domingo, 13 de março de 2016

Resenha: Zac e Mia - A. J. Betts

Resenha: Zac e Mia - A. J. Betts
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito
Skoob

Sinopse: Zac e Mia - A. J. Betts
Zac e Mia - A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.
No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.
Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.
Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?
Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.

Uma leitura especial!

Essa foi uma obra daquelas que bati o olho e disse: Quero ler esse livro e muito, muito rápido! 
Então, não aguentei, fui lendo e vi que a história iria muita além da capa bonita e do romance que esperei que encontraria! Zac e Mia com diálogos espirituosos e um drama bonito, forte e envolvente me fez ter esperanças, me mostrou lados de uma mesma história que nunca tinha encontrado. A. J. Betts não fez mais um livro sobre a palavra com C, não é o câncer o drama principal, é uma obra sobre seus personagens, sobre pessoas, sobre vidas que lutam e sobrevivem! 

Me apaixonei, muito e completamente. Quando entendi que os personagens principais eram dois adolescentes doentes, pensei logo nos livros que tinha lido com esse tema, A Culpa é das Estrelas, foi o principal do meu repertório, mas me surpreendi com os eventos de Zac e Mia, pensei que iria seguir uma linha e foi outra completamente diferente, para mim a palavra que define essa linda história é: DEPOIS, pois é disso que se trata, e depois que descobrimos a doença, depois que se tratamos, depois que estamos ''curados'', a chamada remissão, e depois o que acontece? O que acontece com a cabeça das pessoas? Como é o seguir em frente? Como é o catar seus caquinhos e continuar vivendo? É viver? Ou é um grande limbo? Continuamos até que médicos, exames e hospitais lhes digam que estão 100% curados, ou que o pesadelo voltou? Zac e Mia vivem essa realidade, essa cruel e crua realidade.

Zac teve leucemia, se tratou, tem uma nova e bonita medula chamada Helga, sim, pois ele é parte outra pessoa agora, não é? Mia lutou contra a ideia que estava doente, até não ter mais opções, agora não tem mais câncer, mas também não tem mais uma perna, a menina popular e baladeira, tem que se encontrar novamente e lidar com uma nova vida, onde se sente mutilada! Dois dramas fortes, duas vidas que se cruzaram em um hospital, por meio de batidas na parede, uma amizade que se formou em meio a berros, lágrimas, brigas, de um lado e de outro de aceitação, força, família e esperança!    
Dois personagens que não poderiam ser mais diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, ambos buscando algo, ansiando por novos começos, por vidas seguindo em frente, com novas realidade, novas limitações, novas perspetivas, onde coisas que antes importavam tanto, não importam mais!  

A autora tem uma escrita linda, é muito literária, muito bonita e delicada, os diálogos são ótimos, os personagens tão bem estruturados e delineados que é muito gostoso de se ler, as tiradas são engraçadas, algumas vezes pura graça e outras com aquele humor negro e ácido que adoro! Bem... fui conquistada!
Zac é lindo, fofo, um menino dez, não um nove, forte, racional, ele se apegou a números e estatísticas, mesma a dele sendo um grande cinquenta porcento, Mia é um furação, aquele que chega e quebra, bagunça tudo, uma menina perdida. Zac se encontrou em Mia e Mia se encontrou em Zac, razão e emoção, delicadeza e fúria, força e coragem!

Não é uma história com uma grande paixão, um grande romance, é uma história linda, inspiradora, de amor e amizade, que coloca as coisas que devem ser prioridade nos seus devidos lugares.  

Zac e Mia é uma obra que recomendo para todos. 
Todos os estilos e gostos, todas as pessoas que se deixem tocar, me emocionei muito, me aguentei para não chorar, terminei de ler com o coração na mão, mas completamente feliz e me sentindo muito, muito bem, coberta de esperança! A. J. Betts fez um belíssimo trabalho, uma obra sensível, emocionante, engraçada e envolvente, com aquele algo mais que sempre procuramos!

Paula Juliana  

3 comentários:

  1. Oie
    Esse livro parece ser daqueles que prende o leitor e emociona. Tenho curiosidade em ler.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oioi denovo! - meio que estou stalkeando seu blog, hehe.

    Eu amei Zac & Mia, e eu não consegui me aguentar. Eu chorei e fiquei com o coração na mão chegando para o final (você sabe de que parte estou falando). É incrível e inspirador! Concordo com tudo que você falou.

    Eu fiz a resenha dele no meu blog, se estiver afim de ler!
    Beijos!

    http://missbeastlytales.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir