Pular para o conteúdo principal

Resenha: Sombras Prateadas - Bloodlines - Livro 05 - Richelle Mead

Resenha: Sombras Prateadas - Bloodlines - Livro 05 - Richelle Mead
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Seguinte

Sinopse: Sombras Prateadas - Bloodlines - Livro 05 - Richelle Mead
Sydney Sage arriscou tudo. Ainda infiltrada na organização, trabalhava contra os alquimistas e vivia um romance secreto com o vampiro Adrian Ivashkov. Qualquer deslize poderia trazer tudo por água abaixo, e foi exatamente o que aconteceu: sua própria irmã descobriu seu relacionamento proibido e a denunciou, fazendo com que Sydney fosse capturada pelos seus pares e mandada para a terrível reeducação. Cercada de inimigos e sem saber onde estava ou como sairia dali, Sydney luta para manter sua identidade, sua capacidade de pensar por si mesma e, principalmente, a esperança de que encontrará Adrian novamente.

Cativante! Eletrizante! Viciante!

Como sempre é difícil fazer resenhas das obras da minha autora preferida na vida! Richelle Mead ama me conquistar e reconquistar a cada leitura e eu amo me deixar seduzir! Leio os livros da autora há anos e sempre é aquele sentimento de deslumbramento com se fosse a primeira vez. Sombras Prateadas é o quinto livro da Saga Bloodlines, que conta a história de Sidney e meu lindo, carismático, cativante Adrian!!!

O Quinto livro começa do exato ponto onde terminamos Coração Ardente, é o penúltimo livro da série, a perfeita ''introdução'' para o grande finale que será a próxima obra, que pretendo ler essa semana.

O que foi essa leitura pra mim? INDESCRITÍVEL!
Foi matar as saudades dos personagens, depois de um longo tempo, foi reviver as últimas partes da história como se tivesse lido o livro anterior ontem, foi começar já no quente, sem aquele pré aquecimento, a história já começa pegando fogo, a gente tem aquele misto de emoções que só quem já acompanha e já ama tem com uma leitura. Foi um tal de suspiros para cá, de resmungos para lá, eu falava com a história, queria bater em personagens, sacudi-los, ler mais rápido e mais rápido para seguir em frente e saber o que iria acontecer e ao mesmo tempo querer voltar as páginas para a leitura não terminar!

São coisas que poucos autores conseguem fazer comigo, nesse grau, nessa magnitude, de me tirar completamente do ar, da realidade, e só existir a história! Richelle consegue, sempre consegue, seus livros são juvenis, são romances sobrenaturais, são mundos únicos que só ela sabe como criar.

Sidney Sage é uma alquimista.
Uma raça criada para esconder os Morois, Dampiros e principalmente Strigois do mundo humano.
Eles limpam a bagunça do mundo sobrenatural. São estudioso, são limpos, muito preto e branco, são humanos que não se misturam, somente coabitam com o outro mundo.

Quando Sidney foi escalada para sua missão de ajudar a proteger Jill Dragomir, a irmã da então Rainha Lisa Dragomir, ela tinha que manter Jill bem escondida e protegida daqueles que queriam matar a menina e assim acabar com a única parente viva da Rainha, seria o golpe de estado perfeito não seria?! Sidney só não contava que durante sua missão iria deixar os padrões alquimistas caírem e fazer amizade com Morois, Dampiros guardiões e principalmente não contava em se apaixonar!

Adrian é realmente apaixonante!
Eu entendo perfeitamente Sidney, sou apaixonada por ele desde que li os primeiros livros que apareceu e o menino nem era protagonista neles. Adrian é aquele que conquista mesmo quando não quer conquistar. Nosso artista bonito carismático e atormentado.
Adrian entra na vida de Jill, nossa Chave de Cadeia, quando a salva da morte, por meio do espírito, nessa brincadeira de salvar vidas, ele e Jill criam uma ligação que vai muito além do que é explicado, ou desejado.

Nessa obra, depois de um longo caminho, Sidney e Adrian estão juntos, sucumbiram ao seu amor, mesmo sendo de raças diferente, de culturas diferentes, mesmo sendo aos olhos dos outros errado.
Porém, Sidney está pressa. Sob tortura no que os Alquimistas chama de reeducação!
Agora, Adrian conseguirá achar o paradeiro de sua humana? Sidney conseguirá resistir a lavagem cerebral e tortura feitas pelos Alquimistas? Adrian já atormentado pela depressão e loucura do espírito irá cair em sua antiga vida de vícios? E a realeza irá ajudar, ou tudo é um jogo de poder?

Sombras Prateadas foi uma das obras da série que mais gostei, foi muito rápida, com muita ação, romance, a autora conseguiu cavar mais fundo ainda no perfil dos personagens, deixando claro que juntos eles são imbatíveis, e que separados apesar de tudo são mantidos fortes com a força do sentimentos que criaram. Parece clichê, mas não é, Adrian e Sidney são personagens tão bons, todos os secundários também, a gente cria uma ligação com todos, mas esses dois como protagonistas são especiais para mim.

Sidney mostrou uma força tão grande nessa obra, uma atitude tão firme, que quando olhamos para o inicio de toda a história e vemos como ela cresceu, como os seus pensamentos amadureceram, como ela mudou muitos pré conceitos e opiniões que na sua criação colocaram em sua mente, essa obra mostra como ela evoluiu e como foi bonita essa mudança.

Adrian dá um show - como sempre - mostra sim, seus fantasmas e monstros, essa loucura que creio que vai ser decisiva na historia final. Mas, esse personagens tem aquela coisa do menino que foi criado com tudo, e que ao mesmo tempo faltou o desenvolvimentos emocional, Adrian não acreditava nele mesmo, algumas vezes mostra que ainda não acredita, que não se acha capaz, ele vivia entorpecido com drogas, bebidas e festas, quando conheceu Sidney, quando salvou Jill, muita coisa mudou na vida dele, ele conseguiu ver algo mais, conseguiu sair da Corte, conseguiu expandir seu mundo e sua visão, e foi muito, muito forte nessa obra. Sem deixar de ser nosso Adrian, o garoto que fala as frases certas, o que mexe com as pessoas, o que conquista a todos e principalmente aos leitores.

Amo essa série, sou fã de carteirinha da autora Richelle Mead, indico sempre todas as suas séries sobrenaturais, tantos as juvenis quanto as adultas, mas meu maior coração é para essa saga! Espero amar o livro final, minhas expectativas estão muito altas, e fica a dica, se apaixonem por esse mundo, se deixem levar por esses personagens e nunca deixem de ler a escrita dessa autora maravilhosa!
Recomendadíssimo sempre!!!!

Paula Juliana

Comentários

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler

Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito
Skoob

Sinopse: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler
Dez coisas que aprendi sobre o amor - Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas,…

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Companhia das Letras Skoob
Sinopse: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vá…

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Classificação: 4/5
Editora: Companhia Editora Nacional
Skoob

Sinopse: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Chamas na Escuridão - Essa série provocante vai cativar, envolver e, até mesmo, ‘intoxicar’ a leitora como nenhuma outra. Perfeita para aqueles que amaram 50 Tons de Cinza, mas ficaram querendo mais... A história central se passa em Londres, nos bairros mais badalados dessa encantadora cidade. Mas os protagonistas, Beth - graduada em História da Arte, e Dominic – consultor do mercado financeiro, vão se aventurar também na Croácia, Turquia e NY. Profundamente intensa, romântica, provocante e sensual, essa série vai levar a leitora a um lugar onde o amor e o sexo são liberados de seus limites. Fãs de E.L. James e Sylvia Day vão se manter acordados até tarde da noite com “Chamas na Escuridão”.


''Não há prazer sem dor. Não há paixão sem sofrimento. Prefiro me sentir viva a viver em seguran…