sábado, 20 de julho de 2013

Resenha: Belo Desastre - Jamie Mcguire

Resenha: Belo Desastre - Jamie Mcguire
Classificação: 5/5 Favorito

Sinopse - Belo Desastre - Belo Desastre #1 - Jamie Mcguire
Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.

Uau! É a palavra para descrever essa bela narrativa, Belo Desastre, entra na minha lista de preferidos, é uma história fascinante, repleta de surpresas, com personagens complexos, profundos e maravilhosos.
Conta a história de Abby que sai de sua terra natal, escondendo um passado e vai a encontro de sua melhor amiga, America, na faculdade. Lá America namora Shep que mora com seu primo Travis e Abby se pega aos poucos se envolvendo com o garoto.

Travis foi um dos melhores personagens que tive a sorte de ler. Ele é controverso e no começo da narrativa tem aquele comportamento bad boy, extremamente canalha, Abby logo identifica ele como uma ameaça, o tipo de garoto que ela não quer por perto. Mas ele sempre arruma uma maneira de não deixá-la em paz. Logo pelo segundo dialogo que eles têm, Abby deixa bem claro que ele pode desistir que ela não iria para a cama com ele. O que só serviu para deixá-lo com mais vontade.

Abby não vendo modo de ele deixá-la em paz resolve seguir para o caminho da amizade, e da amizade e de uma aposta - morar um mês no apartamento de Travis - vai nascendo um lindo romance.

Muitas pessoas estão falando que não ficam viciados em um livro desde Crepúsculo como ficaram com Belo desastre recentemente e eu concordo!! Foi um dos livros mais rápidos que eu li peguei ele as 23horas da noite e fui até as 04 horas da manha, lendo e não conseguia parar! Precisava saber o que ia acontecer! Terminei o livro no dia seguinte em menos de 12 horas e Torci muito pelo amor dos dois (como uma boa romântica que sou!!).

Amei a escrita da autora, eu consegui sentir o que ela estava escrevendo, a escrita é simples e fluída, o leitor sente um desespero com certas situações que acontecem. Eu fiquei com ódio de Travis, depois eu o amei, daí eu xinguei ele (‘’Deus! Como pode ser tão idiota!’’) e depois me apaixonei de novo, de repente me perguntei se ele estava ficando maluco, se era um tipo de maníaco... Odiei , amei, odiei mais um pouquinho e amei muito, no fim ele me convenceu que era o melhor mocinho com cara de vilão perfeito que eu poderia ter! Então amei!!

Amo Anti-heróis sempre!
Com Abby tive quase os mesmos sentimentos, quando eu achava que ia dar tudo certo... Bum... Ela fazia sempre uma coisa surpreendente... Belo Desastre é surpreendente e sexy (ainda sobre o fundo musical de ‘’I cant get no’’ de Rolling Stone).

Entre esses dois protagonistas eu não sei quem fazia mais besteiras e em determinados momentos só matando mesmo! Mas o resultado dessa bagunça toda foi uma narrativa espetacular que eu só tenho que tecer elogios, mexeu demais comigo e não tem um personagem ruim nesse livro, gostei de todos!!

‘’-Em primeiro lugar eu tenho critérios, sim. Nunca transei com uma mulher feia, Nunca. Em segundo lugar, eu queria transar com você. Pensei em te jogar no sofá de cinquenta maneiras diferentes, mas não fiz porque não te vejo mais assim. Não é que eu não me sinta atraído por você, só acho que é melhor que isso. (...) Não consigo pensar em um único cara que seja bom o bastante para você. ’’

Segundo Livro: Desastre Iminente:


Paula Juliana

6 comentários: