Pular para o conteúdo principal

Resenha: Entre o amor e o silêncio - Babi A. Sette

Resenha: Entre o amor e o silêncio - Babi A. Sette
Classificação: 5/5 ♥ Favorito

Editora: Talentos da Literatura Brasileira

Sinopse - Entre o amor e o silêncio - Babi A. Sette

Francesca Wiggs sofreu uma grande decepção amorosa e, desde então, está decidida a não se relacionar mais. Além de se dedicar a escrever o seu livro, ela resolve preencher os dias com um trabalho voluntário – a leitura para pacientes em coma proporcionaria para ela a distância para problemas com o coração. No entanto, um grande imprevisto ocorre quando ela passa a se sentir atraída pelo paciente. Mitchell, descrito como um poderoso magnata, seria a antítese de tudo o que ela busca em um homem... se não estivesse em coma. Precisar de alguém inconsciente seria um absurdo, não seria? Amar uma pessoa que nunca responde parece loucura! Francesca já havia entendido e sentia-se quase segura diante disso. Mas, e se Mitchell acordasse? A aproximação desses personagens tão diferentes revela um romance encantador e divertido, repleto de reviravoltas. Entre a vida e a morte, a ilusão e a realidade, o amor pode ser realmente o milagre que faz tudo mudar?

'' Trancava-se em seu quarto como qualquer princesa a ser resgatada e, para não estar só, escrevia histórias. Muitas delas! Primeiro, livros rabiscados com cores e sem cor. Depois, vieram as palavras. Então, as palavras vieram páginas, as páginas deram a luz a lugares e pessoas que viraram sentimentos. As histórias cresceram e também a sua própria.''

É muito difícil falar de um livro que te deixou apaixonada! Isso todo mundo sabe! Algumas vezes na vida topamos com aquele tipo de literatura que gostamos tanto que queremos que o mundo todo conheça e leia! O livro Entre o Amor e o Silencio, é o típico livro que durante a leitura, você tem que parar, suspirar, e admirar como ele é bonito. Como as palavras dele conversam com você de uma forma linda, sensível e poética!

Eu fiquei maravilhada com a escrita da autora Babi A. Sette, como consegue escrever dessa forma tão linda? Então, tenho certeza que se você está lendo essa resenha, ou a capa te encantou, você achou ela linda e super forte, ou então você leu a sinopse e ficou muito curioso com enredo! Como uma mulher pode se apaixonar por um homem em coma? Como um romance pode acontecer dessa forma? Será ele um conto de fadas, um daqueles livros que depois de acordado, o mocinho se vê loucamente apaixonado por aquela enigmática mulher e então, vêm o nosso ''felizes para sempre''? Essa obra conseguiu me surpreender, ela fugiu de tudo que eu poderia esperar. Não posso deixar de dizer que ela a sua maneira e sensibilidade é mais que perfeita. Cada reviravolta na história, cada suspiro arrancado, cada declaração de amor, cada choque de dor e tristeza. É uma obra para se ler com o coração aberto para todo o amor, dor, drama, felicidades e surpresas que se possam encontrar! 

Francesca Wiggs é uma mulher doce, forte, lutadora, sensível escritora. Depois de uma horrível desilusão amorosa. Uma traição que doeu aqui em mim, um término de relacionamento muito dolorido. Francie que ama atuar no teatro, dançar e escrever, resolveu que para se curar, nada melhor que ajudar a curar outras pessoas. Assim essa mulher em busca de colar seus caquinhos começa a trabalhar como voluntária. Fazendo leituras para pacientes em coma! Ela pensou que no silêncio poderia encontrar suas respostas, e entre ler para um homem inconsciente e escrever seu livro acabou encontrando muito mais que isso!

Mitchell Petrucci é um homem lindo, rico e poderoso. O sonho de qualquer mulher se não fosse a sua personalidade fria e calculista e seu ar cínico e superior. Líder de um grande e poderoso império financeiro, o presidente da Petrucci Grup E Co estava perdido dentro de si mesmo, para quem estava de fora, ele tinha tudo que um homem poderia querer, mas o que ninguém sabia era quem era esse homem de verdade. Um acidente coloca a vida do Sr. Petrucci em risco. Ele acaba em coma no hospital. E amigos? Família? Mulheres? A muito tempo Mitchell não acreditava em relacionamentos de qualquer tipo, para ele tudo de resumia a negócios, trocas de favores, o que se poderia oferecer e pegar em troca. Foi assim que ele afastou todos ao seu redor.

E um homem tão bonito e bem sucedido sozinho dessa maneira, despertou algo na doce Francie. A linda voluntária que começou a passar horas e mais horas na companhia desse homem desconhecido e lindo!

Achei um fato muito interessante na construção dos personagens. A história apesar de ser um belo romance, não foi construída em cima do envolvimento amoroso do casal. Francie se apaixona por um homem em coma, um homem que nem sonha como seja de verdade, é um romance unilateral por assim dizer, o que esperava era que ele ao despertar, visse como estava errada sua vida, e se apaixonasse por essa mulher que esteve ao seu lado no seu momento mais difícil, porém, isso não aconteceu, a história é construída em cima dos protagonistas de uma forma que prioriza Francie e Mitchell como pessoas. Seus problemas, suas questões mal resolvidas, seus traumas, para que quando enfim houvesse o esperado reencontro, esses personagens que conhecemos desde o começo da obra, já não fossem os mesmos, consegui ver o crescimento e amadurecimento de cada um de uma forma individual, depois conjunta e brilhante!     

Encontrei personagens diferentes, mudados, melhorados e um amor que desafia o silêncio!

É um romance para ser saboreado, fiz questão de ler com calma, sentindo e entendendo cada pedacinho dele. Isso mais as suas quinhentas e pouquinhas páginas me deixou um tempinho na companhia de Francie e Mitchell, e confesso que estou já sentido falta dessa proximidade, dessa viagem que me fez conhecer esses personagens tão bem e de uma forma tão intima e especial.

O livro aborda de diferentes maneira muitos assuntos, os dois protagonistas tiveram problemas pessoais com os pais, Francie com suas questões de rejeição e Mitchell com o controle, o ser o melhor pelos motivos errados!

O poder da amizade (#TomLindoDeMorrer / #OliviaAmaisCompanheira) e o papel da família para o bem e o mal. #AlgumasLágrimasAqui 

Com cenários lindos, a badalada Nova York, a romântica Paris, a calma e aconchegante Itália, mais personagens que você não sabe se ama ou odeia, bate ou coloca no colo. #VinceFiqueiComDó

A Depressão, o deixar sentir a própria dor, as faltas que temos dentro de nós, nossa Francie fazendo o lindo paralelo da literatura falando/sentindo/vivendo a própria literatura! Mitchell com a pintura, Francie com a escrita. As máscaras e exposições, as verdades e mentiras, a realidade e o que criamos para nós! Será que é real? Toda essa receita faz de Entre o amor e o silêncio da autora Babi A. Sette, um livro que deve ser lido, sentido e conhecido!

Eu amei Mitchell, mas no começo o odiei loucamente, como podia ser tão estúpido? Eu amei Francie, mas fiquei chocada como ela se envolvia profundamente nas suas coisas! Eu sofri pela menina que esperava um pai que não a merecia. Eu chorei pelo menino cheio de sonhos que se decepcionou com o mundo de uma forma que não restou nada de verdadeiro em sua vida. Eu ri com os amigos, me apaixonei por Tom. Odiei e perdoei Vince. Aprendi que por mais que nos amem, as pessoas acabam nos machucando, por não saber lidar com os seus próprios problemas, as suas questões. Chorei, ri alto, me apaixonei, suspirei com as inúmeras demonstrações de amor, demonstrações faladas e silenciosas. Demonstrações que me agarraram como leitora e me fizeram amar loucamente essa história.

E será esse o Fim? Francie e Mitchell com seus dramas, tramas, segredos, destinos e histórias ganharam um lugar especial no meu coração, juntamente com esse conjunto de poesias, palavras e sentimentos que são Entre o amor e o silêncio!

''Morria um pouco a cada dia e me enterrava muito por dentro. Uma morte a cada respirar, uma morte a cada pulso que drenava o sangue sem me deixar seco. Até que eu não senti mais. Até que tudo foi embora - a lucidez das cores que eu tentei, o vento da música que me estruturou -, tudo partiu de mim. O pulso continuo forte, mas era apenas um vazio. Nada. Eu pairava entre um impulso frenético da consciência morta e a ânsia incontrolada de busca a própria aniquilação. Eu afundei dia a dia em um estado de coma consciente.''

Paula Juliana

Comentários

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Companhia das Letras Skoob
Sinopse: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vá…

Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler

Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito
Skoob

Sinopse: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler
Dez coisas que aprendi sobre o amor - Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas,…

Resenha: Louca Por Você - After Dark - Livro 01 - A. C. Meyer

Resenha: Louca Por Você - After Dark - Livro 01 - A. C. Meyer
Classificação: 5/5 Favorito

Sinopse - Louca Por Você - After Dark - Livro 01 - A. C. Meyer Ele era tudo que ela queria...
Julie Walsh foi apaixonada por Daniel Stewart a vida inteira, mas ele só a via como sua irmãzinha. Até que o destino resolve dar uma mãozinha e dá a Julie a oportunidade de balançar a vida e o coração de Danny.
Ele não queria se apaixonar...
Daniel reprimiu seus sentimentos por muitos anos. Sem interesse em investir em relacionamentos sérios, aproveitava a vida com uma garota diferente a cada dia, investindo seu real sentimento no sucesso do seu bar, o After Dark.
Até que o destino lhe dá uma pancada na cabeça e um sacolejar no coração e mostra que a garotinha que ele sempre tratou como sua irmãzinha, é na verdade, aquela que pode fazer ele começar a pensar em "para sempre". Mas quando Daniel resolve dar uma chance para esse estranho sentimento que se apodera dele, ele esbarra com um…