quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

[PRÉ-LANÇAMENTOS @EdNovoConceito] SUSSURROS DO PAÍS DAS MARAVILHAS - A. G. Howard

[PRÉ-LANÇAMENTOS @EdNovoConceito] SUSSURROS DO PAÍS DAS MARAVILHAS - A. G. Howard


Alyssa Gardner entrou na toca do coelho para assumir o controle do seu destino. Ela sobreviveu à batalha pelo País das Maravilhas e pelo seu coração.

No conto O Menino da Teia, Alison relembra o período em que viveu no País das Maravilhas e resgatou o homem que se tornaria seu marido e pai de sua filha, Alyssa.

No A Mariposa no Espelho, conhecemos as lembranças de Morfeu, de quando ele mergulhou nas memórias de Jeb para descobrir os segredos dele e tentar ganhar, de uma vez por todas, o disputado coração de Alyssa.

No Seis Coisas Impossíveis, Alyssa revive os momentos mais preciosos de sua vida após os aconntecimentos em Qualquer outro lugar, e o papel mágico que desempenhou para preservar a felicidade daqueles que ela ama.

Em Sussurros do País das Maravilhas você encontrará três contos de lembranças inéditas e inesquecíveis. Junte-se novamente aos personagens da série O Lado mais Sombrio e embarque neste fantástico mundo.


A. G. Howard escreveu seu primeiro livro, O Lado Mais Sombrio , enquanto trabalhava em uma biblioteca escolar. A autora espera que o seu intrigante e psicodélico tributo a Lewis Carroll inspire os leitores a se interessarem pelas histórias que ela aprendeu a amar na infância. A. G. Howard vive em Amarillo, no Texas.

RESENHA: QUALQUER OUTRO LUGAR-  A. G. Howard

Resenha: Qualquer outro lugar - Splintered # 3 - A. G. Howard
Classificação: 5/5 ♥ Favorito ♥  
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Qualquer outro lugar - Splintered # 3 - A. G. Howard
Alyssa está tentando entrar novamente no País das Maravilhas. Os portais para o reino se fecharam, não sem antes levarem sua mãe. Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar, reino em que intraterrenos expulsos do País das Maravilhas estão vivendo.
Para resgatá-los, ela precisa recorrer à ajuda de seu pai. Juntos, eles iniciam uma missão quase impossível para tentar resgatar entes queridos, restaurar o equilíbrio dos reinos e o lugar dela como Rainha.
Alyssa precisa lutar não só com a Rainha Vermelha, um espírito malicioso que tem a intenção de refazer o País das Maravilhas à própria imagem, mas também reconstruir seu relacionamento com Jeb, o mortal que ela ama, e Morfeu, o ser fantástico que também reivindica seu coração.
E, se todos tiverem sucesso e saírem vivos, eles poderão finalmente ter o felizes para sempre.

Daqueles que te fazem sonhar!
Não é segredo nenhum meu amor pela ficção e fantasia, mas fazia tempo que uma obra do estilo não me tirava do eixo e me deixava completamente apaixonada, alucinada, pensando em seus personagens ao longo do meu dia, suspirando por suas tiradas sarcásticas e encantada com sua história, seu universo e principalmente com seus personagens.

Qualquer Outro lugar me surpreendeu e me conquistou totalmente, quando o recebi em parceria com a Editora Novo Conceito, me vi em um beco sem saída, não conhecia a história, esse é um terceiro volume, não tinha tempo no momento para ler os anteriores e resolvi na cara e na coragem iniciar a leitura e ver se conseguia me achar no meio de uma história em andamento, coisa que nunca fiz. Para minha surpresa a autora me conquistou logo na primeira página, com sua narrativa rápida, e muito bem explicada, cai direto em um outro mundo, na vida de uma Alyssa, essa descendente de sangue daquela nossa velha conhecida do País da Maravilhas, a partir dai entendi o dilema, Alyssa com seu coração meio mortal, meia intraterrena  dividida entre dois amores, o cavaleiro mortal Jeb e o ser místico Morfeu. Esses dois pressos em Qualquer Outro Lugar, uma das dimensões magicas, Alyssa em uma missão de conseguir resgatar em segurança os dois mocinhos, salvar sua mãe que ficou pressa em um País das Maravilhas que estava se degradando, se destruindo graças a um feitiço da terrível Rainha Vermelha, essa que se encontrava também em Qualquer Outro Lugar em espírito pressa no corpo de uma então ainda pior Rainha, essa de Copas - entre cabeças e corações, entramos em um perigoso mundo de MARAVILHAS, onde Alyssa é a verdadeira Rainha!

Gente, pensem em uma história gostosa, cheia de elementos mágicos, elementos que nos lembram e nos levam a um conhecido mundo das maravilhas que acredito toda a criança já leu, ou assistiu. É uma história mágica. Alyssa é uma daquelas personagens que são pura força que não precisam de príncipes a salvando, muito pelo contrario ela é quem vai em busca de salvar seus caras. Foi uma experiencia diferente para mim pegar uma obra que já estava em velocidade máxima e usar toda a minha interpretação, e imaginação, dar uma chance para cada personagem, pescar o passado deles em cada linha. Imaginar uma Alyssa criança sendo conduzida por meio dos sonhos por Morfeu para um País das Maravilhas, ver essa amizade crescer e virar algo mais, por outro lado, a mortal Alyssa com seu romance com Jeb, com tudo que esse menino passou, a violência vivida por meio de uma pai opressor.

Morfeu e Jeb. Lindos personagens. Os dois merecedores de amor, os dois fiéis e cativantes, cada um ao seu modo. Jeb é fofo, o típico mocinho que todos gostam, e geralmente o que NÃO escolho. Nessa história também não foi diferente, meu amor, minha paixão foi a primeira vista totalmente direcionada a MORFEU. Não por ser o ser sobrenatural, apesar disso sempre ajudar muito no meu julgamento, mas por ele ter aquela malícia, aquelas frases que nos fazem balançar, aquele jeito de mocinho vilão, que sempre no surpreende, nunca é preto e branco, com ele tudo é cinza, ele é rei, ele é seguro de si, ele manipula palavras e situações, e no fim das contas os fins justificam os meios, se ele só pensa no bem de sua Rainha e seu lar. Morfeu foi 90% da minha paixão por essa obra, amei Alyssa, fiquei encantada com o universo, com as cenas de ação, com os fleches do passado e futuro, com a fidelidade de Jeb também, mas Morfeu, esse me fez aquela leitora sonhadora, aquela que torceu como uma louca, aquela que vibrava com a história. E isso minha gente, é um BOM, um espetacular personagem.

Com certeza vou mais para frente ler toda a trilogia completa, porque sinceramente necessito! Acredito que para a maioria dos fãs, assim como para mim, foi um fim ótimo, digno da história. Um grande livro, uma narrativa que merece ser lida e conhecida. Termino completamente apaixonada, indicando para Deus e o mundo!
A autora escreve muito bem, é muito ágil e muito inteligente, fez a história de uma forma que é simples e ao mesmo tempo deixa o leitor confuso com seus sentimentos assim como Alyssa que tem seu coração DIVIDIDO por dois mundos. 

Simplesmente amei, me emocionei, senti cada linha, me apaixonei a cada página, foi uma leitura que valeu cada surto meu como leitora! Leiam mais que como um conto de fadas, deixem seus corações sentirem cada dúvida, cada medo, cada certeza de Alyssa e seus personagens bizarros e verdadeiros, com cada pincelada de Jeb, cada estratégia de Morfeu, se joguem nesse jogo de xadrez, indo da toca do coelho a cada espelho perdido de Maravilhas!

Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário