terça-feira, 11 de novembro de 2014

Resenha: O amigo de Praga - Francisco Cabral

Resenha: O amigo de Praga - Francisco Cabral
Classificação: 4/5 Favorito
Skoob

Sinopse - O amigo de Praga - Francisco Cabral
Em O amigo de Praga, Francisco Cabral constrói uma narrativa de aventura ambientada em uma fazenda na bela Chapada dos Veadeiros, ao nordeste do estado de Goiás, famosa pelos numerosos relatos de avistamentos de óvnis. Dennis é um adolescente de Goiânia que adora passar férias escolares na propriedade rural do avô, onde pode curtir a natureza e cavalgar. Mas o que parecia ser mais um pacato período de férias acaba se transformando em uma aventura eletrizante a partir do momento em que, durante uma de suas costumeiras cavalgadas, o rapaz presencia a queda de um objeto voador não identificado.

''- Diz a verdade, Conrado: ele é humano?
- Bem, ele é... denso, sabe?
- E é humano?
- Tem uma pele resistente...
- É humano?
- Crânio saliente, imenso...
- É humano?
- O que implica um cérebro maior que o nosso.
- Mas é humano?
- Ele...''

Vocês acreditam em vida inteligente fora do nosso imenso planeta terra? Plantações com formatos estranhos? Sinais? Ser cabeçudo? Pesado? Alto? Verde? Branco? Nossa amada literatura e nosso cinema fizeram um belo trabalho imaginado esse seres? E para entrar no clima de uma viagem para outro universo, conheci o inteligente e cativante menino Dennis, no livro O amigo de Praga do autor Francisco Cabral! 

O amigo de Praga apresenta uma nova visão desses seres sempre tão bem retratados, de uma forma original, criativa e ousada, embarcamos em um aventura bem interessante!

''Ninguém tem o direito de nos fazer acreditar ou deixar de acreditar em o que quer que seja. Ninguém pode sonhar por nós.''

O menino Dennis é um adolescente mais que esperto. Ele sabe falar bem, sabe se colocar, é um tanto imperativo e muito irreverente! Estava Dennis de férias na fazendo bela Chapada dos Veadeiros, ao nordeste do estado de Goiás, quando se depara com uma visão! Uma descoberta! Uma surpresa! Poderia ser verdade? Era isso que seus olhos estavam vendo mesmo? Não pode ser! O menino enlouqueceu de vez! Dennis encontra uma... nave! Algo que caiu do céu! Não era um avião, não era um helicóptero, era algo que não existia na terra! Ohhhh! Um objeto não identificado! OVNI!

E isso nem era a pior parte! Ou a... MELHOR! 
Existiam mais dois seres no local do acidente! Porém um era um corpo sem vida e o outro?! O outro ser seria o que viria a ser o seu: Amigo de Praga!

''- Não, vô, não precisa. É que há mais coisas entre uma vara e a água do que sonha a vã pescaria. Só para parafrasear Shakespeare.''

Loiro! Cabeçudo! Alto! Muito, muito pesado! E a pele? Não tem como descrever! E agora o que fará o garoto Dennis? Protegerá seu novo amigo? O que acontecerá com esse Etê? Experiências? Uma nova cobaia? Dennis mostrara que não será tão fácil assim mexerem com esse ser de outro planeta!            

Com elementos regionais, um jeitinho de falar típico das fazendas - Caipirês - o romance é uma delícia! Um enredo criativo, um livro bonito, por dentro e por fora, com ilustrações da história que pareciam ser desenhadas a giz. Um livro para todas as idades!

Etê não entende o porque é diferente, como perdeu a memoria, mas sabe que é diferente. Não entende porque escondem ele do mundo... ou o mundo dele. O porque de os homens quererem estudar/prender/analisar ele se o pegarem! Ele não lembra do seu passado e se preocupa com o que vai descobrir, pois não é lhe contado tudo! E como será que nosso Ernst vai reagir a descobrir de onde veio? Ou onde suspeitam que veio?

A obra tem uma crítica social muito grande dentro de um texto leve e inocente, crítica a humanidade, álcool, diferenças sociais, coisas fúteis como fama, prestígio, admiração por virar um herói, e uma crítica contra a xenofobia, um preconceito tão feio e que infelizmente ainda acontece! #LembremAEleiçãoDosHorrores  

Contatos imediatos de terceiro grau, cobaias vivas, extraterrestres e ficções cientificas a parte!  O amigo de Praga foi uma aventura incrível, cheia de ação, amizade e lições. Francisco Cabral por meio de Dennis e Ernst Tchapek o nosso Etê, mostra que devemos tratar o outro como igual, como um amigo, um hospede, por mais diferente que seja a pessoa!

''Primeiro quis saber quem eu era. ''Um anjo vingador ou um filho do capeta? De onde você veio? O que você ganha com isso?'' ''Ganho a satisfação de ver a justiça triunfar, o que não deve valer nada para você, pois não vem em forma de dinheiro. Mas para mim e muitas pessoas vale muito, vale tudo.'' ''



Paula Juliana

15 comentários:

  1. Acho interessante um livro com autor brasileiro abordar esses tipo de tema, aonde na maioria das vezes vemos em livros estrangeiros.
    Grande história com enredo fascinante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por seu comentário, Marília. O tema me fascina desde a infância. Enquanto escritor, eu não poderia deixar de abordar o vasto e cativante universo da ficção científica.

      Excluir
  2. Obrigado pela resenha, Paula! Gostei muito de sua apreensão da obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Francisco!!! E parabéns pela história! Grande beijo!

      Excluir
  3. Adorei a resenha, achei o livro super interessante...
    Ótimo para ser lido nesse período do férias!!!
    Bjs
    www.satisfashionbrazil.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Paulinha! Adorei a resenha! Acho que ele é a cara do minha filho, ele adora história de Ficção cientificas, adorei também a crítica que o autor fez a humanidade e sua maneira de agir, vc foi muito feliz na resenha! Parabéns! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi lindinha!
    Eu não tinha visto esse livro ainda e os quotes que tu escolheu me deixaram bastante interessada na obra.
    Pelo que deu para perceber o autor ousou bastante na construção da história, mas na medida certa, sem exageros nem forçar!

    Gostei, agora quero ler o livro também hehehe

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Essa universo também me fascina, gostei muito da sua resenha, o livro parece ser muito interessante.
    Bjús
    http://quadrofeminino.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá Paulinha tudo bem?
    Esse tipo de leitura não me fascina, fico esperando sua próxima resenha.
    Um ótimo dia.
    Bj
    Luh
    www.blogsemprebelas.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Paulinha!!

    Eu acredito sim em vida inteligente fora da Terra, mas não exatamente como a literatura e o cinema costumam se referir a ela... bom, não é o foco aqui... rs... achei bem legal a lição que o livro passa, de que devemos tratar as pessoas como iguais por mais diferentes que sejam. E curti as ilustrações parecerem ser desenhadas a giz!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. EU AMO EXTRATERRESTRES! – e pode crer que SEI muito bem quão estranha soa essa frase, flor! (hahaha) Quando era criança, enquanto meus amigos queriam ser médicos, dentistas, advogados… Eu queria ser ufóloga. Eu assistia ao Arquivo X, lia reportagens sobre o assunto e compus uma pasta enorme de fatos bizarros jamais explicados. Acho prepotência demais pensar que somos os únicos seres vivos e pensantes da galáxia.
    Então, saiba que me encantei com o enredo desse livro! Ainda mais sendo um menino tão esperto que encontrou o tal Etê! Tenho certeza de que esse menino será fiel apenas ao que ele próprio pensa e sente a respeito desse seu novo amigo. É preciso lealdade para não ceder ao brilhantismo televisivo, que seria um verdadeiro estouro se viesse à tona a existência de um ser assim.

    Enfim, adorei sua resenha, Paula! Saber que há um livro assim me deixa feliz (rs). Espero lê-lo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Muito boa sua resenha sobre Amigo de Praga! Quando vi o livro, confesso que não senti muita firmeza em ler, principalmente porque não são fã de livros com ets, mas curti os pontos que você apresentou e fiquei interessada em saber mais. :D

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Paulinha!! Eu leria este livro apenas pelo fato do autor tratar alguns fatos interessantes sobre a sociedade e suas ações. Não sou muito fã do gênero, mas como você leio de tudo um pouco.
    Espero um dia ter o livro em mãos e que eu curta a leitura.

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Paulinhna, adorei a resenha , achei o livro muito interessante ,agora fiquei muito ansiosa para ler esse livro , quero ler ele na minha ferias !! : )

    ResponderExcluir
  13. Oi Paulinha,
    como sempre uma ótima resenha, e fiquei muito curioso com a abordagem do autor sobre o tema, que é sempre interessante. mais um para minha estante.
    bjs

    Antonio Henrique
    www.navioerrante,blogspot.com.br

    ResponderExcluir