sábado, 30 de janeiro de 2016

[News Overdose] Planeta Lança O Príncipe do Prazer - último livro da Série Notorious - Nicole Jordan!

[News Overdose] Planeta Lança O Príncipe do Prazer - último livro da Série Notorious - Nicole Jordan!



O marquês de Wolverton, Dare para os íntimos, é conhecido em todo o Reino Unido pela sugestiva alcunha de Príncipe do Prazer. Alto, forte, loiro e com penetrantes olhos verdes, dono de um charme arrasador e uma habilidade ímpar de lidar com cada curva do corpo das mulheres, ele tem o figurino perfeito para esse papel. 

Porém, essa sua afamada expertise nada mais é do que uma fuga da dor de ter sido 

traído pelo grande amor de sua vida: a bela Julienne. 

Sua vida tem uma reviravolta quando o caprichoso destino volta a colocá-lo frente a frente com a francesa, agora transformada em atriz famosa. Ao ser convocado para investigar um perigoso traidor da coroa, que trama em favor de Napoleão Bonaparte, ele precisará do talento para a dissimulação de Julienne para desmascarar o criminoso.

Paula Juliana

Resenha: Cara de um, focinho do outro - Marcos Fernandes

Resenha: Cara de um, focinho do outro - Marcos Fernandes
Classificação: 5/5 
Editora: Butterfly

Sinopse: Cara de um, focinho do outro - Marcos Fernandes Quem nunca teve um animal de estimação e compartilhou com ele os momentos mais incríveis de sua vida? Um segredo, uma alegria, uma dor... Pois é sobre essa relação amorosa entre os tutores e seus animais de estimação que trata este livro. Uma relação antiga, mas que em momento algum da história da humanidade foi tão intensa. Muitos dizem que o animal é o espelho de seu tutor. Mas o que faz com que essa relação seja tão forte? Existe alguma energia que os une? O que a ciência fala sobre essa união? “A fidelidade que os animais dispensam a seus tutores humanos é indescritível, pois resgatam a pessoa das regiões mais sombrias de seus problemas e angústias, motivando a vida a seguir seu curso novamente”, explica o autor, que também é veterinário e psicanalista. Descubra mais sobre essa relação de amor e fidelidade que ultrapassa o tempo e a razão. Você vai se surpreender.

''Muitos dizem que o animal é o espelho de seu tutor.''

Amo meu cão, isso é um fato, de longe é o ser que sinto mais falta quanto estou longe, amo ver o modo como olha para mim, a sua felicidade quando começo a ''puxar encrenca'' com ele e quando chego em casa, a forma como cuida de seus brinquedos, quando rouba o bico, ou quando simplesmente deita ao meu lado e dorme como uma criança.

Lendo a obra lindíssima do autor e veterinário Marcos Fernandes consegui não só me identificar com inúmeros casos como também aprendi muito sobre animais domésticos em geral, seus comportamentos, a forma como os humanizamos, afinal são nossos filhos, não são?! E como nós tutores somos ligados com nossos animais, realmente uma ligação muito forte e especial.

Na minha percepção, ser domo e ser tutor são títulos diferentes, um cão pode ter muitos donos mais somente um é seus escolhido, seu tutor, cachorros são fiéis, leais, eles te seguem e te amam, sim amam mesmo que de forma irracional, como a obra explica, no sentido de seres que não seguem a razão, e sim o instinto, a emoção. Os animais seguem quem amam simplesmente porque amam, daquela forma que somente quem sente pode explicar.    

''...o nosso sentimento para com eles surge no decorrer do tempo e da convivência, enquanto o sentimento deles para conosco é espontâneo e instantâneo. É provável que a inteligencia do ser humano se configure como um impedimento para manifestar nossos sentimentos de forma integral, como fazem os animais, pois, à medida que pensamos, também duvidamos e desconfiamos. Os animais simplesmente gostam e não questionam a origem desse sentimento, gostam de nós como somos, sem preconceitos.''

Cara de um, focinho do outro fala sobre o envolvimento entre tutor e animal de tal forma que ambos apresentam as mesmas doenças, as mesmas características ao ponte de parecer fisicamente e psicologicamente. O autor apresenta  casos verdadeiros, utiliza de pesquisas e estudos para confirmar o que diz e conta com o apoio de referências como Freud, Jung e Skeldrake. 

Foi uma leitura rápida, e enriquecedora. 
Totalmente prazerosa!
Uma leitura que é indispensável para os amantes dos cães e gatos.
Cara de um, focinho do outro tem uma edição lindíssima, é todo ilustrado com fotos em preto e branco de muitos tutores e animais, fotos que expressam amor, lealdade e companheirismo!
Amei a obra, parava toda hora para ir abraçar e beijar meu ''filhinho'', foi sem dúvidas uma grande leitura informativa e questionadora sobre o papel desses animais em nossa atual sociedade!      
  
''Não te envergonhes se, às vezes, animais estejam mais próximos de ti do que pessoas. Eles também são teus irmãos.''

Paula Juliana

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Resenha: Não Olhe! - Se a morte possui muitas faces, em qual delas confiar? - Trilogia Não Pare # 2 - FML Pepper

Resenha: Não Olhe! - Se a morte possui muitas faces, em qual delas confiar? - Trilogia Não Pare # 2 - FML Pepper
Classificação: 4/5 ♥ Favorito 
Editora: Valentina

Sinopse: Não Olhe! - Se a morte possui muitas faces, em qual delas confiar? - Trilogia Não Pare # 2 - FML Pepper (Sinopse contém spoiller) 
Zyrk pode estar com as horas contadas: a híbrida acabou de cruzar o portal e o frágil equilíbrio entre os quatro clãs encontra-se definitivamente ameaçado. Há milênios forças ocultas espreitam, aguardando apenas o momento de emergir das sombras e mostrar seu poder. Fugir e sobreviver. Aceitar e lutar. Há muitos caminhos, mas qual deles seguir se a Morte possui várias faces? Nina acorda entre a vida e a morte na terceira dimensão, levada para a sombria Thron. Richard, o nada confiável resgatador de apaixonantes olhos azul-turquesa, luta contra sua própria natureza. Cruel e sanguinário, Rick está confuso e cada vez mais cercado por seus inimigos. Mesmo o melhor dos guerreiros, o mais temido e destemido, está protegido da força de um grande amor? Ele e a híbrida viajarão por toda Zyrk, e ela irá se deparar com um universo fantástico, um mundo violento, o plano da Morte. Lutando para se libertar de seus medos e determinada a encontrar seu caminho e sua identidade, Nina embarcará em uma jornada de descobertas arrasadoras, um percurso sem volta. Mas a garota das pupilas verticais descobrirá que as vontades do coração podem ser mais traiçoeiras que lendas ou maldições.

Alguns personagens simplesmente enlouquecem o leitor! Ler Não Olhe! foi uma tremenda maratona e um tremendo desafio, virei uma leitora totalmente enlouquecida, fazendo caras e bocas por aí, reclamando, exclamando, conversando com personagens, realmente não sei como não fui internada, pois ler Fml Pepper é enlouquecedor! E inspirador também, nesse segundo volume foi muito prazeroso me reencontrar com o mocinho/vilão mais charmoso da literatura... Richard estava irresistível.

Não sei ao certo qual foi meu sentimento quanto a obra, pois sofri demais lendo! Foi uma tortura, Nina se encontra em uma situação no mínimo muito triste, muitos eventos tomam forma depois do fim da primeira obra, não vou comentar sobre o enredo desse segundo livro, simplesmente qualquer coisa mais substancial seria um baita spoiller, o que posso falar é que Nina não se encontra mais em nossa dimensão, temos um maior conhecimento sobre a mitologia, sobre o que Nina realmente é, sobre as profecias, sobre os  quatro clãs, e seus líderes. A história é de tirar o fôlego assim como Não Pare! é totalmente apaixonante e gostosa, é irreal e totalmente real. 

Nina é Richard viraram minha cabeça e o fim então de Não Olhe é espetacular

Não sei se começo comentando sobre o que Richard fez comigo e a profundida que ganhou nesse livro ou sobre a escrita brilhante e viciante de Pepper. Realmente sou fã e não consigo negar, sou louca pela escrita da autora e sou mais maluca ainda por Rick, não sei se quero o estrangular ou colocá-lo em meu colo, gritar ou beijá-lo, principalmente não sei o que faria no lugar de Nina, que mostrou realmente a que veio!

O livro é mega forte, tem a pegada juvenil sobrenatural que amo, e ao mesmo tempo é ágil, se desenvolve muito bem, a história caminha, seus personagens crescem, novidades aparecem, explicações ficam mais claras e mesmo com a dualidade de seu protagonista acredito que não há uma leitora na terra que não fique desesperada para proteger e mimar Rick esse ser que não sabia o que era sentir até encontrar sua híbrida! #DesculpaAÍjohn

Dizer que fiquei feliz com essa leitura é pouco, fiquei radiante, queria largar tudo e ler! Como uma boa leitora dei meus shows e fiquei com o coração na mão e lágrimas nos olhos! Não Olhe! foi um desenvolvimento ímpar da série, estou morrendo pelo terceiro livro, Fml Pepper você tem minha admiração e Rick e Nina tem meu amor, e pelo amor de Deus ou de Tyran não me faça sofrer em Não Fuja! como sofri em Não Olhe!! 
Morte e viva em uma corrida eletrizante e como já disse uma vez... se a  morte for tão doce não teria problemas em me encontrar em seus olhos!

Paula Juliana

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

[News Overdose] Lançamento Cordas do Coração - Ashley, Katie - Pandorga

[News Overdose] Lançamento Cordas do Coração - Ashley, Katie - Pandorga


Sinopse: Cordas do Coração - Ashley, Katie - Pandorga


Allison Slater, 21, é apaixonada pelo colega de banda de seu irmão, Rhys McGowan, desde seus treze anos. Mas, para ele, ela sempre será a irmãzinha de Jake e fora do limite. 


Agora, no segundo ano de faculdade e se recuperando de um relacionamento ruim, Allison tem como objetivo fazer com que Rhys a veja como alguém com quem poderia sair... talvez até se apaixonar. Sua oportunidade surge quando Rhys viaja para a casa dos pais em Savannah, cidade na qual estuda. 

Mas a noite com a qual sempre sonhou acaba se tornando uma grande decepção, e ela percebe que nunca será a pessoa certa para Rhys. Para Rhys McGowan, o pesadelo começa quando acorda nu e de ressaca ao lado da irmãzinha de seu colega de banda. Incapaz de lembrar qualquer coisa sobre a noite passada, ele piora a situação mentindo para Allison, dizendo que não está interessado nela. 

A verdade é que ele passou o ano anterior tentando ignorar a reação de seu corpo toda vez que estava muito perto de Allison. Sua decisão é testada quando Allison parte em uma turnê com a Runaway Train, como babá de Jake e Abby, para cumprir seu estágio em design de moda. 

Quanto mais Rhys fica ao lado de Allison nas pequenas instalações do ônibus, mais difícil é resistir a ela. Rhys irá perceber que um relacionamento com Allison vale a pena, mesmo que isso signifique brigar com seu melhor amigo?!


Paula Juliana

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

[News Overdose] Aprendendo a Seduzir e Pode Beijar a Noiva de Patricia Cabot - Planeta - Ganham novas edições com capas novas!!

[News Overdose] Aprendendo a Seduzir e Pode Beijar a Noiva de Patricia Cabot - Planeta - Ganham novas edições com capas novas!!


Em Pré-Venda

O que qualquer mulher faria se flagrasse o noivo aos beijos com outra mulher?

Cancelaria o casamento e nunca mais colocaria os olhos no desalmado traidor. Certo?

Não lady Caroline Linford.

Apaixonada pelo belo e galante marquês de Winchilsea, ela não se dá por vencida e resolve ir em frente com o casamento. Afinal, lady Linford ama seu prometido.
Com o intuito de se tornar o único objeto do desejo de seu noivo, ela convoca o renomado Braden Granville, mestre na arte da sedução, para, com ele, aprender a ser a melhor amante que Winchilsea pode vir a ter.

Porém, a aluna se torna tão aplicada que arrancará mais que elogios de seu professor...



Quando tudo parece estar perdido para Emma Van Court, que acaba de se tornar viúva, a promessa de uma grande fortuna lhe cai dos céus. 


Mas há uma condição para abocanhar a herança: ela terá de se casar novamente. Como não se especificou o noivo, todos os homens da pequena Faires, na Escócia, resolvem participar dessa corrida do ouro e passam a disputar as atenções da jovem viúva.

Os competitivos pretendentes só não contavam com a presença de James Marbury, primo do falecido marido, Stuart, que chega ao vilarejo para ajudar Emma com os trâmites do inventário. No passado, os dois tiveram uma aproximação, e James ainda nutre fortes sentimentos pela, agora, viúva.

Conseguirá ele afastar a horda de interesseiros pretendentes e finalmente se juntar à sua amada?

Paula Juliana

sábado, 23 de janeiro de 2016

Resenha: Operação Harém - O mundo secreto da prostituição de luxo - Tony Chastinet - Por Agda Lanzarini

Resenha: Operação Harém - O mundo secreto da prostituição de luxo - Tony Chastinet - Por Agda Lanzarini
Classificação: 5/5 
Editora: Companhia Editora Nacional

Sinopse: Operação Harém - O mundo secreto da prostituição de luxo - Tony Chastinet

Depois de ter o sonho de fazer dinheiro no exterior destruído, Ariane volta ao Brasil disposta a denunciar uma grande rede de prostituição de luxo e tráfico internacional de mulheres. É assim que começa Operação Harém, livro-reportagem do jornalista Tony Chastinet, que, instigado pelo anonimato da operação à época, foi buscar informações para encaixar as peças dessa brilhante investigação conduzida pela Polícia Federal e por agências de segurança internacionais. O leitor terá à mão os detalhes do esquema milionário e saberá um pouco mais da vida das mulheres que fazem o famoso book rosa. Mergulhará na grande rede da prostituição de luxo, onde não há limites para o poder e a ganância.

TONY CHASTINET. Operação Harém – O mundo Secreto da prostituição de luxo. Companhia Editora Nacional, 2015.  
Classificação: 5/5

Por Agda Lanzarini

No livro Operação Harém, o jornalista Tony Chastinet relata a investigação da Polícia Federal que, em 2009, desmantelou uma grande rede de prostituição de luxo nacional e internacional, que envolve muito dinheiro e pessoas importantes.  

O primeiro caso apresentado pelo autor é da jovem Ariane, de Santos, estudante de publicidade, que foi passar uma temporada em Londres para conseguir experiência de trabalho e aprimorar o inglês. Como muitos casos, ao chegar lá, ela percebeu que as coisas não aconteceriam de maneira tão suave como ela havia planejado. Por não conseguir trabalhar na área em que era formada, começou a trabalhar como garçonete. Muito trabalho, pouca renda, em uma das cidades mais caras do mundo. Não é de se assustar que a moça agarrou a oportunidade trazida de por duas brasileiras que encontrou em Londres e um árabe ricaço. Milhares de reais por algumas horas de trabalho. Foi assim que Ariane passou a se prostituir, vendo isso como uma forma de subsistir em Londres, e que tudo acabaria quando ela voltasse para o Brasil, poderia esquecer essa história toda. Porém, pela segunda vez para Ariane, as coisas não aconteceram do jeito que ela planejava, e em um dos seus trabalhos, ela encarou uma situação traumática e entendeu o que significa ter uma terceira parte explorando seu sexo por dinheiro, e foi ameaçada por eles caso procurasse a polícia na Europa, o que a fez voltar para o Brasil e denunciar o esquema de prostituição em Londres para a Polícia Federal brasileira. 

A partir daí vemos os vários aspectos do funcionamento da prostituição de luxo no Brasil, esqueça meninas pobres, que nunca tiveram oportunidades na vida e prostíbulos sujos na beira da estrada. A prostituição retratada no livro envolve milhares de reais, hotéis caros, meninas lindas, jovens e famosas, sites e books online onde “os produtos” eram oferecidos, viagens para o exterior onde as garotas ganhavam muito dinheiro para divertirem velhos ricos durante alguns dias na Europa, Caribe ou EUA. Os investigadores grampeiam o telefone de cafetões de luxo, deixando os leitores cientes de todos os processos do esquema, desde o aliciamento das garotas até o pagamento na casa das dezenas de milhares de reais. 

Por nenhum momento o autor faz um julgamento moral das garotas que se prostituem, deixando bem claro que no Brasil a prostituição não é crime, mas ganhar dinheiro com a exploração sexual alheia, sim.  Por outro lado, ele não romantiza a vida dessas garotas, que por muitas vezes passam por situações horríveis pelas quais passam por terem seus corpos vistos como produtos, fala de casos de meninas que foram ameaçadas, tiveram os passaportes confiscados em países estrangeiros e foram obrigadas a se prostituir pelos cafetões. A violência vividas por essas meninas, com certeza, sem sombra de dúvidas, é diferente da vivida pelas prostitutas de esquina, mas não deixa de ser violência.  

Confesso que o tom do livro me confundiu um pouco, é um livro-reportagem. Mistura tom jornalístico com situações romantizadas. Tem uma leitura simples, e situa bem o leitor no esquema, por nenhum momento fiquei perdida com os milhares de nomes citados, ele faz um bom trabalho em colocar o leitor no meio da investigação. Adorei ler um livro investigativo-policial que se passa no Brasil. Quero mais! Indico o livro para todas as meninas que tem interesse sobre o tema, é um livro muito interessante com uma abordagem diferenciada de um tema tão saturado quanto a prostituição. 

Por Agda Lanzarini

[News] De olho nas novidades, leituras desejadas começo de 2016 Overdose!

[News] De olho nas novidades, leituras desejadas começo de 2016 Overdose!

E 2016 começa com força total!!! Obrigada minha nossa senhora dos livros bons, que nos traga ótimas leituras esse ano e que essas editoras nos deixem ainda mais pobre de dimdim, e ricos de cultura e boas histórias.
O Overdose vem com uma super seleção desses livros, obras que eu particularmente desejo muito nas minhas listas de leituras e que vão com certeza abrilhantar nossas estantes. 

Seguinte, Companhia das Letras, Novo Conceito, Record, Valentina, Paralela, Planeta, Universo dos Livros, PandorgA e Charme mostram como esse anos começou com tudo! Espero que gostem dos selecionados!


Arqueiro com continuações e novidades lindas, preciso de mais Julia Quinn e Abbi Glines na minha vida! DarkSide em mais uma edição de luxo, e logo tem a nossa resenha da obra Zé do Caixão - Maldito aqui no Overdose. Não esquecendo da obra da Única que logo chega também aos cinemas. 


Lançamentos das nossas autoras parceiras Dill Ferreira e Gisele Souza que vai ter novidades pela editora Charme também. Logo teremos resenhas desses dois lindos aqui.


Meus desejados da Editora Jangada e Grupo Pensamento, pois depois de ler Amber House não tem como não desejar essa continuação, história top, indico para todos os amantes da boa literatura fantástica.


Paula Juliana

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

[Pré-venda] Entrega Total, terceiro e último livro da Série The Plus One Chronicles @Charme

[Pré-venda] Entrega Total, terceiro e último livro da Série The Plus One Chronicles @Charme


''Já está disponível a pré-venda de Entrega Total, terceiro e último livro da Série The Plus One Chronicles.

O livro tem previsão de lançamento para 25 de março de 2016.

Ótima notícia, não é mesmo?
E se eu disser que temos outra?

Siiiimm!

Adquirindo seu exemplar em nossa loja, você concorre ao sorteio dos dois primeiros livros da série (Uma Proposta Sedutora e Só Você), autografados pela autora Jennifer Lyon.
Isso mesmo! AUTOGRAFADOS!!!

OMG! Correeeee!

A promoção é válida para compras efetuadas até o dia 28 de fevereiro. Mas lembre-se, se comprar no boleto, ele tem que estar pago até esta data limite, ok?

Clique aqui para garantir o seu: http://loja.editoracharme.com.br/entrega-total''

Sinopse:
Entrega Total é a última parte de uma série de três livros. Os leitores devem começar com Uma Proposta Sedutora e Só você, de Jennifer Lyon.

Na explosiva conclusão da trilogia The Plus One Chronicles, Sloane Michaels, o homem absurdamente rico, dono de uma beleza selvagem e ainda obcecado por amor e vingança, vai enfrentar uma escolha impossível: perder a mulher que ama ou trair a memória de sua irmã gêmea.

Vendo o homem que ela venera prestes a se destruir em nome do ódio, Kat Thayne sabe que deve fugir e nunca mais olhar para trás. Porém, agora não é mais se escondendo que ela resolve as coisas. Kat se transformou em uma lutadora feroz, e o homem que a ajudou nessa conquista é o mesmo a quem agora ela deve dar forças. Só que a paixão ardente e o amor conquistado a duras penas, que unem Kat e Sloane cada dia mais, também devem sobreviver aos antigos segredos e mentiras que estão vindo à tona. O perigo mora ao lado. E Kat logo entende que está arriscando mais do que o coração para ficar com Sloane… Ela está arriscando a própria vida.

Paula Juliana

[News Overdose] Recadinho Valentina #1 - Apresentação da Belle no Canal!

[News Overdose] Recadinho Valentina #1 - Apresentação da Belle no Canal!

Recadinho Valentina:

''Estamos começando um projeto novo esse ano, em parceria com a Belle Hendges para movimentar nosso canal no YouTube. Estamos pensando nele há alguns meses já e finalmente estamos liberando o primeiro vídeo (de muitos!).

O link é esse aqui: https://youtu.be/McfvP0xu3DU

Nele, ela explica direitinho como vai funcionar o canal e inclusive já abrimos a votação para o primeiro TOP 5 do ano que você pode votar aqui: https://pt.surveymonkey.com/r/TOP5Melhores2015

Deixando bem explicadinho, teremos 2 vídeos por mês no canal, sendo um deles sempre um TOP 5 votado por vocês. Ou seja, a Belle será a voz dos leitores. (Já temos vários temas escolhidos, mas fiquem a vontade de me mandar mais ideias).

**É óbvio que vale campanha para o seu livro/autor/casal favorito, mas também vale só votar rapidinho.**

Espero que vocês gostem do projeto tanto quanto a gente está curtindo trabalhar nele.''


Paula Juliana

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Resenha: O Bangalô - Quanto tempo você está disposto a esperar por sua felicidade? - Sarah Jio

Resenha: O Bangalô - Quanto tempo você está disposto a esperar por sua felicidade? - Sarah Jio
Classificação: 4/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito

Sinopse: O Bangalô - Quanto tempo você está disposto a esperar por sua felicidade? - Sarah Jio
Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos. No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora.  Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso. O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas... Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história. A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

''Algumas histórias não são para ser contadas.''

Vou ser bem sincera com vocês, terminei essa obra tão emocionada, tão chorosa, que minha vontade era me sentar em um cantinho, enroladinha, e colocar esse rio de lágrimas para fora de uma vez. Sarah Jio acabou comigo com esse livro, esse final, ela podia caminhar com Nicholas Sparks de mãos dadas, pois o aperto no coração que senti ao finalizar essa leitura foi digno dos livros/filmes de Nicholas.

 O Bangalô foi realmente uma obra EMOCIONANTE!

Muito romântica, uma verdadeira história de amor, muito, muito bonita. Não esperava me envolver tanto, logo no começo pensei que Jio seguiria um chiche romântico, somos apresentadas a uma protagonista Anne de seus noventa anos, ela recebe uma carta misteriosa de uma mulher, que não conhece, dizendo que teria informações, sobre um misterioso assassinato que ocorreu quando Anne trabalhou como enfermeira de guerra. Disse também que tinha algo que pertencia a mocinha, quando ela tinha seus vinte e um anos.

Depois desse momento Anne abre sua história para sua neta. E junto com Jennifer voltamos ao passado e conhecemos a história de amor de Anne e Westry, ou de Cleo e Grayson - os codinomes que usavam em suas correspondências.

Nessa viajem no tempo, vamos parar lá na Segunda Guerra Mundial. Anne era uma moça que estava noiva, um partido ótimo, amava George, porém, faltava algo, faltava paixão, aquele sentimento forte, aquela falta de ar, aquele turbilhão que todas sonhamos. As vésperas do casamento Anne resolve seguir sua melhor amiga Kitty e partir para Bora bora, onde não só estaria fugindo de seu destino, ''como estaria fazendo algo grandioso de sua vida'', trabalharia como enfermeira, ajudaria na guerra, faria parte da historia.

''(...) este lugar tem uma maneira de revelar a verdade sobre as pessoas, descobrindo as camadas que carregamos e expondo nosso eu verdadeiro.'' 

Entre soldados, e enfermeira, romances, traições, mentiras, sangue, desgraças... Anne conhece um soldado que pode mudar sua vida, e é em um Bangalô abandonado, que eles começam e vivem uma paixão que vira a mais linda historia de amor, porém, como nada é perfeito, o casal ainda é testemunha de um terrível assassinato.  
O Bangalô mostra como tem coisas na vida que podem ser eternas, e que quando é para ser, será com certeza!

A obra tem uma pegada romântica que é linda misturada com o terrível cenário da guerra, até no inicio pensei que a autora estava pegando leve com esse lado, mas como o foco não é no histórico e sim no romance, relevei, tem uma pegada muito legal de drama e intrigas, e principalmente de mistério. É o segundo livro de Sarah Jio que leio e ela tem um modo de escrever que é uma delícia, usa de cartas, vezes mistura tempos, o modo delicado de descrever, os diálogos que fazem toda a diferença na estrutura, é uma escrita cativante.

O Bangalô é daquelas obras que te envolve tanto que quando olha já está quase terminando a leitura, todas as fases da leitura foram ótimas para mim, como leitora fiquei totalmente aguçada pela curiosidade, queria entrar na história, bater em algumas personagens, gritar e alertar a mocinha quanto a alguns fatos, queria curar feridas, fiquei na torcida pelo final feliz, a passagem de tempo quebrou meu coração, ao mesmo tempo que achei o fim lindo, achei emocionante, triste e feliz. O tipo de história de amor que ficamos imaginando se realmente existe, se algo tão intenso, tão duradouro, tão marcante pode ser real.

Chorei lendo Neve na Primavera, porém foi um choro durante a leitura,  em O Bangalô foi um choro pós leitura, foi aquele fechar de livros e pensar no que se leu e deixar a emoção florescer.
Pensar em Anne e Westry vai me emocionar por um bom tempo.  
O Bangalô é um simbolo desse amor, é tão firme e forte que é quase um personagem e não um cenário. Anne é uma personagem estritamente humana e real, Westry é apaixonante como nunca um soldado foi para mim, Sarah Jio fez um lindo trabalho cheio de drama, mistério e muito, muito amor daqueles que nem o tempo acaba!!! 
Recomodadíssimo!

''- O tempo muda as pessoas - ela sussurrou. - Você a amou um dia; não quer saber o lado dela da história?'' 

Paula Juliana

sábado, 9 de janeiro de 2016

Resenha: A Desconhecida - Ela deixa rastros de caos por onde passa - Peter Swanson

Resenha: A Desconhecida - Ela deixa rastros de caos por onde passa - Peter Swanson
Classificação: 3/5
Editora: Novo Conceito

Sinopse: A Desconhecida - Ela deixa rastros de caos por onde passa - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras.
Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?

Vamos falar sobre obsessões!

Há uma grande diferença entra amar uma pessoa e ser obcecado(a) por ela, há uma grande diferença também entre viver no passado e deixar seu presente passar, perder sua vida buscando algo, ou um tempo que já foi e sentir falta dele, e há também aquelas situações que ficaram sem um desfecho, ou terminaram de uma forma que não nos deixou satisfeitos.
Conseguo buscar várias interpretações para esse tipo de história, homens e mulheres que passam suas vidas buscando algo, ou fugindo de algo, que deixam o passado guiar o seu presente e futuro.

George Foss nosso protagonista do livro A Desconhecida seria um bom exemplo disso tudo que citei. George conheceu uma mulher há vinte anos, na faculdade, uma mulher que parecia uma coisa e era outra, uma mulher que seu sobrenome ou um deles - falsos como costuma usar - poderia ser problema. O tempo passou, a mulher sumiu, e apesar de nunca mais a ter visto, ele nunca a conseguiu esquecer. Poderia ser um romance até ai, se os personagens não fossem politicamente incorretos e muito mais sombrios que os mocinhos românticos. Não, não chamaria essa obra de romance, ela está mais para um Thriller de suspense, sua atmosfera é totalmente voltada para o clima de curiosidade e agonia.

George agora tem quarenta anos, trabalha em uma revista literária, é uma homem completamente frustrado e insatisfeito com sua vida, acredita que seu tempo passou e que agora não conseguiria fazer mais nada de notável, de bom com ela, profissionalmente e na sua vida pessoal também. Entre sua obsessão pela mulher perdida, seu relacionamento fracassado com uma antiga amiga e sua torcida pelo Red Sox - Sempre lembro de Buch e V. me desculpem, eu saiu da Irmandade e a Irmandade não sai de mim - ele divide seu tempo entre o trabalho e um bar, esse que em uma bela noite acredita ter visto uma velha conhecida, aquela mulher que nunca esqueceu.

Essa é Liana Decter. Uma mulher chave de cadeia com toda certeza!
Ex-namorada, a paixão da vida de George, uma mulher obscura, enigmática como ele se refere a ela, uma mulher perigosa, ela volta e tem um pedido para fazer...

Mentiras, segredos, roubos e assassinato!

A Desconhecida tem mesmo um enredo muito bom, logo que li a sinopse, e vi a capa, que achei divina, quis muito ler, apesar de ser realmente uma boa obra, ela acabou não funcionando comigo como leitora, logo de inicio já comecei a me arrastar na leitura, o tipo de escrita é voltada para o suspense, e apesar de ter me deixado curiosa, acabou não me prendendo, mas prossegui com a leitura, ele vai e volta no tempo, contando o passado dos dois e o que está acontecendo no presente momento, Liana é uma mulher manipuladora, e a gente fica na dúvida de sua culpa em toda essa história, o autor consegue deixar o leitor desconfiando o tempo todo, mas o meu grande problema foi o protagonista!

George é um homem mole, é aquele tipo que algumas mulheres espertinhas conseguem fazer de gato e sapato, ele algumas vezes chega a beirar a burrice, e essa falta de atitude, essa submissão de vida me deixou muito irritada, e fez que eu desanimasse com a história, ainda para ajudar no fim da história aconteceu o que eu mais temia, que é um fim aberto. Particularmente o livro tem que ser muito top para acabar abertamente e eu ficar satisfeita, isso não aconteceu.

Claro que essa é uma opinião estritamente pessoal, eu tive problemas com o protagonista, o fim não foi de meu agrado, não quer dizer que é uma obra ruim, muito pelo contrário, acredito que vá agradar muitos tipos de leitores, principalmente os que não gostam daquelas histórias romantizadas, gostam da premissa suspense, curiosidade e agonia. É uma boa recomendação! 
A Desconhecida foi uma obra que me deixou bem dividida, que apesar de tudo mexeu comigo, com meus sentimentos, me deixou p*** da vida em várias partes, é bem isso, o que seria da literatura se não tivesse essa formula, que com palavras consegue mudar e gerar inúmeros sentimentos e até humores. Espero que leiam e tirem suas próprias conclusões, principalmente quanto a George e seu modo de agir!

Paula Juliana 

[News Overdose + Resenha] Lançamento: 12 de fevereiro @Seguinte - ESPADA DE VIDRO (A RAINHA VERMELHA, VOL. 2), DE VICTORIA AVEYARD

[News Overdose + Resenha] Lançamento: 12 de fevereiro @Seguinte - ESPADA DE VIDRO (A RAINHA VERMELHA, VOL. 2), DE VICTORIA AVEYARD  

Quem está esperando a continuação de "A rainha vermelha"? o/
Aí está a capa de "Espada de vidro", que chega nas livrarias brasileiras dia 12 de fevereiro! 


ESPADA DE VIDRO (A RAINHA VERMELHA, VOL. 2), DE VICTORIA AVEYARD (Lançamento: 12 de fevereiro)

“Se sou uma espada, sou uma espada de vidro, e já me sinto prestes a estilhaçar.”

O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.

Resenha: A Rainha Vermelha - A Rainha Vermelha # 1 - Victoria Aveyard
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Seguinte

Sinopse: A Rainha Vermelha - A Rainha Vermelha # 1 - Victoria Aveyard
A Rainha Vermelha - O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.

'' É uma mensagem fria e calculista. Apenas prateados podem lutar na arena porque apenas eles podem sobreviver à arena. Lutam para nos mostrar sua força e seu poder. ''Vocês não são páreo para nós. Somos melhores. Somos deuses'': é isso que cada golpe dado pelos campeões quer dizer.''

O lema de A Rainha Vermelha foi: Todo mundo pode trair todo mundo

Você leitor, leitora se vê mergulhado em uma história que não tem nada para ser bonita, para ser um conto de fadas, quando lidamos com poder, com sangue e com muitas mortes, a história dificilmente vai ser cor de rosa, Victoria Aveyard acertou a cor desse mundo, é um mundo cinza, mergulhado em falsos pratas e muito borrado de vermelho, a cor do sangue derramado, a cor do sangue explorado e totalmente descartado! 

É realmente um jogo de poderes, com muitas traições, muita manipulação, um jogo de xadrez onde os peões não são os únicos a morrer! E eu com meu humor negro e coração crítico AMEI essa história! Amei sofrer, ser manipulada, ser uma brincadeira nas mãos desses seres de sangue prateado! Nada de sangue azul aqui, a nobreza vem em prata e seu sangue também! 

'' Os deuses ainda governam. Ainda descem das estrelas. Só não são mais gentis.''

Em uma sociedade totalmente desequilibrada, uma sociedade cruel e mortal, ''os deuses'' os seres que governam mandam e desmandam são os Prateados, eles não são como os Vermelhos, os prateados tem poderes, são os senhores de suas casas, são os governantes dessa brincadeira toda.

Nossa história se inicia em Norta. Com um povo de sangue vermelho, que trabalha para sustentar a elite prateada. Estamos em um mundo em guerra, não só pela desigualdade, é batalhas e confrontos desde muito, muito tempo. São os prateados que tem poderes, como ler mentes, controlar fogo, água, metal, e são os vermelhos que encontramos nos campos de guerra, são as pessoas de sangue vermelho que estão lá na linha de frente enfrentando a morte, sem poder ter escolha, eles nunca podem ter escolha, eles não mandam em nada!  

''Nunca sobreviveríamos ao inverno do norte; o leste é só mar; no oeste; há mais guerra; o sul é um inferno radiativo... e qualquer lugar no meio disso está lotado de prateados e agentes de segurança.''

Mare Barrow  é nossa mocinha, e é uma vermelha.

Mare não tem um oficio como sua irmã, é obrigada a roubar para ajudar em casa e espera completar 18 anos para ser mandada para a guerra, assim como seus três irmãos, todos vão e ninguém volta para contar a história! 

''A guerra prateada deles é paga com sangue vermelho.''

Só que por uma sorte do destino, ou não, Mare conhece em uma situação inusitada um misterioso homem, esse homem lhe salva da guerra, e coloca Mare trabalhando diretamente com a família real em sua casa de verão, e agora Mare está vendo uma outra parte do mundo!

É durante uma disputa sangrenta de jovens de todas as casas do reino para saber quem vai ser a próxima princesa, a mais forte e poderosa próxima princesa prateada, que Mare sofre um acidente e é salva por um poder, seu poder, esse que nunca soube possuir, porém Mare é uma pessoa de sangue vermelho, VERMELHOS não possuem poderes, e quando ela mostra seu poder na frente de milhares de prateados e da família real, sua vida muda da água para o vinho. 

''O mundo mudou ao nosso redor e permanecemos os mesmos.''

Mare vira uma peça do jogo, uma peça que pode manipular toda a população vermelha que vinha se rebelando, e um instrumento nas mãos do Rei e da Rainha para que a sociedade permaneça da forma que está durante mais um longo tempo.

Mare assume o papel de uma nobre prateada de uma casa extinta, filha de um herói prateado de guerra! E futura esposa do segundo príncipe!  

Dois príncipes prateados, duas personalidades completamente diferentes e dois ideais, os dois que escondem muitos segredos que podem levar uma nação a morte e muito mais sangue a ser derramado... vermelho e prata!

''Ele é um ardente. É um príncipe, e um príncipe perigoso. Mas as chamas desaparecem tão rápido quanto vieram. Permanecem apenas o sorriso encorajador de Cal e a vibração das câmeras, escondidas em algum lugar, observando tudo.''

A Rainha Vermelha é um livro complicado de se resenhar, encontramos um mundo inteiramente novo, um enredo mega original, personagens que são envolventes e ao mesmo tempo são misteriosos, são personagens que ficamos analisando o tempo todo, tentando compreender o que estão fazendo, o que acreditam, como são, se estão realmente se mostrando ou são belas e montadas máscaras que vestem! 

Sofri lendo, confiei, por fim não sabia mais para quem torcer, em quem acreditar! 
A história é crítica e totalmente política, porém mistura vários elementos que sou apaixonada, como a distopia no caso de todo o enredo e toda essa sociedade dividida e escravizada, e o sobrenatural nos poderes da elite de sangue prateada, com ação em batalhas totalmente sanguinárias e de tirar o fôlego! 
O romance como na maioria das distopias é uma ferramenta e não o grande foco, ele está presente, faz parte da história, mas é soterrado por todos os confrontos, mentiras e intrigas!

''Entende mesmo, príncipe? Entende como é ser arrancada de tudo o que ama, forçada a ser outra pessoa? Mentir a cada minuto  de cada dia pelo resto da vida? Saber que há algo errado com você?'' 

Mare é uma personagem forte, porém mesmo acreditando que nunca seria levada por esse mundo ela se mete em um jogo de gente grande, muito maior que ela, vira um peão no tabuleiro e não percebe isso. Toda a narrativa é muito boa, a autora vai dando pistas do que está acontecendo, dando pistas das verdadeira faces dos personagens e ao mesmo tempo nos engana e nos ilude, particularmente amo ser iludida por uma boa história e amo o sentimento de desespero das situações finais!   

''Vejo um mundo na corda bamba. Sem equilíbrio, ele cai.''

Alguns fatos que ficam claros desde a primeira página são: que a Rainha é uma vadia sem coração, que os prateados são em sua maioria um povinho ruim e que se acham superior e que os vermelhos são os descartáveis. O Rei bom ou mal só quer que tudo de mantenha como está, a guerra nunca vai acabar e que Mare se meteu em uma furada!

Então conhecemos os dois príncipes! Sou bem sincera, eu como muitas mulheres leitoras sou uma leitora fácil, os príncipes me ganharam nas primeiras frases, e não me importei com a cor do sangue deles, só que ao longo da leitura vamos nos questionando sobre a sinceridade de cada um, geralmente nessas histórias nada é como parece ser. E eu tinha em mente que deveríamos ter nesses dois personagens o grande vilão e o grande mocinho! Porém, quem é quem? Quem é o lobo em pele de cordeiro? Quem está engando Mare? Quem está nos engando? Cal o primeiro príncipe? Aquele que é perfeito, bom, justo, o futuro Rei? Aquele que quer conhecer seu povo, mas tem medo da mudança? Ou o jovem Maven, noivo da futura princesa vermelha? Aquele que é gentil, o segundo filho, o que vive na sombra do irmão perfeito? Que quer mostrar seu valor e ser ouvido? Ambos os príncipes são ARDENTES, isso é, controlam o fogo, e Mare nessa disputa real pode ser queimada!   
   
Por escolha minha, não revelei o poder de Mare, assim como não revelei o meu príncipe favorito, aquele que acreditei no caráter e coração do começo ao fim! 

''O ambiente tremula com o calor que a pele de Maven irradia. Me vem à cabeça o temperamento reservado de Cal. Aparentemente, o irmão mais novo também esconde um fogo, até mais potente, e não quero estar perto quando explodir.''

A Rainha vermelha foi uma obra que queria ler a bastante tempo, estava bem ansiosa e assim que chegou larguei tudo que estava fazendo para começar, e não me arrependi, queria que a parte romântica da obra tivesse sido um pouco mais forte, apesar de presente o foco foi sim na sociedade e no poder que cerca todos os seres e seus sangues, foi uma leitura maravilhosa, daqueles que você lê de uma vez só, porque quer saber tudo e não consegue desgrudar, estou com grandes expetativas para o segundo livro, gostei muito de como terminou esse volume, todo o sofrimento, e agonia valeram cada minuto da minha leitura, os suspiros enganosos ou não também, toda a emoção e toda a adrenalina contidos na história fizeram um brilhante livro mergulhado em vermelho e prata! Recomendadíssimo! 

''- Quantos? - grito em resposta, reunindo forças para encará-los. - Quantos morreram de fome? Quantos foram assassinados? Quantas crianças foram levadas para a morte? Quantos, meu príncipe? ''

Paula Juliana

[News Overdose] Lançamento Novo Conceito - Amor sem Limites, Nick e Kanae!!

[News Overdose] Lançamento Novo Conceito - Amor sem Limites, Nick e Kanae!!


Não é preciso ser uma pessoa perfeita para encontrar um amor perfeito. ❤


Em Amor sem Limites, Nick e Kanae contam como se apaixonaram depois de um encontro improvável e lutaram para vencer a descrença dos outros. Repleto de dicas práticas que beneficiará qualquer casal, este livro inspirador descreve o caminho divino e os primeiros anos do casamento dos Vujicic.

"(...) e quando alguém nos quebra o coração não é muito divertido. Mas também fazemos algumas coisas loucas e engraçadas ao longo do caminho, não é mesmo?"


Compre já o seu!


Livrarias Curitiba ▶ http://goo.gl/o8pN0c
Livraria Cultura ▶ http://goo.gl/VI1QQg
Pontofrio ▶ http://goo.gl/9Wd9Fm

Paula Juliana