terça-feira, 29 de novembro de 2016

[Lançamentos GENTE OUTUBRO 2016] Os segredos para ter memória forte e cérebro sempre jovem Subtítulo: O plano de treinamento com exercícios práticos e estratégias para manter seu cérebro ativo a vida toda Autor: Renato Alves Selo: Gente

[Lançamentos GENTE OUTUBRO 2016] Os segredos para ter memória forte e cérebro sempre jovem Subtítulo: O plano de treinamento com exercícios práticos e estratégias para manter seu cérebro ativo a vida toda Autor: Renato Alves Selo: Gente 


VOCÊ TEM MEDO DE PERDER A MEMÓRIA? Pare e pense por um minuto em sua vida. Tudo o que você faz depende da memória, não é mesmo? Da tarefa mais complexa, como resolver uma equação matemática, até as tarefas simples, como lembrar o nome de alguém que está parado na sua frente, onde guardou a chave de casa etc. Para tudo dependemos da memória; ela é nossa companheira constante, nossa melhor amiga e por isso deve ser preservada e valorizada. A perda de memória é um medo que assombra grande parte da população. No entanto, a crença de que esse é um mal inevitável faz com que as pessoas aceitem uma vida repleta de distrações e esquecimentos ou criem uma perigosa dependência de memórias artificiais. 

Neste livro, o especialista em memorização Renato Alves mostrará que é possível treinar a memória e ensinará meios inteligentes de preservá-la que garantirão maior produtividade, autonomia e confiança em tudo o que fizer independentemente da idade. 
Com uma boa memória você conseguirá reduzir o tempo gasto nas atividades, encontrar respostas rápidas e criativas para os problemas e a abraçar novos projetos com mais segurança – abrir um novo negócio, iniciar uma faculdade, aprender outro idioma e estudar para concurso – mesmo depois da quarta década de vida.

Renato Alves é campeão de memorização, reconhecido oficialmente em 2006 como o homem com a melhor memória do Brasil no livro dos recordes, tendo se tornado o primeiro recordista brasileiro de memória. Atualmente, é o mais influente nome da área no país, com 18 anos de experiência, nos quais já capacitou mais de 300 mil pessoas, que aprenderam, em seus cursos e workshops, pelo Método Renato Alves®, a ter um cérebro poderoso e a usá-lo para lembrar-se de tudo o que desejam.  
Graduou-se em Computação, estudou ciências cognitivas e filosofia da mente pela Unesp e cursou MBA em gestão empresarial. Sua formação interdisciplinar e seu método inédito e original trouxeram-lhe a capacidade de correlacionar memória humana com alta tecnologia e gestão de negócios, trazendo importantes contribuições para a profissionalização da atividade no Brasil, o que lhe permitiu atender empresas como Coca-Cola, Petrobras, Bradesco, Index, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Ministério da Defesa, LFG, COC, Objetivo, OABs, Associações Comerciais, CDLs, além de dezenas de outras. Renato é referência de mídia, tendo sido pautado em inúmeras revistas, jornais e programas de TV como Mais Você , Fantástico , M a n h ã M a i o r, H o j e e m D i a , B o m d i a Mulher , P r a V a l e r , S e m C e n s u r a , Almanaque e outros. É autor de diversos livros, entre eles O s d e z h á b it o s d a memorização,

Faça seu cérebro trabalhar para você e O cérebro com foco e disciplina , pela Editora Gente. Saiba mais sobre autor e seu trabalho pelo site www.renatoalves.com.br.

[Lançamentos] Lançamentos @GrupoPensamento no Overdose Literária.

[Lançamentos] Lançamentos @GrupoPensamento no Overdose Literária.


sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Resenha: O pinguim azul de Miguel - ROSANA MARTINELLI E MARIANA BELÉM

Resenha: O pinguim azul de Miguel - ROSANA MARTINELLI E MARIANA BELÉM
Classificação: 5/5 - Idade: A partir de 5 anos
Editora: Quatro Cantos

Sinopse: O pinguim azul de Miguel - ROSANA MARTINELLI E MARIANA BELÉM
O pinguim azul de Miguel apresenta de forma natural e sem conflitos alternativas aos estereótipos de gênero, além de outros aspectos da diversidade humana. O personagem Miguel é inspirado no filho da autora que, como ele, tem lindos e longos cabelos, e muitas vezes já foi confundido com uma garota. Os pequenos leitores vão descobrir com o relato do dia a dia do personagem que as pessoas podem ser naturalmente bem diferentes do que a gente é acostumado a ver e pensar. As coloridíssimas ilustrações de Mariana Belém dialogam intimamente com o texto para sublinhar a quebra dos estereótipos proposta.


Amo literatura infantil. Nada como iniciar a vida de uma criança com livros.
Quando tiver um filho vou aproveitar cada momento com ele e lhe mostrar como esse hábito é importante e rico!
Quando recebi de surpresa da Editora Quatro Cantos a obra O pinguim azul de Miguel - escrito por ROSANA MARTINELLI e ilustrado por MARIANA BELÉM, fiquei encantada. 

O livro é lindo.
E completamente caprichado.

O mais legal é que dá margem para ensinar as crianças. Por meio de Miguel e seus cabelos longos a autora fala com os pequenos sobre os estereótipos, meninos de cabelo comprido, modelos gordinhas, atletas de corrida sem pernas, meninos que dançam balé e por ai vai. Miguel mostra como é natural ser diferente, como podemos quebrar esses modelos de uma forma natural pelos olhos sem maldade de uma criança.

Adorei a mensagem, estamos em uma época que é muito importante criar nossas crianças sem preconceitos e estereótipos, a abordagem é muito rica, importante e a obra é lindíssima! Recomendo!


Paula Juliana

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Resenha: Dois Mundos - Tesouro da tribo de Dana # 1 - Simone O. Marques

Resenha: Dois Mundos - Tesouro da tribo de Dana # 1 - Simone O. Marques
Classificação: 4/5
Editora: Butterfly editora

Sinopse: Dois Mundos - Tesouro da tribo de Dana # 1 - Simone O. Marques
Num futuro distópico, Marina é uma jovem brasileira que carrega a força e os poderes de três grandes deusas celtas. Ela é aquela que cria, acolhe e mata. Protegida por guerreiros, perseguida por mortais e desejada por deuses, precisa encontrar os míticos tesouros da Tribo de Dana se quiser salvar o que restou do mundo...
Ano de 2021. A Terra está devastada e poucos são os sobreviventes. No Brasil, grupos se reúnem em pequenas vilas em torno da água potável. O oásis neste caos fica na Chapada dos Veadeiros, na Fazenda Tribo de Dana, onde vive um povo guerreiro que acredita tudo ser parte dos planos da Grande Mãe. Neste paraíso vive Marina. Considerada o avatar de três grandes deusas celtas, precisa lidar com poderes diversos de cura, vida e morte. Ao abrir o véu que separa o mundo de mortais e deuses, a jovem liberta antigas divindades. E dois domínios distintos estão prestes a colidir quando ela descobre que detém nas mãos o destino da humanidade.

Não faço ideia de como começar essa resenha. Não é segredo para ninguém que amo de paixão fantasia e que 90% das minhas autoras preferidas escrevem esse gênero. Então quando recebi em parceria com a Editora Butterfly: Dois Mundos - Tesouro da tribo de Dana # 1 -  de Simone O. Marquese, com essa capa lindíssima, e essa sinopse que consta uma promessa de fantasia, mitologia e distopia, é claro que eu fiquei maluca e fui correndo ler. Não me arrependi em momento algum. 
Dois mundos mistura estilos, é uma história criativa e original, que com uma protagonista geniosa e juvenil promete proteger o mundo, ou melhor, proteger o que restou dele após a terceira onda!

Vamos começar do início, a leitura é daquelas que começa aguçando nossa curiosidade, uma narrativa envolvente e caótica, nos é apresentado um personagem, Pedro, que logo descobrimos ser o oráculo da história, com Pedro vêm a profecia, pois o que é uma boa história mitológica sem uma profecia? Impossível não ter, principalmente na mitologia Celta que tem inúmeros Deuses, druidas e uma ligação harmoniosa entre todos os elementos.

Porém, essa obra não é somente mitologia e fantasia, é uma distopia, e como sabemos o que prevalece no estilo é o caos e a destruição. Cinco anos antes do Dia da Aurora, Marina essa menina de 13 anos é uma jovem Brasileira que carrega dentro de si o poder de 3 Deusas, não sendo o bastante Marina é o avatar delas, podendo ser digamos que usada pelas Deusas para transmitir suas mensagens, Dana - a Grande Mãe, Morrigan - Deusa da Guerra e da destruição e Brigitte - Deusa da Luz

Cura e morte!
São em três ondas que chega a destruição da terra. Então, chegamos a 2021 - cinco anos depois do Dia da Aurora ou o apocalipse. A Terra está devastada, apenas alguns grupos de sobreviventes, entre eles está a Fazenda onde aos 18 anos Marina vive. A moça está completamente descontente de sua vida, viver sem modernidades e presa, seguida sempre de perto por seus guardiões, guerreiros que chama de Os Sombras. Entre eles estão Brian e Arthur que logo embarcam em uma louca aventura com Marina e descobrem UM NOVO MUNDO.

O livro é simples, direto e envolvente. Original, cheio de nuances que elevam a história que poderia ser simplesmente um romance fantástico. Adorei a escrita da autora, a diagramação e o capricho da obra são palpáveis. Os personagens são envolventes, temos aquela busca pela salvação do mundo, misturado com a mitologia das Deusas e a busca pelos tesouros de Dana, é um primeiro volume, acredito que a história ainda vai crescer muito e espero continuar acompanhando. 

Indico Dois Mundos - Tesouro da tribo de Dana # 1 - de Simone O. Marques para os apaixonados pela Mitologia Celta, sei que não é tão popular quanto a Mitologia Grega e Nórdica, e pelo seu diferencial é uma das minhas preferidas, indico para os fãs de distopia e fantasia, é um prato cheio. E principalmente é muito rica por seus personagens e misturas de estilos, com certeza adorei passar um tempo em companhia da pequena Dana. Recomendo!

Paula Juliana

terça-feira, 22 de novembro de 2016

[Para quem ainda não escolheu o escuro...] Você sabe quem está do outro lado da tela? - muito Dark da nossa DarkSide!

