domingo, 24 de julho de 2016

Resenha: Na sua pele - Série HOMENS MARCADOS - Rule #1 - Jay Crownover

Resenha: Na sua pele - Série HOMENS MARCADOS - Rule #1 - Jay Crownover
Classificação: Infinitamente Perfeito ♥ Favorito
Editora: V&R

Sinopse: Na sua pele - Série HOMENS MARCADOS - Rule #1 - Jay Crownover
Shaw Landon é uma garota perfeita, o sonho de consumo de qualquer cara. Rule Archer é o bad boy que toda garota quer em sua cama. A rebeldia dele sempre a atraiu, a perfeição dela sempre o afastou. Ela tinha certeza de que ele nunca a tocaria.
Porém, um encontro inesperado e uma alucinante noite de amor podem mudar tudo. Eles irão sentir na pele que a atração entre os opostos pode ser mais quente do que se imagina.
E para que essa ardente paixão tenha um futuro, a garota certinha e o cara desajustado terão que aprender a lidar com suas diferenças. Prepare-se para ser tocada por Rule Archer. Ele marcará você feito tatuagem... 

''Você e o papai precisam acordar pra vida. Eu poderia muito bem ter voltado pra casa num caixão, em vez de engessado. Já perderam um filho, precisam dar valor aos que sobraram, independentemente de concordar ou não com as decisões que a gente toma ou deixa de tomar.'' 

Sabem o que mais queria? Queria começar essa resenha com uma paixão tão grande, tão explosiva, tão marcada, que vocês não teriam outra escolha que ir correndo ler essa história e terminariam como eu! Louca e apaixonada! Babando por essa obra, que me envolveu ao ponto de tirar meus pés do chão e me desligar de tudo e de todos! Eu viajei com o livro: Na sua pele, vivi essa intensa e dramática história, sorri, chorei, me emocionei, me apaixonei, gritei, briguei e xinguei os personagens em algumas horas e em outras queria colocá-los no colo e dizer que tudo ia ficar bem!
Jay Crownover é oficialmente a minha mais nova autora favorita, quero engolir os seus livros, quero conhecer tudo que ela tem para me contar e quero muito, muito mais dessa série linda, Homens marcados é uma prato cheio e delicioso para qualquer leitor saborear e se fartar de prazer e amor!

''Era meu irmão gêmeo idêntico, e a gente se completava: ele era a luz, eu era as trevas; o fácil contra o difícil; a alegria e a angustia; perfeição perto do zoado. Sem ele, vou ser sempre incompleto.''

Na sua pele fala de perdão, aceitação, amor, amizade, fraternidade e família!

A família Archer sofreu uma grande perda, a cada dia se distancia e se quebra mais e mais. Rule nosso garoto lindo problema é nosso mocinho, nosso quase anti-herói da vez. Ele sempre foi intenso, complicado, briguento, nervoso, o completo oposto de seu irmão gêmeo, Remy, que sempre foi o amigo de todos, certinho, o bom garoto que fazia tudo certo e tinha tudo sobe controle, até que em uma noite Rule liga para o irmão ir buscá-los pois estava muito bêbado e no caminho em um trágico assistente, Remy, perde a vida!

Todos temos maneiras diferentes de ligar com a dor e a perda! Rule tinha a dele. Um misto de muita bebida e muitas mulheres sem nome e sem rostos que passavam por sua cama, mulheres essas que eram vistas em primeira mão pela certinha e confiável Shaw.    

Shaw  é nossa mocinha! Loucamente apaixonada desde os treze anos pelo irmão errado, Shaw sofria calada e engolia sua paixão sempre que ia resgatar Rule todo domingo de manha para o café da manha da família Archer. 

Shaw foi meio que adotada pelos Archer, vindo de uma família rica e desajustada, com pais que pouco ligam para o seu bem estar ou felicidade, que só querem que ela seja a boa bonequinha de luxo para manter as aparências, Shaw foi salva de uma vida de solidão por Remy, o irmão bonzinho que salvou ela de sofrer bullying, a colocou embaixo da asa e levou a menina solitária para o convívio de sua família.

Todos pensavam que Remy e Shaw eram um casal, mais que amigos, mais Shaw negava, dizia que eles eram como irmãos, e em segredo sofria por ser apaixonado por Rule que nunca a enxergou como mulher!   

Sentiram o drama?
E não termina por aí!

Depois da morte de Remy, os pais dos Archers que nunca aceitaram Rule com suas mil tatuagens, meu cabelo colorido e seus piercings, o culparam pela morte do irmão! Principalmente sua mãe que no dia do enterro disse para Rule que ele é que deveria ter morrido!
Então vocês podem imaginar que os cafés de domingo eram BEM movimentados e explosivos!   

Shaw e Rome, o irmão mais velho e militar, eram as cordas que mantinham a família unida! Uma dessas cordas se rompem quando após uma dolorida discussão, Shaw anuncia que não iria mais aparecer até que Rule fosse aceito pela família como é, que eles parecem de o culpar por tudo e principalmente que parecem de tentar transformar um irmão no outro!  

E agora vocês podem me perguntar: E o romance Paula, quando ele acontece? 

Bem... as coisas esquentam e perdem o controle, na noite do aniversários da nossa doce, centrada boa garota Shaw, quando depois de algumas confissões e muito álcool, Rule e ela pelam fogo! 
Agora, se a garota nota dez e o cara virado podem dar certo é outra história! 

Os dois tem muitos problemas, muitos casos a serem tratados, aceitos e superados!
É uma linda história de amor e superação, com o amor como instrumentos de cura, sem perder a pegada da história, perdendo o fôlego, sem deixar de ser intenso, quente e incrível!

''- Não sou de pular páginas, Dale. Sempre leio o livro até o fim.''

Esse é o máximo da história que posso contar. Mas isso tudo vai muito além do drama, é um enredo viciante, e com muita adrenalina, muitos segredos, muita, muita história. O livro é narrado pelo casal, intercalo entre Rule e Shaw. Essa mistura é magica para entender a história como um todo e os personagens profundamente.

''- Aí é que tá, Shaw: nunca pensei que precisava até ficar com você. Nunca pensei que precisasse de nada nem de ninguém até você entrar na minha cabeça e começar a derrubar todos os muros que construí para me proteger dos meus sentimentos.''

Como não se apaixonar por Rule? O menino tatuador que fez de seu corpo sua marca, seu diferencial, que queria gritar para o mundo e ao mesmo tempo se esconder dele?
E a menina Shaw que merecia ser amada plenamente! Que nunca foi aceita como era por seus próprios pais, que fazia tudo certo pensando em todos, quando que ia pensar no que era certo para si? Para ela enfim ser feliz!?

'' Só não gastava muito tempo sendo a pessoa que realmente queria ser. Essa pessoa estava trancada em algum lugar nas profundezas do meu ser, com falta de ar e ainda se apegando à esperança de que o Rule notasse que estava viva. Era muito cansativo ser assim e, nos meus momentos mais vulneráveis, quando era brutalmente sincera comigo mesma, tinha que admitir que não sabia por quanto tempo mais conseguiria aguentar.'' 

Algumas pessoas não difíceis de se amar. Isso não quer dizer que não valem o esforço!  
O romance é LINDO! Daqueles que você lê até o amanhecer, que nem o sono te faz largar, o enredo é movimentado, rápido, te deixa sem ar, você conhecer tão bem os personagens que se vê neles em determinado ponto da história, já esta totalmente mergulhado, submerso nela, apaixonado, envolvido, viciado! Na sua pele foi um livro apaixonante! Homens Marcados tem o potencial de ser uma série grandiosa e incrível! Recomendadíssimo! Se deixem marcar por essa história!   

''- Você me faz pensar que tudo vai dar certo.''

Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário