domingo, 25 de outubro de 2015

Resenha: Filha da Profecia - Coleção Sevenwaters # 3 - Juliet Marillier

Resenha: Filha da Profecia - Coleção Sevenwaters # 3 - Juliet Marillier
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Butterfly
Skoob

Sinopse: Filha da Profecia - Coleção Sevenwaters # 3 - Juliet Marillier
A história de Fainne, criada pelo pai, Ciarán, em uma terra distante. Ao se tornar adolescente, ela é visitada pela avó, a malévola feiticeira Lady Oonagh, que a obriga a embarcar em uma terrível missão: infiltrar-se na família, em Sevenwaters, e impedir que seu tio Sean e seus aliados reconquistem as Ilhas sagradas – invadidas há gerações pelos escandinavos.
Educada pelo pai usando seus dons de magia para o bem, ela, no entanto, agora se vê forçada a usar de artimanhas e maldade para atingir os objetivos de vingança de sua avó.




Estava ansiosa para fazer essa resenha, mais ansiosa ainda para iniciar essa leitura, Filha da Profecia está na minha lista desde novembro do ano passado e só agora que consegui ter o prazer de voltar a Sevenwaters, essa série não é só uma queridinha minha como leitora, é uma das melhores coleções de fantasia histórica que já tive o prazer de ler.

Juliet Marillier é uma AUTORA com todas as letras maiúsculas possíveis, logo que tive contato com o primeiro volume, o A Filha da Floresta há alguns anos atrás, já tinha em mente que iria querer ler qualquer livro que fosse lançado por essa autora aqui no Brasil e que não me decepcionaria. Então, estou eu aqui depois de três livros, expressando meu amor e admiração por mais essa completa e intensa história.  

Para quem não sabe a série Sevenwaters conta em cada livro a história de basicamente uma geração dessa família, são histórias fortes, que tem como base a mitologia Celta, se passam em tempos que batalhas não só envolviam muito suor e sangue como também crenças e misticismos. Druidas, feiticeiros, damas e lords da floresta, pequenos seres, sereias, maldições e profecias envolvem esse mundo onde tudo acontece como deveria acontecer, mesmo nós pobres humanos entendendo ou não o que a Deusa queria ou não mostrar e dizer.

Nesse capitulo da história nossa protagonista é Fainne
Ela que é filha do feiticeiro Ciarán, que foi criado como um druida, mesmo nunca podendo ser, por causa de seu sangue. Ela que é filha de um incesto, sendo que sua mãe e seu pai, apaixonados sim, do mesmo jeito sendo membros da mesma família em alto grau, e ela que é neta da mais sombria e temida bruxa, feiticeira que aquela terra já viu, Lady Oonagh, essa já nossa velha inimiga e conhecida de outras épocas. 

Fainne é criada longe de Sevenwaters, em Kerry sob os olhos e ensinamentos de seu pai, depois que sua mãe Niamh (acreditam todos) se jogou de um penhasco, a menina de agora treze anos é uma feiticeira poderosa e apesar de todo esse poder e conhecimento sabe que não poderia ter uma vida normal como as demais mulheres, por isso se mantem afastada de todos da região, mas não consegue se manter tão afastada assim de seu melhor amigo, o amável músico e adestrador de animais, Darragh.

Porém, agora sua avó voltou para sua vida e lhe deu uma missão muito importante, usando de chantagem e assassinatos Lady Oonagh consegue que Fainne caia em sua mãos. Ela terá que partir para Sevenwaters, infiltrasse dentro da família de sua mãe, e impedir que seu tio Sean e todos os aliados da terra consigam reconquistar as Ilhas sagradas, terras de imensos poderes e  invadidas há gerações pelos escandinavos, agora Fainne é obrigada a trair, enganar, mentir e machucar pessoas para manter a saúde de seu pai, e aqueles que ama a salvos. Essa longa e importante batalha irá não só mostrar o futuro que a humanidade tomará, assim como também Sevenwaters e todos os poderosos seres da floresta que podem sumir para sempre.

Fainne é uma personagem tão completa e complexa! Dentro dessas 618 páginas encontramos tantas nuances de uma só mulher que é muito difícil comentar todas aqui nesse texto. Conhecemos uma Fainne novinha que é desiludida por tudo aquilo que não pode ter, logo depois conhecemos a Fainne começando a usar a magia e acreditando que aquilo a torna uma pessoa ruim, boa feiticeira, má ser humano, conhecemos a menina que esconde seu amor, que se mantem afastada de todos, que não se deixa amar, que acredita que o amor é ruim, que é uma fraqueza que só traz dor e solidão. Fainne que se acha feia e monstruosa por ter uma deformidade nos pés, afinal, pai e mãe do mesmo sangue, vocês sabem o que dizem?!!! Vemos a Fainne que comete atos ruins, que não consegue fugir do controle da bruxa, que acredita na escuridão dentro dela, e depois vemos a Fainne que é altruísta, que procura fazer o certo, que acredita no que lhe foi ensinado, que usa dos poderes druidas, os elementos, a natureza como fonte de sabedoria e proteção. Aquela que vai proteger o que deve ser protegido. A Filha da Profecia!

Em todas as história a autora brinca com suas personagens mulheres e com seus papéis,  são sempre as que mais sofrem, são também as heroínas, ou as maiores vilãs, ou ambas ao mesmo tempo, naquela época, tudo eram os homens, eram eles o maiores guerreiros, os líderes das família, aqueles que protegiam todos a sua volta, e Juliet sempre inverte os papéis, ela é mulher? É uma criança? Novinha? Fraquinha? Coitada?! Bem... é ESSA a personagem que vai ter o papel mais importante, é essa que vai mostrar a força de mil soldados, é essa que vai derrotar ou perecer diante do mal!

Tenho muita coisas que poderia citar fazendo um balanço dessa obra e das demais da série Sevenwaters, e muitas se resumiriam em LEIAM! 
Não perca, não tenha preguiça por causa da grossura dos livros, acredite você vai pedir por mais, não tenha medo de se entregar a leitura, você vai sofrer, E MUITO! Vai chorar! Vai! Chorei nos três livros e em varias partes, as vezes só de tristeza, as vezes de emoção, as vezes só e por causa da escrita, que é LINDA! Você vai amar esses personagens, vai se envolver, temer por suas vidas e se alegrar por suas vitórias e vai querer sempre os proteger do que está por vir. Uma coisa que aprendi lendo Filha da Profecia, assim como os demais livros é que aquilo que tem que acontecer, sempre vai tomar um rumo para acontecer, sendo ele mais difícil ou fácil, mais alegre ou sofrido, e que podemos tentar entender e saber o futuro, mas assim como as profecias são enigmas com muitas peças soltas, as histórias de Juliet Marillier sempre terminam surpreendentes e fechadas, e com uma leitora com lágrimas nos olhos! 
Um leitura forte, intensa e apaixonante! Recomendadíssimo! 

Paula Juliana

42 comentários:

  1. É uma delicia ler uma resenha em que a blogueira adorou o livro. Senti isso em cada parágrafo seu!!! Quero ler e quer ficar devastada igual você!!!
    meuamorpeloslivros. blogspot.com.br
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que sentiu Ivi! Realmente quis passar meus sentimentos por esse livros, esses livros! São maravilhosos! Beijos linda!

      Excluir
  2. Eu tenho visto alguns comentários sobre a série e estou com a maior vontade de ler, mesmo sendo um gênero que não me agrade essa série estou curiosa. Mesmo tendo seiscentas e tantas páginas eu pude perceber,pela sua resenha, que não importa o tamanho no final a vontade é de continuar lendo. Sua resenha me deixou extremamente interessada em ler, você falou tão bem do livro que não poderia ser diferente.

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    gostei de saber um pouco mais do livro, já vi ele sendo vendido, me deu vontade de comprar pela capa, mas acabei desistindo. Agora lendo uma resenha, tenho certeza que vou gostar.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Adorei sua resenha, me deixou com vontade de ler. Beijos.
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Paula!
    Me sinto tão feliz quando vejo uma resenha assim de um livro que amo tanto. Também sou apaixonada pela escrita da Juliet. Acho que ela cria muito bem personagens e também chorei com todos os livros da série. Adorei o rumo que a série tomou e estou LOUCA para ler o próximo.
    Beijos ❤❤❤

    ResponderExcluir
  6. Olha eu ainda não li a série, mas uma das minhas colaboradoras tá lendo e está gostando bastante.
    Espero poder fazer a leitura dessa série em breve, mas eu acho que vou deixar para mais pra frente, porque vou começar com os menores primeiro sabe? Mas mesmo assm gostei das suas considerações do livro e espero gostar também das estórias anteriores =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-ordem.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Sil! Mesmo sendo grossinho, não se deixe amedrontar que são muito bons! Beijos

      Excluir
  7. Ai, meu coração!
    A cada resenha que leio a respeito dessa série, me encho de boas expectativas. Parece ser uma ótima história. Saber que esse terceiro volume continua tão bom, merecedor de cinco estrelas, me faz feliz. Adoro quando, a cada volume, nos sentimos ainda mais envolvidos e surpreendidos em um enredo. Sua resenha não deixa dúvidas sobre a qualidade dessa história. Com certeza, quero lê-la.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fran! Leia mesmo, e se emocione, chore, ria, se apaixone que é uma série maravilhosa! Beijos

      Excluir
  8. Oláá
    Já ouvi muitos elogios sobre o livro e a coleção mas não sou muito de ler fantasia e esse não chamou minha atenção apesar de ter um enredo interessante, quem sabe mais para frente eu arrisque? sua resenha está ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ja li resenhas sobre esta serie em algum lugar mais não me animei muito não , estou fugindo de series no momento e devo dizer que gosto de historias mais realistas sabe não curto muito livros do gênero fantasia mais sempre procuro dar uma chance a eles, pelo enredo aparenta ser uma historia interessante e envolvente tentarei dar uma chance a serie futuramente, sua resenha esta ótima
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Oi Paula,
    Ainda não li nenhum livro da série, mas já li várias resenhas com excelentes opiniões sobre ela, sua resenha é uma delas, completamente envolvente. Já tinha adicionado na minha lista de leitura, mas vou começar a ler mais para frente.
    Bjim!

