com o mais simples dos gestos, um pingo de chuva sobre a pele faz dela a pessoa mais feliz e livre do mundo. Já Clarice tem a vida dos sonhos, porém o destino pode destruí-lo com rapidez. O livro da Lilian é profundo e tocante. Ele nos mostra que devemos aproveitar o momento porque tudo pode acabar em um piscar de olhos." (Fernanda Bezerra) "Ao adentrarmos nos mundos distintos dessas duas jovens, mergulhamos numa profusa miscigenação de anseios, lutas, estratégias de sobrevivência. A história de duas mulheres que, unidas pelo destino, resolvem aflorar todo fluxo de sobrevivência do "ser", do corpo, da alma, da mente, que advém quando se é permitido ser livre. Liberdade, essa, assemelhada a quem saboreia o voo das borboletas." (Valéria Sabrina)

''Deduziu que todas as palavras de sua vida nunca foram desprovidas de sentimentos! Que nunca encontrou um grito sem resposta! Que o silencio também é um grito! Que todas as vezes que remou contra a maré, a maré a guiava! Que para o erro não existia justificativa, mas que todo erro era proposital a um acerto! Que a saudade doía, mas que pertencia aos bons! Que a noite é bela e profunda, e que o dia brilha para todos! Que todo suicida é louco! Que a vida é curta! Que os poetas interpretam a sabedoria divina!''

A sutileza. A poesia. As palavras. Os sentimentos. As metáforas. Dor, perda, família, relações. Se conhecer. Se encontrar.
A Obra O céu é logo ali - Encontros para liberdade, da autora, Lilian Farias, fala sobre isso e muito mais. Aproveitar e viver intensamente o aqui e o agora. Se descobrir. Se transformar. Se libertar das nossas próprias gaiolas.
Ser podada. E Passar por dificuldades para assim achar a força que há em si mesma.
Se sentir Borboleta, isso é: Se sentir livre. LIBERDADE! Seja fiel a você e seus princípios! Se transforme!

O livro é um tremendo show e um tapa na cara. Talvez não vá agradar a todos, ele tem que ser lido de coração aberto, e é feito não exatamente para ser entendido, mas sim, sentido! Sentir cada palavra e linha! 
Duas mulheres que fizeram o caminho inverso na jornada de suas vidas, e no fim, mesmo com as trajetórias e destinos totalmente diferentes, o resultado foi a transformação e a liberdade.

'' O coração de uma mulher nunca deveria deixar de ser menina.''

Dolores é uma mulher solteira, solitária, sem família, poucos amigos, misteriosa e fechada no seu próprio mundo, mas um pessoa boa e alegre. 
Nela é personificado a alegria e a magia do ser feliz com as pequenas coisas, só o ato de sair e sentir o vento na sua pele, desligar totalmente ao ouvir o som de uma canção, esquecer onde está, lembrar e sorrir sozinha. Dolores é uma personagem linda. Eu simplesmente me vi um pouco dentro dela.  

Dolores não se enxergava. E ninguém mais olhava para ela. Ela se anulava e nem percebia. 
Dolores se olhou no espelho! E acordou dentro de si mesma! Uma transformação de dentro para fora! 

''Será que eu fechei todas as janelas para o mundo? - murmurou Dolores. - O que está acontecendo? O que eu fiz comigo? (...)

Uma mulher não se acaba. Não entrega as cartas antes do fim do jogo. Ela tinha brasa de desejo, só não sabia onde escondeu. Agora que as águas ascenderam a paixão da vida, a festa era certa. As portas foram abertas. As verdades rasgadas e queimadas. A dança da mulher subversiva deu as caras.''

Clarice é uma mulher de boa família, inteligente, linda e vaidosa. 
Amada, cobiçada e invejada por todos. Mimada. Tinha o mundo em suas mãos. 
Porém, tudo acaba! Nada é para sempre! Uma tragédia leva o amor de Clarice, leva seus movimentos, duas vidas e sua vontade de viver! 

''As borboletas são as almas dos mortos que aguardam a passagem pelo purgatório.''

Dolores acorda para a vida. E Clarice prefere o mundo dos sonhos. 
A dualidade sonho e realidade. As verdades e mentiras. 
O que criamos dentro de nós e para nós, é uma verdades absoluta, ou um sonho idealizado?
Morrer vivendo? Ou viver morrendo? 
Morrer e ressuscitar é uma das belas metáforas empregadas na obra. Falando em metáforas, o livro é repleto, ele é rico, é subjetivo, é reflexivo, é para se perder nas interpretações e mensagens da história.

Entre os secundários, queria dar destaque a Clementino, o amigo que tem esquizofrenia de Dolores. Ele é um apaixonado pela vida, mesmo que viva em seu próprio mundo, afastado da realidade, vivendo em seus próprios filmes, suas próprias histórias, ingenuo, verdadeiro, ''morto nos mundos dos vivos''. E eu me pergunto quantas pessoas não vivem assim? Será que são felizes? Será que é mais fácil? A realidade muitas vezes machuca tanto! Clementino foi uma peça chave na história! 

Fiquei tocada com o pai de Clarice, contando histórias, dando sonhos de presente para a filha.'' Todas as pessoas seriam suas. Todas as pessoas seriam ela.'' Fiquei encantada com o homem sem nome de Dolores, que deu valor a beleza da moça, que soube olha-la pela primeira vez, que parou e escutou o que a mulher/menina/sonhadora Dolores tinha para dizer. E ela tinha muito a dizer! 

A escrita da autora é simplesmente linda. O livro é rápido, é direto, é interpretativo, faz você pensar, durante e depois da leitura. Ontem eu coloquei a cabeça no travesseiro, e foi a lição dessa obra que imundou meus pensamentos, fiquei pensando nas personagens, nas principais e nos secundários, em como um livro que apesar das poucas páginas pode dizer tanto, pensei no final, e em como me surpreendeu, fiquei em dúvidas se entendi bem, ou se li de uma forma própria. Por fim parece que deixamos de ser leitores e viramos personagens. Eles são tão reais, e seus sentimentos e ações tão verdadeiras que me deu uma louca vontade de viver intensamente a minha vida depois da leitura. Ser borboleta! 

Em O Céu é logo ali, Lilian Farias mostra como abrir a janela, a alma e o coração, abrir o casulo. Simplesmente viver e ''ser'' você na sua essência, aprendendo a importância de se perdoar no caminho! Um história linda de transformação e liberdade que me arrancou lágrimas e apertou meu coração em várias partes do enredo! 
Morte, vida, casamentos, recomeços, voar, sentir, BORBOLETAR... Ser LIVRE!
    
''Não dá para morrer agora: preciso domar um cavalo; tocar piano para uma plateia lotada; viajar para o outro lado do mundo; ser entrevistada por Marília Gabriela; escrever um livro. Disseram que eu poderia ser feliz! Não dá para morrer agora: preciso catalogar todas as espécies de borboletas existentes; matar um dragão; inventar uma receita inusitada; ser dançarina; posar para fotos de família. Disseram que eu podia ser feliz! Não dá para morrer agora:  preciso compor a minha música; correr em direção ao além; achar o pote de ouro do arco-íris, morar em uma casa de biscoitos; ser rainha de alguma coisa; escrever poesias. Disseram que eu podia ser feliz! Não dá para morrer agora: preciso nadar no rio; nadar no mar; quebrar o braço; correr pelada; morrer de amores; ser amada; contar histórias. Disseram que eu podia ser feliz!''

Paula Juliana

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Resenha: ADQS – Desvendando a Organização Secreta - Fabiana Cardoso

Resenha: ADQS – Desvendando a Organização Secreta - Fabiana Cardoso
Classificação: 5/5 ♥ Favorito

Sinopse - ADQS - Desvendando a Organização Secreta - Fabiana Cardoso
Cíntia encontra-se envolvida com um criminoso de Florianópolis, até presenciá-lo cometendo um assassinato e perceber, então, o perigo que está correndo. Mas em sua fuga desastrosa é presa em flagrante por tentativa de homicídio. Suas alternativas são: denunciar o 'namorado', praticamente, assinando sua sentença de morte ou ser presa e permanecer um longo tempo na prisão. Na delegacia acaba conhecendo Henrique, um homem charmoso e misterioso que faz uma proposta - a garantia de que não irá para a cadeia. O que ela não imaginava é que seria recrutada para fazer parte de uma organização secreta, assumindo a identidade de Thaís Torres e se mudando para São Paulo. Agora a mais nova agente da ADQS terá que investigar crimes que a polícia comum não conseguiu resolver, arriscando sua vida nas operações pouco convencionais da organização. Aos poucos, Thaís desvenda os mistérios da organização secreta, vivendo fortes emoções em suas missões e se arriscando em um romance proibido. Mistério, aventura, humor e romance fazem parte desta trama. 

