Pular para o conteúdo principal

Resenha: Qualquer outro lugar - Splintered # 3 - A. G. Howard

Resenha: Qualquer outro lugar - Splintered # 3 - A. G. Howard
Classificação: 5/5 ♥ Favorito ♥  
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Qualquer outro lugar - Splintered # 3 - A. G. Howard
Alyssa está tentando entrar novamente no País das Maravilhas. Os portais para o reino se fecharam, não sem antes levarem sua mãe. Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar, reino em que intraterrenos expulsos do País das Maravilhas estão vivendo.
Para resgatá-los, ela precisa recorrer à ajuda de seu pai. Juntos, eles iniciam uma missão quase impossível para tentar resgatar entes queridos, restaurar o equilíbrio dos reinos e o lugar dela como Rainha.
Alyssa precisa lutar não só com a Rainha Vermelha, um espírito malicioso que tem a intenção de refazer o País das Maravilhas à própria imagem, mas também reconstruir seu relacionamento com Jeb, o mortal que ela ama, e Morfeu, o ser fantástico que também reivindica seu coração.
E, se todos tiverem sucesso e saírem vivos, eles poderão finalmente ter o felizes para sempre.

Daqueles que te fazem sonhar!
Não é segredo nenhum meu amor pela ficção e fantasia, mas fazia tempo que uma obra do estilo não me tirava do eixo e me deixava completamente apaixonada, alucinada, pensando em seus personagens ao longo do meu dia, suspirando por suas tiradas sarcásticas e encantada com sua história, seu universo e principalmente com seus personagens.

Qualquer Outro lugar me surpreendeu e me conquistou totalmente, quando o recebi em parceria com a Editora Novo Conceito, me vi em um beco sem saída, não conhecia a história, esse é um terceiro volume, não tinha tempo no momento para ler os anteriores e resolvi na cara e na coragem iniciar a leitura e ver se conseguia me achar no meio de uma história em andamento, coisa que nunca fiz. Para minha surpresa a autora me conquistou logo na primeira página, com sua narrativa rápida, e muito bem explicada, cai direto em um outro mundo, na vida de uma Alyssa, essa descendente de sangue daquela nossa velha conhecida do País da Maravilhas, a partir dai entendi o dilema, Alyssa com seu coração meio mortal, meia intraterrena  dividida entre dois amores, o cavaleiro mortal Jeb e o ser místico Morfeu. Esses dois pressos em Qualquer Outro Lugar, uma das dimensões magicas, Alyssa em uma missão de conseguir resgatar em segurança os dois mocinhos, salvar sua mãe que ficou pressa em um País das Maravilhas que estava se degradando, se destruindo graças a um feitiço da terrível Rainha Vermelha, essa que se encontrava também em Qualquer Outro Lugar em espírito pressa no corpo de uma então ainda pior Rainha, essa de Copas - entre cabeças e corações, entramos em um perigoso mundo de MARAVILHAS, onde Alyssa é a verdadeira Rainha!

Gente, pensem em uma história gostosa, cheia de elementos mágicos, elementos que nos lembram e nos levam a um conhecido mundo das maravilhas que acredito toda a criança já leu, ou assistiu. É uma história mágica. Alyssa é uma daquelas personagens que são pura força que não precisam de príncipes a salvando, muito pelo contrario ela é quem vai em busca de salvar seus caras. Foi uma experiencia diferente para mim pegar uma obra que já estava em velocidade máxima e usar toda a minha interpretação, e imaginação, dar uma chance para cada personagem, pescar o passado deles em cada linha. Imaginar uma Alyssa criança sendo conduzida por meio dos sonhos por Morfeu para um País das Maravilhas, ver essa amizade crescer e virar algo mais, por outro lado, a mortal Alyssa com seu romance com Jeb, com tudo que esse menino passou, a violência vivida por meio de uma pai opressor.

Morfeu e Jeb. Lindos personagens. Os dois merecedores de amor, os dois fiéis e cativantes, cada um ao seu modo. Jeb é fofo, o típico mocinho que todos gostam, e geralmente o que NÃO escolho. Nessa história também não foi diferente, meu amor, minha paixão foi a primeira vista totalmente direcionada a MORFEU. Não por ser o ser sobrenatural, apesar disso sempre ajudar muito no meu julgamento, mas por ele ter aquela malícia, aquelas frases que nos fazem balançar, aquele jeito de mocinho vilão, que sempre no surpreende, nunca é preto e branco, com ele tudo é cinza, ele é rei, ele é seguro de si, ele manipula palavras e situações, e no fim das contas os fins justificam os meios, se ele só pensa no bem de sua Rainha e seu lar. Morfeu foi 90% da minha paixão por essa obra, amei Alyssa, fiquei encantada com o universo, com as cenas de ação, com os fleches do passado e futuro, com a fidelidade de Jeb também, mas Morfeu, esse me fez aquela leitora sonhadora, aquela que torceu como uma louca, aquela que vibrava com a história. E isso minha gente, é um BOM, um espetacular personagem.

Com certeza vou mais para frente ler toda a trilogia completa, porque sinceramente necessito! Acredito que para a maioria dos fãs, assim como para mim, foi um fim ótimo, digno da história. Um grande livro, uma narrativa que merece ser lida e conhecida. Termino completamente apaixonada, indicando para Deus e o mundo!
A autora escreve muito bem, é muito ágil e muito inteligente, fez a história de uma forma que é simples e ao mesmo tempo deixa o leitor confuso com seus sentimentos assim como Alyssa que tem seu coração DIVIDIDO por dois mundos. 

Simplesmente amei, me emocionei, senti cada linha, me apaixonei a cada página, foi uma leitura que valeu cada surto meu como leitora! Leiam mais que como um conto de fadas, deixem seus corações sentirem cada dúvida, cada medo, cada certeza de Alyssa e seus personagens bizarros e verdadeiros, com cada pincelada de Jeb, cada estratégia de Morfeu, se joguem nesse jogo de xadrez, indo da toca do coelho a cada espelho perdido de Maravilhas!

Paula Juliana

Comentários

  1. Que bela resenha, e que invejinha de você por ter lido esse livro...rsrs
    Brincadeira, inveja é feio.
    Mas então, eu adorei os livros anteriores e quero muito ler esse, mas ainda não comprei, a crise está braba... =/
    O que adoro nessa trilogia é o jeito que Howard elaborou a trama no mundo de Alice no país das maravilhas, porém, num contexto mais psicodélico, gostoso e mágico, muito mais mágico do que o original. Que sem querer ser chata sempre detestei.
    Como já disse, sua resenha ficou ótima e não vejo a hora de ter o meu exemplar nas mãos e devorar as páginas.
    Beijos!
    Vivi

    ResponderExcluir
  2. não curto muito ler, rs. mas vc falando assum com toda essa empolgacao, da vontade de ler, E como de vez em quando leio, pra nao perder o costume, vou incluir esse na minha lista! bjs
    www.anaholiveeira.com.br

    ResponderExcluir
  3. Como já disse algumas vezes ando meio longe da leitura, mas com muita saudade ...
    E cada vez que venho aqui me convenço de que devo voltar a ler ...
    Adoro ficção, então com certeza vou anotar esse nome, pois ao ler a resenha fiquei aqui morta de curiosidade sobre essa leitura ...

    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paula
    NOssa, nao sei se conseguiria começar assim pelo terceiro livro. Eu tenho vontade de ler a serie, mesmo não sendo uma prioridade. Acho que ia preferir ler desde o primeiro. Mas fico feliz que mesmo assim você tenha amado tanto a leitura e se emocionado. A escrita parece ter te agrado imensamente.
    Bela resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Paula!
    Sortuda você por ter recebido esse livro. Estou doida pra ler essa trilogia a muito tempo, mas nunca tenho dinheiro. Além de ser sortuda você também é corajosa, eu só teria coragem de ler o último livro se as histórias não tivessem ligação.
    Adorei a resenha, e agradeço de coração por você ter me instigado a colocar essa trilogia no topo da lista de prioridades.

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
  6. Eu fiquei perdida como você quando recebi esse livro,não li os dois volumes anteriores e não sabia o que fazer,mas agora depois da sua resenha fiquei mais tranquila e vi que posso entender esse livro sem ter lido os outros,e até me empolguei, pois me pareceu que você se envolveu complemente com a trama e se apaixonou completamente por ele.

    Obrigada pela dica e pela linda e empolgante resenha.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  7. OOi
    Há tempoooos estou louca para ler essa série, e provavelmente sera minha próxima leitura pois estou parece muito boa kkkkkk São tantos ótimos comentarios que já não me aguento mais, sem contar essas capas completamente incríveis.
    Ótima resenha (embora, confesso, não tenha lido todinha já que ainda vou ler os livro) só me fez ficar mais ansiosa para ler!!

    Beijos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá! Não li nenhum livro da série ainda. Mas estou morta de curiosidade, pois parecem ser encantadores *--* Adorei sua resenha e vou providenciar o mais rápido possível os meus exemplares.

    Beijos e boas leituras.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    As capas dessa trilogia é linda e a editora fez um bom trabalho. Sua resenha me deixou super curiosa para ler o livro. Saber que a história envolve o leitor logo na primeira página é maravilhoso.
    Adorei a dica e assim que puder vou ler.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: MAYBE SOMEDAY - Talvez algum dia - Colleen Hoover

Resenha: Talvez algum dia - Colleen Hoover
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 

Editora: Record
Skoob

Sinopse - Talvez algum dia - Colleen Hoover
Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.

''Ótimo. Estou chorando  agora.  Eu sou uma sem bolsa,  chorona, violenta, garota sem-teto. E por mais que eu não queira …

Li - Gostei e Indico! SÉRIE NIGHT HUNTRESS

Li - Gostei e Indico! SÉRIE NIGHT HUNTRESS 

1º Livro da Série Night Huntress – Jeaniene Frost

Título Nacional: A Caminho da Sepultura

Sinopse: A meia vampira Catherine Crawfield persegue os mortos-vivos atrás de vingança, esperando que um destes seres seja seu pai. Capturada por Bones, um vampiro caçador de recompensas, é forçada a uma parceria profana. Em troca de encontrar o pai, Cat concorda em treinar com o sexy caçador noturno até que seus reflexos de combate estejam tão afiados quanto os dentes dele.


2º Livro da Série Night Huntress – Jeaniene Frost

Título Nacional: Com um Pé na Sepultura

Sinopse: A meio-vampira Cat Crawfield é agora a Agente Especial Cat Crawfield, trabalhando para o governo para livrar o mundo de mortos-vivos mal intencionados. Ela ainda usa tudo o que Bones, seu ex-namorado sexy e perigoso, ensinou a ela. Mas quando Cat torna-se alvo de assassinos, o único homem que pode ajudá-la é justamente o vampiro que ela abandonou. Estar perto dele desperta todas as suas emoç…

Resenha: Amante Finalmente - Irmandade da Adaga Negra, Livro 11 - J. R. Ward

Resenha: Amante Finalmente - Irmandade da Adaga Negra, Livro 11 - J. R. Ward
Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Editora: Universo dos Livros
Skoob

Sinopse - Amante Finalmente - Irmandade da Adaga Negra, Livro 11 - J. R. Ward

Qhuinn está acostumado à solidão. Repudiado por sua linhagem e evitado pela aristocracia, ele finalmente encontrou uma identidade como um dos lutadores mais brutais na guerra contra a Sociedade Redutora. Mas sua vida não está completa. Mesmo que a perspectiva de ter uma família esteja ao seu alcance, ele está vazio por dentro, com o coração entregue a outra pessoa... Blay, depois de anos de amor não correspondido, acredita já ter superado Qhuinn. E já era hora: o homem parece ter encontrado o seu par ideal em uma fêmea Escolhida, e eles terão um filho, exatamente como Qhuinn sempre quis. O destino parece ter levado a vida desses vampiros soldados em direções diferentes... Mas a batalha pela liderança da raça se intensifica, e os novos jogadores na cena de Caldwell estão cri…