terça-feira, 28 de outubro de 2014

Resenha: O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito

Resenha: O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito
Classificação: 5/5 ♥ Favorito

Sinopse - O Que Me Disseram as Flores - Alane Brito
Presa a uma promessa feita por seu pai, Ângela decide desafiá-lo a aceitar que não é vontade dela se casar com alguém que conhecia apenas através de cartas. Deixando-se levar por uma mentira, William viaja até a prometida, acreditando encontrar uma moça tão apaixonada quanto ele. Entretanto, depara-se com a força da raiva de alguém com quem sonhava passar o resto de sua vida. Por conta do grande amor que aprendeu a nutrir por ela, decide, então, lutar para conquistá-la. Usando a linguagem das flores para se declarar e, cada dia, se revestindo de uma força descomunal para suportar as palavras afiadas e suas duras atitudes, ele tenta encontrar uma maneira de fazer com que o ódio, que ela tanto demonstra sentir, se transforme em algo bom, mas para isso ele mesmo precisa continuar acreditando que é possível... Um grande amor é realmente capaz de suportar tudo? Conheça a emocionante história de duas pessoas numa mesma batalha, mas que lutam por desfechos diferentes. E que vença o mais obstinado.

''À tarde, ela resolveu sentar-se numa das poltronas da varanda para ler um livro (...). Todavia, as letras perderam o sentido quando ela viu Willian cruzar o portão e se aproximar. Sua respiração saiu trêmula num momento e seu coração acelerou devido à bela figura diante de si. Fingia não ter notado, mas ele sempre lançava olhares curiosos, fitando-a de modo penetrante, como se a perscrutasse.
O livro já parecia nem existir em suas mãos. Era o noivo dono absoluto de sua atenção.''

Quando fecho meus olhos, sou capaz de assistir essa história passando como um filme em minha mente! Vocês tem ideia de quanto isso é gostoso? Terminar uma obra literária, e permanecer na história por horas depois, ainda sentindo, cada uma das emoções que a narrativa trouxe para você! Preciso ser sincera aqui, me sinto emocionalmente melancólica, Parece que sofri algum acidente de trem... Ou fui atropelada de alguma forma! Nada poderia me preparar para essa leitura LINDA! O Que Me Disseram as Flores da autora Alane Brito, é incrível. É emocionante! Tocante! Muito Bonito! Com uma mensagem, que fica por muito tempo agarrada ao seu coração!        

ORGULHO!
Uma história que mostra o poder que o Orgulho e a teimosia pode ter na vida de uma pessoa! 
Pode o amor sobreviver a tudo? Pode ele ser machucado, pisado,chicoteado e permanecer ileso? Belo, forte e bonito? Alane Brito aborda isso e muito mais nessa obra.

Por meio da história de Ângela e William somos transportados para outra época, e descobrimos o poder do amor, da amizade, bem como também o que o orgulho e a teimosia podem causar na vida das pessoas. 

''Meu filho se casará com sua filha ou minha filha com o seu. Daqui mais algum tempo quem junta os trapos com uma mulher serei eu. Aí procriaremos e você e eu seremos mais que amigos!'' 

Tudo começa com dois amigos em 1912
Santiago se apaixona forte e loucamente a primeira vista por Elisa. Acha a mulher de seus sonhos e sua futura esposa. Para firmar ainda mais o valor da amizade com seu melhor amigo Afonso, eles fazem uma promessa. Essa que pode mudar a vida das futuras gerações!  

Os filhos de Santigo e Afonso iriam se casar! Santiago teve Ângela. E Afonso teve William.

De repente somos trazidos de volta na obra para os dias atuais. PRESENTE!
Apresentados a Raquel, que estava muito chateada por ter de sair do Rio de Janeiro, para ir morar na fazendo de sua família, uma fazenda que leva a história de gerações e gerações em suas terras, na pequena cidade de Belo Parque.

Raquel nunca deu valor aquele lugar, mesmo quando ia visitar, nunca se prestou a dar atenção para as paisagens bonitas, nem para a bela casa e seus cômodos. Resolveu conhecer, e foi em uma das suas buscas que achou um velho diário. O diário de Ângela Marques.   
  
Então viajamos novamente.
Voltamos no tempo e embarcamos em 1933.

Para a história de Ângela e William
Lembram da Promessa?
Ângela não estava feliz. Ângela  não concordava com essa história de casamento. Ângela queria ser capaz de escolher seu destino por si só.

''Ela é realmente... Maravilhosa - disse William.
- Eu sei - disse sério. - A Ângela é muito temperamental as vezes... Com o tempo verá que é encantadora, por... Por mais austeras que possam ser suas palavras...''

Ela conversa com seu pai, diz que não quer se casar, que não vai se casar e pede para que William seja logo avisado sobre suas intensões. Porém, seu pai não avisa o jovem, e ainda se faz passar pela moça, em suas trocas de cartas com William. Resultado! William não sabia que Ângela era contra o casamento. Ele estava apaixonada pela moça, tinha sido a vida toda preparado para esse destino, e estava contente e feliz em aceita-lo. Assim quando chegou a cidade, não poderia ficar mais decepcionado ao descobrir que vinha sonhando com esse amor sozinho.
Mas William é obstinado e não ia desistir de conquistar o coração da moça. 

''Entende a linguagem das flores?
- Certamente. Por quê? (...)''

E é ai que começa a batalha! 
William fazendo de tudo para conquistar Ângela e Ângela fazendo de tudo para que William desistisse dela!

Livro Lindo! Por dentro e por fora! 
''O que ela insinuava não saber era que essa batalha pouco a pouco se tornava mais difícil de ser vencida. Suas palavras pareciam flechas em chamas o atingindo, causando-lhe uma dor lancinante em sua alma. Era inexplicável ver a mulher por quem nutria tanta afeição tratá-lo como um ser insignificante, como se ele não tivesse sentimentos, como se fosse imune aos golpes quase mortais em seu coração.''

E haja coração para aguentar as reviravoltas dessa história!
Ângela é horrível! Sério! Ela faz ele comer o pão que o diabo amassou! Ele sofre, ela pisa nele, em seus sentimentos, ofende, usa quem tiver que usar, fala o que tiver que falar para atingir seus Objetivos. Eu queria entrar no livro e dar uma boa surra nela! Não, não sou violenta... mas essa mocinha me tirou do sério! William é um santo! Não sei ainda como ele não desistiu/explodiu/ou entrou em uma depressão profunda! William ganhou não só o meu amor como o meu respeito! Ele é um homem lindo, gentil, honrado e simplesmente apaixonante!

'' - Você não é humano?
-Hm... Minha futura esposa provavelmente é a imagem de um anjo verdadeiro, talvez eu precise ser algo mais que um simples homem - disse, piscando um olho.''

Algumas vezes quando lia um livro que a mocinha sofria muito, eu pensava como séria se os papéis fossem trocados, se quem fosse o incompreendido, traído e maltratado fosse o homem ali e não a mulher. Se eu ia sofrer menos, entender menos, ou até me divertir (#MalvadaEuSei), mas a autora me mostrou que não, fiquei com tanta pena de William, queria defender e proteger ele com todo o meu coração. 
Ângela não é uma má pessoa, ela tem ações terríveis, mas ela tem seus motivos, ela quer ter o poder de escolha na sua vida, acha que essa imposição não pode faze-la feliz. Ela acaba nem dando uma chance para ele. É um jogo de gato e rato. Ela sofre, ele sofre, o leitor sofre e é incrível, porque podemos ver a transformação que o amor faz com ela, podemos ver que determinados atos podem mudar tudo, aprendemos muito com a história.

Amei a forma que a autora escreveu, dialetos e palavras, amei os cenários, amei os personagens secundários. Felipe, o primeiro amor de Ângela e seu altruísmo, amizade e carácter. Líliam a melhor amiga de Ângela com seu bom coração e sua ingenuidade. Amei odiar Leonardo, que foi criado como se fosse o ser mais importante do mundo.
E amei loucamente William. Cada vez que ele presenteava sua amada com suas flores e conversava com ela tentando chegar em seu duro coração usando essa linguagem, eu simplesmente me desmontava um pouco! #Alecrim #NuncaVouTeEsquecer 

'' '' Eu não consigo me controlar mais! Fiquei tão triste com a notícia que William me deu que, horas depois, eu ainda sinto meu coração apertado e, pelo que parece, essa sensação está aumentando mais e mais. Ele vai amanhã. Eu não quero. Temo perder minhas forças e desistir de tentar lutar contra o que sinto. Que consequências isso teria?''...''

As flores conversaram comigo! E Bem... me disseram muito! A cada palavra dita e não dita, a cada lágrima e sorriso escondido, a cada lição de amor, perseverança e amizade, cada segredo mostrado em seu diário de vida, cada aperto no meu peito, O Que Me Disseram as Flores me conquistou, me levou a lágrimas, me fez refletir, vai deixar saudades e é um livro para ser lido com muito amor e atenção em suas palavras, ações e mensagens.  

''- Acho que me dei conta de que antes de julgar que algo não é bom pra mim, eu devo dar uma oportunidade para que me prove o quanto pode ser especial. Nunca sabemos a capacidade que tem de nos conquistar até que permitimos que mostre.'' 

Paula Juliana

25 comentários:

  1. Eu sempre preciso me recompor para poder fazer algum comentário em alguma de suas resenhas, Paula!! Que coisa linda!!! Minha gratidão é gigantesca!!! Mais uma vez fico honrada em ter um de meus livros resenhado por você!! Obrigada!!! <3

    ResponderExcluir
  2. Muito bonita sua resenha, tenho certeza de que o livro deve ser realmente bom.

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a forma como você finalizou esta resenha Paula, como sempre me encantando e fazendo eu ficar louca pelo livro! O livro parece ser tocante e passar uma mensagem muito boa!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  4. Ai meu Deus!!!! Ai meu Deus!!!! Ai meu Deus!!!! Eu quero esse livro!!!!
    Fiquei torcendo para me interessar pelo livro pq gostei logo que vi a capa. Me apaixonei pela história desse livro é diferente da maioria, confesso que também queria ver o mocinho sofrendo um pouco rsrs
    Sua resenha foi encantadora :)

    Bjs
    Jéssica Rodrigues
    http://lilianejessica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que livro sensível!
    Não conhecia, mas fiquei com tanta vontade de ler!
    Adoro livros de nos remetem à outras épocas
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Mulher que historiaaaa
    simplesmente perfeitaaa
    acho que o final desse livro vai ser de arrancar suspiros altosssss
    kkk
    achei lindo o nome do livro,ja e bem forte,o que me disseram as flores,acho que e um livro que ninguem colocara defeito e com certeza deve ter um segredinho escondido ai que se vai revelar ao longo da leitura
    vc é a DIVA das resenhas
    bjssss
    www.zilandramakes.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olha Paula! Uma resenha melhor que a outra assim seguida é covardia! Uma passada no seu blog e já tenho 4 livros novos para comprar! Kkkkkk
    Falência aqui! Achei a resenha brilhante, adoro romances históricos, mas não leio tanto o quanto gostaria, espero conseguir comprar logo!
    Adoro suas dicas! Abraços

    ResponderExcluir
  8. Paulinha linda!
    As resenhas suas sempre são lindas, mas essa sua introdução está de arrepiar! Me deixou louquinha aqui, meus parabéns! William parece ser um santo mesmo, não sei o que essa menina fez com ele, mas já to morrendo de pena, acho que deve ser daqueles que vc quer colocar no colo! Me ganhou totalmente! Anotada a dica! Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Paula,
    Sua resenha ficou ótima! Sério muito bem escrita e instigante :)
    O livro também parece ser lindo!
    Confesso que sou fã de livros que começam num tempo e depois mudam para outro :)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. AH, GENTE, QUE COISA MAIS LINDA!? É possível se apaixonar por um livro que ainda não lemos? Acho que já fiz essa pergunta a você, Paula, porque as suas resenhas são… são… deslumbrantes! Amo seu jeito de apresentar os livros. Eu, que nada sabia sobre O Que Me Disseram as Flores, agora quero-o como se tivesse visto a melhor das propagandas! Haha. Só você mesmo, flor, para isso.

    Eu me interessei muito pela história. Gente, o pai dela se passar por ela em cartas! Isso é quase como se ele criasse um perfil fake no Facebook para se passar pela filha, haha. Bizarro e extremista, deixando-a sufocada nas decisões já feitas para ela.

    Eu espero conhecer essa narrativa, com certeza! A autora está de parabéns e desejo sucesso a ela.

    Beijos, flor!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!
    Esse é um daqueles livros que nunca ouvi falar e me sinto honrada de ter tido a sorte de conhecer através da sua resenha. Fiquei até sem palavras! Não apenas com a sua emoção, mas a realidade, dureza e humanidade da história. Você disse que viu o livro como um filme? Eu li a resenha como se fosse uma minissérie da globo, sabe? É digno de um roteiro televisivo! Fiquei apaixonada! A capa também é preciosa <3

    Parabéns pelo ótimo trabalho!
    http://www.msbarbaraherdy.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Paulo.
    Acho que, assim como você, sempre quis ler uma história de amor onde o rapaz sofre pela amada. Acredito que por ser um romance de época esse sofrimento seja ainda pior do que os dos dias atuais; eu tenho a impressão que eles eram muito mais sentimentais no passado do que agora, apesar da grande diferença de comportamento.

    Fiquei com bastante vontade de ler o livro e conhecer mais de William.

    Blog:
    Cantar Em Verso . Fbook Cantar em Verso
    Pessoal:
    Fbook . silvianecasemiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. Me encantei com a resenha! A história é ótima e a capa do livro é linda.
    Parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. PAULINHA MINHA LINDA! Tudo bom? Vim comentar em um post anterior, porque não posso deixar de ler e comentar em uma resenha sua, e é claro que estarei participando do sorteio *--* Estou morrendo de saudades de você, saiba que não te esqueci, porque isso é IMPOSSÍVEL, estou apenas com aqueles contratempos da vida *snif*
    Que delícia a história continuar com você, livros assim, precisamos guardar com carinho, para sempre indicar para os que mais gostamos. Quer que eu te leve pro hospital, amiga?! Sério mesmo que o livro causou tudo em você? É claro que o título e a capa são lindos, mas não achei que tivesse ESSA carga toda.
    Confesso que fiquei com o coração na mão, quando li que vamos para tempos de época e já existe um casamento arranjado, ai meu coração, ai você veio pro presente e consegui respirar. Uau que coragem e ousadia do pai dela de se passar por ela nas cartas, chega até ser estranho, mas fiquei com pena de William, chegar e ver que seu sentimento não era recíproco, mas temos ai, um homem determinado e que pretende conseguir essa mulher. Vamos nós duas entrar no livro e dar uns tapas nela, como ela é capaz de fazer isso com ele? Só você descrevendo toda a determinação dele de conseguir pelo menos o mínimo de sua intenção, sabemos que ele é nobre, como ela pode?! E haja coração mesmo, fico tentando imaginar os momentos que se passam, aposto que suas unhas estão um caco, não é?
    Sua resenha me deixou super acelerada, de verdade, e já estou correndo no Skoob anotando o livro e logo vou atrás, porque PRECISO ler essa história com meus próprios olhos <3

    BEIJOS MINHA LINDA! E lembre-se, nunca esqueço de você
    Percepções Blog | Grupo: Mais um livro, Por favor!

    ResponderExcluir
  15. Oi Paula.
    Na realidade eu não ligo muito pra flores, acho lindas, lá no jardim, eu não tenho muito jeito pra cuidar.
    Mas nos romances, o negócio é diferente. Todo romance que li até hoje que fala sobre a linguagem das flores é emocionante e de uma sensibilidade incrível, e foi exatamente o senti quando terminei de ler essa resenha(deixando de fora a malvadeza da Angela, é claro rsrs)
    Quero descobrir se também vou me encantar por William como você, acho que nunca li um romance onde o mocinho sofresse por amor.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  16. Uauuu, que lindo. Apaixonada pela resenha.
    Adorei o enredo..
    Eu me alimento de romance e finais felizes... ( torcendo por eles aqui)
    Quero muito esse livro amiga <3

    Clã dos Livros

    ResponderExcluir
  17. Tem gente que tem coração de açó e tem gente que tem o coração de carne, que sangra todo dia... É fato.
    cada um tem seu jeito prórpio e particular de amar, viver, se entregar e fazer-se importante e se importar com o outro.
    Ai William, vc parece adorável... um sonho bom. Mas a rotina de anos talvez podesse quebrar vc, na vida real...
    Leitura gostosa para acordar para a delicadeza das coisas. ;)
    bjos

    ResponderExcluir
  18. Parece ser um livro regado a emoções e muito sensível, concordo com você uma oportunidade dada pode mudar toda uma vida, uma grande amor pode nascer, torcendo por um final feliz.
    Bjús, Cih
    http://quadrofeminino.com/

    ResponderExcluir
  19. Que resenha diva, como sempre, estou no book toour desse livro,doida pra lê-lo logo..estou com um outro da autora também que é lindo "O Trio".
    Fiquei encantada mais ainda pelo livro lendo a sua resenha, esta de parabéns.
    Fiquei bem curiosa para saber como ele fará para que ela o aceite.


    bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá Paula

    Parabéns pela resenha. Um livro que parece ser incrível, um turbilhão de emoções boas e ruins, e até angustiante. O que mais gostei do livro foi essa mudança de época na narrativa, de começar lá no inicio do seculo XX , vem para os dias atuais e depois volta novamente alguns anos. Achei de uma criatividade enorme.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Paulinha,


    Estou aqui num misto de suspirar e desejar o livro que deixou você envolvida durante horas após o término da leitura. Como sabe sou uma verdadeira apaixonada por romances e quando traz uma história cheia de ingredientes que mexe com muita coisa gosto ainda mais e outra coisa AMO flores e com certeza esta obra me conquistará rapidamente.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Que senhora resenha essa! To admirado como vc sempre se supera nos seus textos, quando crescer quero ser igual a vc! Kkkkk
    Amei, quero ler essa história para ontem! Nem preciso falar da sensibilidade, emoção e carinho que me passou lendo! PERFEITA!

    ResponderExcluir
  23. Paulinha como sempre suas resenhas mexem conosco , já estou com o cinto na mão e dar umas cintadas nessa megera que judia demais do Will, esse livro se não me engano estava em promoção vou pesquisar para comprar , vc vai me levar a falência hehe . beijos lindona

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Paulinha, tudo bem???
    Por quê??? Por quê ela fez isso com ele??? Já estou de coração apertado!!!!!!!! Não concordo com casamentos arranjados, mas ele é um príncipe e está fazendo de tudo para conquistá-la!!!!!!! Sua reação no início é justificável, mas e depois???? Pronto, William, ela não te merece, acho que você deve ficar é comigo!!!!!!! Coloquei ele na minha lista de maridos literários, agora ele é meu!!!!!! Risos...
    Amei cada palavra da sua resenha e dessa história!!!!!!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Linda,
    Simplesmente adorável sua resenha. Interessante esse livro, porque uma vez eu fiz quase a mesma coisa para conquistar uma moça... todos os dias postava uma foto de uma flor diferente para ela. Conquistei a moça? Infelizmente não,mas as flores sempre tem esse poder de falar, de deixar o seu recado. achei o livro muito interessante e o William de cara tem meu respeito, afinal me identifiquei com ele, até pela sua persistência. quando quero alguma coisa sou do mesmo jeito.
    parabéns mais uma vez pela sua resenha.
    bjs

    ResponderExcluir