 ‘’-Somos uma organização secreta que tem como principal objetivo resolver os casos que a polícia comum não consegue. Por isso a falsa identidade e os disfarces!’’

Hoje eu venho disfarçada para apresentar essa obra para vocês! Quem sou eu? Peruca loira, olhos azuis, make clarinha, lápis na orelha e uma entrada para o manicômio! Não!!!! Não me abandonem! Não enlouqueci! Só entrei no clima da Organização secreta: ADQS, da autora, Fabiana Cardoso! Assim como o Blog Overdose Literária, a Organização é: Acima De Qualquer Suspeita.

ADQS – Acima
                 De
                 Qualquer
                 Suspeita.

Gente!!!! Estava sem palavras para começar essa resenha! Eu curti tanto esse livro, que é muito difícil começar a colocar em palavras, todos os motivos que me levaram a favorita-lo! 
Pois não foram só os surtos de risos, não foi só o desenvolvimento super envolvente, ou ele ser de um estilo que eu amo, todo mistério que envolve investigações, descobrir o culpado, desvendar algo, vocês sabem que eu amo!!!! Então, junta tudo isso com personagens que me conquistaram loucamente e vocês tem uma leitora que quer que todos leiam para poderem conversar com ela!!!  

Parando de cacarejar aqui, vamos ao enredo:

Cíntia caiu em uma furada!

Amante de um criminoso famoso traficante de Florianópolis, vivia uma vida tranquila, não sabia com quem estava dormindo! Até que um dia, assistiu ele cometendo um assassinato, e é obrigada a ajudar a se livrar do corpo, pela primeira vez percebe que está correndo grave perigo de vida, ou melhor, de morte!!!

A mocinha torta tenta uma fuga perigosa, e acaba se metendo em problemas. Vai presa em flagrante por tentativa de homicídio.
#MeuMundoCaiu

Já detida, conhece o charmoso e misterioso... Henrique! Que garante proteção para ela e sua irmãzinha, que mora em outro lugar e Cíntia não vê há algum tempo, mas que é muito especial para a moça.

Henrique promete também, que se Cíntia cooperar e entregar, o bandido seu amante e os seus crimes, ela não irá para a cadeia.

Será que Cíntia pode confiar nesse homem? Diz à lenda que ela não tem um dedo muito bom para escolher em quem confiar! Irá Henrique cumprir suas muitas promessas?
#SuspiraComTioRick

Cíntia pensou em tudo, só que a moça nunca iria imaginar que ao aceitar essa proposta, iria ser recrutada por uma Organização Secreta.

E teria uma nova vida... Acima de Qualquer Suspeita!

Cíntia então, agora, está legalmente... MORTA!

Ela é em sua identidade e vida nova: A AGENTE Thaís Torres!

Saindo de Floripa para São Paulo, Thaís terá que investigar crimes que a policia não conseguiu resolver.

Vida nova! Pessoas novas! Uma equipe! Metas e objetivos novos! Uma vida passada a limpo!

Nessa Organização Acima de Qualquer Suspeita (ADQS), Thaís passará por situações que colocaram sua vida em risco. Mas entre prender criminosos filhos da mãe e salvar a vida de inocentes, ela aprende que a cada missão, a cada mistério, aventura e tramas resolvidas, reconhece em sua equipe, uma nova família muito doida!
#EoBondeTambém

‘’Eu acho melhor vocês, disfarçarem esse romance. Estão dando muita bandeira!
- Do que você está falando? – Perguntou Thaís.
Caio sorriu e comentou:
- Eu falei para ela disfarçar, Val, mas ela fica com esse olhar apaixonado. Daqui a pouco, todo mundo vai perceber!’’

Com direito a emoções de arrepiar, um romance com gostinho de proibido e muitos mistérios dentro e fora da ADQS, entramos em um mundo novo, e somos conquistados pela narrativa, por seus personagens tão diferentes e carismáticos, e por cada caso que juntamente com essa maravilhosa equipe tentamos desvendar!

 Casos como assassinatos, supostos suicídios, fraudes, roubos, máfias, ‘’sequestros’’...

‘’ – A clara está certa. Os crimes obedecem a uma lógica: ele ataca de cinco em cinco dias, com uma diferença no horário de quinze em quinze minutos e está subindo progressivamente pelos andares, a partir do oitavo!’’

ADQS tem mistério, aventura, muito humor, romances proibidos, fortes emoções e dramas!

Alguns Personagens que merecem destaque: Thaís e Caio; Bruninha e Ed; Henrique e Valéria; Cristina e Paloma; Ricardo e Bia; Léo, Vinícius, e tem também a Dona Dalva! #NãoTemComoEsquecerDonaDalva
Porque TODOS em algum momento das suas vidas, já tiveram ou conheceram uma vizinha como ela! #NãoDigoMaisNada

Thaís é esperta, bonita, tem iniciativa, é focada e impulsiva. Tem sérios problemas com pontualidade, mas é muito competente. Logo que chega a ADQS, ela se encanta por Caio, o que é um problema, pois uma das coisas que o juramento de chegada na organização veta, é o relacionamento entre agentes.
Uma coisa que é muito engraçada, pois ninguém cumpre essa regra na verdade, é um tal de gente se pegando aqui, se pegando ali, tudo na surdina. Perigoso e escondido! #EscondidinhoémaisGostoso

Caio é meu personagem preferido! Eu amo personagens carismáticos, irônicos e engraçados. E Caio faz um ótimo trabalho, amei as tiradas geniosas dele, adorei a forma que ficou caidinho por Thaís e como mostrou que gostava dela, mesmo com todos os riscos, não desistiu do que queria. Com um talento nato para pegar coisas quando ninguém vê, entrar em lugares fechados/trancados, é charmoso, conquistador e inteligente, com uma ‘’leve’’ predileção a ser irresponsável. Porém, não brinca em serviço e nem com a vida de quem gosta.

#PegaLadrão #Mentira #CaioConfioEmVocê 

‘’ O golpe do chá de novo?
(...)
- O Ed caiu no golpe do Chá!
 - De novo! (...)
- Onde está o investigador Alexandre?
- Acho que foi tomar chá – disse brincando e observou o riso que ela não conseguiu conter.’’

Daí vem Tio Henrique, o Chefão gostosão e charmosão, como diz a nossa Bruninha, ele é um líder, tem uma presença incrível e esconde muitosssssssss segredos! Um mistério ambulante! Desde seu passado, a certas relações com seus agentes. Qual a relação dele com determinadas mulheres da ADQS? #Pegador

A irritada Cristina? A chefona Paloma? Porque toda essa proteção com Thaís? Sinto um clima com a nossa brilhante atriz Val? E a doce Bia?

‘’Henrique – disse Caio – isso me parece sequestro, coisa de bandido. Nós somos os mocinhos, lembra?’’

Bruna e Ed, eu conheci antes de ler o primeiro livro, em um conto especial que a autora escreveu, resenha aqui, então, com eles eu já tinha uma certa intimidade! Ed reconheci logo de cara, com seu jeitinho nerd e esperto, Bruninha, entrou no livro mais para a metade, tinha até sentido saudades, e sempre que ela está presente é risadas na certa! Amo muito eles! 
Assim como os demais personagens eles tem ou um passado negro, por algum crime que cometeram, por pegar o caminho errado, ou acabaram em situações que precisavam de ajuda. Adorei conhecer mais ainda esses dois! Assim como os demais que caíram nas minhas graças!  
#ProcurasseoSorrisodeRicardo

‘’- Marido, estou vendo uma luz! – Repetia várias vezes – Ela está me chamando!
Ed se segurou para não dar risada e disse:
- Não vá para a luz querida, fique comigo!’’

ADQS é um livro leve, divertido, que leva o leitor pela curiosidade em resolver cada caso e descobrir tudo que podemos em relação a cada personagem. 
Indico-o, para todas as idades, para homens, mulheres, vovó, Titio(a), irmãzinho(a), pessoas que gostam de uma boa trama e de muita diversão. 
Estava ansiosa para ler, desde que conheci o conto da ADQS, e devorei o livro, achei ele incrível, super engraçado, mas não só me ganhou pelo humor, fui conquistada por casa personagem e cada peculiaridade que cada um tem. Adorei intensamente essa leitura, foi difícil segurar minhas risadas e minha ansiedade para descobrir cada caso, vibrando quando eles davam certo, triste quando alguém se machucava ou algo saia diferente do combinado. 
O final destroçou meu coração, não esperava aquele rumo e estou doidinha para ler o segundo livro, torcendo para que todos que eu gosto tenham seu destaque merecido!

Essa Obra Acima De Qualquer Suspeita, foi uma aventura, cercada de mistérios, romances, escondidos e fofos e tramas bem amarradinhas e surpreendentes. Criativo! Bem humorado! Cativante e MISTERIOSO! Não tem como não se apaixonar! 

Paula Juliana

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Resenha: Labirinto de Espelhos - Vol. 1 - Bárbara Negrão

Resenha: Labirinto de Espelhos - Vol. 1 - Bárbara Negrão
Classificação: 4/5 ♥ Favorito

Sinopse - Labirinto de Espelhos - Vol. 1 - Bárbara Negrão
Quando a estudante Eva Lins conhece o misterioso e sedutor Willian não imagina quais segredos ele podia esconder por trás de tanta beleza. Que ele é perigoso, ela pôde ver em seus olhos desde a primeira vez que se encontram, porém, a vontade de estar junto a ele é maior do que qualquer pressentimento que a jovem possa ter. Chocada pelas revelações, e ao mesmo tempo atraída e fascinada por todo o mundo novo que envolve Willian, Eva não se deixa intimidar e se entrega à história que promete ser a mais emocionante de toda sua vida, sem imaginar que mais mistérios estão para serem revelados. 

'' - Eva.
Olhei para seus olhos e ele me olhou de volta com muita intensidade.
- Você já foi beijada?''

Minha alma já estava sedenta por um Romance sobrenatural! Simplesmente amo enlouquecidamente, irremediavelmente de paixão livros sobrenaturais. Eles são minha Kriptonita, meu vicio, minha loucura! Tenho a sensação que esse gênero alimenta minha alma e meu mundo! Labirinto de Espelhos, da autora Nacional, Bárbara Negrão, me fez suspirar, sonhar e me lembrou a cada segundo da leitura, como eu amo tudo isso! Sim! Meu povo, eu trouxe, mais um livro incrível de... vampiros!    
Os meus amantes eternos. SEMPRE!

Labirinto de Espelhos é um romance sobrenatural, FOFO, lindo e novamente, onde já lemos tudo e mais um pouco sobre a mitologia vampírica... ORIGINAL! 
Ou vocês já ouviram falar sobre as Rainhas
Curiosos? Pois é! Sinto dizer que não vou entrar em detalhes quanto a mitologia que a autora lindamente criou para seus vampiros! Ela é única, me deixou super curiosa e ainda vamos ter várias surpresas quanto a ela nos próximos livros!

O Enredo:
Eva é uma estudante normal e cheia de vida. Seu mundo é fortemente abalado quando seu melhor amigo desde sempre, se confessa apaixonado por ela. Noah. Depois de ser rejeitado por Eva, ele deixa a cidade e abandona a mocinha. Deixando Eva de coração partido, sendo que ela o amava como a um irmão e sempre estava grudada com ele em todos os momentos de sua vida.

E é nesse momento, que chega um rapaz novo na cidade. 
Cidade essa pequena, aquele tipo que aconteceu uma coisinha insignificante e todo mundo já sabe.   
Willian é a nova atração! Mistério, lindo e gentil, o mocinho logo desperta a curiosidade e conquista o coração de Eva!
Porém, Willian, esconde muito segredos e entre salvar a vida de Eva e explicar, coisas que são inexplicáveis, a mocinha se depara com um mundo que até então, para ela, era coisa de filme de terror!  

'' - Você pode comer comida normal?
- Posso, mas ela é degradada quase que instantaneamente dentro de mim. Não serve para nada, não nutre em nada.
- E o sol?
- Resolvido.
- Crucifixos?
- Lenda - disse ele, achando graça.
- Igrejas?
- Já visitei milhares. Muito bonitas.
- Cebola?
- Não sou grande fã. Mas o negócio dos vampiros do cinema é com o alho. Mas não nos faz mal algum.
- Caixões?
- Prefiro minha cama - sussurrou, olhando maliciosamente me fazendo corar.''

Willian é um vampiro! Suspiros aqui! #WillianMordeEu
Não importam o que me digam, nada como um bom romance sobrenatural vampírico!
Mordam-me!
Willian tinha sonhos estranhos com uma garota. Vampiros não sonham. Mas ele sim! E ele sempre via a mesma menina, ao longo de anos sonhando, crescendo, ele sentia as emoções e sentimentos dela. Sentimentos humanos. Sentimentos que a muito tempo não sabia mais qual era a sensação.  

Willian estava no meio de uma caça com seu amigo Dante. Caçando Rainhas! Curiosos? Não digo mais nada! #EuMalvada
Dante não aguenta mais ele falando da menina dos seus sonhos. Literalmente! E manda o vamp em uma missão menor.
Nisso... ele vai parar na mesma cidade que Eva está!

Em uma situação miserável de vida ou morte, ele encontra e salva a sua menina!
Ele sabe tudo sobre ela... ele conhece ela dos sonhos! Ela não sabe nada sobre ele! Ela quer saber tudo sobre ele! Ele não pode contar nada! Ele toca nela e sente tudo o que ela sente!E é nessa atmosfera que nosso romance FOFO e lindo de morrer acontece!

''- Você o quê? - perguntei, o interrompendo. - Você não estava aqui. Você saiu da cidade sem me falar absolutamente nada. Para onde ia, ou quando voltaria, ou se voltaria. Se seu irmão não tivesse vindo você teria voltado mesmo assim? Como você pode ser tão instável. Num momento você me quer e no outro não. Um segundo depois me beija como se eu fosse tudo para você, e no outro me deixa com toda a facilidade do mundo.''

Eva tem uma doce predileção por ser meter em perigo! Ela vai onde não pode ir, se mete em situações que só poderiam acontecer com ela. Mas, ela é muito esperta. Gostei como ela enfrenta suas coisas, como ela mesmo com vergonha, mostra o que quer.
Willian é um cavaleiro. Ele faz parte da categoria dos vampiros bons. Os que não matam. Os que se apaixonam, os que protegem com toda a sua alma! Obviamente me conquistou e me fez torcer por ele a cada linha!

Os secundários são maravilhosos. As amigas loucas de Eva, são retratos de adolescentes que vejo por ai, e que já fui um dia, confesso! Então, eu ri muito com elas! #Culpada
Edgar, o irmão de Willian, é incrível. O pouco que ele me mostrou, já me deixou louca por ele. Só deixando claro, que NÃO temos triangulo nenhum aqui! Ele é o maninho vampiro de Willian, ele pega geral, sofreu por amor e agora não se prende a ninguém! Ele é ótimo!
Dora, Mãe de Eva é a mãe que todas pediram a Deus! 

A história tem uma coisa que adoro ler! Ela não é focada em ''esse casal vai ficar junto'' e termina o livro, não! Ela mostra eles como casal, eles descobrindo a relação, eles enfrentando o que tiver que enfrentar, sempre juntos, mesmo com pequenos probleminhas aqui e ali. Eu amo esse tipo de história! Amo acompanhar, a união, e ver o amor nascendo!  

É uma narrativa cativante. Para quem gosta de livros românticos, fofos, e sobrenaturais, é um prato cheio. A narrativa da autora é gostosa, as descrições do livro são bárbaras, as cenas de romance são lindinhas, de suspirar, como eu gosto. É viciante. Eu li ele em um pulo! É um livro leve, tem ação, tem paixão, atiça sua curiosidade. A escrita da autora me lembrou romances como Crepúsculo, Os Imortais e Hush hush.

Labirinto de Espelhos mostra originalidade, romance, personagens bons, um enredo fofo ao mesmo tempo, com ação, com mistério, e com emoção, não deixando outra alternativa que se apaixonar.
#PrecisoDoSegundoLivro  
#WillianMeOlheComOlhosPretos

''Acordei no escuro perdida e confusa. Me mantendo imóvel sem coragem de abrir os olhos. Agora tudo estava calmo e silencioso. Onde estava a música do parque e como eu estava deitada sobre algo macio se eu estava no chão do labirinto de espelhos? Eu estava morta? Mexi-me e minha resposta foi logo respondida. Uma dor lancinante atravessou meu corpo inteiro fazendo-me arquear as costas. Eu não estava morta. A morte não poderia doer tanto assim.''


Lançamento de Labirinto de Espelhos:


Paula Juliana

sábado, 18 de outubro de 2014

Resenha: Rendição - Trilogia Surrender - Livro 01 - Maya Banks

Resenha: Rendição - Trilogia Surrender - Livro 01 - Maya Banks
Classificação: 4/5 
Ebook  - Cortesia Editora Leya.

Sinopse - Rendição - Trilogia Surrender - Livro 01 - Maya Banks
NESTA NOVA SÉRIE, MAYA BANKS ULTRAPASSA OS LIMITES DO DESEJO... 
Em sua sensacional trilogia erótica, Breathless, a autora best-seller do The New York Times Maya Banks, testou os limites do desejo. Nesta nova coleção, a trilogia Surrender, só há uma coisa a fazer: ultrapassá-los. E nunca as consequências da descoberta do prazer foram tão irresistivelmente convidativas, surpreendentemente íntimas e totalmente inesperadas... 
Josslyn encontrou perfeição uma vez, e ela sabe que não vai encontrá-la novamente. Viúva, ela procura a única coisa que seu amado marido, Carson, não pôde dar a ela: dominação. Solitária e em busca de uma saída para seu luto, Joss encontra um clube exclusivo, que recebe pessoas a fim de realizarem suas fantasias mais hedonistas. Ela nunca imaginou que encontraria lá o único homem que tem sido, por muito tempo, sua fonte de conforto e desejo secreto o melhor amigo de Carson. 
Dash viveu uma situação insustentável por anos, apaixonou-se pela esposa de seu melhor amigo, mas reprimiu essa atração. Tudo começa a mudar quando ele encontra Joss em um clube dedicado aos mais obscuros limites do desejo. Por que ela estaria num lugar como aquele? Ela faz alguma ideia de onde estaria se metendo? Mas Joss sabe exatamente aquilo que quer e precisa! 
Para Dash só resta uma alternativa: se ela quer dominação, ele é o único homem que vai guiá-la por este mundo. O único que vai tocá-la, apreciá-la, amá-la... E o único a quem ela vai se submeter para sempre!

''-Esperei muito tempo por você, Joss. Pensei que você nunca seria minha e aceitei, porque você e Carson eram felizes. Mas, como você mesma disse, ele se foi e eu esperei uma eternidade pelo momento certo, até você estar pronta. Talvez tenha esperado demais, ou talvez o momento certo tenha chegado. Mas se acho que vou ficar de lado e permitir que outro homem coloque as mãos no que considero meu, você está enganada.''

Entrega não apenas física. Entrega emocional! Coração. Mente. Alma!
Se entregar e arriscar. Mesmo sem garantias. Sem medo. Se sentir bonita, feminina, mulher novamente! Viver!
VIVER é correr riscos!

Amo a autora Maya Banks. Já faz anos que leio os livros da autora, ela sempre me conquista por sua originalidade, e pelo modo que escreve, sem medo de ser criticada, de uma forma direta e muitas vezes forte, pesada e até chocante. Então quando comecei Rendição, esperava mais disso, porém, eu encontrei um romance bem mais leve e romântico dos que estava acostumada a ler da escritora!  Podem me perguntar, isso é uma coisa ruim, Paulinha? Não! Não foi ruim, foi um bom romance adulto, apenas foi diferente, e pude conhecer um novo lado da autora, um lado mais leve e sutil.

Rendição fala de uma forma bem simples do relacionamento de Dominação e Submissão. Quase como se a autora, quisesse explicar como isso funciona. O porque de uma mulher querer esse tipo de relação, a sutil diferença, entre precisar de algo assim e o querer algo assim, para se sentir completa.

Maya foi muito Boazinha. O apelo do livro é muito mais emocional, do que físico. Claro, que sendo um livro adulto, temos sim, sexo, e sendo sobre Dominação, temos uns elementos não tão convencionais. Mas para mim, foi um livro estritamente romântico e leve. Com o foco totalmente ligado no emocional dos personagens e seus medos, aflições e desejos românticos. 

''Ele era o dominante e ela era a submissa, mas agora todo o poder estava com ela. Isso porque, sem Joss, o poder dele não significava nada. Sem o precioso dom da submissão dela, a posição dominante de Dash não queria dizer nada. Sua vida não fazia sentido.''

Joss não acreditava que poderia encontrar o amor verdadeiro duas vezes na mesma vida, depois da morte de Carson - seu marido, ela viveu seu luto por três anos, até que chegou um momento que isso estava a matando. Chegou a hora de seguir em frente! 

Ela precisava de algo mais, Joss sentia que faltava uma parte de si que precisava ser preenchida, e que não pode ser prioridade em seu primeiro casamento. Submissão. Joss queria se entregar plenamente para alguém, queria ser cuidada, protegida e amada, da forma mais intensa que um ser humano pode se entregar. Ela queria ser Adorada. E testar todos os seus limites! 

Carson, o falecido, era um homem que sofreu muito na sua infância, juntamente com sua irmã, com um pai abusivo que usava de todos os modos cruéis de violência e tortura. Então, para Carson era impossível, usar de qualquer forma de dominação com Joss, sendo ela na cama, ou fora dela. E Joss sabendo dos traumas do marido, nunca pediu ou exigiu isso dele. Com a morte de Carson. Joss agora, anos mais tarde, quer se encontrar, em esse outro lado de seus desejos. Sendo que isso, esse desejo, faz parte de quem ela realmente é!   

O mocinho:
Dash. Um homem atormentado por amar a mulher de seu melhor amigo!
Dash. Amou Joss, desde o primeiro momento que a viu pela primeira vez. Ele se sentia culpado e traindo seu melhor amigo, por desejar de forma tão intensa sua mulher; até que semanas antes do acidente de carro que matou Carson, o amigo pediu a Dash, que se acontecesse algo com ele, Dash cuidasse e amasse, Joss com todo o seu coração. Carson sabia do amor de Dash por Joss, e também sabia, que nunca Dash iria o trair.

CONFIANÇA! 
Carson amava e confiava em Joss e Dash. E esse sentimento, era comum em todos os lados desse triangulo. Quando Carson morreu, Dash foi o amigo que Joss precisava que ele fosse. Porém, agora que Dash encontrou com Joss no clube de Dominação e submissão que ele frequentava, Dash iria ser muito mais, era chegada a hora de Dash conquistar a mulher que sempre quis.
Isso mesmo! Joss, depois de meses pesquisando, achou um clube onde podia procurar o que tanto desejava. Ela só não esperava ser arrastada do lugar, por um Dash furioso e ciumento! 
Cartas na mesa. Joss explica o que busca para sua vida. E Dash declara seu amor para a moça, com o bônus extra, de ''Sim! Sou um Dominador Joss! E agora que você sabe e quer isso, você será minha, e de mais ninguém.'' 

Intensidades a parte! É ai que nossa história desabrocha! 

Carson é uma frequente no livro, ele está lá o tempo todo na mente dos dois protagonistas. Dash sente ciumes, Joss se sente culpada. E ao mesmo tempo, ela descobre que ama Dash e quer que o relacionamento siga em frente. Joss me irritou muito, ela repetia a mesma ladainha, sabia o que queria e se culpava por isso, Dash por amar ela, parecia que sempre estava tratando de uma boneca, mais marido fofo do que dominador sedutor. E isso me irritou constantemente. Pois eu queria que a história andasse mais rápido, fosse mais direta. Em comparação, Maya arrasou no desenrolar da história, nos detalhes de personalidade dos personagens. Deixando bem claro, que nessa obra, não temos uma grande vilã, ou um grande vilão, os próprios mocinhos fazem esse papel, ao se sabotarem com seus sentimentos e pensamentos.

Por isso foi um livro interessante. Um drama bem elaborado que já abriu introduções para os seguintes livros, que ira contar as histórias dos personagens secundários, que convivem no grupo de amizades de Joss e Dash. E com toda a certeza estou, muito ansiosa para o segundo livro que vai contar a história da irmã de Carson e de Jensen - o sócio de Dash, que foi o personagem que mais gostei nessa obra.

Rendição fala de confiança, de amor, de entrega. Fala do medo de viver a vida e de se concentrar em nós mesmos, deixando quem nós somos e o que queremos em primeiro lugar. Indico essa obra, para quem gosta do gênero, quem quer conhecer uma Maya Banks, mais leve, sutil e muito romântica.    

''- Você dormirá na minha cama toda noite. Haverá noites em que vou amarrá-la para que fique indefesa e dependente de mim para tudo. Farei amor com você enquanto estiver espalhada e amarrada nas colunas da minha cama, seu corpo disponível para mim quando eu resolver tomá-lo. E vou possuir você com frequência, Joss. Antes de irmos dormir. Durante a noite. E será a primeira coisa de manha, antes mesmo que você esteja completamente acordada. Vou penetrar em seu lindo corpo e serei a primeira coisa que vai sentir de manha. Serei a última coisa que vai sentir antes de dormir a noite. E irá para cama sabendo que é minha que me pertence, de coração e alma. Não terá como duvidar disso, porque não passará um dia sem que eu prove isso para você.''

Paula Juliana