domingo, 14 de fevereiro de 2016

[Vale a pena ler de novo] Resenha: A Promessa da Rosa - Babi A. Sette

Resenha: A Promessa da Rosa - Babi A. Sette
Classificação: Infinitamente Perfeito ♥ Favorito
Editora: Novo Século

Sinopse: A Promessa da Rosa - Babi A. Sette
A Promessa da Rosa - Século xix: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Kathelyn Stanwell vai sempre estar em casa quando mergulhar em seu coração... e eu também! Sinto que essa vai ser uma daquelas resenhas, aquelas que por mais que se fale, se escreva, nunca vai se chegar perto do quanto se sentiu lendo a obra. A promessa da Rosa foi uma leitura indescritível, estava com as expectativas lá no alto, esperava muito da obra, como já conhecia o trabalho da autora Babi, já esperava me emocionar, porém, NADA me prepararia para essa história. 

Foi tão gostosa, tão envolvente, me quebrou, no começo achei que ia seguir a receita dos meus tão amados romances históricos, que apesar de apaixonantes são meio que previsíveis, então comecei a ler e fui me apaixonando, me inspirando, me deixando levar pelos personagens, deixando esses protagonistas me puxarem pelas mãos e me contarem suas histórias, tudo lindo e maravilhoso, leitora feliz, apaixonada e suspirando pelos quatro cantos da casa e aconteceu... aquele desespero, aquela agonia, aquela sensação que se tudo não der certo na história, nada mais importava, e então, leitora com o coração partido, com a alma na mão, sofrendo pelo livro e com o livro! Só quem ama ler é que sabe que esse sentir, essa emoção, esse desespero não tem preço, porque fazer uma pessoa desconhecida, se entregar ao ponto de se envolver tanto com uma história é uma tremenda arte!

A promessa da Rosa foi uma arte! Um livro escrito com uma delicadeza que deixa a gente pobres mortais com os olhos cheios de água quando lendo... e como chorei, fazia tempo que não chorava tanto de emoção ao ler uma obra, acho que o último que me despeitou tanto, foi Princesa Mecânica da divosa Cassandra Clare! Falando em autoras, a minha preferida de época, acho que não é surpresa para ninguém é a nossa grande Julia Quinn, a rainha, e bato palmas para Babi A. Sette, porque ela superou a minha rainha, nem Julia tinha me feito tão desesperada lendo uma obra! 

Agora que deixei claro minha declaração de amor por essa linda história, vamos ao nosso enredo:

Kathelyn Stanwell é uma alma livre, uma moça do século XIX, que é amarrada e podada pelas convenções sociais, como dizem: status, vestidos, carruagens e bailes nunca foram a prioridade dessa jovem, ela é uma artista, uma mulher que ama opera, que ama cantar, que morre de paixão por estudar mitologias, principalmente a Grega, onde Ártemis é sua musa, então quando conseguiu ir ao seu segundo baile, da sua temporada de estreia como dama da sociedade, sim, ela só foi em dois, pois aconteceu UM pequeno acidente que a deixou de castigo por quase toda o seu debute, Kathe só queria arrombar o escritório do dona da casa para admirar seus artefatos antigos, mesmo podendo ser pega e acabar com sua reputação, e lá nesse baile de máscaras, depois de um arrobamento de uma porta com uma forquilha, tipo, um grampo de cabelo, que Kathe conhece Arthur Horold, acha que o homem é um mercenário, ou um pirata, olhando para sua fantasia negra, e seus olhos profundo, o homem parece um Gavião negro, e ela, moça que é uma admiradora e não uma ladra, a sua caça! 

Ai como me diverti, acho que tenho que deixar claro como foi divertido também, como me pegou as trapalhadas desse mocinha, mas continuando...

Após o encontro que ambos se deixaram levar pela paixão, Kathe foge do homem e mais tarde acaba descobrindo que seu Gavião negro é sim, um DUQUE, uma duque que tudo pode, o mais alto status, ele é o nono duque de Belmont.

Arthur a quer, mas sabe que se a forçar não vai nunca conseguir que Kathe vire sua duquesa, a nossa linda e idealista mocinha quer casar por amor e é por amor que ela acaba se apaixonando por esse duque, que mesmo com um contrato já assinado com o Conde pai de Kathe, a corteja e a conquista, mas ai vem tudo que me destrói, ops... destrói esse amor, e entre invejas, TRAIÇÕES e vingança, o amor tem que LUTAR muito para vencer! 

Kathe no inicio da nossa história é uma menina linda, uma menina doce, sonhadora, que quer o mundo, que inspira com seu olhar pela vida, que conquista pela autenticidade, e a risada, as gargalhas fora de hora, e nos apaixonada pelo seu amor por tudo que é vivo e bonito!

Belmont é... nossa! O homem! Bonitão, CHARMOSO, com aquela voz rouca e baixa, sexy e sedutor como o inferno! Um mocinho apaixonado, mas desconfiado! Sinceramente muito de todo o sofrimento da obra teria sido evitado se esse duque tivesse mais confiança nas pessoas e principalmente se confiasse nas pessoas certas!
E se for falar sobre bons personagens, temos um grande desfile quando olhamos para os personagens secundários! A autora soube desenvolver tão bem tanto os principais como os secundários, que não vou ousar citar por conta de não falar demais!

Kathe fala sobre as aparências e como a sociedade é ingrata e errada, Belmont fala sobre prioridades, sobre quando se é criado para se ser uma coisa, ele um duque, dá muito valor a tudo aquilo, mas será que ser um duque, com as sociedades e as portas abertas vai lhe fazer feliz? 

Bem... Entre risos e choros.... e muita emoção...

A Promessa da Rosa foi tão amor para mim que se pudesse daria um para cada um dos meus leitores aqui e mais um para cada um dos meus conhecidos, pois é uma história tão maravilhosa e emocionante que merece ser conhecida por todos!  Não é todos os autores que posso agradecer por não conhece-los, mas a Babi A. Sette eu posso, então, deixo aqui nessa resenha o meu muito obrigada, para essa autora, porque eu não to exagerando, foi uma leitora mais que maravilhosa, mais que inspiradora, mais que apaixonante, os momentos de amor e paixão entre Kathe e Belmont, os momentos que tudo deu errado e que eu queria gritar e chorar, os momentos que não aguentei e não sabia se limpava meu óculos nublado ou lia, que não queria parar por nada, que só queria entrar na história e bater em um, ou em outro e logo depois queria abraçar e beijar e fazer que todos se acertassem, bem... isso nunca vai ter preço algum, então autora, obrigada por criar isso tudo tão brilhantemente e me fazer sonhar, mergulhar no meu coração e na alma dos seus personagens! 

Recomendadíssimo! Uma obra para se ler com paixão! 

Paula Juliana

14 comentários:

  1. Que romance intriganate, deu vontade de ler. Seu blog é bem bacana. Parabéns pela bela descrição da história. bjsss
    www.katiamagal.com

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha, como sempre (risos)! suas resenhas são maravilhosas.Esse livro parece ótimo, vou até salvar para próximas aquisições. Queria ter nascido no século XIX <3 sou completamente apaixonada por esse século. Beijos

    www.mundoyoung.com.br

    ResponderExcluir
  3. Você capricha bem na resenha e me deixa mais curiosa para ler, adorei esse romance e a Kathe!! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Suas Resenhas Nem preciso dizer são maravilhosa!
    Sobre o livro eu amei e do estilo mais da minha irmã,mais fiquei curiosa para ler.
    Bjúús

    ResponderExcluir
  5. AMEI A RESENHA DAR VONTADE DE LER O LIVRO FICAMOS CURIOSAS PARA VER,ESSE ROMANCE E MARAVILHOSO PARABÉNS, PELA POSTAGEM E A RESENHA SEU BLOG É UMA FOFURA BEIJOS

    ResponderExcluir
  6. muito boa resenha
    fique bastante curiosa para ler este livro
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Essa resenha me chamou atenção. Já tinha visto esse livro em alguns sites mas não fazia idéia de que poderia ser assim tão emocionante...
    Bjsss

    ResponderExcluir
  8. Oiiii
    Gosto muito de ler...mas para ser sincera romance não é minha leitura favorita...
    mas sua resenha está tão boa que deu vontade de ler esse livro...quem sabe né?
    sucesso. bjossss

    ResponderExcluir
  9. Embora já esteja com a minha agenda de leitura presa com os que ainda quero ler, esse pela sua boa resenha despertou curiosidade, vou ver se leio

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  10. Adorei a dica!Amo livros, estou super empolgada em ler para passar isso à minha filha. Amei o resumo e vou procurar esse livro!
    bj

    Erika Magalhães
    http://www.blogtodavaidosa.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Com essa propaganda não tem como não ler!!!!
    Menina, se você está falando tão bem, eu só posso acreditar piamente.
    Vou comprar esse livro já!
    bjuuu

    ResponderExcluir
  12. Oieee impressionada com a resenha adoreii a históriaa quero ler tbm hahahah beeeijimmm

    ResponderExcluir
  13. Olá! Nossa, bem interessante esse livro, gostei da resenha! vou procurar! bjo

    ResponderExcluir
  14. Suas resenhas cada dia mais incrível... É meu estilo de literatura vou procurar o esse livre.... ♥
    beijooos :)
    www.jessicacardosoblog.com

    ResponderExcluir