Pular para o conteúdo principal

Entrevista Blog Overdose Literária: Autora: Joyce Xavier

Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional!


Entrevista Blog Overdose Literária:
Autora: Joyce Xavier

O. L. - Oi Querida Autora! Conte aos leitores como surgiu a sua história como escritora e suas expectativas com a publicação.
Autora: Eu sempre escrevi, mas só resolvi divulgar meus textos após uma depressão. Criei uma página no Facebook e as pessoas começaram a me procurar. O meu primeiro livro foi publicado em Julho deste ano e fala basicamente da minha depressão e superação, realizei um sonho e estou feliz em ajudar outras pessoas.

O. L. - Como surgiu a ideia de escrever o livro? Quanto tempo levou mais ou menos para escrever?
Autora: O livro na verdade era muito solicitado pelos meus leitores e enviei o projeto para duas editoras, porém, só uma aceitou o projeto. Como é um livro de crônicas, não demorei muito para escrever, mas recebi a aprovação um ano depois de enviar o projeto.

O. L. - O que você anda lendo no momento e qual é o seu gênero de leitura preferido? Algum autor preferido?
Autora: No momento estou lendo o livro da minha amiga Juliana Daglio “Uma canção para a Libélula”, mas sou apaixonada por Harlan Coben, Paulo Coelho e indico o livro Natasha de Flavia Andrade.

O. L. - Tem algum lugar onde você tem mais inspiração para escrever?
Autora: Qualquer lugar é lugar... Risos!

O. L. - Fale um pouco sobre as dificuldades de publicação.
Autora: Senti muita dificuldade principalmente financeira. O escritor tem um custo muito alto para publicar seu livro e o retorno não é tão grande. Creio que o verdadeiro escritor escreve por amor, pois eu sou assim.

O. L. - Quais conselhos você daria para os que sonham em escrever um livro?
Autora: Nunca desista. Muitos falarão que você está louco e que isso não é profissão. Mera bobagem. Vejo muitos escritores que querem publicar a sua primeira obra e não conseguem, eu costumo ajuda-los sempre. O Brasil precisa nos valorizar e os escritores precisam se unir.

O. L. - Você acha que a Internet e os blogs literários têm um papel importante na divulgação dos livros nacionais?
Autora: Com certeza! Vendo muitos livros através do Facebook e a internet é um grande meio de divulgação.

O. L. - Como funciona a criação dos seus personagens? Eles nascem prontos ou são desvendados pouco a pouco?
Autora: Na verdade os meus livros publicados não têm nenhum personagem, mas já estou escrevendo dois livros: O diário dos 30 anos e A menina da saia vermelha, ambos com a publicação para 2015. No diário, eu descrevo uma mulher que aos 30 anos é uma “encalhada”, mas é cômica. A menina da saia vermelha é um romance que despertará a curiosidade do leitor. É uma descoberta nova em cada página.

O. L. - Eles costumam ser inspirados em pessoas reais ou são apenas frutos da sua imaginação?
Autora: A maioria das minhas crônicas sim, mas A menina da saia vermelha uso a ficção.

O. L. - Um livro que todos deveriam ler e por quê.
Autora: Veronika Decide Morrer. Acho que Paulo Coelho acertou quando escreveu essa personagem e muita gente um dia já pensou em se matar.

O. L. - Muito obrigada pela entrevista e pela oportunidade de conhecermos um pouco mais sobre você. Quer deixar uma mensagem aos leitores?
Autora: Bem, quero agradecer pela oportunidade de poder divulgar meu trabalho e quero agradecer principalmente todas as pessoas que me acompanham. Tenho vários leitores e a cada mensagem que recebo, vejo que preciso continuar. Os meus leitores me incentivam, eles fazem com que eu realize os meus sonhos.

Paula Juliana

Comentários

  1. Olá Paula tudo bem, que gostosa essa entrevista, a autora Joyce fez o que muitas pessoas deveriam fazer para curar a depressão escrever, e extravasar todo sentimento que há de bom ou ruim, e ainda mais tendo talento de transformar em livros essas palavras. Eu tbm li muito Paulo Coelho, li Verônica decide morrer e tbm vi o filme adaptado!
    Fiquei curiosa com o livro que ela está escrevendo A menina da saia vermelha!
    Sucesso para autora e parabéns pela entrevista!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bom?
    Muito bacana a entrevista. Acho que o fato da autora ter escrito o livro depois de uma depressão, pois é um incentivo para pessoas que passaram e passam por essa situação. Ela bem disse que começar uma carreira de autor no Brasil não é fácil, mas é preciso acreditar no sonho e no seu trabalho.
    Muito sucesso para ela. Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, como vai?
    Achei a entrevista bem bacana, só senti falta de saber qual a obra da autora para me aprofundar mais em relação a entrevista. Mas amei as respostas da autora, muito verdadeira e isso para mim é essencial. Fico feliz que ela tenha indicado Veronika decide morrer porque estou ansiosa para ler este livro, e fico feliz que ela tenha gostado pois aumentou mais a minha vontade. E adorei a resposta falando que qualquer lugar é lugar de inspiração, isso que é uma pessoa inspirada haha. Mas enfim, parabéns pela entrevista.
    Beijos e muito sucesso querida.
    chuvaelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei do seu feedback Irisvanda, isso é muito importante para mim.
      Como uma escritora iniciante, preocupo-me com as críticas sendo positivas ou não. Isso me faz crescer!
      Sobre o livro do Paulo Coelho, Veronika Decide Morrer, eu me vejo na personagem pois ela tenta o suicídio. Sofre de depressão e quando está com os dias contados para morrer (ela adoece), apaixona-se e quer viver.
      Recomendo para leitura.

      Caso queira conhecer o meu trabalho, segue o link da minha Fan Page:

      https://www.facebook.com/ATalDaJoyceXavier

      Excluir
  4. Olá!
    Gosto bastante quando você traz entrevistas aqui, porque podemos conhecer mais a fundo o (a) autor (a) =)
    Achei interessante ela abordar sobre a depressão e como ela conseguiu superar a doença!
    Com certeza é um assunto que tem que ser debatido!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi querida tudo bom? feliz aniversario atrasado
    mais entao querida,gosto demais dessas entrevistas,pois e bom conhecer um pouco mais sobre quem esta por traz das publicacoes,e tambem ver como e dificil ate concluir um livro,principalmente o retorno financeiro que e pouco,isso faz com que venhamos valorizar ainda mais os autores..
    ..super bj www.zilandramakes.com.br

    ResponderExcluir
  6. Paulinha lindona amei a entrevista, muito sucesso a autora, é triste de ver ainda a dificuldade dos autores em publicar , custo alto, falta de oportunidades. Espero que mude logo esse cenário para nossos autores. beijos e muito sucesso

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Paula, tudo bem?

    Adoro poder conhecer os nossos autores nacionais. Adoro cronicas, apesar de achar que eu poderia ler mais coisas neste estilo. Todo o sucesso para ela =) E que venham mais livros

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi flor!
    Adoro suas entrevistas e com essa não foi diferente!
    É bacana ver como a Joyce superou a depressão e a transformou em uma coisa positiva, escrevendo.
    Fiquei bem curiosa com relação à sua obra.
    E assim como ela, também gosto de ler Paulo Coelho.
    Sucesso para o blog e a autora!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita me ajuda muito, mas como rejeitei o tratamento, luto com a doença e aprendo com ela.
      Obrigada pelo elogio!

      Excluir
  9. Oi Paulinha tudo bem?
    Que entrevista gostosa de ler essa, realmente não deve ser nada fácil para divulgar seu livro né. Boa sorte para Joyce Xavier.
    beijos
    Luh
    http://www.blogsemprebelas.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Muito legal a entrevista. Antes de começar a conhecer/ler blogs eu nunca havia dado tanta atenção a literatura nacional, e confesso que ainda não leio titulos BR mas aos poucos vou me interessando mais e mais.
    Como eu não gosto de contos não posso garantir que vou atrás do livro da Joyce, mas quando ela lançar o livro de ficção vou tentar ir atrás, espero que me agrade.

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvane! Meu primeiro livro são crônicas, mas ano que vem (entre Maio e Agosto), publico um livro de comédia! Estou adorando escrever pois dou altas risadas aqui! Acho que você irá gostar, chama-se O diário dos 30 anos. Malu, uma mulher solteirona, bem sucedida e louca.

      Beijos

      Excluir
  11. Linda a entrevista que Você fez com ela Paulinha, quando vi o nome dessa autora ali no titulo dessa postagem, eu pensei "essa autora não me é estranha, aonde foi que vi o nome dela" ai quando li ali que ela falou que é amiga da JU (Juliana Daglio) lembrei dela, dos comentários da postagem da Ju no facebook, Não conheci nenhuma obra dela, e achei legal o fato de que no livro ela fala sobre sua depressão, "A menina da saia vermelha" me soou um bom titulo espero que a historia seja melhor ainda, vou aguardar por esse livro.


    xoxo!
    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Paula!
    Adorei a entrevista. Acho que o livro da autora, por ter sido escrito em um momento tão difícil quanto a depressão, com certeza merece atenção. Ela conseguiu tornar uma circunstância que parece suprimir toda a força de uma pessoa em algo produtivo… É um grande exemplo! Eu espero ler suas crônicas e aprender a ser mais perseverante como ela. :)

    Gostei, também, dos seus futuros projetos. O Diário dos 30 Anos parece ser encantador (rs).

    Parabéns pela entrevista, flor! E parabéns à autora pelo exemplo de vida que está oferecendo aos seus leitores. Desejo muito sucesso a ela.

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    A coisa mais difícil em publicar um livro com certeza deve ser encontrar uma editora. É uma pena que as editoras fechem as portas para os autores brasileiros dessa forma :/ Gostei da entrevista :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Que entrevista bacana , amei de mais , é verdade todos os autores sempre falam que é muito dificl conseguir uma editora para publicar seu livro . Amei os novos projetos !

    ResponderExcluir
  15. Oi Paulinha, tudo bem
    Não conhecia a autora. Mas fiquei admirada de ela conseguir vencer a depressão e dar a volta por cima escrevendo um livro que poderá ajudar outras pessoas que enfrentam mesmo problema. E acredito muito que não devemos nunca desistir de nós mesmos. Obstáculos só servem para reconhecermos a força que nós temos para vencê-los.
    Desejo sucesso para a autora e que ela nunca desista dessa carreira.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Muito legal a entrevista! Estou curiosa para ler Uma canção para a Libélula, quase participei do BT, mas o tempo era muito pouco para leitura. :( Enfim, meu interesse na obra só aumentou ao conhecer um pouquinho mais sobre a autora.

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  17. bem legal a entrevista,e mais ainda as situações que levaram a autora a escrever,estou em tratamento a quase 3 anos e sei como é difícil sair dessa situação,mas ela soube tirar proveito dela e rever ter para algo bom e isso é louvável.

    Gostei de conhecê-la e saber mais sobre seu livro e sua história.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Classificação: 4/5
Editora: Companhia Editora Nacional
Skoob

Sinopse: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Chamas na Escuridão - Essa série provocante vai cativar, envolver e, até mesmo, ‘intoxicar’ a leitora como nenhuma outra. Perfeita para aqueles que amaram 50 Tons de Cinza, mas ficaram querendo mais... A história central se passa em Londres, nos bairros mais badalados dessa encantadora cidade. Mas os protagonistas, Beth - graduada em História da Arte, e Dominic – consultor do mercado financeiro, vão se aventurar também na Croácia, Turquia e NY. Profundamente intensa, romântica, provocante e sensual, essa série vai levar a leitora a um lugar onde o amor e o sexo são liberados de seus limites. Fãs de E.L. James e Sylvia Day vão se manter acordados até tarde da noite com “Chamas na Escuridão”.


''Não há prazer sem dor. Não há paixão sem sofrimento. Prefiro me sentir viva a viver em seguran…

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Editora Valentina
Skoob

Sinopse: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma
Proibido - Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.
Eles são irmão e irmã. Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dram…

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Companhia das Letras Skoob
Sinopse: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vá…