    Tammy
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  11. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. Estou com muita vontade de ler esta saga mas cada vez que procuro eu achocaro... snifff! Mas me chama muito a atenção tanto pelas resenhas que leio como pela capa. E olha que é uma temática que às vezes é enjoativa mas este parece não ser assim!
    Que vontade de ler tudo de uma vez só!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, Paula.
    Eu quase comprei esse box esses dias. Essa capas são demais. Como ainda não li nenhum dos livros, não sabia bem do que se tratava, mas achei bem interessante. Adoro mitologia, seja ela qual for. E como assim você chorou lendo os livros? Nem é de drama hehe. Que bom que os livros são todos bons, e não somente o primeiro. Assim que der eu vou ler ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo Sil! Chorei!!! MUITOOOOOO! Drama é pouco sim! hahaha
      Beijos

      Excluir
  13. Oi Paulinha, sua linda, tudo bem
    Quando eu vi o livro que você resenhou, na hora, lembrei da história. Essa autora é fantástica!!!! Ela mexeu comigo de uma forma, nossa, já estou até emocionada. É uma das melhores séries que já li na minha vida. Eu me conectei tanto com essa família, que quando eu abri esse livro, eu quis ir embora, brigava com a autora, queria minha família de Sevenwaters de volta. Mas ao entrar na vida de Fainne, eu não queria largá-la. Amei sua resenha, amei essa história, e queria que todo mundo tivesse a oportunidade de lê-la.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cilinha é verdade! Uma das melhores séries que li na minha vida também!Muito amor! Beijos

      Excluir
  14. Há muito tempo que quero ler essa série. Confesso que não li a resenha para não apanhar spoilers, mas só o facto de ver o post deu-me vontade de finalmente iniciar a série.
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  15. Oi Paula!
    Todos amam e adoram essa trilogia! É muito boa! Quem ainda não leu, precisa começar a leitura para ontem!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá! Sempre vejo resenhas positivas sobre esses livros e você acredita que nunca li! Sua resenha me deixou com água na boca para ler eles, tem tudo que eu gosto em um livro de fantasia: bruxas, druidas e mais um pouco. Fala da mitologia Celta, que gosto bastante. Espero poder ler logo eles. Beijos!


    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oie!!
    Eu já tinha visto esse livro por aí, mas não dava muita bola porque é enorme e porque sei lá, a capa não me chamava muito a atenção. Eu estava lendo tudo normal e quando você falou de mitologia céltica eu arregalei os olhos, mais interessada no assunto do livro apresentado nessa resenha. Gosto muito de mitologia, e céltica então porque não conheço muito, mas gosto de aprender, li algumas coisinhas, porém não sei o suficiente.
    Gostei do que a obra apresenta, e ter uma jovem tão forte e nova como uma protagonista forte e complexa é uma das coisas que mais gosto. Parece uma leitura atrativa, cheia de mistério, descobertas e crescimento de personagens!!
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Alana! E fico muito feliz em ter deixado a série atraente para vc, também amo mitologia celta! Beijos

      Excluir
  18. Pela resenha dá para sentir o quanto você gostou do livro. Chega a ser contagiante e dá a maior vontade de sair do blog e ir atrás do livro na mesma hora.
    Adoro as capas dessa série e tenho duas amigas que estão tentando me convencer a ler mas mitologia céltica não faz muito meu estilo de leituras, mas quem sabe eu acabe cedendo...

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  19. Eu sou apaixonada por essa série, realmente a autora é com letras maiúsculas! Meu preferido é Filha da floresta, é meu xodó. Mas esse foi uma ótima conclusão para a trama toda. Adorei!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filha da Floresta é meu queridinho também, acredito pq é o mais sofrido também! Vai dizer, a gente gosta de sofrer! Beijos

      Excluir
  20. Oi Paula... nossa... mais uma resenha intensa dessa série... sinceramente desde o lançamento da série eu não tive vontade de ler o livro e até o solicitei depois que fechei parceria com a editora, mas para passar para a minha resenhista ler, porém nossa!!!! As coisas estão tomando outro rumo, porque estou muito curiosa com os elogios da escrita dessa autora... o meu receio é que não gosto muito de fantasia e eu não quero abandonar o livro, mas daí diante de resenhas como essa fica dificil não querer ler... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Xero! Fico feliz de ter despertado sua curiosidade de conhecer a escrita dessa autora, é fantástica, leia mesmo se puder! Grande beijo!

      Excluir
  21. Oi Paula, tudo bem?

    Gostei bastante da sua resenha e da sua empolgação. É ótimo quando gostamos de um autor e ele não nos decepciona com os seus livros, não é!?

    Não entendo muito de mitologia celta, mas adoro bruxas, feiticeiras, então acho que leria. Adoro personagens fortes e complexas, e a Fainne parece bastante desenvolvida e cheia de facetas. Muito legal isso da autora valorizar as mulheres, criar heroínas fortes, determinadas e que dão de 1000 a 0 em qualquer homem. A escrita da autora parece ser bastante envolvente também.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir