quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Resenha: Sedução no convento # 1 - Jacques Lagôa

Resenha: Sedução no convento # 1 - Jacques Lagôa
Classificação: 2/5
Editora: Companhia Editora Nacional
Skoob

Sinopse: Sedução no convento # 1 - Jacques Lagôa
Sedução no convento - Dois corpos cedem ao prazer, duas almas cedem ao amor.
Este livro narra a trajetória de Marcel, um homem bonito, atraente e cheio de vigor. Na França, ele descobre sua sexualidade ao lado de Collete, uma noviça do convento onde ele servia como empregado. Marcel e Collete não deveriam ficar juntos, mas todas as dificuldades deste improvável romance são vencidas pela coragem que apenas a junventude pode dar aos amantes. Apaixonados e tomados pelo desejo, o casal não mede esforços para cultivar o amor que os une. A vida, no entanto, parece ter outros planos para os dois...

Sendo advogada do diabo...

Recebi Sedução no Convento da autor Jacques Lagôa em parceria com a Companhia Editora Nacional, e fiquei muito apaixonada pela beleza física da obra, a capa lindíssima, contracapa, o trabalho no fim e no início dos capítulos, muito, muito bonito e caprichado! Li a sinopse e fiquei ainda mais ansiosa, pois amo um bom romance erótico, pensei que a premissa ia ser meio uma coisa ''Hilda Furacão'', mas não foi bem assim!

Marcel é um homem muito bem resolvido, que agradece por tudo que aconteceu na sua vida, não tem vergonha ou receio de seu passado ou de sua sexualidade, seus desejos e suas mulheres. Marcel conta a sua história para o leitor, na Bretanha, foi criado em um convento, cresceu bonito e forte, ''um rapaz órfão empregado no convento que o abriga'' e junto com a adolescência e seu crescimento, Marcel se encanta e descobre o desejo pelos olhos da noviça Collete.

Collete é uma noviça que aos poucos se vê caindo pelas armadilhas do desejo e da paixão. Entre a fé e o amor!
Entramos em um jogo de desejo e atração proibidos e condenados. 

O livro é narrado por Marcel, realmente achei que iria seguir por um caminho e foi por outro, não consegui me envolver, ou mergulhar na história, porém foi uma leitura direta e rápida, com capítulos curtos, uma leitura legal que fez seu papel, mas não funcionou muito bem comigo.

Talvez por ser narrado por um homem e ter uma linguagem mais crua, sem muito romance, voltado para o sexo, não conseguiu me encantar, é uma boa história, também é clichê, acredito que os leitores que gostam mais de leituras eróticas bem diretas, que curtem uma história bem focada na vida, sentimentos e necessidades masculinas vão viajar em Sedução no Convento. Outro ponto que me incomodou bastante foi que para mim não ficou claro o tempo que se passa a história e também que o autor poderia ter desenvolvido o enredo muito mais em inúmeros pontos. Collete é uma boa personagem, mas não consegui me conectar com seu interior, Marcel poderia ter tomado atitudes e caminhos diferentes, nada contra a sua visão, mas não necessariamente concordei com seus atos.    

Literatura é literatura e somos mestres em julgar os personagens e seus atos. Espero que leiam Sedução no Convento, que conheçam esse romance de Jacques Lagôa e tirem a suas próprias conclusões! 

Paula Juliana

3 comentários:

  1. Oiii :)
    Ahh, eu não sou muito fã de livros eróticos, especialmente quando o foco é muito mais no sexo do que na história que o sustenta, então acho que concordaria com vc.
    Mas boa resenha como sempree <3

    beijão

    ResponderExcluir
  2. Li. Realmente romances eróticos deixam muito a desejar quando a linguagem usada é tão simples. Como aconteceu com você não me identifiquei com as personagens. Entretanto, concordo contigo: opinião é de cada um e cada um deve ler para tirar suas conclusões.

    ResponderExcluir
  3. Li. Realmente romances eróticos deixam muito a desejar quando a linguagem usada é tão simples. Como aconteceu com você não me identifiquei com as personagens. Entretanto, concordo contigo: opinião é de cada um e cada um deve ler para tirar suas conclusões.

    ResponderExcluir