Pular para o conteúdo principal

[Especial de começo de ano] Editora Companhia das Letras - As melhores resenhas de 2018 que passaram pelo Overdose!

[Especial de começo de ano] Editora Companhia das Letras - As melhores resenhas de 2018 que passaram pelo Overdose!


Resenha: A garota na teia de Aranha - Série Millennium #4 - David Lagercrantz
Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Editora: Companhia Das Letras
 
 
 ''Mas acima de tudo Lisbeth sorriu porque Mikael Blomkvist tinha mais uma vez acabado no mesmo lugar que ela, e mesmo que algumas vezes ela tivesse pensado em simplesmente fechar o programa e ir para a cama, respondeu:

   A inteligencia de Balder não tem nada de artificial. Por falar nisso, como vai a sua?
   E, Blomkvist, o que vai acontecer se criarmos uma máquina mais inteligente do que nós?''

Assassinato. Violência contra a mulher. Politica. Religião. Jornalismo investigativo. Tecnologia digital.

O que define uma boa história para você? Seria um bom enredo? Uma história que seja instigante, curiosa, bem desenvolvida? Que faça você virar a noite lendo e esquecer do mundo lá fora? Seria os ótimos personagens? Aqueles que de tão bons e completos é difícil traçar seus perfis? Ou uma boa história seria aquela que desperta seus sentidos? Seus sensos morais e éticos? Seria aquela A melhor história... aquela que te faz pensar? Quebrar a cabeça e mergulhar junto? Bem... como leitora a perfeição é essa tão completa junção, essa tão completa mistura que te leva a não querer nem piscar para não perder nenhuma rica palavra!

A Garota na teia de Aranha é um livro ÓTIMO! Confesso que estava com medo. Estava com medo de inconscientemente comparar os livros de Stieg Larsson e David Lagercrantz, estava com medo de encontrar uma Lisbeth Salander e um Mikael Blomkvist mudados, estava com medo da perda da essência dos personagens. Para meu alivio, esses medos foram infundados! Encontrei uma tremenda história, com conteúdo, muita critica, uma riqueza imensa nos pequenos detalhes e encontrei também lá, meus queridos e admirados personagens.

''Lisbeth nossa grande ''mocinha'' protagonista não tem como não ser um grande e polêmico destaque, essa menina de 24 anos me tirou as palavras e o fôlego em diversos momentos da leitura, dizer que ela é uma personagem forte é até um pecado, essa mulher é um tremendo exército inteiro em seu um metro e meio de altura.''

Começamos toda a trama com Mikael e a revista Millennium novamente em crise, temos novos sócios na parada, lutamos contra a perda de valores e estilo da revista, Mikael tendo uma disputa com a nova era digital e o que é ''escrever de verdade'' atualmente.

Então, no começo desse inicio turbulento Mikael recebe um telefonema de um novo informante, um caso envolvendo a participação de uma hacker profissional. Ele acredita que pode ser Lisbeth, a garota a qual não vê a muito tempo. Onde estará Lisbeth? E qual a confusão que nossa vingadora se meteu agora?   


''Mikael é tão gentil, sem palavras para descrever como gostei do seu modo cavaleiro de ser, de como ele foi um bom e digno representante masculino no meio de uma história tão pesada, é um homem encantador, na sua personalidade e principalmente na sua HONESTIDADE, acredito que foi isso que me conquistou e que vai conquistar qualquer leitor não importa qual seu sexo.''

Do outra lado da história conhecemos o caso do Professor famoso matemático Frans Balder. Ele que é pai - ausente - de um menino autista, ex marido da atriz Hanna Balder que se casou com o então violento e abusivo Lasse.
Frans volta para a vida do filho, após receber uma ''denuncia'' que o menino estaria apanhando em casa e que sua educação especial não estava acontecendo. Frans toma uma atitude e leva August para morar com ele, porém, Frans está correndo risco de vida, o professor sabe de coisas que não deveria saber e está correndo contra o tempo.

''Com a ajuda dos computadores, ela ultrapassou muros e barreiras que de outra forma teriam permanecidos intransportáveis e viveu momentos de liberdade.''

August é autista e é também o que chamam de savant, uma criança talentosa, um gênio brilhante.  Ele não fala, mas se expressa por meio de seus desenhos que tem um realismo sem igual, principalmente para uma criança de oito anos. August acaba sendo a única testemunha de um assassinato. E ele com sua memoria fotográfica é o único que pode levar Mikael e Lisbeth a achar o culpado e desvendar essa teia de mentiras e corrupção.

Sou apaixonada por suspenses policiais, adoro essa agonia, esse suspense, esses sentimentos de curiosidade obscura que envolvem o gênero. Gostei muito da escrita do autor, achei até mesmo muito parecida com a de Stieg, porém, achei mais leve, talvez porque não teve tanto foco na violência em si contra a mulher como teve no primeiro livro da Millennium, talvez porque a história ficou bem focada no caso de Frans, não sei ao certo, mas esse volume foi mais rápido de se ler e mais leve, tão quanto é possível lendo o estilo.

Gostei de vários assuntos abordados, como o papel da NSA, os abusos de autoridade, o papel desse ''olho vigilante do mal'', o papel do hackers e a segurança digital. Mais para o fim do romance voltamos a focar nas histórias particulares dos protagonistas, várias surpresas para mim nessa área, ainda fazendo aquele paralelo com o poder, dinheiro e ambição.
Muitos personagens foram apresentados nessa história. Gostei também de saber mais sobre os autistas e as crianças savants, foi um belo diferencial. E claro que também esteve presente a violência de várias formas contra as mulheres.


O quarto volume da série Millennium foi uma teia de aranha com muitas pontas. Todas bem fechadas e alinhadas! Lisbeth e Mikael essa tremenda dupla, vieram para matar as saudades e mexer com os corações e emoções dos leitores.
Um suspense de tirar o fôlego de alta qualidade.
Indico para os fãs da série, os que amam o estilo, os que gostam de histórias fortes, bem traçadas e desenvolvidas e com personagens que são eternos!    

''... Mikael sabia que, quando se vai a fundo em qualquer história, pode-se encontrar todo o tipo de conexões. A vida está sempre nos aproximando de conexões enganadoras. No entanto, em se tratando de Lisbeth Salander ele não acreditava muito em coincidências.''

Paula Juliana

Comentários

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Classificação: 4/5
Editora: Companhia Editora Nacional
Skoob

Sinopse: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Chamas na Escuridão - Essa série provocante vai cativar, envolver e, até mesmo, ‘intoxicar’ a leitora como nenhuma outra. Perfeita para aqueles que amaram 50 Tons de Cinza, mas ficaram querendo mais... A história central se passa em Londres, nos bairros mais badalados dessa encantadora cidade. Mas os protagonistas, Beth - graduada em História da Arte, e Dominic – consultor do mercado financeiro, vão se aventurar também na Croácia, Turquia e NY. Profundamente intensa, romântica, provocante e sensual, essa série vai levar a leitora a um lugar onde o amor e o sexo são liberados de seus limites. Fãs de E.L. James e Sylvia Day vão se manter acordados até tarde da noite com “Chamas na Escuridão”.


''Não há prazer sem dor. Não há paixão sem sofrimento. Prefiro me sentir viva a viver em seguran…

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Editora Valentina
Skoob

Sinopse: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma
Proibido - Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.
Eles são irmão e irmã. Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dram…

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Companhia das Letras Skoob
Sinopse: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vá…