quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Resenha: A casa de Rendez-Vous - Um livro sobre Liberdade - Carlos Holthause.

Resenha: A casa de Rendez-Vous - Um livro sobre Liberdade - Carlos Holthause.
Classificação: 5/5 Favorito
  
Sinopse - A casa de rendez-vous - Um livro sobre liberdade - Carlos Holthausen 
Nesta obra, um poeta andarilho conta a trajetória conflitante de Eduardo e João Claudino, dois amigos de infância determinados em realizar seus desejos mais íntimos. Por outro lado, a pacata cidade, que abriga A Casa de Rendez-Vous, tem ainda que conviver com um delegado inexperiente, encarregado de descobrir um suposto serial-killer, que começa por assassinar um respeitado médico e sua jovem esposa. As mortes, o misticismo das pessoas e o consumo de drogas, acabam por envolver uma bem-sucedida família de descendentes de imigrantes alemães, que se desarranja totalmente durante uma enchente devastadora.

Como Cultura, religião e política são assuntos muito polêmicos, sou da seguinte opinião; elas não são assuntos a serem discutidos e sim aceitos; pois cada um tem a sua e devemos respeitar como tal.

‘’ Tenso, o moço ainda se sentia solitário, preso a sua alma amargurada’’ Pagina 183.

A história gira em torno de Eduardo e sua família, este por sua vez é movido o tempo todo por um sentimento de vingança. Ele aos sete anos vê supostamente sua mãe ser estuprada e passa o romance todo em busca desse homem que a fez mal.

A meu ver Eduardo é uma grata surpresa, pois é um personagem de uma profundidade muito palpável, ele é inseguro, introspectivo, tem um propósito de vida; ele é uma pessoa boa, mas é tomado pela ‘’vingança’’ e ao mesmo tempo mostra ao decorrer da historia ser medroso, temeroso e solitário.

João Claudino é o melhor amigo de Eduardo, é visto como uma má companhia para o rapaz. Este é envolvido com a política da cabeça aos pés. Tema muito forte no Romance ‘’A casa de rendez-vous’’, ele nos leva a passar por uma grande parte da história do Brasil; Ditadura, o golpe de 1964 e é citado ao decorrer da narrativa eventos como o exílio de Olga e movimentos contra a ditadura.

O romance tem um apelo histórico muito grande já li livros muito densos sobre essa temática e digo que esse livro tem um que de Érico Veríssimo e a poesia de Fernando Sabino. ‘’A casa de rendez-vous’’só tem a acrescentar e não deixa nada a desejar nesse cenário cultural.

Não posso deixar de tomar nota sobre uma figura que foi confusa e ao mesmo tempo fascinante para mim. O livro é narrado em primeira pessoa, pelo personagem do ‘’Andarilho’’, este por sua vez é o uma mistura de narrador personagem e narrador observador. A sua personalidade é construída ao decorrer do romance e ele apresenta uma busca por autoconhecimento, uma alma solitária e uma sensibilidade um tanto poética.

‘’Não levantou a cabeça, para ver quão perto da terra estava o céu estrelado, tão perto que algumas
estrelas mais ousadas pareciam ficar ao alcance das mãos de quem a desejasse tocá-las(...) E fez de conta que a lua cheia não lhe brindava a vida, com aquela paisagem soberba, meio clara, meio escura. ’’ Pag. 183

‘’ O Andarilho’’ ainda brinda a história com a sua parte mística, ele é tomado por visões e faz par com outra personagem sensitiva da trama, Matilde (Eu a adorei, pois é uma mistura de bruxa com avó).
O livro também traz elementos culturais regionais, tradições populares, prostituição, uso de drogas, um delegado um tanto murcho e um suposto serial-killer. Suspense que faz o leitor ler até o final, muitas morte acontecem no texto.Faltou para mim um pouco de descrição física dos personagens masculinos (cor dos olhos, altura, cor da pele...).
Gostei muito das metáforas empregadas, dos trechos históricos no final de cada capítulo, entre eles meus preferidos, como: a carta-testamento de Getúlio Vargas, a música Caminhando de Geraldo Vandré e a carta de Catarina Leite, filha do autor no final do livro.

‘’Qual uma mariposa pronta a ser queimado pelo calor da lâmpada, o rapaz não conhecia limites em sua busca de prazer. ’’ Metáfora pag. 165

Então, todos temos coisas do seu passado que não querem que as pessoas saibam, assim como Eduardo; mas aqueles que não se lembram do passado estão condenados a repeti-lo e aqueles que se recusam a esquecer, estão fadados a revivê-lo. 
E como tudo na vida existe dois lados da mesma história e dos lados de toda pessoa; um lado que revelamos e outro que mantemos em segredo do mundo. Nem tudo é o que parece.

O destino tem dois modos de destruir, recusando nossos desejos ou os satisfazendo.
A justiça na vingança, como a beleza, depende dos olhos de quem olha. Alguns veem uma vitima. Outros olham o mal encarnado, recebendo o que merece.
Por fim; Eu indico esse livro ‘’ A casa de Rendez-Vous’’ me fez pensar, me angustiou, me fez amar e odiar personagens e se a história te tira da sua realidade e mexe com seus sentimentos eu acredito que valha cada linha.

‘’ Alguns Dizem que nossas vidas são definidas pela soma de nossas escolhas. Mas não são nossas escolhas que distingue quem somos é o nosso compromisso com elas. E quem sabe um dia enfim a tão sonhada liberdade. ’’

Gostou? O Livro esta a venda pela Saraiva, quem quiser dar uma conferida clique aqui!
Página do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/337824

Paula Juliana.

38 comentários:

  1. Muito Boa Resenha!
    Não conhecia o Livro, mas fiquei muito curiosa!
    Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oieee =)
    não conhecia o livro, que bom que o leu e resenhou!
    pois, para mim a capa não chamou atenção, mas o que importa é o conteúdo esse que você deixou claro que tem e que vale a pena estar dando uma chace ao livro, espero ter a oportunidade de ler um dia.
    Beliscões da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que leia Maria!
      É verdade acho que a capa poderia ser mais chamativa, porem o livro é muito bom para quem gosta do gênero! Como eu gosto, foi demais!
      Beijos

      Excluir
  3. Você disse tudo no começo, cultura, religião e politica são temas que devem ser respeitados, entendidos e aceitos. Quanto ao livro, não conhecia, e não pretendo ler. Porque tenho um pouco de pé atrás, quanto ao assunto golpe militar - só eu entendo isso. Romance histórico, parece ser legal, eu não pretendo ler agora, mas quem sabe em um futuro? Espero que sim!

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem querido Jonathan! Espero que um dia leia!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Paula, tudo bom?
    Primeiro: A CAPA É TÃO MURCHA! hahahaha sem preconceito, falta um UP. Se eu visse na livraria jamais compraria, mas ok, o que vale é o conteúdo.
    Queria saber se esse livro é daqueles confusos que te deixam maluca com tanta informação? Sei lá, ele me passou isso, sabe?

    De qualquer forma, acho que não o leria agora. Mas obrigada pela dica.
    Beijos,
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ké!
      O livro é muito bom, historicamente falando é bem fácil de entender e bem planejado. Tem bastante informações, mas não me deixaram perdida em momento algum!
      Obrigada pela opinião flor!
      Beijos

      Excluir
  5. Olá1
    Tudo bom?
    Não conhecia o livro e pela capa não compraria! Quando li a sinopse, vi que se trata de uma temática bem interessante e sua resenha me fez ver que o livro é realmente bom!
    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  6. Olá, não conhecia esse livro, mas a sua resenha me cativou. Vou procurar para ler, deve ser um livro muito bom! Romances históricos são muito bons. Parabéns! xD

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou da mesma opinião que você Matheus!
      Obrigada! E Leia sim!
      Beijos

      Excluir
  7. Nunca tinha ouvido falar desse livro... o que mais gostei foi a ideia do Andarilho, de ter uma mistura no livro entre narrador personagem e narrador observador. Mas sei lá... muitas mortes... rs... sou medrosa e não gosto de sangue, então essa foi uma coisa que me espantou. Apesar de me parecer um livro bem interessante, não sei se leria.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele tem umas partes mais pesadinha Ju!
      Mas é muito bom e bem escrito!
      Tomara que leia um dia!
      Beijos

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Paula!
    Nunca tinha visto nada sobre esse livro até agora, e confesso que fiquei bem interessada depois de ler sua resenha. Simplesmente adoro romances históricos, mas, no geral, livros que conseguem misturar uma história ótima e com uma boa dose de cultura.
    Pelo que você disse, esse parece ser o que o livro passou para você, e com certeza pretendo lê-lo no futuro. Todos os temas polêmicos e suspense somente me instigaram mais, rs.

    Beijos, Gabi Prates
    Palácio de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Gabi!
      Fico muito contente em ter apresentado uma novidade para você!
      Espero que leia!
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Paula!
    Esse pelo jeito é um daqueles livros "nao me julgue pela capa", pois como algumas pessoas disseram acima, eu também nem chegaria perto se o visse em uma livraria! Mas a premissa da história é interessante, gosto de livros que misturem ficção com fatos históricos! Talvez eu dê uma chance ao livro!
    Abraço
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oieee, primeiramente não gostei da capa, muito feia, porém a resenha me deixou com gostinho de quero ler, com certeza este livro é um daqueles livros que te surpreendem!!! Não sei, fiquei em duvida, porém se algum dia eu tiver a oportunidade de ler, lerei para tirar minhas próprias conclusões ;)


    Abraços
    http://vampleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Realmente eu nunca tinha ouvido falar neste livro. Mas pelo que entendi, ele nos traz lições belas e importantes de vida. Vou deixar aqui anotado para depois ler.

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro, sinceramente também não me interessei. Sou mais focado em gêneros sobrenaturais, romances doces e muita aventura e fantasia! A história desse livro pode até ser boa, mas acho que não iria gostar pois não é o meu gênero.
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo Gabriel!
      Mas também tenho várias resenhas de sobrenatural no Blog! Eu sei que você sabe!
      Obrigada pela opinião querido!
      Beijos

      Excluir
  14. Olá, adoro historia, mas não sei se conseguiria ler um livro que falasse de ditadura, Olga.
    Realmente deve ser um livro interessante para ler, uma experiência, pois a cada página você
    vai ganhado sabedoria, sobre vários temas. Não sei se leria, mas gostei de saber sua narrativa
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Solange!
      Eu não li Olga! Só assisti o filme! Pelo que soube é muito bom! Eu gostaria de ler!
      O livro tem partes mais pesadas, mas não é de todo denso! Tem algumas partes bem divertidas e uns dramas que não envolvem a ditadura também!
      Recomendo!
      Beijos

      Excluir
  15. Olá Paula, nossa esta sua resenha me abriu um apetite para descobrir mais deste livro. Gosto de leituras que nos prendam, nos façam ter sentimentos diversos, e que no fundo nos façam pensar.
    Noto que o livro trás uma historia de época em que muitos de nos não presenciamos ou vivemos, e este ponto é o chamativo de 'leia-me'.
    Bom eu gostei bastante mesmo da premissa deste livro. Espero ter a oportunidade de lê-lo.

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ana!
      Espero que leia também! É um livro que não é para qualquer um! Mas tem uma bela história, é muito bem escrito e tem partes históricas que eu gosto muito!
      Beijos

      Excluir
  16. Oie Paula
    Eu não conhecia esse livro, mas pelo que percebi a história é bem densa e forte. Também concordo com você a respeito de política, cultura e religião, pois eles devem ser aceitas e cada um tem sua opinião. A premissa do livro é bem forte e ele te marcou muito e gostaria muito de ter a oportunidade de lê-lo.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jé!
      Eu escrevi essa resenha já faz um bom tempo e a história dessa narrativa ainda esta bem cara na minha cabeça! Espero que leia mesmo!
      E goste!
      Beijos

      Excluir
  17. Oi Paula,
    tudo bem?
    Confesso que a história não faz muito o meu gênero. Mesmo assim, dei uma chance e acompanhei sua resenha. De tudo o que você falou, o que foi capaz de chamar minha atenção foi a reflexão: "O destino tem dois modos de destruir, recusando nossos desejos ou os satisfazendo". Isso tocou fundo, estou até agora pensando sobre isso. Acho que leria o livro só por esse pensamento.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Cila! Obrigada! Fico feliz que tenha lido a resenha e pensado com carinho no livro!
      Espero que leia!
      Beijos

      Excluir
  18. Nossa o filho de 7 anos viu a mãe ser estuprada, só isso já torna o livro denso e tenso.
    Eu nunca ouvi falar desse livro, mas ele parece ter um enredo bem rico.
    Achei essa ideia do autor de colocar um único personagem como narrador observador e narrador personagem bem inovadora.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é forte em algumas partes sim! Não é livro para qualquer um!
      Mas é muito bom e a escrita bem diferente!
      Beijos Flor!

      Excluir
  19. Cada dia que eu leio e sigo os blogs fico mais surpreendida por livros "não modinha" que me parecem muito interessantes. Esse realmente me chamou a atenção.

    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  20. Oi Paula.
    Confesso que, a princípio, não me interessei muito pelo livro, mas com seus elogios, definitivamente adicionarei ao meu skoob, seus elogios me conquistaram. Não é uma das prioridades, mas deixarei marcado aqui. Beijos e boas leituras!

    ResponderExcluir