terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional! Autora: Babi A. Sette

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional!
Entrevista Blog Overdose Literária:


Autora: Babi A. Sette

O. L. - Oi Querida Autora! Conte aos leitores como surgiu a sua história como escritora e suas expectativas com a publicação.
Autora:Olá querida Paula e leitores do Overdose literária, é um prazer responder essa entrevista.
Minha história como escritora iniciou quando eu aprendi a escrever, lembro dos primeiros livrinhos ilustrados. Depois disso nunca mais parei. Porém, o ingresso oficial no universo literário  aconteceu apenas agora com Entre o amor e o silêncio.
O que eu desejo de verdade é poder tocar o coração das pessoas que leem minhas estórias com amor.

O. L. - Como surgiu a ideia de escrever o livro? Quanto tempo levou mais ou menos para escrever?
Autora:Entre o amor e o silêncio é primeiro livro publicado, porém, é o terceiro romance escrito. A ideia surgiu com uma imagem de uma mulher jovem, lendo para um paciente em coma. Ali eu soube que ela estava apaixonada por esse paciente e soube também, que era o começo de um novo romance.

O. L. - O que você anda lendo no momento e qual é o seu gênero de leitura preferido? Algum autor preferido?
Acabei de ler Labirinto  de espelhos, da minha amiga Babara Negrão, muito bom aliás! E  estou lendo agora: Provocante da Madeline Hunter.
Gênero preferido: Romance, sempre! Sou uma romântica incurável.
Livro preferido? Um só?
São tantos, rs!
Posso citar mais de um?
Jane Austen, Lisa Kleypas, Judith Mcnaught, Liane Moriarty, Sarah MacLean, Eloisa James, Laura Lee Ghurge, Florencia Bonelli, Madeline Hunter. Literatura nacional: Carina Rissi – adoro- quem não adora, não é verdade?

O. L. - Tem algum lugar onde você tem mais inspiração para escrever?
Autora:Eu montei na minha casa um cantinho muito meu, digo que ele é meu refúgio e um paraíso particular. Aliás, estou nele agora respondendo essa entrevista.

O. L. - Fale um pouco sobre as dificuldades de publicação.
Autora: Acho que qualquer carreira no início, seja a de um médico ou de um escritor, exige dedicação e  persistência. Prefiro pensar em desafios e não em dificuldades.

O. L. - Quais conselhos você daria para os que sonham em escrever um livro?
Autora:Nunca desistam de lutar por seus sonhos, desafios existem em todos os lugares e em praticamente todas as situações da vida. Eu tento ver os desafios como uma oportunidade de superação e aprendizado! 
Para quem ama escrever e quer ver o seu sonho realizado, eu aconselharia uma boa pesquisa: converse com pessoas que já publicaram e que conhecem o mercado editorial. Tirem suas duvidas. Assim, acho que é possível  ficar  mais seguro diante dos possíveis desafios que se encontra no caminho.  Acho que contratar uma consultoria literária antes de tentar  o contato com as editoras, também é muito importante.

O. L. - Você acha que a Internet e os blogs literários têm um papel importante na divulgação dos livros nacionais?
Autora:Importantíssimo. Eu vejo por mim como leitora, a internet e os blogs literários é onde eu encontro dicas, sugestões e muitas vezes através deles é onde eu decido a minha próxima leitura.

O. L. - Como funciona a criação dos seus personagens? Eles nascem prontos ou são desvendados pouco a pouco?
Autora:Eles nascem prontos. Pode parecer loucura rs, mas sinto que eles estão prontos em algum lugar, só esperando alguém encontra-los para contar as suas histórias. E ao mesmo tempo, eles se desvendam conforme eu escrevo. Nesse processo mágico, sou surpreendida por eles o tempo inteiro. E nesses momentos, eu sei que eles não são só meus, eu sou deles na mesma medida.

O. L. - Eles costumam ser inspirados em pessoas reais ou são apenas frutos da sua imaginação?
Autora:Tudo o que escrevo é  em boa parte imaginação, mas tem outra parte que é inspirada em pessoas que conheço, situações que vivo. É uma mistura mágica e incrível.

O. L. - Um livro que todos deveriam ler e por quê.
Autora:Até tentei pensar em um, mas não consegui. A verdade é que acho que a leitura é algo tão pessoal que não conseguiria indicar um livro indispensável  para qualquer pessoa. A não ser que conhecesse o estilo de leitura dessa pessoa.
Uma vez eu li uma frase, desculpe, não lembro a autoria, mas dizia assim:
“ Não existem pessoas que não gostam de ler, existem pessoas que ainda não encontraram aquilo que gostam de ler.”
Então, se eu posso dar uma dica é: Procure aquele tipo de história que te prende e envolve seja: romance, ficção, suspense, fantasia, comédia... Aí, vá atrás de dicas em blogs literários e leia. A leitura é uma companhia extraordinária, com ela é possível se divertir e se distrair na fila de um caixa, por exemplo. Eu mesma já me peguei algumas vezes em uma sala de espera, aquele lugar onde a cara de tédio das pessoas  é  pura cortesia, pensando: “ah! Que pena que chegou a minha vez, vou ter que parar de ler.
Todo o livro acrescenta, ensina, emociona e diverte. E quando isso acontece, acho que você agradece ao livro por existir e o mundo agradece a você por ler.
Como dizia o poeta Mario Quintana:
“Os livros não mudam o mundo, os livros mudam as pessoas e as pessoas mudam o mundo”

O. L. - Muito obrigada pela entrevista e pela oportunidade de conhecermos um pouco mais sobre você. Quer deixar uma mensagem aos leitores?
Autora:Vamos transformar o mundo em um lugar mais mágico através da leitura?
Agradeço a oportunidade a você Paula Juliana e aos seus leitores.
Bjs com carinho
Babi


Relembrando nossa resenha:

Resenha: Entre o amor e o silêncio - Babi A. Sette
Classificação: 5/5 ♥ Favorito

'' Trancava-se em seu quarto como qualquer princesa a ser resgatada e, para não estar só, escrevia histórias. Muitas delas! Primeiro, livros rabiscados com cores e sem cor. Depois, vieram as palavras. Então, as palavras vieram páginas, as páginas deram a luz a lugares e pessoas que viraram sentimentos. As histórias cresceram e também a sua própria.''

É muito difícil falar de um livro que te deixou apaixonada! Isso todo mundo sabe! Algumas vezes na vida topamos com aquele tipo de literatura que gostamos tanto que queremos que o mundo todo conheça e leia! O livro Entre o Amor e o Silencio, é o típico livro que durante a leitura, você tem que parar, suspirar, e admirar como ele é bonito. Como as palavras dele conversam com você de uma forma linda, sensível e poética!

Eu fiquei maravilhada com a escrita da autora Babi A. Sette. Como ela consegue escrever dessa forma tão linda? Então, tenho certeza que se você está lendo essa resenha, ou a capa te encantou, você achou ela linda e super forte, ou então você leu a sinopse e ficou muito curioso com enredo! Como uma mulher pode se apaixonar por um homem em coma? Como um romance pode acontecer dessa forma? Será ele um conto de fadas, um daqueles livros que depois de acordado, o mocinho se vê loucamente apaixonado por aquela enigmática mulher e então, vêm o nosso ''felizes para sempre''? Essa obra conseguiu me surpreender, ela fugiu de tudo que eu poderia esperar. Não posso deixar de dizer que ela a sua maneira e sensibilidade é mais que perfeita. Cada reviravolta na história, cada suspiro arrancado, cada declaração de amor, cada choque de dor e tristeza. É uma obra para se ler com o coração aberto para todo o amor, dor, drama, felicidades e surpresas que se possam encontrar!  

Francesca Wiggs é uma mulher doce, forte, lutadora, sensível escritora. Depois de uma horrível desilusão amorosa. Uma traição que doeu aqui em mim, um termino de relacionamento muito dolorido. Francie que ama atuar no teatro, dançar e escrever, resolveu que para se curar, nada melhor que ajudar a curar outras pessoas. Assim essa mulher em busca de colar seus caquinhos começa a trabalhar como voluntária. Fazendo leituras para pacientes em coma! Ela pensou que no silêncio poderia encontrar suas respostas, e entre ler para um homem inconsciente e escrever seu livro acabou encontrando muito mais que isso!

Mitchell Petrucci é um homem lindo, rico e poderoso. O sonho de qualquer mulher se não fosse a sua personalidade fria e calculista e seu ar cínico e superior. Líder de um grande e poderoso império financeiro, o presidente da Petrucci Grup E Co estava perdido dentro de si mesmo, para quem estava de fora, ele tinha tudo que um homem poderia querer, mas o que ninguém sabia era quem era esse homem de verdade. Um acidente coloca a vida do Sr. Petrucci em risco. Ele acaba em coma no hospital. E amigos? Família? Mulheres? A muito tempo Mitchell não acreditava em relacionamentos de qualquer tipo, para ele tudo de resumia a negócios, trocas de favores, o que se poderia oferecer e pegar em troca. Foi assim que ele afastou todos ao seu redor. 
E um homem tão bonito e bem sucedido sozinho dessa maneira, despertou algo na doce Francie. A linda voluntária que começou a passar horas e mais horas na companhia desse homem desconhecido e lindo! 

Achei um fato muito interessante na construção dos personagens. A história apesar de ser um belo romance, não foi construída em cima do envolvimento amoroso do casal. Francie se apaixona por um homem em coma, um homem que nem sonha como seja de verdade, é um romance unilateral por assim dizer, o que esperava era que ele ao despertar, visse como estava errada sua vida, e se apaixonasse por essa mulher que esteve ao seu lado no seu momento mais difícil, porém, isso não aconteceu, a história é construída em cima dos protagonistas de uma forma que prioriza Francie e Mitchell como pessoas. Seus problemas, suas questões mal resolvidas, seus traumas, para que quando enfim houvesse o esperado reencontro, esses personagens que conhecemos desde o começo da obra, já não fossem os mesmos, consegui ver o crescimento e amadurecimento de cada um de uma forma individual, depois conjunta e brilhante!      

Encontrei personagens diferentes, mudados, melhorados e um amor que desafia o silêncio! 

É um romance para ser saboreado, fiz questão de ler com calma, sentindo e entendendo cada pedacinho dele. Isso mais as suas quinhentas e pouquinhas páginas me deixou um tempinho na companhia de Francie e Mitchell, e confesso que estou já sentido falta dessa proximidade, dessa viagem que me fez conhecer esses personagens tão bem e de uma forma tão intima e especial.

O livro aborda de diferentes maneira muitos assuntos, os dois protagonistas tiveram problemas pessoais com os pais, Francie com suas questões de rejeição e Mitchell com o controle, o ser o melhor pelos motivos errados!
O poder da amizade (#TomLindoDeMorrer / #OliviaAmaisCompanheira) e o papel da família para o bem e o mal. #AlgumasLágrimasAqui  
Com cenários lindos, a badalada Nova York, a romântica Paris, a calma e aconchegante Itália, mais personagens que você não sabe se ama ou odeia, bate ou coloca no colo. #VinceFiqueiComDó 
A Depressão, o deixar sentir a própria dor, as faltas que temos dentro de nós, nossa Francie fazendo o lindo paralelo da literatura falando/sentindo/vivendo a própria literatura! Mitchell com a pintura, Francie com a escrita. As máscaras e exposições, as verdades e mentiras, a realidade e o que criamos para nós! Será que é real? Toda essa receita faz de Entre o amor e o silêncio da autora Babi A. Sette, um livro que deve ser lido, sentido e conhecido!

Eu amei Mitchell, mas no começo o odiei loucamente, como podia ser tão estupido? Eu amei Francie, mas fiquei chocada como ela se envolvia profundamente nas suas coisas! Eu sofri pela menina que esperava um pai que não a merecia. Eu chorei pelo menino cheio de sonhos que se decepcionou com o mundo de uma forma que não restou nada de verdadeiro em sua vida. Eu ri com os amigos, me apaixonei por Tom. Odiei e perdoei Vince. Aprendi que por mais que nos amem, as pessoas acabam nos machucando, por não saber lidar com os seus próprios problemas, as suas questões. Chorei, ri alto, me apaixonei, suspirei com as inúmeras demostrações de amor, demostrações faladas e silenciosas. Demostrações que me agarraram como leitora e me fizeram amar loucamente essa história. 
E será esse o Fim? Francie e Mitchell com seus dramas, tramas, segredos, destinos e histórias ganharam um lugar especial no meu coração, juntamente com esse conjunto de poesias, palavras e sentimentos que são Entre o amor e o silêncio! 

