domingo, 14 de fevereiro de 2016

[Vale a pena ler de novo] Resenha: Cidade do Fogo Celestial - Os Instrumentos Mortais - Vol. 6 - Os Instrumentos Mortais # Cassandra Clare

Resenha: Cidade do Fogo Celestial - Os Instrumentos Mortais - Vol. 6 - Os Instrumentos Mortais # Cassandra Clare
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Record

Sinopse - Cidade do Fogo Celestial - Os Instrumentos Mortais - Vol. 6 - Os Instrumentos Mortais # Cassandra Clare

''ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando.''

Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo — deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.

''Se não puder dobrar os céus, moverei o inferno.''

Dos céus ao inferno, do poder a magia, do amor a força da amizade, Instrumentos Mortais chega ao fim, e com ele a nossa diva Cassandra Clare fecha maravilhosamente bem mais uma saga poderosa.
Cidade do Fogo Celestial foi incrível, foi intensa, bem fechada, tocante e comovente, e mais um livro da autora que deixa uma marca e muitas, muitas saudades!
Essa resenha não contém spollers, então, não vou deixar inteiramente claro o que acontece no enredo! O que posso passar é a atmosfera que existia na obra e minhas impressões sobre esse final e nossos personagens.

O livro começa do ponto que termina o quinto volume, Cidade das Almas Perdidas. O clima é de preparação para uma grande guerra. Os caçadores estão com medo. A Clave não sabe o que fazer em relação aos últimos acontecimentos. Os membros do submundo estão naquela disputa de poder e se decidindo em que lado lutar, a quem se aliar!

O ritmo da obra é intenso, e rápido! É ação do começo ao fim! Ação, emoção, separação, amor - de todos os tipos! Amor romântico, amor fraternal, amor paterno e materno, amizade...   O amor que deixa tudo mais forte e intenso!

Cassandra dá muito significado para essa palavra!
Foi com um aperto no coração que me despedi de Jace, Clary, Izzy, Alec e Simon!!
Também de Maia, Jordan, Rafael! - Não digo Magnus, pois tenho a sincera impressão que ainda vamos nos ver por aí!

Amei cada partezinha desse livro! Amei o fim! Ainda estou naquela letargia pós livro! Sabem? Aquela sensação de adeus! Acabou??? O que eu faço agora?!? Tia Cassandra o que faço dessa minha vida sem essa turma?? Dói né?! Seis livros depois com um fim que tocou meu coração e me deixou feliz! 

Não chorei rios como no fim das Peças Infernais (que é meu livro preferido da autora!), não terminei o livro parecendo um acidente de trem ambulante, porém, o meu amor e emoção, mais aquela sensação de felicidade e saudades estavam ali! Se fazendo presentes e apertando meu coração!

Clary e Jace são perfeitos juntos! Foram amores e carinhos, sem falar daquele humor sarcástico e carismático que só Jace tem!  Jace que queria salvar o mundo e carregar a dor de todos em suas costas! Como não amar??
Izzy tão especial! A menina forte, caçadora exemplar e perigosa! Que nessa obra mostra uma grande sensibilidade e uma vulnerabilidade muito grande! Quem diria que ela é romântica?
Izzy se mostra abalada e muito família, alias, Izzy, Alec e Jace mostram o que é amor fraterno! O que é ser irmão de alguém! Os laços de sangue nem sempre são o que mais importam! O mesmo vale para Clare e Simon!

Simon que foi uma surpresa tão grande para mim. Eu que tinha uma resistência com esse personagem, foi nessa obra que consegui enxergar claramente como ele é importante para mim! Senti tão fortemente as cenas dele, as relações dele, como era importante ser aceito para ele, como ele percebeu que era importante e amado, e em certo ponto como eu amo Simon! Simon I love you! Desculpe todas as críticas ao longo dos livros!

Outro ponto forte do livro foi o casal mega fofo Alec e Magnus ! Magnus se mostrando para o leitor e Alec se aceitando finalmente! São muitas emoções!

Agora! Vamos falar do vilão?!? SEBASTIAN!

Esse foi o maior e melhor vilão escrito por Cassandra Clare para mim! Sebastian o menino demônio! Sebastian o assassino! Sebastian o garoto que não sabia amar! Acho esse personagem incrível! Ele tem tudo que um bom vilão precisa. Ele é um mostro! Ele mata os personagens que amamos! Ele quer pegar a irmã! Te faz odiar! Te faz ter pena! Te faz se questionar e ao mesmo tempo tem essa dualidade que tanto adoramos! Ele quer ser amado, não quer reinar sozinho, ele questiona e se impõe... ''Você é minha mãe! E me abandonou! Você tinha que me amar!'' e para Clare: ''Somos iguais, somos tudo o que o outro tem no mundo, você é capaz de perdoar? Me perdoar? ''  e eu TORCI, perdoei o menino que não pediu para ser o que era! O menino que não sabia amar e que não queria a solidão! Afinal ele foi criado por um mostro!
Achei o fim dele bárbaro e merecido! #ApertaCoração

Por último e não menos importante ao longo da obra, temos a presença de Emma e Julian. Eles e suas famílias e histórias que são totalmente importantes para a trama. Sinto que ainda vou ter eles na minha vida futuramente! Fui conquistada imediatamente! 

Tessa e um certo personagem amado também são peças chave no nosso livro! #LeiamPeçasInfernais
Quem disse que Princesa Mecânica era uma despedida? Não posso passar para o papel minha alegria em vê-los no livro! E fico pasma, chocada com a inteligencia e capacidade de Cassandra Clare de fechar tudo, trazer elementos das histórias e as entrelaçar, fazendo todo o maldito sentido sempre! É inexplicável!     

A relação entre os Parabataias é linda! São lindos todos os relacionamentos que a autora cria! Todo o significado da vida e imortalidade! Como a vida é finita, como a morte é presente e como lidamos com ela, como é difícil dizer adeus, o deixar ir! Seguir em frente! O mesmo vale para nós leitores! E também o amor sem limites, sem preconceitos e sem medo da felicidade! Leiam Instrumentos Mortais! Saboreiem cada pedacinho, cada página e parte dessa história e cada mensagem direta e indireta que essa trama pode passar! 
Até a próxima Tia Cassandra!

Paula Juliana

4 comentários:

  1. oi ^^
    cara essa mulher quase me matou nesse livro. foi mt intenso e não sou mt de chorar, mas nesse livro eu chorei demais. foi mt emoção pra mim.
    comecei a ler peças infernais agora q quando vi a tessa nesse livro fiquei bem curiosa em saber que ela tá em peças infernais. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Oi Paula,
    Já ouvi falar muito bem dessa série e quero muito conhecer todos os livros.
    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  3. Oi Paulinha,
    Olha eu aqui de novo... Quero e preciso ler essa série (são poucas as que me chamam a atenção). Vi o filme, o primeiro e achei bem legal, e como normalmente os livros são melhores que os filmes, realmente fiquei interessado em ter e ler a saga completa. E essa sua resenha só fez ficar com mais vontade ainda de adquirir.
    bjs

    Antonio Henrique Fernandes
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá.
    Todos elogiam mas nunca me senti atraido por essa série. Nao sei ao certo o motivo, mas a leitura nao rola.
    Abraço

    Clichê Imperial

    ResponderExcluir