Você sabe quem está do outro lado da tela?


Se o velho ditado “quem vê cara não vê coração” for mesmo verdade, o que se pode dizer sobre todos aqueles avatares sorridentes que você adicionou? A realidade, ainda que virtual, pode ser bem mais assustadora que a ficção.
Saiba mais no release em anexo e adicione ao Skoob.


Social Killers - por RJ Parker e JJ Slate - Amigos virtuais, assassinos reais
Você realmente conhece todas aquelas pessoas listadas como seus amigos? Se o velho ditado “quem vê cara não vê coração” for mesmo verdade, o que se pode dizer sobre todos aqueles avatares sorridentes que você adicionou?

A realidade, ainda que virtual, pode ser bem mais assustadora que a ficção. Enquanto um vampiro precisaria ser convidado para entrar, um psicopata on-line não vai perder oportunidade de entrar quando encontra janelas abertas. Cuidado com o que você curte. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente verdadeiro.

Seus autores, RJ Parker e JJ Slate, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia. Parker e Slate deixam claro que esse não é um fenômeno novo. Muito antes da internet, criminosos usavam classificados de jornal para descobrir e atrair suas presas. Mas o anonimato da web permite que cada vez mais lobos usem roupas de cordeiro nas suas fotos de perfil.

Mas existe luz no fim do túnel. Analisando mais de trinta casos famosos, os autores demonstram como as forças da lei estão usando, com sucesso, as novas ferramentas de comunicação para investigar e prender foras da lei e desmantelar quadrilhas. E ainda ensinam dicas de segurança. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um alerta para todos nós, que passamos tanto tempo conectados. Com Social Killers, Amigos Virtuais, Assassinos Reais, a DarkSide® Books amplia sua coleção Crime Scene®, que já conta com os livros Serial Killers – Louco ou Cruel? e Serial Killers – Made in Brazil, de Ilana Casoy; a premiada biografia Manson, de Jeff Guinn; e o best-seller Serial Killers, Anatomia do Mal, de Harold Schechter. Histórias reais, indicadas para quem tem o espírito investigador e não se assusta facilmente. JJ Slate nasceu em Massachusetts e sempre foi fascinada por histórias de crimes reais. Seu primeiro livro sobre o tema, Missing Wives, Missing Lives (2014), compila casos reais de esposas desaparecidas. Social Killers, escrito com RJ Parker, destaca casos de assassinos que utilizaram as redes sociais para localizar e atrair suas vítimas.

RJ Parker é formado pelo Canadian Institute of Management. Autor premiado e best-seller de livros sobre crimes reais, especialista em serial killers. Já escreveu 15 livros sobre o assunto, publicados em mais de 80 países. Sua editora, a RJ Parker Publishing, Inc., publica diversos autores e livros sobre o tema.


“Tanto educativo quanto assustador [...] Verdadeiramente revelador!”  National Crime Prevention Council

“Um livro excepcional que aborda temas como criminosos na internet, a aplicação da lei e como ela alcança esses criminosos, e a segurança nas redes sociais. Este livro certamente o tornará mais atento em suas atividades on-line.” Crime Magazine


Ficha Técnica
Título | Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais
Autor | JJ Slate; RJ Parker
Tradutores | Lucas Magdiel
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 272 páginas, capa dura
Dimensões | 16 x 23 cm
Lançamento | Junho de 2015

Você quer jogar?


Os participantes: 
1 – Henrik “HP” Peterson, pequeno trambiqueiro que encontra um celular no trem.
2 – Rebecca Normén, detetive do grupo de elite do Serviço de Segurança da Suécia.
3 – O Mestre do Jogo.   
As regras: 
- Siga as instruções que aparecem na tela do celular; 
- Realize as tarefas sem fazer perguntas;
- Compartilhe e ganhe créditos na sua conta.
- Tente se manter vivo. 
Conheça a Trilogia The Game, o mais novo fenômeno do thriller sueco que só a DarkSide Books poderia trazer para o Brasil. O Volume 1 acaba de chegar. 
Prepare-se. O jogo começa agora.
1 – Leia o material de lançamento da Trilogia The Game, que a DarkSide Books acaba de lançar.
2 – Tente desvendar a conspiração por trás das missões que Henrik “HP” Peterson e a detetive Rebecca.
3 - Convide seus amigos para este jogo.
Saiba mais no material em anexo e no nosso site:


Trilogia The Game - Volume 1 - por Anders de la Motte - Você quer jogar?
É só um jogo. Isso é o que pensa Henrik “HP” Peterson, protagonista da Trilogia The Game, ao aceitar um convite anônimo, via celular, para participar de missões inusitadas pelas ruas de Estocolmo. Mas a cada tarefa cumprida, e devidamente compartilhada na rede, ele tem a sensação de que a brincadeira está ficando séria demais.
Será paranoia? Ou será que HP está realmemte caindo numa poderosa rede de intrigas,com conexões que poderiam chegar aos responsáveis pelo assassinato do primeiro ministro sueco em 1986 ou até mesmo aos ataques do 11 de setembro? Quem afinal está por trás desse JOGO? Você tem coragem de investigar?

Então você precisa ler [O Jogo], primeiro livro da Trilogia The Game, de Anders de la Motte. Uma saga eletrizante que combina a escola sueca de suspense (vide Stieg Larsson) com o vazamento de informações no mundo pós Edward Snowden. Anders de la Motte é um ex-policial e diretor de segurança de informação de uma das maiores companhias de TI do mundo. Está desenvolvendo uma série para a TV americana com o produtor executivo de Homeland e 24 Horas. A Trilogia The Game conta a história de HP, o pequeno trambiqueiro que está só contando o tempo necessário para largar o subemprego e voltar a receber o seguro social. A outra jogadora é a detetive Rebecca Normén, recém promovida para o grupo de elite do Serviço de Segurança sueco. Enquanto sua carreira decola quase por acaso, mensagens anônimas deixam claro que segredos do seu passado não estão tão bem guardados assim.

Fenômeno em diversos países, a Trilogia The Game é surpreendente, divertida e assustadora na medida certa. Um thriller dos tempos de hoje, onde tudo o que acontece numa tela touchscreen já não pode mais ser considerado virtual. [O Jogo] é só o primeira volume desta instigante trilogia que a editora DarkSide traz com exclusividade para leitores e players brasileiros. Então, quer jogar? Anders de la Motte (1971) foi oficial de polícia e diretor de segurança de uma das maiores companhias de ti do planeta. Atualmente, trabalha como consultor de segurança internacional. E, assim como fez Stieg Larsson com sua trilogia Millenium, está trazendo de volta a atenção do mundo para a tradicional literatura da Suécia, que agora ganha status de referência em suspense. (Deve ser a Aquavit.) De La Motte escreve em ritmo acelerado, misturando humor, suspense e comentários sobre informática e mídias sociais. Seu texto é selvagem e repleto de referências à cultura pop. O premiado Volume 1 da Trilogia The Game é sua estreia na ficção.

“Emocionante começo desta trilogia de suspense [...] ritmo implacável que conduz a um final impressionante.” Publishers Weekly

“A Trilogia The Game tem uma trama inteligente, cinematográfica e personagens com potencial hollywoodiano.” Feeling (Holanda)

“Recomendamos, sem dúvida, a Trilogia The Game para todos os viciados em adrenalina. O livro é impossível de largar e muito divertido” DV (Islândia)

“Este jogo não conhece fronteiras. Emocionante do começo ao fim!” Men’s Health (Holanda)


Ficha Técnica
Título | Trilogia The Game – Volume 1
Autor | Anders de La Motte
Tradutores | Alexandre Matias e Mariana Moreira Matias
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 272 páginas, capa dura
Dimensões | 16 x 23 cm
Lançamento | Julho de 2015

Paula Juliana

domingo, 20 de novembro de 2016

Resenha: Zane - Patrícia Rossi

Resenha: Zane - Patrícia Rossi
Classificação: 4/5
Editora: Editora Charme
Skoob

Sinopse: Zane - Patrícia Rossi
Zane Hudson.
Motoqueiro.
Músico.
Tatuado.
Quinn Armentrouth.
Alta sociedade, luxo, glamour.
Tudo no mundo para separá-los.
Ele sabe o que é abandono.
Ela já foi traída.
Uma ex perseguidora.
Um ex que não aceita perder.
Eles pertencem a mundos diferentes.
Mas nem por isso a química entre eles é menor.
A atração é explosiva, instantânea.
Uma mãe que abandona...
Outra que repreende.
Percalços.
Sexo, romance... amor.
Essa paixão seria forte o suficiente para mantê-los unidos?

Aiiiiiii MEU DEUS Né!? Como minha nossa senhora das mulheres sonhadoras posso deixar de ser tão exigente quando conheço homens como Zane Hudson?! E isso minha gente é a literatura acabando com a minha vida amorosa, pois não aceito nada menos do que homens com H como Zane, e nem precisam ser lindos, gostosos, motoqueiros, tatuados e músicos, não sou TÃO exigente! Massss... tem que ser amoroso, romântico, protetor e carinhoso. Obrigada Zane por aparecer na minha vida e obrigada Patrícia por nos apresentar!

Recebi Zane em parceria com a editora Charme e encontrei um romance lindo por dentro e por fora, a diagramação e trabalho físico são de primeira, realmente tive que comentar que está muito bonito e então, começamos a leitura e no primeiro momento achei que encontraria o velho e bom clichê, porém, a escrita da autora e o crescimento dos personagens me surpreenderam, primeiro por não serem imaturos, e sim, cada um mesmo com seus problemas mostrarem uma certa força e certeza em suas ações, falando em problemas a vida desses dois e seus caminhos juntos não foram nada fáceis, haja coração e emoção!

Não quero entrar muito em detalhes quanto ao enredo, pois qualquer coisa que fale principalmente quando ao passado dos personagens, de Zane principalmente vai ser um senhor spoller, o que posso adiantar é que Quin nossa mocinha é de uma família de posses, sempre buscou sua independência, mas nunca foi fácil, quando teve a oportunidade de agarrar as rédeas de sua vida, simplesmente colocou a cara a tapa e foi com tudo. 
Zane apesar de parecer o macho alfa dos romances eróticos, é muito mais que isso, o personagem tem uma profundidade que é palpável e logo nos comove pelo seu caráter, o que acredita  e busca.

A escrita da autora é gostosa, o livro é ágil e acaba sendo muito rápido de se ler mesmo sendo grossinho, pois acontece MUITA coisa, são muitos problemas, muitas coisas que esses dois tem que superar. As cenas mais quentes são de bom gosto e nada escrachadas, realmente bonitas, adorei a história e curti passar um tempo com esses dois e seus secundários que merecem destaque também! 

Zane é um romance gostoso, é nacional, muito bem escrito, feito sob medida para nos apaixonar, espero que muitos mergulhem nesse amor, nesse passado, nessas provações e que se apaixonem e vibrem assim como eu!!!! Recomendo para todos os amantes do gênero!

Paula Juliana

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

[Lançamento Valentina] Férias no Acampamento Pikachu - Histórias não oficiais para colecionadores de Pokémon - Alex Polan

[Lançamento Valentina] Férias no Acampamento Pikachu - Histórias não oficiais para colecionadores de Pokémon - Alex Polan


Colecione um verão de amizade e muita diversão no acampamento Pikachu!

SINOPSE
As aulas acabaram!
É hora de curtir as férias no Acampamento Pikachu. Aqui você vai encontrar muita diversão, alegria e um monte de competições.
Cada equipe tem o nome de um Pokémon, é formada por quatro integrantes e tem seu próprio esconderijo secreto.
Dessa vez, a brincadeira será o jogo capture-a-bandeira, e vencerá a equipe que conquistar o maior número de bandeiras.
Marco, Logan, Maddy e Nisha fazem parte da Equipe Treecko, o Pokémon lagarto. Eles vão precisar de muita imaginação para vencer sua grande concorrente, a Equipe Fennekin, do Pokémon raposa.
O que será que eles vão aprontar para vencer o jogo e ter seus retratos no Hall da Fama do Acampamento Pikachu?
Vamos descobrir?

ALEX POLAN começou a colecionar cards Pokémon em 1998. Mora nos arredores de São Francisco, numa casa com vista para o Oceano Pacífico, onde, às vezes, ele imagina ver Kyogre, o Pokémon lendário. Alex é casado, tem dois filhos e um gato que é exatamente tão ranzinza e bravo quanto Meowth. 

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais 


Dia 11

Para encerrar, vamos a uma entrevista exclusiva com o agente Murilo Marconi, o par romântico de Babi Savi, no romance A Decodificadora, da autora Emi de Morais, publicado em e-book pela Editora Charme!

Sinopse:
Quando desembarcou em Boston para atender a convocação do mais importante comandante da segurança nacional americana, o agente Murilo Marconi só tinha em mente sua ascensão profissional.

Entretanto, o que inicialmente parecia ser uma excelente oportunidade de trabalho, acabou se transformando em uma operação perigosamente sensual quando se vê dominado por sentimentos inesperados em relação à decodificadora do cartel: a pequena e deslumbrante Babi Savi, que era a chave do sucesso daquela missão, mas que não se mostrou propensa a colaborar.

Atraídos um pelo outro, Marconi e Babi enfrentam a batalha do coração e também a realidade de estarem trabalhando para lados opostos da lei.

Paixão, razão e adrenalina fazem de A Decodificadora um romance envolvente e sensual. O primeiro livro de uma série policial que vai te arrebatar da primeira até a última página. 

Link do ebook - https://www.amazon.com.br/dp/B01M3TWD2L


Raio X -  Murilo Marconi

Nome: Murilo Marconi
Idade: 31 anos
Signo: Escorpião
Profissão: Agente Especial da Base Secreta Subterrânea 
Pai: Pedro de Vasconcellos Marconi
Mãe: Ana Cláudia Marconi
Irmã: Melissa Iara Marconi 
Paixão: Seu Infiniti JX, seu trabalho e claro Babi Savi. ( Não necessariamente nessa ordem )


Curiosidades
Sempre masca um ciclé de hortelã depois de fumar .
Gosta de ouvir um bom e velho Rock enquanto está dirigindo e tem hábito de batucar com o polegar no volante do carro quando para nos sinais de trânsito. 
Sua comida favorita é arroz, feijão, bife encebolado com muita batata frita. Odeia purê de batata, purê de mandioca e qualquer outro tipo de purê. Enfim, odeia purê. 


Entrevista
Murilo Marconi entrou pelos fundos do estúdio e caminhou até o local indicado pela assistente de produção. Sentou-se no sofá confortável e bebeu um pouco da água que estava na mesinha ao lado. Uma moça veio correndo ofegante em sua direção. Educado, ele se levantou e estendeu a mão.
-Você deve ser a entrevistadora. 
Surpresa, a moça segurou com as duas mãos a outra que estava estendida pra ela e concordou freneticamente. 
-Sim...sim, sou eu, claro que sou eu. 
-Podemos começar? Estou com o tempo um pouco limitado. 
Sorrindo bestamente a moça se sentou piscando os olhos com admiração demais. O agente estranhou tamanha devoção. Afinal, ela era uma pessoa acostumada a entrevistar gente famosa. 
Repórter ( muito entusiasmada) : Uau, Sr. Marconi, o senhor é realmente... hum...deslumbrante, bem vestido, um homem de presença estonteante...poderia nos dizer qual seu tipo?
MM: (um pouco surpreso): Meu tipo? 
Repórter( incrivelmente entusiasmada): Seu tipo de mulher, de roupa, de carro, de comida... queremos saber tudo!!!
MM: Sério?
Repórter ( Muito entusiasmada) :Desculpe?
MM : Pensei que tivesse sido tão insistente em obter a entrevista porque estava interessada na queda do Cartel de Julian Martinez que a equipe do BSS...
Repórter ( ainda muito eufórica) : Ah claro, sim....claro que estou. Mas me diga, o que faz pra manter esse seu porte físico tão... privilegiado?
MM (carrancudo): Eu malho. 
Repórter ( com admiração exagerada) -Sem dúvida que sim. Agora conte para todas as suas fãs como...
MM (quase irritado): -Fãs? Acho que está me confundindo. Sou um agente federal e não uma celebridade de merda. Eu não tenho fãs. 
Repórter : -Ah, sim...pode apostar que você tem e elas estão muito curiosas sobre como tudo aconteceu na sua vida. Pode começar falando da sua chegada ao BSS?
MM (um pouco melhor por poder falar sobre seu trabalho): Bem, foi inesperado. Recebi um telefonema do meu chefe...
Repórter( dando gritinhos) : Dylan Meyer...
MM(revirando os olhos): Do meu chefe no Brasil, dizendo que eu embarcaria na noite seguinte para Boston para auxiliar na investigação de um caso importante envolvendo o cartel colombiano. 
Repórter(batendo palminhas): Então, poderia chegar logo naquela parte em que você e os outros lindos, maravilhosos e tudo de bom agentes da BSS entram em cena e resgatam a mocinha?
MM(completamente atônito):  Mas esta é a última parte do trabalho. 
Repórter (suspirando): Ah, eu sei, mas tem que concordar que é a melhor parte. Já posso até imaginar a cena. Homem forte, musculoso, protetor e corajoso resgata moça inocente das mãos de um traficante mau. 
MM( agora receoso): Acho que você está romantizando as ações da BSS, na verdade foi bem perigoso e muitas vidas se perderam na....
Repórter (fazendo gesto de pouco caso): Não seja tão modesto. Foi heroico. 
MM(um pouco constrangido): Bem... não posso dizer que não foi. 
Repórter (com ares sonhadora): Fala da Babi? Você e ela é tão tudo!!!
MM( suavizando sua expressão e pigarreando ): O que posso falar dela? Babi é a mulher da minha vida. 
Gritos histéricos de dezenas de mulheres descontroladas começaram a ser ouvidos. Murilo se levantou rapidamente, atento e até um pouco assustado, e então os seguranças entraram em ação para impedir que todas as apaixonadas pelos agentes da BSS adentrassem o recinto e esmagassem o agente com aquela euforia toda. 
No meio do burburinho, uma mulher elegante e formalmente vestida caminhou até ele com seriedade. 
-Como vai senhor Marconi? Sou Alexandra Barros, a repórter que vai te entrevistar agora, se estiver tudo bem. 
Murilo olhou da mulher que tinha acabado de chegar para a outra com quem ele tinha perdido um bom tempo já. 
-Como é que é? Você me disse que era a repórter. 
A “repórter” anterior sorriu sem jeito, piscou os olhos e se defendeu. 
-Na verdade foi você quem disse que eu era.  Não fique bravo, sou muito sua fã e tinha algumas curiosidades. 
Rapidamente um segurança se aproximou e levou a moça para se juntar às outras fãs endoidecidas que esperavam na saída por um sorriso e um tchauzinho do agente mais gostoso do serviço secreto. 

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais 


Dia 10

Murilo e Babi tinham todas as desculpas para não se entregarem um ao outro.
Mas desculpas são pequenas perto da paixão e do amor.

A Decodificadora, romance de Emi de Morais, nos traz a possibilidade de conhecer dois lados de uma mesma moeda.

Venha descobrir e se encantar.

Sinopse:
Quando desembarcou em Boston para atender a convocação do mais importante comandante da segurança nacional americana, o agente Murilo Marconi só tinha em mente sua ascensão profissional.

Entretanto, o que inicialmente parecia ser uma excelente oportunidade de trabalho, acabou se transformando em uma operação perigosamente sensual quando se vê dominado por sentimentos inesperados em relação à decodificadora do cartel: a pequena e deslumbrante Babi Savi, que era a chave do sucesso daquela missão, mas que não se mostrou propensa a colaborar.

Atraídos um pelo outro, Marconi e Babi enfrentam a batalha do coração e também a realidade de estarem trabalhando para lados opostos da lei.

Paixão, razão e adrenalina fazem de A Decodificadora um romance envolvente e sensual. O primeiro livro de uma série policial que vai te arrebatar da primeira até a última página. 

Link do ebook - https://www.amazon.com.br/dp/B01M3TWD2L

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais 


Dia 9

Um agente. Uma decodificadora. Um amor improvável. 

Dois lados opostos da lei e somente uma coisa que os une e, ao mesmo tempo, os afasta: cumprir a missão.

A Decodificadora, de Emi de Morais, publicado pela Editora Charme.

​​Sinopse:
Quando desembarcou em Boston para atender a convocação do mais importante comandante da segurança nacional americana, o agente Murilo Marconi só tinha em mente sua ascensão profissional.

Entretanto, o que inicialmente parecia ser uma excelente oportunidade de trabalho, acabou se transformando em uma operação perigosamente sensual quando se vê dominado por sentimentos inesperados em relação à decodificadora do cartel: a pequena e deslumbrante Babi Savi, que era a chave do sucesso daquela missão, mas que não se mostrou propensa a colaborar.

Atraídos um pelo outro, Marconi e Babi enfrentam a batalha do coração e também a realidade de estarem trabalhando para lados opostos da lei.

Paixão, razão e adrenalina fazem de A Decodificadora um romance envolvente e sensual. O primeiro livro de uma série policial que vai te arrebatar da primeira até a última página. 

Link do ebook - https://www.amazon.com.br/dp/B01M3TWD2L

terça-feira, 8 de novembro de 2016

[VALE A PENA LER DE NOVO]: Fragmentados- Só porque a lei diz, não significa que é verdade - Neal Shusterman

Resenha: Fragmentados- Só porque a lei diz, não significa que é verdade - Neal Shusterman
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito
Skoob

Sinopse: Fragmentados- Só porque a lei diz, não significa que é verdade - Neal Shusterman
Fragmentados - Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria .
Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.
O vencedor do Boston Globe-Horn Book Award, Neal Shusterman, desafia as ideias dos leitores sobre a vida: não apenas sobre onde ela começa e termina, mas sobre o que realmente significa estar vivo.

''- Você vai sentir uma fisgada no couro cabeludo - informa um cirurgião. - Não é nada com que se preocupar.''

Não sei nem como começar a falar dessa obra! Fragmentados como toda boa distopia sabe mexer com o leitor e o trasportar para uma sociedade cruel e caótica, devo começar dizendo que achei o enredo muito, muito original e genial também. Diferente de outras distopias que utilizam da morte como um grande fim, Fragmentados no seu enredo questiona isso, aqui ninguém morre, só continua a viver de uma forma diferente, vamos ser sinceros, viver fragmentado pelo mundo, com um pedacinho de você em inúmeras pessoas diferentes, é viver? 

''... a única razão para eu estar vivo é que aquela pessoa foi fragmentada.
 - Então - diz Connor -, a sua vida é mais importante que a dela? ''

O livro é ótimo, não é perfeito, ou mesmo a melhor distopia que li na minha vida, mas ele é uma grande distopia, tive logo uma relação de amor e ódio, e não se enganem, amei que ele conseguiu despertar isso em mim, logo que comecei a ler pensei na grandiosidade do enredo, em como o assunto era bom, uma grande matéria prima nas mãos e fiquei com medo de como a história seria apresentada.
Então como o próprio livro TUDO veio em pequenos pedaços, começamos partes por partes a conhecer Connor, Risa e Lev. Ao mesmo tempo que nós apresentavam os protagonistas, nos apresentavam também a história, o como é essa sociedade, como é esse processo de Fragmentação e essa tal de Lei da vida, assim como vários termos e separações muito próprias da história!   

''Em um mundo perfeito, tudo seria preto ou branco, certo ou errado, e todos saberiam a diferença. Mas este não é um mundo perfeito. O problema são as pessoas que pensam que sim.''

Temos três jovens lutando por suas vidas, três jovens lutando para chegarem INTEIROS os 18 anos. 

Uma sociedade que é comandada pela LEI DA VIDA.
Aquela aprovada para colocar fim a uma guerra e que acabou criando um grande câncer no seu mundo. 
Segundo a Lei, a vida não pode ser tocada até os treze anos, mas entre os 13 e os 18 anos, os pais, a sociedade ou guardiões podem escolher ''ABORTAR'' essas vidas. Isso quer dizer, matar só que não matar, a criança ainda estaria vida, tecnicamente viva, já que seus pedaços fariam parte de outros seres humanos, essa criança estaria viva, porém, fragmentada.

Talvez você não possa fazer algo grandioso e importante da sua vida, mas pode fazer parte de vidas que vão fazer coisas realmente grandiosas!

'' Assim como o cemitério de aviões era o Paraíso disfarçado de Inferno, o campo de colheita é o Inferno mascarado como Paraíso.''

Na sociedade atual a FRAGMENTAÇÃO é uma prática muito usada e aceita, campos de colheita são muitos pelo mundo todo. 

''... as pessoas não são completamente boas nem completamente ruins. A gente passa a vida toda entrando e saindo das sombras e da luz. Neste momento, eu estou feliz por estar na luz.''

CONNOR descobre que vai ser mandado para fragmentação, vê na gaveta de seu pai o formulário assinado, assim, ele não vê outra opção que não fugir dali e lutar para se manter inteiro até os 18.

RISA é uma tutelada pelo estado, uma grande musicista, não tem pai ou mãe, vê no professor de música um pai, porém, depois de uma apresentação não muito perfeita, Risa é convocada e avisada que já atingiu seu total potencial ali e que vai ser mandada para um campo de colheita, ela vai ser fragmentada. 

LEV é um dizimo. O decimo filho de uma rica família, ele foi criado para o abate, foi feito para quando fazer 13 anos, ser fragmentado, mas isso para ele é uma missão abençoada por Deus. Lev realmente acredita que esse é seu destino e está FELIZ com isso.

''... se cada parte de você está viva, mas dentro de outra pessoa... você está vivo ou morto?''

Então, Connor foge, Risa é colocada em uma ônibus a caminho de seu destino e Lev está indo feliz cumprir seu papel, até que o caminho desses três se cruzam e nada mais será o mesmo.   

''Você não pode mudar a natureza humana sem antes mudar a lei.''

O enredo é incrível, a escrita é direta, bruta e cheia de críticas. Os personagens são guerreiros, gostei dos três principais, me surpreendi com o papel de cada um na história, os secundários a mesma coisa, cada um com uma história diferente, que toca o leitor, que questiona. A Fragmentação é em si BRUTAL, por vários motivos, mas principalmente por ser uma prática aceita e comum, por ser uma violência velada, os Fragmentários são tratados ''muito bem'' nos campos, até na parte final da operação, é uma mistura de horror e segurança, é totalmente apavorante o processo de fragmentação, passei o livro praticamente todo querendo ver como era, como iria ser mostrado aquilo e não querendo também, porque eu sabia que se fosse aparecer seria pelo ponto de vista de uma dos meus principais, e eu não queria que eles fossem fragmentados, então foi essa agonia e desespero durante toda a obra.

O romance é muito, muito sutil, não é o foco, mas está ali, escondidinho, mas presente.
Connor tem um temperamento forte, é guerreiro, um herói. Risa é muito inteligente, e com toda certeza uma sobrevivente. Lev é o personagem com a maior profundidade para mim, é aquele que faz ''merdas'', mas no fim você perdoa, que você quer sacudir, é também o que sofre maior mudança, porque a gente tem toda uma troca de ideologias nele, Lev criado para ser um dizimo, daí isso não acontece, de repente ele se vê em um mundo que não é bom e que vai de encontro com tudo que ele acreditava, então, ele questiona tudo, desde o seu valor, ao dos outros, ao de Deus, os da sua família e os da sociedade como um todo.      

''O garoto no canto da sua mente não fala com ele usando palavras. Ele sente. Ele se manifesta. Não entende que é apenas parte de outro menino. É como um sonho, quando você sabe de algumas coisas, e de outras deveria saber, mas não sabe. Esse garoto - ele sabe onde está, mas não sabe que não está inteiramente ali. Não sabe que agora faz parte de outra pessoa.'' 

Fragmentados foi uma distopia maravilhosa, eu queria que alguns pontos tivessem sido mais desenvolvidos, queria que tivesse mais histórias futuramente, em comparação o livro termina bem fechadinho, então, não sei se vem uma sequência por aí, mas foi uma louca leitura. Foi envolvente, sofrida, e daquelas leituras que te fazem pensar e questionar tanto a ficção quanto a realidade. Como toda a boa distopia, a molaridade, o social e o certo e o errado são colocados a prova, junto com os porquês sobre a alma, o mundo, o que as pessoas fazem com ele, e sobre essa prática que cruel ou não salva muitas vidas, e daí vem a grande questão: uma vida é mais importante que a outra? Qual vale mais? Se vale? E os Fragmentados? A vida acaba após fragmentação? E o fim? Ou um novo começo?
Leis! Verdades! Humanidade! 
Fragmentados de pedacinho em pedacinho deixa o leitor inteiramente LIGADO nessa história de matar! Recomendadíssimo!    

''Lobo frontal esquerdo.
 Eu... eu... eu não me sinto muito bem.
 Lobo occipital esquerdo.
 Eu... eu... eu não lembro onde...
 Lobo parietal esquerdo.
 Eu... eu... eu não consigo lembrar o meu nome, mas... mas...
 Temporal direito.
 ...mas ainda estou aqui.
 Frontal direito.
 Eu ainda estou aqui...
 Occipital direito.
 Ainda estou...
 Parietal direito.
 Estou...
 ...''

Paula Juliana

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais

[É Charme] ESPECIAL @EdCharme - A Decodificadora - Emi de Morais #SemanaA Decodificadora #Emi de Morais 


Dia 8

O proibido é sempre mais gostoso!

Desvende o amor de Murilo, um agente especial, e Babi, uma barwoman que decifra códigos em A Decodificadora, um romance de Emi de Morais.

Sinopse: 
Quando desembarcou em Boston para atender a convocação do mais importante comandante da segurança nacional americana, o agente Murilo Marconi só tinha em mente sua ascensão profissional.

Entretanto, o que inicialmente parecia ser uma excelente oportunidade de trabalho, acabou se transformando em uma operação perigosamente sensual quando se vê dominado por sentimentos inesperados em relação à decodificadora do cartel: a pequena e deslumbrante Babi Savi, que era a chave do sucesso daquela missão, mas que não se mostrou propensa a colaborar.

Atraídos um pelo outro, Marconi e Babi enfrentam a batalha do coração e também a realidade de estarem trabalhando para lados opostos da lei.

Paixão, razão e adrenalina fazem de A Decodificadora um romance envolvente e sensual. O primeiro livro de uma série policial que vai te arrebatar da primeira até a última página. 

Link do ebook - https://www.amazon.com.br/dp/B01M3TWD2L