''Morria um pouco a cada dia e me enterrava muito por dentro. Uma morte a cada respirar, uma morte a cada pulso que drenava o sangue sem me deixar seco. Até que eu não senti mais. Até que tudo foi embora - a lucidez das cores que eu tentei, o vento da música que me estruturou -, tudo partiu de mim. O pulso continuo forte, mas era apenas um vazio. Nada. Eu pairava entre um impulso frenético da consciência morta e a ânsia incontrolada de busca a própria aniquilação. Eu afundei dia a dia em um estado de coma consciente.'' 


NOVIDADES DA AUTORA:

A PROMESSA DA ROSA de Babi A. Sette!
Lançamento em Abril - Novo Século Editora.



Sinopse: A beldade Kathelyn Stanwell é a primeira filha de um conde e seria a debutante perfeita. Porém, ela não quer casar-se por obrigação, é viciada em aventuras, estuda muito mais do que é devido para uma dama, arromba portas, despreza a nobreza e não imagina que um baile de mascaras e um estanho recém conhecido, poderão mudar a sua vida. O homem em questão é dono de uma aura selvagem e de uma aparência exótica, parece ser o opositor do mundo ao qual ela deseja escapar. Movida pelo impulso, ela, o convida a entrar no jardim - passeio proibido para jovens debutantes. Ele não pertence ao seu mundo, Kathelyn estava segura. 

Exceto que ele é: O duque de Belmont
Arthur George Pierce Harold, passa a vida entre viagens, festas exclusivas e amantes conhecidas.Está de volta a Londres em plena temporada em busca de uma esposa, afinal, já tem quase trinta anos, é hora de pensar no titulo e em suas responsabilidades. 
Ele é a antítese do homem que Kathelyn sonha.

Mas, o coração tem outros planos.
Esse é o início de uma paixão explosiva e sem limites. 
Diante de um grande mal entendido, cegos pelo ciúmes e pelo orgulho, a vida de ambos pode mudar completamente. A união desses personagens, revela um romance arrebatador repleto de emoções extremas e reviravoltas.Poderia o amor curar até as feridas mais profundas?


"- E você Kathelyn, quão fundo devo ir para lhe descobrir?
Ela perdeu o ar com aquela pergunta.
- A verdade é que ninguém pode chegar ao fim de outra pessoa.- respondeu
- Você tem tantos segredos assim?
- Tenho tantos que nem mesmo os conheço.
- O que devo fazer para que revele ao menos os conhecidos? - Ele encostou os braços na mesa, aproximando os seus rostos.
- Os que conheço, são os mais fáceis de vir a tona.
- Eu ficaria honrado em retirar algumas peças que lhe cobrem.
A respiração dele estava alterada e Kathelyn acreditou que o duque levava ao pé da letra o sentido das palavras.
- Nunca chegará a tirar todas, é impossível.
- Impossível?
- Por isso os mitos e fábulas são espelhos de nossa essência...Por mais que os deixemos nus, voltam a estar cobertos. A nudez é ilusória.
- Sinto-me tentado a comprovar - Ele apertou as mãos no braço da cadeira, como se fosse levantar. Kathelyn instintivamente recostou-se em um movimento de fuga.''




"Respirou ganhando fôlego e desesperou-se 
- As forquilhas - pediu com a voz trêmula
- O quê ? - Ele refazia muito toscamente o nó da gravata
- As malditas forquilhas. - Ela repetiu irritada. Afinal, tinha sido idéia dele que soltasse o cabelo. 
Ele conseguiu pescar duas forquilhas no chão da carruagem, em um abrir e fechar de olhos.
Kathelyn supôs que tal velocidade, se deu pela prática que o descarado devia ter em arrumar com eficiência, damas em situações comprometedoras.
- Preciso de todas, faltam três.
-Vai ter que servir."

Paula Juliana

15 comentários:

  1. Paula, ainda não conhecia a Babi e suas obras! Achei ela uma fofa!
    Desejo muito sucesso em sua caminhada!

    Beijos,
    Caroline, do criticandoporai.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Paula
    Que entrevista incrível! Adorei. Ainda não li o livro da autora, mas ele tem uma capa linda, sinopse perfeita e sempre recebe comentários positivos. O novo livro dela me encantou. Simplesmente preciso dele! Adorei as dicas para quem quer se tornar escritos (euuu!) e a autora me lembra um pouco eu mesma em alguns aspectos kkkk.
    Beijos no coração

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  3. Oi Paula!
    Parabens pela entrevista *--* A autora é uma fofa *-*
    Já conhecia as duas obras. Vi resenhas do primeiro e divulguei a capa do segundo la no blog. Ambas super lindas, mas não fazem muito meu estilo, por isso nem me animei muito. Uma amiga minha leu o primeiro e amou. Espero que o segundo agrade tambem.
    Sucesso para ela!

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Paula, lindo o post. Fico impressionada quanto carinho vc coloca em tudo aqui no blog. Obrigada pelo apoio. Adorei participar... Sucesso para o blog! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a autora, quer dizer, já tinha ouvido falar dela, mas não conhecia o trabalho ;)
    Parabéns pela entrevista,
    Sobre os livros me interessei mais pelo primeiro, o último embora seja num genero que gosto não me chamou muita atenção pela sinopse

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?? O livro Entre o amor e o silêncio já está entre os meus desejados, eu sou louca para ler! Acompanho a autora no facebook e fiquei encantada quando ela divulgou a capa do novo livro! É linda! Adorei a entrevista, é sempre bom conhecer um pouco o autor que tanto gostamos e como funciona o processo criativo dele!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?
    Eu acho a Babi uma fofura, ela é uma autora dedicada e muito carinhosa, além de escrever super bem. Eu li o Entre o amor e o silencio e adorei, ele se tornou um dos meus favoritos. Eu estou super ansiosa para poder ler o novo livro dela.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá ^^
    Não conhecia a autora, nem seu trabalho. Pelo que pude notar através da entrevista, a autora é uma graça, uma fofa, daquelas que a gente quer carregar num potinho para todo lado heheh

    Muito bom conhecer um pouco mais dela e de suas inspirações. Como não conhecia os seus livros, este post serviu para me deixar com muita vontade de ler algo escrito por ela, quero ter a oportunidade de ser envolvida por sua escrita.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Muito legal conhecer um pouco do processo criativo da autora, conhecer um pouco sobre seus gostos.
    Quanto ao livro em si, não faz muito meu gênero mas acho que desse minha esposa vai gostar, então vou mostrar pra ela.

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz

    ResponderExcluir
  10. Olá Paula, tudo bem??

    Eu adorei a entrevista com a Babi... eu acho essa autora uma fofa e super simpática... jamais vou esquecer a oportunidade que ela me deu de ler a sua obra e ainda mais pela confiança de enviar o livro para leitura e resenha... uma coisa que me chamou atenção na leitura do livro, foi que ela sabe construir perfeitamente bem seus personagens... adorei a forma como ela construiu todos... claro que eu estou babando pelo novo livro dela... a capa é simplesmente linda... e eu preciso sim lê-lo... Desejo cada vez mais sucesso a ela... e que ela tenha sempre inspiração para construir romances maravilhosos pra gente... Xero!!

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Muito bacana conhecer melhor a autora. Achei interessante ela falar como gosto é algo bem pessoal. Ah, me identifiquei com ela, pois também adoro romances. Sucesso!!
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Paulinha,
    Muito legal conhecer mais um pouco sobre esta talentosa escritora. eu já conhecia a obra, apesar de não ter lido ainda e as resenhas sempre foram muito positivas e o próximo livro parecer ser tão bom quanto o anterior e será com certeza um sucesso. Parabéns pela entrevista.
    bjs
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Paula, tudo bem?
    A autora tem parceria com o blog, mas não fui eu que li o seu livro, e sim a yasmim, ela adorou o livro e leu aquele "tijolinho" em apenas 2 dias e meio. A história é muito envolvente.
    Fiquei bem curioso quanto ao segundo livro que será lançado e não posso esquecer de mencionar o quão fantástica sua entrevista foi, adorei sua perguntas e ver as respostas da autora.
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Tá ai uma autora super simpática. A Babi é uma fofa. Adorei a entrevista. Fico feliz em ver que ela acredita na ajuda dos blogs literários na divulgação da literatura nacional.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá Paula!
    A Babi é um amor de pessoa. Eu amei Entre o Amor e o Silêncio, a história é perfeita a capa linda e a diagramação magnifica. Estou ansiosa para ler A Promessa da Rosa, a capa me encantou logo de cara e pelo jeito a história vai ser um novo sucesso.
    Parabéns pela entrevista.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir