sábado, 12 de dezembro de 2015

Resenha: Pecado Sombrio - ( Dark Gold ) Série Cárpatos 3 - Christine Feehan

Resenha: Pecado Sombrio - ( Dark Gold ) Série Cárpatos 3 - Christine Feehan
Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Editora: Universo dos Livros

Sinopse - Pecado Sombrio - ( Dark Gold ) Série Cárpatos 3 - Christine Feehan
Alexandria Houton e seu irmãozinho órfão se deparam com um terrível mal em meio às brumas da agitada San Francisco,  até que surge Aidan Savage, um ser dourado saído das sombras, mais sexy e misterioso que qualquer outra criatura da noite. É ele, um Cárpato macho e centenário, quem os arranca do destino medonho que os aguardava. Mas seria Aidan um milagre… ou um monstro? Alexandria se vê tomada por uma paixão avassaladora, capaz de desafiá-la a explorar um lado desconhecido, extremamente sensual – e perigoso. O que ele oferece parece seguro, sedutor e prazeroso... Se ela se render ao desejo selvagem de Aidan e lhe der a luz pela qual ele tanto anseia seria realmente possível que ele salvasse o seu irmão?

'' Uma parte de mim é um animal selvagem, um caçador, uma maquina assassina muito eficiente... Acho que é isso que está nos seus pensamentos. E é verdade algumas vezes. Mas não é o caso com você. Um macho Cárpato é responsável pela proteção, pela saúde e pela felicidade de sua parceira. Eu sou a escuridão para a sua luz. Você traz a compaixão e bondade dentro de mim.''

Sinto que preciso urgentemente fazer uma resenha positiva dessa obra! O queridinho da vez é Pecado Sombrio, da Série Cárpatos, da autora Christine Feehan. Esse livro é o terceiro de uma saga, quando li o primeiro livro eu fui bem crítica quanto a ele e teve alguns pontos que realmente me incomodaram. O que não aconteceu no segundo livro da saga e nem no terceiro.

'' Deixa-me mostrar para você, então - ele disse suavemente, com uma voz grave, intensa, masculina, um veludo negro carregado de sedução.''

Para quem não conhece temos aqui uma mitologia diferente sobre vampiros que o convencional que sempre lemos. Nossos mocinho não são vampiros, são Cárpatos. Os Cárpatos são caçadores de vampiros. Os vampiros aqui são retratados como seres sujos, sem honra, e com sede de sangue. Os Cárpatos como também se alimentam de sangue, podem se tornar vampiros, se eles matarem alguém durante suas alimentações ou se não encontrarem suas verdadeiras companheiras. 
Com o passar dos séculos os Cárpatos vão perdendo seus sentimentos e param de sentir qualquer coisa - inclusive não enxergam mais cores - isso vai ocorrendo até eles se transformarem em vampiros. O único modo de evitar isso é achando a suas mulheres. Mas não são qualquer mulheres, dentre as humanas, as únicas mulheres que conseguem passar pela transformação são as sensitivas. Dentre as mulheres da raça dos Cárpatos - que nasceram como Cárpatos - são inférteis e poucas. Então é muito homem para pouca mulher igual a muitos Cárpatos se transformando em vampiros ruim e sangue frios.

'' - Eu pareço alguém que gosta de receber ordens? - perguntou, enquanto batia o telefone violentamente. - Está tatuado '' por favor, me dê ordens'' na minha testa?
 - Deixe-me ver... - disse Aidan, aproximando-se dela. Sua boca estava a poucos centímetros dos lábios de Alexandria . - Humm...não mesmo. Está escrito ''extremamente beijáveis''.

O nosso protagonista é Aidan. Ele minha gente... tem 800 anos de idade, estava muito perto de se transformar. Já não sentia nada e seu lado escuro que gostava de matar estava já se sobrepondo a seu lado humano. E ai ele salva Alex - a nossa mocinha -  que tinha sido sequestrada por um vampiro. Como um príncipe lindo loiro e sensual ele aparece mata o vampiro e resgata a donzela e... seu irmãozinho! Alex cria o irmão desde a morte de seus pais, nosso menino Joshua tem seis aninhos, e é a coisa mais fofa do livro! Me encantei e me apaixonei por ele - não sei o que está acontecendo comigo, é a segunda criança nesse mês que me conquista!  

Bem... Vamos a o que achei da história!

Como era o terceiro livro, eu já estava costumada com o mundo que a autora criou e já gostava. Então entender a mitologia foi fácil para mim. O que gostei: primeiro do protagonista gostei muito dele e logo de cara. Ele tem todo o perfil dos homens Cárpatos que a gente já bem conhece...bonitão, sedutor, protetor e dominador! Todos os Cárpatos tem essas características, e sempre temos o mesmo problema entre o casal, ele quer ''controlar'' ela e ela quer sua liberdade. Mas minha gente esse homem nasceu a 800 anos atrás, agora pensem vocês, ele nasceu e foi perdendo sua capacidade de sentir, dai quando encontra sua mulher, volta tudo ao mesmo tempo, é lógico que ele não vai quer deixar a mulher longe das suas vistas.
HÁ! E temos um grande detalhe, se sua companheira morrer, o Cárpato morre! E vise versa! Então eles não vão deixar a mulher sair por ai com um monte de vampiros loucos a solta e a mulherada não entende! Quer a liberdade! E dai a Alex começou a me irritar! (Risos!!)
As mocinhas sempre me irritam! Mas diferente da do primeiro livro, eu gostei de Alex, gostei da força dela e da relação que tem com seu irmão. Gostei da forma que ela aceita Aidan, mesmo que demore um pouco e esse homem tem muita paciência! E quanta tensão sexual! Jesus! Esse mocinho é guerreiro! E a autora escreve tão bem que sentimos tudo palpávelmente o que os personagens sentem! É muito bom!

'' - O seu corpo e o meu fizeram a escolha por nós. Sua alma é a outra metade da minha alma. Meu coração é seu coração. Nossas mentes buscam conforto e intimidade uma com a outra. Nós não somos completos quando estamos sozinhos. Somos duas metades de um mesmo inteiro. Essa é a verdade, Alexandria, quer você goste dela ou não.''

Outra coisa que eu queria deixar claro é que mesmo a Capa deixando transparecer que é um romance erótico, temos bem pouco de sexo no livro, e até a página 300 o casal protagonista não dorme junto. Ele tem umas três cenas mais quentes no máximo e é muito mais sensual que erótico!

Tudo por culpa de Aidan e seu sexy apeio, o homem tem aquele borogodó! Aquela voz, aquela pegada! E nem faz esforço para isso. Algumas cenas não tem nada de sexuais, mas a forma que os  dialogas são montado e escritos, quando Aidan fala a coisa fica sexy! É até engraçado e muito bom!
Apesar disso, não acho que seja um livro só para as mulheres. Esse livro tem tudo para ser lidos por homens e mulheres. Pontos fortes do livro e que os homens vão gostar são: As cenas de ação - que são muitas - e a mitologia que é muito boa. Então acho que é uma obra equilibrada para todos lerem.

'' -Fique do outro lado da sala. Estou falando sério, Aidan. Você é letal. Devia ser trancafiado em alguns lugar.
- Mas eu não fiz nada... ele sorriu e se movimentou para perto dela. - Ainda!''

Não achei erros de edição nesse livro. Achei a história gostosa e fluída! Divertida, intensa e sensual! Uma grande história e a minha preferida dentre os três livros até agora.
Não poderia deixar de comentar que meu Gregori aparece de novo tanto no segundo volume quanto nesse - como secundário - mas sempre que aparece rouba a cena e estou louca a ansiosa para o próximo volume que vai ser do Gregori - O sombrio - meu lindo! 

Para finalizar! Indico a obra para quem gosta de um bom romance sobrenatural, uma boa história e gosta de viajar e entrar de cabeça em uma obra! Pecado sombrio será um pecado se não for lido! Não tive como não fazer um trocadilho!

'' - Minha nossa! - a voz de Joshua era, ao mesmo tempo, impressionada e enjoada. - Você gosta dessas coisas nojentas, Aidan? (...)

 Joshua olhava para a irmã com um sorriso especulativo. Havia uma luz carregada de esperteza nos olhos dele.
 - E ela também parece gostar disso. (...)  
 - Ela gostou sim - declarou Joshua. - Você deve beijar muito bem, Aidan. Ela nunca deixa ninguém beija-la, ninguém além de mim. - ele virou o rosto para aceitar o beijo de Alex; seu pequeno braço circulava o pescoço, enquanto ela se inclinava para beijar seu irmão. - Ninguém mais beija você também, exceto Aidan e eu.''

Paula Juliana 

Nenhum comentário:

Postar um comentário