quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

[Especial três anos de Parceria Novo Conceito] As melhores histórias que passaram pelo Overdose Literária @EdNovoConceito

[Especial três anos de Parceria Novo Conceito] As melhores histórias que passaram pelo Overdose Literária @EdNovoConceito


Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler


''Alice, Alice, Alice. Não desça na toca do coelho. Não suporto vê-la partir. fique aqui comigo, Alice, Alice, Alice.''

Uma obra emocionante! Uma obra fria e quente, daquelas que as lágrimas chegam sem pedir licença, sem convite! Um livro azul. Definitivamente azul. Azul como o nome da protagonista. Azul como o frio e o gelo. Azul como Londres e a sua semelhança com o oceano! Azul como o amor que se apresenta de inúmeras formas, não necessariamente romântico e confortável!

''Sou um velho de coração meloso, não há outra maneira de descrever. E a verdade é que me sinto mais em casa aqui - à beira do rio, onde há lama e confusão...''

Como começar a descrever essa história? Bem... fala de aceitação, de diversas formas diferentes, fala de relações familiares, pai, mãe, irmãos, namorados... Fala daquilo que deixamos de falar, dos segredos velados e mentiras mascaradas, e também do carinho e amor de pai. Fala por si só, sem nem as vezes ter realmente dito algo. Dez coisas que aprendi sobre o amor é um livro que você olha e já sabe que tem que preparar o coração.  [...]

Descrever os sentimentos durante a leitura não é fácil. O livro mexe com vários tabus, com o fato do protagonista ser um mendigo, com as traições que ocorrem na história, os relacionamentos citados, Alice e Kal que não poderia ''mostrar'' Alice para o mundo, Alice e sua culpa, uma culpa que não deveria existir, Daniel que se acha tão ''pouco'', tão pequeno e que é tão grande, mostrando que nem sempre o que precisamos é algo dourado e luminoso. Você se coloca no papel desse pai, e se coloca no papel dessa filha sem rumo, sente o desespero de ambos e quer que tudo seja resolvido, quebra seu coração, você chora, fica emotiva e sensível, vive aquela história tão especial e diferente. Aprende muito mais que DEZ coisas sobre o amor!

''Por isso preciso deixar essa cidade: porque é o tipo de lugar onde alguém destruiria algo feito obviamente com cuidado, só pelo prazer de destruir.''

É uma história de pessoas perdidas. Perdidas de várias maneiras, perdidas dentro de si, correndo ou andando, procurando um rumo, um caminho, uma direção, procurando pessoas ou simplesmente algo que por vezes nem mesmo se sabe o que é.
Talvez Aceitação, talvez segurança, talvez aventura. Talvez somente algo para preencher o vazio que nós mesmos criamos e alimentamos constantemente. 
Dez coisas que aprendi sobre o amor é mais que recomendado, embrulhado em algo brilhante, azul e cheio de vida e não esqueça dos lenços... muitos lenços! Você vai precisar! 


Eu te darei o sol - O amor é apenas a metade da história - Jandy Nelson

Literatura! Literatura pura, simples, lírica... sincera.
Nada como ler um bom livro e viajar nos seus sentimentos, não é? E existem livros e livros, livros que apenas contam algo e livros que nos fazem viajar junto, eu já li dos dois tipos e de muitos mais, então, quando digo que Eu te darei o sol, é uma riqueza de literatura, é porque ele realmente, para mim, foi uma leitura especial, do tipo de livro que não apenas diz, ele vai mais fundo, ele te pega pela alma e te leva, como uma onda, mais fundo, mais fundo, até que você se afogue nele! 
Quando comecei essa obra de Jandy Nelson foi como em um belo oceano tranquilo, com algumas ondas aqui e ali, em determinado ponto da história, já não conseguia ver a praia, somente o horizonte, e esse é um sentimento maravilhoso de se encontrar dentro de um livro!

''Tem um lugar onde me escondo dentro de mim, um lugar onde ninguém consegue chegar, por mais que tente. Não sabia que ela tinha um lugar assim também.''

Dois irmãos. Duas história. Duas almas que se completam até se perderem...
Assim são Jude e Noah! Posso apresentar duas Judes e dois Noahs para vocês, posso apresentar duas Judes dentro de duas Judes e dois Noahs, dentro de dois Noahs, porque essa obra fala sobre isso, sobre o que as pessoas são por fora, e o que as pessoas são por dentro, sobre as determinadas fases da vida, e como essa vida pode transformar a pessoa. Somos todos humanos, com muitas pessoas dentro de uma só!
[...]



A obra é intercalada por Noah e Jude contando suas história, esses Noahs e essas Judes, os gêmeos de treze e os gêmeos de dezesseis, e o leitor tenta... tenta juntar os fatos, entender as mudanças dos personagens, entender os mistérios, e o que aconteceu de tão grave para separar, e juntar, e separar e juntar esses irmãos, como um grande quatro está toda a família, um pai e uma mãe, uma divisão, uma dubla que se mistura e muda de lado a toda hora, até que não haja mais lado algum, parece confuso, não é, Eu te darei o sol é sobre a vida, e sobre ser humano, sobre as falhas, sobre os lados bonitos e os feios, sobre a família, e sobre as pessoas que mais são próximos de você e que mais podem te machucar, intencionalmente ou não, e é sobre o AMOR, de muitas e muitas formas e muitas metades, como Jude e Noah, a luz e a escuridão, a tinta e a cor, o sol e a lua, e a linda e louca divisão que esses irmão fizeram! Uma linda bagunça! (...)

A escrita da obra é uma coisa linda, é inspirador ler, é bem indescritível. Apaixonante!
Tanto pela escrita, pela história, pelos temas, os personagens profundos e humanos, pelos amores, pelas paixões, pelas descobertas, pela beleza do conjunto como uma obra de arte!

''Talvez algumas pessoas simplesmente tenham sido feitas para estar na mesma história.''

Me surpreendi completamente com Eu te darei o sol, não esperava o tipo de leitura que encontrei, fiquei boa parte da leitura me ajustando entre o riso bobo e a emoção que me despertava lágrimas, mas não aquele choro de tristeza, e sim aquela emoção que vem de repente, e do nada é substituída por outro sentimento, mais arrebatador, ou mais singelo, uma história muito bonita, que fico muito, muito feliz de ter lido! 
Eu te darei o sol foi um livro especial e inspirador! Daqueles para se levar no peito! Recomendadíssimo! Não deixem de ler!  

'' Reconstrua o mundo...''



*Imagens retiradas do face da Editora: @NovoConceito
Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário