sexta-feira, 7 de julho de 2017

''Quem tem medo do Lobo Mau aqui?'' @Jangada @LoboMau

''Quem tem medo do Lobo Mau aqui?'' @Jangada @LoboMau 


Forte! Inteligente! Intenso!

Quem tem medo do Lobo Mau aqui?

Quando se é criança nossos maiores medos podem ser o bicho feio embaixo da cama, os fantasmas que ficam batendo na janela, ou o terrível lobo mau que vai te comer como fez com a doce chapeuzinho e sua amada vovó... porém, como diferenciar o conto de fadas da realidade? E se o lobo mau existe mesmo e está machucando essa criança, que em sua linda inocência não consegue transmitir o que está acontecendo de um modo mais claro?
A autora alemã Nele Neuhaus em um suspense policial de tirar o fôlego nos conta que nem tudo são contos de fadas com o livro: Lobo Mau!

Pia Kirchhoff e Oliver von Bodenstein são os detetives que irão investigar casos macabros que estão acontecendo na Alemanha.

Uma adolescente é encontrada morta no rio Meno durante uma festinha clandestina de jovens regada a muito álcool. Uma reporte de um programa sensacionalista é encontrada espancada e violada no porta-malas de seu carro. Uma psiquiatra é assassinada de forma brutal.

Ainda para fechar o quadro sombrio da obra, trechos narrados por uma criança que é abusada sexualmente pelo próprio pai e seus amigos. Ela não entende o que está acontecendo, somente sabe que o pai faz coisas que a machucam e que se contar para alguém o Lobo Mau vai aparecer. Criança e pai não são identificados durante a narrativa, sem nomes, então quem será o Lobo Mau? 

Acompanhamos também um pouco da vida de Emma que está se separando, morando na casa dos sogros, grávida, está tendo problemas com sua filhinha Louisa que está agindo de forma estranha. 

Como uma colcha cheia de retalhos vamos descobrindo quem é quem nesse suspense policial!

''Pia sempre se espantava ao ver como as pessoas eram capazes de avaliar erroneamente o ser humano. Mesmo a criatura mais pacífica podia se tornar um homicida ou assassino caso se visse em uma situação aparentemente sem saída ou em um estado emocional fora do comum, que já não conseguisse controlar. Muitas vezes, o álcool também desempenhava um papel, e um homem incapaz de fazer mal a uma mosca se transformava em um criminoso cruel, motivado pela emoção, que em um excesso de violência perdia todos os limites.''

Essa foi uma leitura intensa, forte e nada fácil!
Lobo Mau tem capítulos curtos e repartidos entre as histórias de todos os personagens, dando uma visão ampla de todo o enredo. Narrador Observador. Histórias que se intercalam. Locais em comum, a Floresta que está sempre aparecendo, fazendo ligação com todos os casos. Personagens muito bem explorados e desenvolvidos tanto na história pessoal como psicologicamente. 

O livro além de levantar um tema tabu também mostra que todos temos lados ruins dentro de si, Lobo Mau explora isso, as fraquezas, o lado sombrio que muitas vezes está escondido por baixo de uma faxada agradável. 

''Antes tentava ser educada e gentil com todo mundo. Mesmo quando em seu íntimo a situação lhe parecia totalmente diferente, sorria e mentia. Na fase em que era gordinha, os psicólogos lhe diziam que engordava porque engolia tudo. Então, começou a dizer tudo que pensava. Primeiro o fez porque estava totalmente convencida de que isso a ajudaria a ser honesta e correta, mas, com o tempo, passou a sentir um prazer maldoso de magoar as outras pessoas, embora, desse modo se tornasse malvista.''

Em nenhum momento tem cenas escrachadas de violência, a obra pega pesado com a sutileza da narrativa, com o modo que apresenta o que está acontecendo, aconteceu, e seus personagens, sem mostrar abertamente nenhum tipo de violência nas descrições. Usa o suspense, o mistério, a curiosidade mórbida do leitor para apresentar a trama, sendo sob a perspetiva pura/ingenua de uma criança, ou mostrando o bicho homem que pode ou não ser culpado de terríveis atrocidades. 

''Pia tinha ouvido tudo calada. As inúmeras informações que acabaram de receber de Altimuller escoavam em sua mente como peças de um quebra cabeça, tentando se encaixar nos lugares certos da imagem ainda bastante incompleta.'' 

Personagens:
Pia é investigadora chefe, está cobrindo o caso ''Sereia''. Vive com Cristhofer, não tem filhos, recentemente está recebendo a visita de Lily, neta de seu companheiro que está passando ferias com eles.
Oliver von Bodenstein é chefe de Pia. Separado, está procurando uma casa para receber sua filha, não nasceu para viver sozinho e odeia solidão. 
Hanna é apresentadora de programa de TV, não tem sorte no amor, um péssimo relacionamento com sua filha. Vai cobrir uma grande bomba, um furo muito explosivo em seu programa, de repente desaparece! Hanna pouco se importava com as pessoas e seus destinos trágicos, no fundo despreza essas pessoas que iam no seu programa mostrar suas fraquezas por quinze minutos de fama.
Emma é casada e está grávida, não conhece seu marido verdadeiramente, descobre uma camisinha aberta em suas calças e se separa. Está vivendo na casa de seus sogros, e sua filha pequena está agindo de forma estranha, encontrou depois de 25 anos sua amiga de colégio Pia.
Um Advogado foi presso por pedofilia, hoje vive em um trailer próximo ao rio Meno, trabalha fritando hambúrgueres, está no fundo do poço! 
Markus frey promotor que está cobrindo o caso Sereia, invejoso e ambicioso, gosta muito de crianças! 

''Christian Kroger era daquele tipo de pessoa que sabia uma quantidade enorme de coisas inacreditáveis e complicadas e as mantinha bem guardadas em seu cérebro, prontas para serem evocadas a qualquer momento. Era só ouvir uma coisa, uma única vez, que nunca mais esquecia. Esse dom era um fardo que as vezes o fazia sofrer, pois não raro as pessoas à sua volta tinham dificuldade em acompanhar o ritmo dos seus pensamentos.''

É realmente difícil explicar o que senti ao ler essa obra. Amo romances de suspense policiais, gosto de analisar os personagens, descobrir quem são os bandidos, gosto dos temas fortes que são abordados, e que tem sim, que ser destaque de discussões e informações. Lobo Mau fala de violência sexual contra crianças, adolescentes e mulheres, já é realmente doloroso ler um livro que fale sobre estupro de mulheres, mas pensar que essas coisas acontecem com criancinhas, pequenos anjinhos, é brutal. Principalmente por serem cometido por adultos que deveriam proteger a todo o custo essas crianças, o pai, o padrinho, um amigo da família, um avô, ou mesmo as mães, irmãs, mulheres que não cometem o crime mas fecham os olhos. É uma triste realidade, que muitas vezes esquecemos que existe, homens que ao primeiro olhar são carinhosos, gentis com os pequenos, por debaixo dos panos são verdadeiros monstros. 

'' ...conversamos sobre um possível perfil psicológico do assassino. Achamos que tem entre 40 e 50 anos, problemas de relacionamento ou problemas com mulheres de modo geral e uma autoestima baixa. Tem uma veia sádico-voyeurista, se compraz com o sofrimento alheio e quando suas vítimas imploram e lutam pela vida. Gosta de exercer poder sobre pessoas que , na verdade, lhe são superiores, mas que ele pode rebaixar e humilhar amarrando e amordaçando. Não conhece nenhum senso de valor moral, é de natureza colérica, mas por outro lado, é muito inteligente e provavelmente também tem instrução.'' 

Lobo Mau foi uma leitura incrível. Forte, direta, um tapa na cara, fala de corrupção, de violência, mostra lados que não são bonitos de se olhar do Ser Humano, levanta um assunto que é polêmico e que doí de ser lido, algumas vezes tive que parar a leitura e respirar, me controlar e continuar para descobrir, desvendar todo o enredo. Amei completamente, com personagens maduros, fortes e bem construídos, me surpreendeu, me enganou, me induziu a acreditar em inúmeras coisas e no fim quando tudo foi fechado e esclarecido foi inacreditavelmente ótimo! Recomendadíssimo! 

''Não está feliz por rever sua princesinha?''

Editora Jangada
Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário