terça-feira, 29 de abril de 2014

Resenha: A Redenção de um Cafajeste - Redenção #1 - Nana Pauvolih

Resenha: A Redenção de um Cafajeste - Redenção #1 - Nana Pauvolih
Classificação: 4/5 Favorito


Sinopse - A Redenção de um Cafajeste - Redenção #1 - Nana Pauvolih
Arthur Moreno tem o mundo a seus pés. Lindo, rico, poderoso, se acostumou a ter tudo o que quer. Até conhecer Maiana. Inicia uma caçada para conquistá-la e, quando consegue, a usa sem escrúpulos. Mas o destino traz surpresas. E uma redenção. Em meio a muita paixão, desprezo e dor, ele vai descobrir que pode amar, cair e mudar.

''Fechei os olhos novamente, cansada, mas sem conseguir dormir. Por um momento, a imagem de um homem alto, forte e moreno, com uma beleza agressivamente máscula, invadiu minha mente e eu me senti um tanto abalada. Tinha sido uma loucura invadir o apartamento dele naquela noite. Eu me envergonhava por ter perdido a cabeça, acusando-o sem saber dos fatos e sem provas. Na certa devia estar pensando que eu era uma desequilibrada. ''

O amor como forma de redenção. O amor como forma de salvação e mudança. O amor como uma forma de libertação. Passei meu fim de semana em uma ótima companhia. Depois de ouvir muitos gritos, suspiros e indicação sobre essa obra, fiquei muito curiosa e tive a honra e o prazer - E que prazer... de ler, o livro: A Redenção de um Cafajeste da autora nacional e muito fera Nana Pauvolih.

''Era bem alto, talvez por volta de um metro e oitenta e sete. Ombros largos, estrutura grande e viril. Esguio, mas musculoso. Pele morena, cabelos fartos e negros, olhos negros penetrantes sombreados por cílios espessos e sobrancelhas grossas, nariz reto e fino, lábios carnudos, extremamente sensuais. O rosto era anguloso, com maxilar firme, queixo arrogante e uma barba cerrada contornando tudo. Chegava a ser agressivo, de tão másculo, grande, com um olhar que parecia perfurar uma pessoa.'' 


Sendo muito sincera com vocês, tenho que confessar que foi uma história sofrida para mim. Se eu tivesse ele em livro físico em alguns momentos teria corrido o risco de ir parar na parede, tamanho meu ódio e sofrimento por algumas ações e atitudes do nosso protagonista.

Então vamos aos elogios!!! Arthur Moreno, o protagonista que mais xinguei em minha vida literária até hoje, é um homem poderoso, rico, gostoso, que tem o controle de si mesmo sempre e de todos em sua volta. Nada é negado para ele. Nada importa. As pessoas são meros fantoches de seus desejos, sendo na sua empresa com que comanda com força, frieza e liderança ou na sua vida pessoal onde se perdia em meio a orgias e mulheres que estavam ali para serem usadas e jogadas fora - claro! Muito bem pagas, como as prostitutas que eram! 

Então vou dizer para vocês que canalha é pouco! Meus xingamentos preferidos eram FDP, babaca, idiota e cretino!     
E em alguns momentos minha mãe me ouviu dizendo: ''Tomara que ele rasteje, desgraçado!!'' ou '' Não perdoa, Maiana!!!", e por aí vai...

É óbvio que ele é sedutor! É Claro que tem toda aquela coisa de homem dominador e poderoso na cama que faz você suspirar e querer se entregar! E as suas cenas de sexo! Quente é pouco... mas vamos falar disso mais para frente!

''A paixão tinha cedido espaço ao carinho. Mesmo assim o desejo continuava lá, tão forte que doía. ''

''Como sempre cavalheiro, abriu a porta para mim e esperou eu me acomodar, para dar a volta e ocupar o seu lugar. Senti-me como uma princesa dos contos de fadas, indo a uma bela festa com seu príncipe encantado em uma carruagem dos sonhos. ''

Se de um lado temos um mocinho cafajeste, por outro lado temos uma mocinha incrível! Sincera, inocente, forte, que não abre mão de seus valores e daquilo que acredita. Uma menina séria, centrada e responsável. Que sonha em ser professora de história, trabalha e estuda, sustenta uma mãe que nem deveria ser chamada de mãe e uma irmã que é uma vadia e que não tem respeito por nada e ninguém. 

Juliane, que é a irmã mais nova de nossa mocinha Maiana. E é por meio dessa irmã ''desnaturada'' para não dizer outra coisa, que Maiana conhece o poderoso Arthur Moreno, que na época era amante de Juliane.

Arthur coloca os olhos em Maiana e acontece aquilo! Aquela coisa, aquela sensação e ele coloca na sua cabeça que aquela mulher - que é MUITO diferente das que ele esta acostumado - vai ser dele! E fica obcecado!

E é aí que engata toda a nossa história! 
Pode até parecer clichê para quem olha a sinopse, mas não achei em momento nenhum. Em alguns momentos até vi uma hora ou outra, que pensei que era capaz que o romance acabasse ali mesmo e que a história mudaria de rumo totalmente! Se acontece isso ou não! Vocês vão ter que ler!

''- Gosto da ideia de infinito. De coisas que não podem ser medidas e seguem em frente, sempre em frente.'' 

O livro é uma delicia de ler! Eu gosto muito de livros eróticos, os nossos famosos hots, mas quando a gente lê um gênero demais, acaba que muitas coisas acabam na mesmice e isso não aconteceu com essa obra! Tanto que meu primeiro pensamento ao acabar de ler foi querer começar logo o segundo volume da trilogia que vai abordar a história do melhor amigo de Arthur - meu Matt lindo!!!! Gamei nesse personagem de uma maneira linda! Que só tenho elogios e gritinhos para ele! SIM Taty (amiga querida que divide homens literários comigo!) Você acertou! AMEI o Matt! s2

''Algo se apertou dentro de mim. Uma dor angustiante, um ódio sem igual. Ciúme me corroeu e mais uma vez lutei ferozmente contra a paixão que me destroçava e as dúvidas que não me abandonavam. Queria um alívio de tudo aquilo, sentir paz, mas o desespero só aumentou, a ponto de doer de verdade. ''


Nosso mocinho, Arthur, demorou para me conquistar, pela primeira vez em alguns momentos eu torci para um secundário ficar com Maiana. Eu como mulher penso que tem algumas coisas que não tem perdão. Arthur passa muito dos limites, dos meus e dos da mocinha também. Confesso que no lugar dela não sei se teria perdoado ele ou não! 

Mas com o passar do livro depois de muito sofrimento, drama, mil sentimento controversos,  estava eu lá me emocionando e com pena do protagonista safado! Acho muito engraçado como somos levadas por um sentimento determinada hora e na seguinte já estamos seguindo um rumo diferente de pensamento! Ódio, entusiasmo, paixão, pena e... amor!

Nana escreveu um livro para pirar cabeças e se viciar na história. As cenas hots são muito quentes mesmo... as meninas que me falaram, não estavam de brincadeira! Haja fôlego para aquele homem! Não gostei da primeira cena erótica, que aparece o  nosso Reizinho Arthur com umas vadias! Achei extremamente frio e impessoal, mais é claro que essa era a intenção da autora, então quando veio a primeira cena hot entre ele e a Maiana foi uma diferença muito grande e foi muito gostoso ver as diferenças e as mudanças que ocorriam nos personagens, mesmo em meio a algumas bem graves ''cagadas'', por assim dizer, durante o livro! 

''Queria vê-la tão desesperadamente que doía. Queria dizer que lamentava e pedir perdão. Mas ao mesmo tempo me sentia ainda prisioneiro de mim mesmo, dos meus medos e do meu orgulho. Sem as desculpas esfarrapadas que arranjei para meu comportamento, eu me via a olho nu e me envergonhava de quem era.''

''Eu queria morrer. Meu coração batia forte, a agonia se embolava com a raiva gigantesca dentro de mim. Ao mesmo tempo, faltava algo, como se houvesse um buraco, estivesse oca. Aquela era a pior sensação, perceber que perdi uma parte de mim. Aquela mais inocente e esperançosa, que via a vida com um sorriso. E que agora deixava um espaço vazio.''


''Meu corpo todo tremia, sentimentos violentos fazendo-o sofrer de desejo não satisfeito, medo, ódio, raiva, decepção. Lágrimas desciam grossas enquanto eu relembrava o sonho, cada sensação, cada imagem.'' 


Achei que são personagens muito bem estruturados, os protagonistas e  os secundários também. 
Com uma história que nos faz pensar em refletir sobre relações amorosas e relações familiares. Uma mãe que é uma sanguessuga, que faz de sua meta de vida ''vender'' as filhas. Uma vó que transporta para o neto, tudo que viveu, influencia e o cria para ser uma pessoa diferente de como foi seu filho com medo que uma história se repita. Uma criança que foi rejeitada na infância. Uma adulto que não vê as pessoas como os seres humanos que são. Uma mulher que procura o amor na família e se decepciona, mais fácil acha nos amigos! 
Corações quebrados e destinos que se cruzam. Até onde o amor pode perdoar? Até onde o amor pode esquecer? E até onde você iria por amor? 
Mudanças de valores e ideologias. Redenção, paixão, desejo e amor! Super Indico! Leiam!!
   
''- Não. Ninguém ama mais do que eu. É impossível. – Beijou suavemente o canto da minha boca. – Acordo procurando você na cama. Passo o dia pensando em você. Conto as horas para chegar aqui e ver seus olhos e seu sorriso. E quando durmo, é com você que eu sonho.''


''Não um reizinho. Mas um súdito da minha própria felicidade. ''

Paula Juliana

62 comentários:

  1. Paula,
    Que bom que gostou. Adorei a resenha, e como não se adorei o livro? :D
    Comecei a historia acompanhando no blog as postagens diarias - Sim, a nossa querida autora postava um capitulo por dia - depois, pq a ansiedade estava me matando suspendi até chegarem os capitulos da Redenção e aí devorei tudo. Xingavamos o Reizinho e a Avó-Rainha mas a seguir estavamos chorando com eles. Lindo, emocionante.
    Como vc, hora torcia por um ora por outro. E foi assim que nasceu a trilogia, sabia? O Matt merecia o seu final feliz e já agora o Antonio tambem.
    Fico à espera de ler a Resenha da Redenção e Submissão, o Matt tb é o meu preferido, aquele anjinho kkkkkk Mas Antonio tb é um mimo. Todos são, apesar de ser tão diferentes.
    Bjs desta Nanete.
    MC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria!
      Que legal saber como nasceu essa história maravilhosa! Nosso Matt mereceria mesmo um final feliz! Estou louca para ler o segundo e logo tem resenha do segundo por aqui!
      Eu xinguei a Vó rainha também! Mas no fim me emocionei com ela! E com nosso Arthur também, eu falei que ia ser durona e não ia sentir pena dele, que ele merecia tudo que estava passando, mas fiquei com dó!
      Muito Obrigada!
      Beijos lindona!

      Excluir
  2. Aiiii que resenha Maravilhosa e que nos prende hein Paula!! Amei o livro deve ser hot mesmo, eu quero, eu quero, eu quero!!
    manda o link para mim, quero comprar o livro!! :D

    post novo:

    http://voceeoquele.blogspot.com.br/2014/04/news-literarias-novidades-da-editora.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih!!
      Sua linda OBRIGADA!!!
      O Link: http://www.amazon.com/Reden%C3%A7%C3%A3o-um-Cafajeste-Portuguese-ebook/dp/B00IGFJMG4/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1398899068&sr=1-1&keywords=A+Reden%C3%A7%C3%A3o+de+um+cafajeste

      Beijos

      Excluir
  3. Gostei da resenha, fiquei com vontade de ler!!
    O Blog estava dando uma pausa.. mas agora voltamos ao normal!!
    E já tem post novinho esperando por você!!
    Curta a nossa página no Facebook, é só clicar: https://www.facebook.com/blogrolamuito
    Muitos beijinhos..

    ♥ www.rolamuito.com

    ResponderExcluir
  4. Que resenha linda! Emocionante, perfeita, bem na essência da história. Paula Juliana e Overdose Literária, muito obrigada pelo espaço e pela parceria. Amei cada palavra, tudinho! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      Fico tão feliz que gostou!!!!
      Muito Obrigada mesmo!!!! <3
      Espero que nossa parceria seja repleta de alegrias!!! Beijos
      Virei sua fã!!

      Excluir
  5. Então Paula, adorei a resenha, amo o livro e todos os trabalhos da Nana Pauvolih. E essa trilogia é show!!!
    O Matt e a Sophia de Redenção e Submissão são a minha grande paixão. Mas, todos são maravilhosos.
    Nanete assumida.
    Bjs,
    Fran

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Matt faz um sucesso né, Fran!
      Ele merece, aquele fofo! Amoo!!!
      Muito obrigada flor!
      Beijos

      Excluir
  6. Nossa me apaixonei pela resenha...
    Fiquei com vontade de ler o livro :D

    amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Livro maravilhosooo!!!! Aliás, a série toda!!! Meu predileto é Antonio "O Soberando" :) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio tem um mega fã clube! Espero ler o dele também!!!
      Beijos flor!

      Excluir
  8. Ahhhhhhh, que alegria por ter sido mencionada nessa linda resenha *---* E fico feliz por estar certa no meu palpite em relação ao Matt hahhaha
    Amiga, sua resenha ficou lindíssima, Amei!

    Bem, o que falar do nosso Reizinho?? Ele é o cara mais FODA que conheci hahaha
    Tive ódio dele e por fim optei por amá-lo.
    E a nossa mocinha Maiana? Tenho que confessar que eu fiquei muito curiosa para conhecer toda sua beleza, porque em todos os livros da trilogia os protagonistas mencionam sua beleza. Ahhhhhh, e como ela foi durona né??? Eu não sei se conseguiria ser tão centrada em me afastar de um deus grego como o Arthur rs

    Eu tive uma surpresa enorme com os livros da Nana, porque por mais que seja eróticos cada livro tem seu diferencial e seu drama. Amei a trilogia (e não vejo a hora de você ler todos para podermos falar sobre eles rsrs) e estou mais que ansiosa para ler os outros livros da autora :)
    Parabéns pela resenha, que como sempre linda e instigante.
    Mega Beijos!
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taty sua culpada!
      Tudo culpa sua eu começar a ler e ficar viciada! Mereceu ser citada! Acertou na mosca, cada vez que o Matt aparecia eu suspirava, como vc disse é uma mistura de Woods e Grey, meus preferidossssssss! Nossos Amantes!
      Adoro comentar os livros com vc! (Hhahhahahaahahh)

      Muito OBRIGADA!

      Eu também fiquei curiosa para conhecer a beleza de Maiana, deve ser linda mesmo! Né!? Nosso Reizinho é FODA, mas quase que não perdoo ele! Vc sabe!

      Beijos linda!

      Excluir
  9. Amei a resenha e amei todos livros da trilogia, mas o meu favorito é justamente A Redenção de Um Cafajeste. Amei, odiei e amei novamente o Arthur. Todos os livros que li da Nana são ótimos e tenho alguns para ler ainda, já só ouço elogios destes que ainda não li e de todos os outros. Parabéns Paula pela resenha e parabéns Nana pelos livros maravilhosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Maria!
      Espero fazer uma maratona com os livros da Nana e ler todos!!! <3
      São só elogios e todos merecidos!
      Beijos

      Excluir
  10. Paula,

    Sua resenha está linda e instigante, com certeza mesmo quem não conhece os livros da Nana vão ter muita curiosidade de ler, mas tenho que confessar que sou uma Nanete, e amo todos.

    Esta série é apaixonante super recomendo a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nery!

      Fico muito feliz com os elogios e meu objetivo é esse mesmo, que todo mundo leia e veja que demais são os livros dela! Amei!

      Beijos

      Excluir
  11. Olá

    Não curto esse tipo de livro, porém eu me diverti demais lendo sua resenha. Parabéns, eu ri bastante principalmente quando disse que xingou muito o protagonista e sussurrando coisas para a ele. Achei super interessante esse envolvimento com o livro, de vez em quando eu me pego falando coisas do tipo também para certos personagens!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é maravilhoso esse envolvimento né Matheus, quem vê de fora diz que somos loucos!!! (hahahhahah)
      Muito Obrigada!
      Beijos querido!

      Excluir
  12. Resenha maravilhosa, autora maravilhosa e o livro?Maravilhoso!! Super recomendo!

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro e me interessei, sua resenha me instigou muito a ler, se tiver a oportunidade com certeza vou ler :DDD
    Quero xingar tbm kkk
    Brubs
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre no nosso Clube então Brubs!!!!!
      Muito Obrigada flor!
      Beijos

      Excluir
  14. vish.... só pelo titulo já dá pra ter um gosto de como o livro é kkkkkk não sou fan de hot, mas o enredo desse se tirar as partes quentes é interessante. >.<

    http://yumenokoe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Paula, olha que legal! Não curto livros eróticos, passo longe deles, mas mesmo após ver que você estava resenhando um livro erótico, não consegui parar de ler! *-* Sua resenha ficou demais! Tocou em variados pontos, destacou frases maravilhosas e me fez rir muito com você dizendo que foi melhor ter lido em ebook! Parabéns pela resenha e parabéns também a autora por ter conseguido criar uma obra que se diferencie das demais do mesmo gênero! :)
    Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tici!
      Que comentário gostoso de ler! Obrigada!!! Espero que leia e se divirta com ele, mesmo sendo de um gênero que não é seu preferido! A gente se surpreende as vezes! Muito feliz que tenha gostado da resenha e tenha te prendido, mesmo você correndo do estilo! Se ler me conte!
      Beijos

      Excluir
  16. Oi Paula,
    Não sou muito fã de romances eróticos. Alguns me atraem mas outros, nem tanto! E esse foi um dos que me atraíram!
    sentir sua empolgação na resenha é apaixonante! Acredito que você passou uma ideia do livro muito bacana!

    Já quero ler!! rs :P
    Parabéns pela resenha!! Sempre linda! :)

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adriano!
      Que legal! Espero que leia mesmo e entre pro clube de fãs da autora!
      Muito obrigada querido!
      Beijos

      Excluir
  17. Ainda não conhecia o livro e nem a autora! Que bom que você gostou da leitura. Não sou muito fã da literatura HOT, mas achei a trama interessante. Quem sabe um dia eu leia.

    Beijos,
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá leitores amigos! Vim dar a minha opinião sobre esse livro. Primeiramente quero parabenizar pela excelente resenha, foi muito bem feita. Além de informar a respeito da estória, instiga a curiosidade do leitor, fantástica! Quanto ao livro, resta-me apenas dizer que, para quem aprecia esse tipo de leitura, a Redenção de um Cafajeste, primeiro livro da trilogia, escrito pela querida Nana Pauvolih, é leitura mais que obrigatória. É uma estória envolvente, eu diria quase viciante. Temos mesmo vontade de esganar o reizinho, mas mãos fantásticas dessa Autora, faz com que no desenrolar da estória acabemos, todas, apaixonadas por ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi K.!! Muito obrigada pelos elogios! e concordo muito com você, ele é demais, viciante e um livro incrível!!
      Beijos linda!

      Excluir
  19. Oi Paulinha!
    Eu tinha colocado no post da parceria que a gente tinha que chamar um caminhão de bombeiro, mas acho que um é pouco!
    Que livro é esse?! Me matou aqui, quero ler muito minha linda! Sua resenha foi maravilhosa, vc sabe como amo seu jeitinho de escrever, é direta, fofa, clara e engraçada!
    Quero muito conhecer o trabalho da autora e sentir um pouquinho do que descreveu nessa resenha linda!
    Beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada Adri!!!!!!!!!

      Sabia que ia gostar! Espero que leia!!!

      Beijos

      Excluir
  20. Olá Paula!
    Vc sabe que não é meu estilo de livro, mas não tem como não curtir sua resenha! É tão boa que chega a me deixar com vontade de ler mesmo, vc é muito talentosa garota! Parabéns pelo seu trabalho e sucesso para a autora.
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Oi linda!
    Ta um sucesso esse livro nas redes sociais, estou vendo em um monte de lugares, mas só agora eu quero realmente ler!! Ta brincando fazer uma resenha dessas?!!!!! Vou ter que ler para ontem e conhecer esse Arthur e xingar ele e querer bater nele, eu sou muito violenta, você sabe! Se fosse coligo tinha ido parar na parede! Kkkkkkkkkkkk
    Parabéns pela resenha, mega arrasou como sempre!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não joga na parede! Termina de ler antes! (Hahahhahahah)
      Obrigada flor! Grande beijo!

      Excluir
  22. Oie Paula, gostei bastante do enrendo, por incrível que parece eu até que curto livros assim hahaha, acho divertidos justamente por nos deixar com raiva, paixão e outros sentimentos a flor da pele sempre.
    A sua resenha ficou maravilhoso, ganhou uma fã! Ja estou seguindo o blog <3

    Espero você la no meu mais vezes amei sua visita e se quiser seguir tbm ficarei eternamente grata
    Beijos Joi Cardoso

    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joi!
      Que legal! Fico feliz que tenha gostado! Muito Obrigada por tudo e vou voltar no seu cantinho também!
      Beijos!!

      Excluir
  23. Oieee, adorei sua resenha, ainda não conhecia o livro e achei bem interessante e acredite, eu também sei como é ficar furioso com um protagonista, estou ficando super furioso com a protagonista da saga que estou lendo kkkk (Saga do Tigre), ás vezes os personagens realmente nos tiram do sério, mas no final eu sempre me apaixono por ele mesmo sendo do jeito que é kkk, enfim, adorei o livro e fiquei com vontade de ler, Abraços

    ResponderExcluir
  24. Eu entendo essa vontade de jogar o livro na parede! rs... Já me aconteceu algumas vezes, mas só a vontade. Mas realmente meu kindle está muito mais a salvo que um livro físico... rs... E, gente, além do cara ainda tem essa irmã que te deixou nesse estado? Que bom que ela se chama Juliane e não Juliana... A gente não deu autorização para a autora escrever uma personagem vadia com esse nome, né? hahahahaha...

    Olha, eu não leria esse livro de jeito nenhum. Já não sou fã de eróticos, você sabe... agora, orgia e a mocinha se apaixonando pelo ex-amante da irmã realmente são coisas que nunca entrariam na minha cabeça. Mas que bom que gostou tanto!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliane; Juliana... Quase lá Ju!!!! Hahahha Obrigada amada!

      Excluir
  25. Oi Paulinha, tudo bem?
    Estou seriamente com medo de você, risos...
    Que desabafo foi esse???
    Jogar o livro pela parede???
    E sua história de amor e ódio com o protagonista???
    Eu concordo com você, os autores possuem o dom de conduzir nossos sentimentos, uma hora estamos revoltados com o personagem, outra, apaixonadas!!!!!!
    Eu desejo sucesso para a autora, que eu conheci aqui no seu blog, mas pela sua resenha, percebi que não é o tipo de livro que me agradaria.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila! Vc sentiu minhas emoções em ebulição??!! Coisa de louco!! Bjuu

      Excluir
  26. Hey Paula. Tudo bem?
    Que capa mais safadinha é essa? :o
    Estou chocada, hahaha. E um dos protagonistas ainda tem meu sobrenome?
    Agora é que eu paro pra ler ele!

    Fiquei bem curiosa depois de sua resenha mega recheada e explicativa!

    Beijo

    ResponderExcluir
  27. Olá Paula!
    Sendo sincera, não tinha nem lido e nem ouvido falar desse livro em lugar nenhum. Mas a sua resenha me atraiu bastante!!! Nossa fiquei interessada em ler!

    Beijos
    http://plantaoonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Paula querida!

    Vc sempre consegue me deixar muito interessada ´por um livro que eu não leria se não fosse por sua resenha!
    Parabéns por mais esse super postagem!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  29. Parabéns pela resenha! Por causa dela comprei o livro e devorei em um dia..rsrsrrs! Li comentários do livro e resolvi buscar mais sobre ele. Ao ler a resenha que fez comprei sem pestanejar e ADOREI! Nana Pauvolih arrasou na construção da Maiana e do Arthur! Ele é um mocinho nada convencional e foi isso que mais amei no livro (cansei de ler livros com mocinhos politicamente corretos). Amei o fato de serem 100 páginas em que ele busca o perdão dela..rsrsrsrs! Super recomendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que gostoso Marina!!! Fico muito feliz que tenha lido por causa da resenha e tenha amado. O blog esta sempre aberto com boas dicas!!! Bjus

      Excluir
  30. percebo que é um livro voltado para o publico feminino,gostaria de saber se uma mulher casada lendo este livro sem o conhecimento de seu marido é algo saudável para a relação íntima dos dois ou não.já que o muitas coisas que acontecem aqui não faz parte de sua realidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que a leitura nunca é prejudicial, algumas vezes inclusive procuramos ler estilos e obras q sejam totalmente diferentes da nossa realidade e a graça se encontra nisso, no ficar só na imaginação. Claro que se é algo que está o incomodando converse com sua parceira, diálogo e criatividade sempre são boas amigas das relações. E experimente ler junto sem preconceitos ou julgamentos.

      Excluir