Pular para o conteúdo principal

Resenha: O Labirinto no Fim do Mundo - Marcello Simoni

Resenha: O Labirinto no Fim do Mundo - Marcello Simoni
Classificação: 4/5 ♥ Favorito
Editora: Jangada


Sinopse: O Labirinto no Fim do Mundo - Marcello Simoni

Em 1229, o rastro de homicídios deixado por um violento cavaleiro acaba forçando o inquisidor Konrad von Marburg a investigar a misteriosa seita dos Luciferianos. Um mestre em medicina expulso da Universidade de Notre-Dame acaba atraindo as suspeitas do inquisidor, mas ele não será o único a cair nas mãos do religioso, ávido por entregar um culpado à justiça divina da Santa Inquisição Romana. O mercador de relíquias Ignazio de Toledo, chega a Nápoles e desperta a desconfiança de von Marburg. Descobrir uma forma de provar sua inocência não lhe será fácil. Ignazio inicia então uma longa e arriscada investigação que o levará a “Corte dos Milagres” de Frederico II, na qual se reúnem algumas das mentes mais brilhantes e esclarecidas da época. Estará o mistério da temível seita escondido entre os muros do palácio imperial? E o que escondem os Luciferianos de tão precioso que compense o sacrifício de tantas vidas?

''Mas mesmo um simples feitiço, se descoberto por um homem da igreja, poderia provocar consequências terríveis.'' 

Um grande e extenso labirinto de ideias, emoções e histórias!
Confesso que essa resenha assim como a leitura dessa obra não foi e não vai ser uma tarefa fácil! O Labirinto no fim do mundo foi uma leitura inteligente, complexa e forte! Não é uma obra para se ler antes de dormir para seus filhos, não é uma obra para passar o tempo, para ler esse livro precisamos de concentração, paciência e atenção!
Eu amei a escrita do autor Marcello Simoni que monta sua história como um grande quebra-cabeça!

''E sereis como Deus, conhecedores do bem e do mal.''

''Citava Satanás, depois a frase pronunciada pela Serpente diante da árvore do bem e do mal.''

Sou uma leitora ansiosa, quando vou lendo e não consigo montar toda a história na minha mente fico brava, e isso me instiga a ler mais rápido para conseguir entender e traçar tudo como uma linha histórica!  Logo no inicio da leitura não consegui ir seguindo os fatos, fiquei bem confusa, claro que isso foi proposital do autor, é um livro que você tem que ler todo para entende-lo, compreender seus personagens e ações! 

''Gravíssimo a ponto de ter infectado sua alma!''

Estamos em Nápoles, em uma 1229 - ano de nosso senhor Jesus Cristo como descrito, uma série de assassinatos, homicídios deixa um rastro de desespero e medo, quem vai investigar esses casos é O inquisidor Konrad von Marburg. 
Segundo parece estamos lidando com uma seita que referencia ninguém menos que Lúcifer, o diabo, o demônio, o anjo caído!  

''- Chamo-me Suger de Petit-Pont e sou um magister medicinae. Devia encontrar Gebeard Von Querfut para lhe entregar um objeto. Percorria estas catacumbas há mais de uma hora e já  me julgava perdido quando me deparei com você...'' 

Suger, é um magister medicinae, um mestre em medicina da época, foi expulso por seguir, acreditar nas ideias de Aristóteles. Suger acaba se envolvendo, caindo de paraquedas no meio desse caso perigoso, envolvendo hereges, cavaleiros negros e artefatos inusitados, que em mãos erradas podem levar Suger e quem estiver presente para as garras da inquisição.

Ignazio de Toledo, é nosso mercador de relíquias por um grande azar acaba também no meio desse caso, e sendo suspeito de liderar a seita dos Luciferianos.

O Labirinto no Fim do Mundo foi meu primeiro contato com o autor Marcello Simoni, realmente gostei muito da leitura, seus personagens são complexos e profundos, o cenário é muito rico, a época nem se fala, adoro livros que se passam na Idade Média, a Inquisição é um prato cheio para quem gosta de história, os assassinatos, todos os elementos misticos, ou de superstição, ou simplesmente fé que balançam a história a fazem muito rica e envolvente. Ainda encontramos personagens reais, e acontecimentos históricos reais em meio a ficção e fantasia! Recomendo para os fãs de Thriller de suspense e fantasia, pessoas que gostem de montar quebra-cabeças, se perder em labirintos e seguir por caminhos sombrios e inimagináveis!    

''Ás vezes ainda julgava ouvi-los e acordava no meio da noite chorando desesperado. Eram esses os raros momentos em que o mercador de Toledo não conseguia esconder suas emoções por trás de uma máscara de impassibilidade.'' 

Paula Juliana

Comentários

  1. Diferente de você, não gosto de nada relacionado a idade média rs Eu não consigo imaginar a história sabe? rsrs Mas sua resenha está otima, analisa varios pontos interessantes que as vezes nem nos atentamos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. é um livro bem diferente, não gosto de ler sobre esse assunto mais pra que gosta meu irmão iria amar ler.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros que retratam a idade média, principalmente pelas histórias da igreja, a inquisição e essas coisas que relatam o que acontecia lá, adorei sua resenha, muito bem feita e explicadinha <3

    www.garotailustre.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada do tipo medieval, embora já tenha assistido filmes e gostei muito ...
    Esse livro pela sua resenha parece ser algo interessante do tipo que te faz pensar e tentar resolver mistérios do princípio ao fim ... Se os filmes são bons o livro deve ser muito melhor já que é rico em detalhes que se perdem na sétima arte ...
    Nome anotado, ótima a resenha Paula!

    Bjos
    Minda

    ResponderExcluir
  5. Amo literatura medieval, acho muito mais legal, é algo que te prende na história te deixa vidrado e sua imaginação flui.Pela sua resenha parece que o livro é incrível, e tipo eu preciso ler pra ontem rs
    Paula, parabéns pelas resenhas incríveis que você trás aqui pra gente, são perfeitas ♥
    www.jessicacardosoblog.com

    ResponderExcluir
  6. O livro traz muito mistério e suspense, a capa me chamou a atenção, pra quem gosta de histórias que se passa na Idade Média esse é ideal, a resenha me deixou curiosa, o livro é uma ótima opção pra quem que sair um pouco da rotina, já que o livro tem um ritmo frenético, Paula beijos.

    ResponderExcluir
  7. legla parece ser muito bom
    uma leitura muito agradavel
    bjs
    http://clubedabelezaemaquiagem.blogspot.com.br/2015/11/novembro-azul-o-que-e.html

    ResponderExcluir
  8. Excelente sua resenha, embora eu não curta esse gênero literário.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua resenha, muito bem feita e explicada, te faz pensar e tentar resolver mistérios do princípio ao fim rsrsrs.bjs

    ResponderExcluir
  10. nossa fiquei super curiosa lendo sua e imaginando aqui vc lendo e tentando e nao conseguia, precisava ler mais pra entender
    Apesar de não gostar desse tipo de leitura ela chamou minha atenção porque quando vc ler nao quer parar bjs

    ResponderExcluir
  11. adoro livros com uma pegada antiga! faz a gente viajar!

    ResponderExcluir
  12. Nossa que resenha maravilhosa, eu adoro imaginar e saber oque aconteceu no passado acho muito interessante ... Beijos

    ResponderExcluir
  13. Não amiga,eu ñ curto esse tipo de literatura,sempre gostei dos mais romanticos.
    Só pelo título já me tira a vontade de ler.Mas minha neta adora esse tipo de literatura,e quem sabe compro pra ela,ótima pedida de presente de natal?
    Porém vc resenhou muito bem,e só resenha assim quem se transporta pra história,quem se prende na leitura.
    Parabéns!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada relacionado a era medieval, mais foi muito bem feita a resenha.
    Parabéns!!
    Bjks
    www.robertadiniz.wordpress.com

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro esse tipo de livro, viajo junto e me vejo a própria mulher da idade média. Adorei a resenha e claro que é um livro que entra pra minha lista e vai lá pro topo :) :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. OI :D
    Amei muito a resenha, me lembrou os livros de Dan Brown que sempre nos guiam por muitos mistérios. As capas também são lindas!!!Gostei muito de como apresentou o livro e foi bom ter ressaltado que o ritmo é frenético, a narrativa fluente, esclarecedora e dinâmica, pq isso que nos deixa viciados e envolvidos com tudo, nao largando por nada o livro.
    bjo

    ResponderExcluir
  17. Paula, eu viajei agora lendo sua resenha. Uma história intrigante que me deixou curiosa para saber como termina. Adorei!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  18. Paula, eu viajei agora lendo sua resenha. Uma história intrigante que me deixou curiosa para saber como termina. Adorei!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Paula, eu viajei agora lendo sua resenha. Uma história intrigante que me deixou curiosa para saber como termina. Adorei!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Particularmente não gosto de livro que falam de ocultismo, satanismos, e coisas do gênero, mas é bem interessante pra quem gosta de investigações por trás de ceitas envolvendo sacrifícios humanos e tal...bjs

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia o livro e adorei a época em que ele se passa.
    Fiquei curiosa pela leitura.

    Ruiva Amarga

    ResponderExcluir
  22. Esse com certeza eu irei ler, pois trata de um tema que gosto e sua resenha ficou perfeita

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia o livro e adorei a época em que ele se passa no livro otima resenha!
    bjos
    http://www.brunasmiderlemantovani.com/

    ResponderExcluir
  24. Livros com temas retratando a Idade Média são excelentes apesar de ler vários tipos de gêneros, gosto muito de variar gostei de sua resenha ficou excelente.

    www.studiocriativoarteemeva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. adorei gostei muito mesmo adoro idade media srrs e titulo do livro me atraiu

    ResponderExcluir
  26. A resenha está ótima, mas este não é o tipo de literatura que costumo ler. Mas vou indicar para as minhas amigas que gostam :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Adorei!
    Eu gosto muito de histórias da idade média e tals.
    Vou tentar achar!
    bjks

    ResponderExcluir
  28. Sua resenha está muito boa. Eu não gosto de ler livros, tenho muita preguiça, mas na época da faculdade quando era solicitado a leitura de um livro eu sempre lia somente as resenhas e ia muito bem nas provas rsrs. bjusss

    www.kamilatchara.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oie, tudo bem? A proposta desse livro é bem interessante, ainda não o conhecia, mas gostei do enredo. Se você soubesse a lista imensa de livros que tenho pra ler...precisarei de outra vida pra ler tudo haha Sua resenha ficou ótima. Beijos, Érika

    ~www.queroseralice.com.br~

    ResponderExcluir
  30. cuidado com spoiler, konrad von marburg foi meu personagem favorito, apesar de ter um aspecto de anti heroi, achei triste o fato de suger ter morrido, outro personagem que me chamou a atencao foi o astrologo scotto, o tao procurado magister de toledo, que se mostrava ser uma pessoa de muita sabedoria, e ignnazio nao ficava atras tambem, por isso o final foi belo, espero um livro com um retorno de von marburg com uma historia propria hehehe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Companhia das Letras Skoob
Sinopse: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Millennium # 1 - Stieg Larsson Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vá…

Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler

Resenha: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito
Skoob

Sinopse: Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler
Dez coisas que aprendi sobre o amor - Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas,…

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews

Resenha: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Classificação: 4/5
Editora: Companhia Editora Nacional
Skoob

Sinopse: Chamas na Escuridão - After Dark - Livro 01 - Sadie Matthews
Chamas na Escuridão - Essa série provocante vai cativar, envolver e, até mesmo, ‘intoxicar’ a leitora como nenhuma outra. Perfeita para aqueles que amaram 50 Tons de Cinza, mas ficaram querendo mais... A história central se passa em Londres, nos bairros mais badalados dessa encantadora cidade. Mas os protagonistas, Beth - graduada em História da Arte, e Dominic – consultor do mercado financeiro, vão se aventurar também na Croácia, Turquia e NY. Profundamente intensa, romântica, provocante e sensual, essa série vai levar a leitora a um lugar onde o amor e o sexo são liberados de seus limites. Fãs de E.L. James e Sylvia Day vão se manter acordados até tarde da noite com “Chamas na Escuridão”.


''Não há prazer sem dor. Não há paixão sem sofrimento. Prefiro me sentir viva a viver em seguran…