quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

[Lançamentos AUAU] Últimos lançamentos @EditoraValentina - Mantendo vocês sempre de olho nas novidades!

[Lançamentos AUAU] Últimos lançamentos @EditoraValentina - Mantendo vocês sempre de olho nas novidades!


As 100 Piores Ideias da História - As piores sacadas da humanidade que se transformaram nas melhores roubadas - Michael N. Smith & Eric Kasum 


 Aí você pergunta: quem foi o gênio por trás disso? O que essa gente tinha na cabeça?!?!?

Desde que Adão deu uma mordida no fruto proibido e foi expulso nu em pelo do Jardim do Éden, a humanidade tem tido uma ideia pior do que a outra. De líderes políticos obtusos e cientistas loucos a cantores pop que não cantam bulhufas. As 100 Piores Ideias da História é uma celebração das mancadas homéricas – e muitas vezes histéricas – que deram origem a guerras, afundaram países, arruinaram empresas, destruíram carreiras, causaram prejuízos de milhões e até, pasmem, ameaçaram a Terra. 

 Abrangendo política, cultura popular, moda, esporte, tecnologia, ciência, showbiz e muitas outras áreas, este livro irreverente e espirituoso, divertido e criativo, escrito por um publicitário e um jornalista, é recheado com fotos engraçadas e informações úteis, mostrando de forma bem-humorada como sacadas (burradas, na verdade) geniais se transformaram em frias estupidamente geladas (e bota geladas nisso!) – e o incrível efeito que essas gafes e mancadas ainda têm sobre o mundo e nossas vidas. E, no final (UFA!), más ideias que se tornaram ótimas. Michael N. Smith, publicitário. 


Como dono de sua própria agência, escreveu e produziu centenas de comerciais de tevê, spots e vídeos corporativos humorísticos (e não tão humorísticos assim) durante os últimos 25 anos. Seu trabalho lhe rendeu numerosos prêmios, entre eles CLIO, ADDY, EFFIE, New York Art Directors e TELLY. Michael escreveu artigos para as revistas National Lampoon, National Geographic Kids e Men’s Exercise, e os jornais Orange County Register, Los Angeles Times, Buffalo News, St. Petersburg Times e San Antonio Express News. Ele vive com a esposa, Debora, e o filho, Andrew, na Califórnia. Eric Kasum, jornalista. Escreveu para o Los Angeles Times, New York Times Magazine e CBS News. Além de discursos para o ex-presidente George H.W. Bush. Eric é fundador e CEO do Imagine Institute, um think tank pela paz, e sediou a conferência Imagine Peace na Universidade da Califórnia, em Berkeley. Seu trabalho já apareceu no Huffington Post e em mais de uma centena de jornais e revistas em todo o mundo. Ele vive na Califórnia. 


Férias no Acampamento Pikachu - Histórias não oficiais para colecionadores de Pokémon - Alex Polan 


Colecione um verão de amizade e muita diversão no acampamento Pikachu! 

SINOPSE: As aulas acabaram! É hora de curtir as férias no Acampamento Pikachu. Aqui você vai encontrar muita diversão, alegria e um monte de competições. Cada equipe tem o nome de um Pokémon, é formada por quatro integrantes e tem seu próprio esconderijo secreto. Dessa vez, a brincadeira será o jogo capture-a-bandeira, e vencerá a equipe que conquistar o maior número de bandeiras. Marco, Logan, Maddy e Nisha fazem parte da Equipe Treecko, o Pokémon lagarto. Eles vão precisar de muita imaginação para vencer sua grande concorrente, a Equipe Fennekin, do Pokémon raposa. 


O que será que eles vão aprontar para vencer o jogo e ter seus retratos no Hall da Fama do Acampamento Pikachu? Vamos descobrir? 

ALEX POLAN começou a colecionar cards Pokémon em 1998. Mora nos arredores de São Francisco, numa casa com vista para o Oceano Pacífico, onde, às vezes, ele imagina ver Kyogre, o Pokémon lendário. Alex é casado, tem dois filhos e um gato que é exatamente tão ranzinza e bravo quanto Meowth. 


A DIVERSIDADE EM PERIGO - De Darwin a Lévi-Strauss Pascal Picq 


A filosofia da diversidade é o antídoto contra a possível extinção da espécie humana. 

O famoso naturalista Charles Darwin, na aurora de sua carreira, realizou uma viagem que lhe permitiu avaliar a extraordinária riqueza do mundo natural. Para ele, não haveria vida sem evolução e não haveria evolução sem diversidade! Um século depois, aquele que se tornaria um grande antropólogo, Claude Lévi-Strauss, partiu, ainda muito jovem, para a descoberta dos povos da Amazônia e compreendeu que a diversidade cultural era crucial para a evolução do homem. Neste livro, Pascal Picq imagina que os nossos dois cientistas partem novamente para a aventura, para a redescoberta do novo mundo. 

Entretanto, Charles Darwin e Claude Lévi-Strauss teriam dificuldade em reconhecer esse novo mundo, a tal ponto as diversidades natural e cultural foram danificadas. À medida que as espécies desaparecem e as culturas e as línguas morrem, é o nosso futuro e o da Terra que são prejudicados. Darwin e Lévi-Strauss nos avisaram. Por que não os compreendemos? Podemos, enfim, ouvi-los? 


Um apelo fascinante a uma conscientização urgente e salutar. Autor de grandes sucessos, Pascal Picq é professor adjunto da cadeira de paleoantropologia e pré-história no Collège de France. O alerta vermelho está aceso para a ameaça que vem despontando no horizonte: a Terra se encontra em vias da sétima extinção – simplesmente, a extinção da espécie humana. Não será pelo aquecimento global, mas pela erosão da diversidade. O caminho da degradação da humanidade, as mutilações que os homens infligem ao planeta e a si próprios foram especialmente percebidos por dois cientistas: Charles Darwin e Claude Lévi-Strauss. A diversidade em perigo é o alerta. Já é mais do que tempo, como diz Pascal Picq, de evoluirmos, de nos tornarmos autênticos Homo sapiens, isto é, homens que, finalmente, agem com consciência. É a era dos homens, mas nos resta pouco tempo para fazermos dela uma verdadeira era do homem. 


A HISTÓRIA DO BRASIL PARA QUEM TEM PRESSA Marcos Costa 


Dos bastidores do descobrimento à crise de 2015 em 200 páginas! 

Ilustrado e didático, um livro essencial para todos que procuram um ponto de partida para se aprofundar na história do Brasil. Diz o poeta alemão Bertold Brecht: “De nada vale partir das coisas boas de sempre, mas sim das coisas novas e ruins. ” Seguindo tais conselhos, A História do Brasil para Quem Tem Pressa faz uma digressão sobre a história do país para tentar compreender o tempo presente e responder a algumas perguntas essenciais: Por que, do ponto de vista político, o Brasil ainda é um país muito frágil? Por que a nossa imensa riqueza natural não se reverte em um estado de bem-estar social universal? 

O que estava por trás da viagem que trouxe Cabral ao Brasil? Por que o território foi dividido em Capitanias Hereditárias? Por que fomos a última nação do mundo ocidental a abolir de forma oficial o trabalho escravo? Além de responder a essas perguntas, Marcos Costa trata também de outros temas essenciais da nossa história: os verdadeiros milagres brasileiros -- a cana-de-açúcar, o café e o ouro; a abdicação de D. Pedro I; a Guerra do Paraguai; o papel de D. Pedro II e da Princesa Isabel no cenário da futura República; a República do Café com Leite; a Inconfidência Mineira; a Revolução de 1930; o Estado Novo; a morte de Getúlio; a ascensão de JK; Jango e o golpe militar de 1964; o milagre econômico; o movimento das Diretas Já; FHC e o Plano Real; Lula e o PT no poder. 


Marcos Costa pensou em ser arquiteto, mas logo desistiu e foi fazer História na UNESP – campus de Assis. Tornou-se Mestre e Doutor em História Social também pela UNESP. Historiador, professor universitário, pesquisador e escritor. Autor de inúmeros artigos publicados em revistas acadêmicas e dos livros O reino que não era deste mundo, Para uma nova história, Escritos coligidos: textos de Sérgio Buarque de Holanda (em 2 volumes) e O homem que não quis ser imortal. 

Terceiro livro da coleção com mais de 100 mil exemplares vendidos e com presença na lista dos mais vendidos de 2016. Livros da Coleção: História do Mundo para quem tem pressa; História da Mitologia para quem tem pressa; História do Brasil para quem tem pressa. 


Rock Star está de volta - Lançamento Valentina! 


Ele é intenso, complicado e perigoso. 

Ele é demais! Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez de ouvir a versão pela boca do rock star sexy que cativou fãs do mundo inteiro. 

O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo... 


Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar - ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração... até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. 


Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário