Pular para o conteúdo principal

Resenha: Aceite-me - Wricked # 3 - J. L. Mac

Resenha: Aceite-me - Wricked # 3 - J. L. Mac
Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Editora: Charme
Skoob

Sinopse: Aceite-me - Wricked # 3 - J. L. Mac

Pela primeira vez em sua vida, Josephine Geroux tem um futuro que vale a pena almejar.
Após a trágica morte de seus pais e sua vida conturbada como órfã, ela conheceu Damon Cole. Ele é parte da razão por sua vida ter sido destruída, mas também é a razão pela qual o coração dela foi consertado.
No livro final da série Wrecked, Jo é confrontada com uma história turbulenta com voltas e reviravoltas, que acaba sendo muito mais difícil de lidar do que ela sequer podia imaginar. O relacionamento com o enigmático Damon é delicado, principalmente depois que ela, sem querer, descobre detalhes sobre a vida dele que seria melhor se tivessem sido deixados enterrados.
Para ter seu futuro promissor, Jo precisa decidir se revelar a verdade a Damon é um risco que ela está disposta a correr. Com tanto em jogo, a aceitação se mostra a melhor batalha para Jo travar.

Wrecked foi o tipo de série que me tirou do planeta terra, foi só começar a ler que logo nas primeiras páginas me vi submersa na história, me veio a mente aquele pensamento feliz: Esse é um livro DAQUELES! Um daqueles que te faz ficar grudadinha, que te faz não querer comer, dormir, sair, tudo que você quer fazer é continuar lendo e lendo, até você descobrir tudo que o enredo tem para te contar, tudo que esses personagens tem para te contar, te surpreender, te emocionar e te inspirar! 

Foi exatamente assim que abri as primeiras resenhas dos primeiros livros dessa saga, as obras Destrua-me e Conserte-me e por tradição resolvi marcar esse grande finale da mesma forma, pois essa série MERECE todos os elogios do mundo, principalmente por ter sido leituras tão lineares nos quesitos enredo e personagens, sim, caros leitores com personagens que me cativaram, que foram me conquistando páginas após página, livro após livro, eles acima de tudo tiveram uma linda evolução ao logo do enredo! E o que dizer do enredo? Esse de matar! Um drama bem amarrado e cheio de idas e vindas que me deixaram com o coração na mão inúmeras vezes.

''Quando se sofre uma perda tão grande, é como se o sol desse espaço para a noite chegar e nunca mais aparecesse novamente. E isso te deixa numa eterna escuridão.''

Recapitulando: Josephine Geroux é uma ninguém, uma garota de 25 anos que tira seu sustento trabalhando em uma livraria falida, que tem um passado terrível, perdeu seus pais em um trágico acidente de carro aos nove anos, de uma menina mega amada e protegida a uma vida cheia de horrores e privações. Jo após o acidente foi encaminhada para lares adotivos, e para fugir dos abusos e da piedade, a ''atenção'' em excesso, ela acaba nas ruas, sendo uma sem-teto que tinha como seu grande refugio de vida a biblioteca publica e seus livros, autores e histórias.

Foi por esse amor e esse conhecimento que resolveu puxar as rédeas de sua vida, e seu caminho cruzou com o senhor Capitão Sutton, o ''velhote'' proprietário da livraria que Jo trabalha, o homem que deu uma oportunidade para a menina sem-teto. Que lhe deu uma muda de roupa, um emprego e uma direção, essa que Jo agarrou com todas as suas forças. Hoje ela tem um lugar seu, uma cama, roupas e comidas compradas com seu trabalho e dedicação. Capitão seu chefe é sua companhia constante, quase um pai, mesmo que Jo não admita isso!

Foi em um dia de trabalho, logo após colocar um ladrão para ''correr'', que Jo conhece o misterioso e atraente Damon Cole, atração imediata, alucinada e sem sentido e uma estranha sensação de familiaridade! Da onde ela conhece esse homem? Não foi de seus sonhos com toda certeza, apesar que é verdade que seriam ótimos sonhos!!!Damon e Jo protagonizam uma história de amor linda, envolvente e de tirar o fôlego!   

Destrua-me - o primeiro livro da série é bonito, romântico, quente, é um pouco clichê, um daqueles livro que consegui saber mais ou menos o rumo que a história iria trilhar, mas também é surpreendente, é envolvente, ao ponto de te desesperar e te dar aquele aperto no coração. Fala de dor, perda e superação. Uma mocinha que perdeu a ilusão na vida, que vive para sobreviver, que não se importa com bobagens, é direta, boca suja, não tem papas na língua, fala o que pensa e senti, se envolve, se entrega e é verdadeira! Sincera! Com ela e com os outros!

'' - Você pode não perceber isso ainda, mas você é minha. Não é porque estou dizendo. Você é minha porque assim que é. Sinto que te esperei a vida toda. Antes de nos conhecermos, naquela loja, eu sonhava com você todas as noites; me perguntava onde estava e quando te encontraria. Agora que a encontrei, você estaria louca se achasse que eu a deixaria ir embora. (...) Não quero absolutamente nada entre nós.''

Conserte-me - o segundo livro da série teve todos os elementos que considero viciantes em uma boa leitura, ele com certeza foi para a minha listinha de queridinhos, aqueles que vou ler, reler, um banquete de emoções e sentimentos, e uma linda história de amor, perdão e superação! Quente como o inferno, envolvente como a paixão e doce como o amor!
Jo mostrou uma força e perseverança que a maioria das mulheres por mais apaixonadas que possam estar não demonstrariam. Foi uma caminhada árdua para o casal e a grande espera do final feliz que podia ser derrubado a qualquer momento. Damon roubou a cena pelo apelo psicológico do personagem, pela força também que demonstrou e pelo que foi desvendado do seu passado traumático.
 
Damon é um homem maravilhoso, claro que ele tem seus fantasma, uma família quebrada, um pai alcoólatra, uma mãe que o entregou quando criança, tem que lidar com o sentimento de rejeição, e até culpa todos os dias. E apesar dessa parte escura de sua alma, ele é incrível, o homem que mamãe pediu como genro, um homem forte, dominante, mas não no sentido Grey da vida, ele apenas é uma figura autoritária, acostumado a estar no comando. Rico, bonito, gostoso, quente e solitário! Quando Damon se envolveu com Jo, ele simplesmente se entregou e foi uma entrega linda de se acompanhar!

E então chegamos ao terceiro e último livro da série: ACEITE-ME! E o que falar dessa obra que já não tenha falado ao logo de toda série?! Bem... esse livro me deixou quebrada, e amada, triste e feliz. Como é possível tantas emoções em uma só leitura? Pois é, e tenho que agradecer a autora J. L. Mac por ter escrito um romance tão incrível e  destruidor!!!! Foi um desfecho coerente e digno, para um casal que sofreu muito e teve que lidar com muitos elementos para ficarem juntos, eles tiveram que literalmente se aceitar, aceitar seus defeitos, seus fantasmas e seu amor. Ambos sofreram, aprenderam e principalmente amaram! Aceite-me é assim como a série inteira, uma obra linda, comovente e sexy, um prato cheio para os amantes da literatura adulta, para os fãs de romances arrebatadores e paixões irresistíveis, cobertas de drama do começo ao fim! Recomendadíssimo! 

Paula Juliana

Comentários

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Classificação: 4/5
Editora: Companhia Editora Nacional
Skoob

Sinopse: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Chamas na Escuridão - Essa série provocante vai cativar, envolver e, até mesmo, ‘intoxicar’ a leitora como nenhuma outra. Perfeita para aqueles que amaram 50 Tons de Cinza, mas ficaram querendo mais... A história central se passa em Londres, nos bairros mais badalados dessa encantadora cidade. Mas os protagonistas, Beth - graduada em História da Arte, e Dominic – consultor do mercado financeiro, vão se aventurar também na Croácia, Turquia e NY. Profundamente intensa, romântica, provocante e sensual, essa série vai levar a leitora a um lugar onde o amor e o sexo são liberados de seus limites. Fãs de E.L. James e Sylvia Day vão se manter acordados até tarde da noite com “Chamas na Escuridão”.


''Não há prazer sem dor. Não há paixão sem sofrimento. Prefiro me sentir viva a viver em seguran…

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Editora Valentina
Skoob

Sinopse: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma
Proibido - Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.
Eles são irmão e irmã. Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dram…

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Companhia das Letras Skoob
Sinopse: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vá…