sábado, 25 de março de 2017

Resenha: Branco Como a Neve - Mãos frias. Coração congelado. - Branca de Neve # 2 - Salla Simukka

Resenha: Branco Como a Neve - Mãos frias. Coração congelado. - Branca de Neve # 2 - Salla Simukka
Classificação: 4/5 ♥ Favorito
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Branco Como a Neve - Mãos frias. Coração congelado. - Branca de Neve # 2 - Salla Simukka
Recuperando-se do terror que vivenciou nas mãos da máfia, Lumikki tem a chance de deixar a Finlândia, se livrando das roupas pesadas, das lembranças sombrias... e do perigo. Ela só quer ser uma garota normal, misturar-se à multidão de turistas e aproveitar as férias. Quando Lumikki conhece Zelenka, uma jovem misteriosa que alega ter o mesmo sangue que ela, as coincidências são inquietantes. Rapidamente ela se vê envolvida no mundo triste daquela mulher, descobrindo peças de um mistério que irá conduzi-la a uma seita secreta e aos mais altos escalões do poder corporativo. Para escapar dessa trama asfixiante, Lumikki não poderá fazer tudo sozinha. Não desta vez.

''Apenas a morte torna possível a real história de um herói.''

O mal fascina. Essa é uma frase que poderia introduzir muito bem essa história, Branco como a Neve, vêm com um gostinho de conto de fadas as avessas, quantas vezes paramos em frente a noticiários intrigados com alguma manchete, algum crime bárbaro, algo que desafia a linha tênue que é a humanidade? Muitas! Não?! O Ser humano tem uma fascinação mórbida pela maldade, uma curiosidade, nem que seja aquele questionamento, de que, como uma pessoa pode fazer isso? Ou aquilo? Como é capaz?!!

Mãos frias. Coração gelado.

Nesse Thriller investigativo encontramos Lumikki que após os acontecimentos graves do ano passado, resolveu tirar umas férias. Saindo da Finlândia, partindo para Praga, tudo que essa garota quer é ser normal, busca férias normais, a calmaria e paz de ser somante uma jovem turista. Porém, tem pessoas que simplesmente atraem confusões sem nem sair do lugar e Lumikki é uma delas.

Lumikki conhece Zelenka. Uma moça que cai de paraquedas na vida de Lumikki com uma história muito estranha. Zelenka acredita ser irmã de Lumikki, fruto de um caso de seu pai quando o mesmo foi passar um período em Praga. Zelenka além de abalar a história familiar de Lumikki também a arrasta para uma perigosa aventura que pode muito bem acabar em mortes. Na morte DELAS.  

''A nação anseia por histórias sobre heróis. Eles querem ver, ouvir e ler como o bem vence o mal, Davi vence Golias; Jesus,Satã; os pequenos Hobbits, o poderoso Sauron. Eles querem ver o herói conquistar o inconquistável, abater o imbatível, destruir o imortal. Eles anseiam por histórias, em que o impossível se transforma em possível graças a um herói destemido e justo.''

O livro tem uma pegada de suspense que prende o leitor pela curiosidade, embora brinque com a história de Branca de Neve e faça muitas referencias a busca pelo herói, essa é basicamente uma obra de vilões. A história é direta, Lumikki é uma personagem que não esconde seus problemas e transtornos, temos flashes de pedaços da vida da moça.

A autora com uma escrita fácil, e direta, sem enrolação, vai levando o leitor pelo mistério, a obra é bem inteligente, com capítulos curtos, é como se tivéssemos inicialmente uma colcha de retalhos que vamos juntando até entendermos a história como um todo. 

Vários temas são abordamos, mas, não aprofundados, essa até é a minha maior critica a obra, a autora poderia ter desenvolvido bem mais algumas partes, que fariam a história crescer muito melhor, porém, os temas estão ali e fizeram diferença. São citados o jornalismo e sua ambição, a forma erronia de conseguir manchetes e furos a qualquer custo, por Lumikki podemos falar do bullying, e também por um personagem próximo de seu passado o transexualismo. A autora também levanta a bandeira digamos que contra as seitas religiosas e como elas podem ser perigosas, o fanatismo, o crer cegamente em algo, são criticas e temas que elevaram o nível do romance. 

Branco Como a Neve - Mãos frias. Coração congelado. foi uma ótima leitura, um romance investigativo que me prendeu do começo ao fim, me levou pela curiosidade, a bela ambientação e os bons personagens. Sou sim fascinada por boas histórias, Salla Simukka brinca com heróis e vilões, com instinto, medo e sobrevivência. Praga nunca esteve tão quente...

Para a história, tão importante quanto o herói, ou até mais importante, é o adversário. Cruel. Poderoso, inacreditavelmente cruel, de uma maldade impressionante que atrai a atenção das pessoas tal como um ímã. Elas gostariam de negar a existência do mal, mas, ao mesmo tempo, ele as fascina. Elas devoram o mal até ficarem nauseadas. Elas querem que alguém venha e leve o mal embora. Elas querem um herói.''

Paula Juliana

7 comentários:

  1. Parece um livro interessante! Pena que não aprofunde nos temas abordados. Parabéns pela opinião!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Apesar da sua resenha estar muito bem feita, não me interessei tanto pelo livro. Acredito que para o publico alvo, é um prato cheio! Parabéns! <3

    ResponderExcluir
  3. Olá, gosto de thrillers e confesso que não conhecia essa série. Sua resenha me deixou curioso, vou procurar saber mais sobre a obra. Mas já garanto que farei a leitura dessa obra no futuro, espero gostar. Parabéns pela resenha, muito bem escrita.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Me interessei bastante por esse thriller, não conhecia ainda. Adorei sua resenha, foi muito bem escrita, parabéns!
    Já anotei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa... Thriller investigativo, Branca de neve, luta contra o mal e seitas, quanta coisa junta neh?! fiquei curiosa para saber o desenrolar dessa trama. Dica anotada.

    Att. Agda Alecrim.

    ResponderExcluir
  6. Olá Paula!
    eu não conhecia o livro. Mas pela sua resenha me pareceu ser bem intrigante e cheia de suspense. Os temas abordados no livro me chamou a atenção e são bem fortes e complexos.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Gostei da sua opinião mas o livro não me atraiu, não achei legal nem a capa.
    Hoje deixo a dica passar!

    ResponderExcluir