quinta-feira, 12 de maio de 2016

Resenha: Vítimas – Jorge Lemos - Por Juliana Broering

Resenha: Vítimas – Jorge Lemos - Por Juliana Broering
Classificação: 3/5
Editora: Novo Século/Novos Talentos

Sinopse: Vítimas – Jorge Lemos 
Ele é um empresário bem-sucedido, exemplo de pai e, pelo menos até então, fiel à sua esposa – uma vida aparentemente segura e sob controle. Ela, uma jovem extremamente atraente e sensual, que tem uma vida tranquila em uma cidade do interior. Toda essa normalidade é posta à prova quando os dois se conhecem e passam a se encontrar. O estilo de vida e a diferença de idade entre eles – Vítor é 34 anos mais velho que Sarah – não os impedem de se relacionarem e desfrutarem de suas fantasias sexuais mais secretas. Porém, esta paixão proibida deixa rastros incalculáveis no caminho de ambos. Além disso, ele nem imagina que está se envolvendo em um perigoso jogo de sedução


POR Juliana Broering

Vocês já pararam pra pensar que as vezes, nem tudo é coincidência? Que tudo ocorre de acordo com o que já foi planejado desde o início? Pois é, foi assim que fiquei depois desse livro.

Narrado em terceira pessoa, Vítimas, de Jorge Lemos, conta a história de Vitor Crevalare. Empresário bem sucedido de 56 anos, dono da Sonora, fábrica de sapatos em ascensão, e com família exemplar, formada por Caroline, a imagem da esposa perfeita, e por dois jovens respeitosos, dedicados, filhos exemplares.
Tudo desanda quando Vitor, devido a sua maior visibilidade por causa da fábrica, sofre dois atentados contra sua vida e começa a desenvolver síndrome do pânico, não querendo mais sair de casa pois acredita que, como os culpados não são encontrados, acontecerá novamente. Caroline, preocupada com a situação do esposo, pede ajuda a Dr. Afonso, psiquiatra e amigo da família, que dá a orientação de que Vitor se isole durante 15 dias em uma cidadezinha tranquila do interior de Minas Gerais.
Lá, inicialmente, ele se sente entediado, mas logo conhece uma jovem do interior, moça de família, 34 anos mais nova, que lhe encanta. Vitor tenta resistir, mas quando percebe está totalmente envolvido e apaixonado por ela, levando-a consigo quando volta para São Paulo. Sarah é colocada então em um apartamento e ele, sem se importar com a família, a encontra todos os dias durante horas. O que ele não consegue perceber, mas que vemos enquanto a história avança é que, as vezes, nada acontece por acaso.

O nome Vítimas quer anteceder o que acontece durante o enredo, onde se desenrola a história das vítimas, seja do destino, do acaso, ou de planos premeditados. Primeiramente, ao meu ver, Vitor e Sarah são vítimas da diferença de idade, já que ele acredita que está prejudicando a juventude dela, sem pensar que ela realmente pode amá-lo. Depois, são vítimas de um amor tão ciumento que chega a ser doentio, e que chega a um ponto insuportável quando o protagonista descobre a traição da jovem com um vizinho. E, mais, me pareceu que o autor quis deixar Sarah como vítima, boa moça, de família, mas ela se mostra totalmente diferente e nada inocente, deixando Vitor como maior vítima, ainda que eu não o veja como tal nessa relação. Mas, quer mostrar ainda o quanto ele foi vítima devido ao grande mistério do livro: o mandante dos atentados contra sua vida e os motivos que levaram isso a acontecer.

A história é baseada muito em desejo e prazer, mas principalmente em traição. Só que, para mim, o grande amor do nosso casal principal se baseia somente em sexo, e não consegui entender como esse amor se desenvolveu. Percebemos uma relação doentia, onde o que mais prende é a trama para descobrir quem queria o mal do empresário, e aí sim, o final se encaixa perfeitamente e foi, pelo menos pra mim, uma grande revelação. E, ainda assim, a leitura não me prendeu muito, achei um pouco pesada demais, com uma história um pouco cansativa, e mesmo que seja baseada em fatos reais, como informa o autor, não consegui imaginar isso tudo acontecendo, ainda que eu saiba que aconteça. Recomendo somente para quem gosta bastante do gênero. 

Juliana Broering

21 comentários:

  1. Sabe que várias vezes eu paro para pensar se foi coincidência ou não, fico analisando de várias formas até que chega uma hoora que me sinto quase uma louca de tanto divagar rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. oi!
    Gostei muito do livro, foi bem escrito, é intrigante e se encaixa bem no gênero :D
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Eu tb as vezes acho que nao existe coincidências... amo suas resenhas são sempre muito sinceras, eu não leria o livro por não gostar muito nem ter o hábito de ler esse gênero. Achei interessante o enredo ate por ser baseado em fatos reais,enfim gostei de saber mais do livro. Bjos

    ResponderExcluir
  4. Nossa fique super curiosa mulher apensar que ñ gosto deste tipo de livro mas vou abrir uma excesso pra ele adorei a resenha bjs

    ResponderExcluir
  5. Fiquei curiosa pra ler esse livro, tanto que vou colocar ele pra ser comprado urgente na lista rs
    A historia é bem interessante

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha, não seria um livro que eu leria normalmente mas achei interessante a história. Bjos

    ResponderExcluir
  7. Parece bem interessante essa história, foge do padrão de leitura que eu costumo seguir mais que é interessante ele é.

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha. Adoro romances assim, cheios de proibições rsrsrs Quanto custa esse livro?
    bj

    ResponderExcluir
  9. Nossa bem interessante e picante haah beeijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Paula.

    Concordo com você, em dizer que a relação com casal era doentia, pois sua resenha deixa isso claramente. É um livro que consegue despertar curiosidade por contém fatos interessantes e adicionei na minha lista de desejados.

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. A história é interessante, não sei como se passa o enredo, mas deu pra perceber que quando tem sexo no meio sempre dá confusão rsrsrs
    Gostei da resenha Juliana, confesso que fiquei tentada a ler o livro.

    Bjos
    Minda ❤ 😍 👍

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Olha, esse livro não me chamou atenção. Acredito que, assim como você, irei achar a leitura um tanto cansativo e não creio que irei me identificar com os personagens.

    Eu não curto muito esse gênero e estou fugindo de livros com relações doentias. Então, passo.

    Beijos e até mais!

    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  13. Hey, oi. E aí?
    Olha, não é por nada não, mas eu não penso duas vezes em abandonar um livro de leitura cansativa e pesada. Talvez você apenas não tem maturidade o suficiente para apreciá-lo. Eu não leria o livro, pois esse gênero não me atrai tanto.

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
  14. Oi, gostei da sua resenha, porém, não leria o livro, já que o estilo dele não me interessa e livros desse jeito já vi muitos por aí, e até já li alguns romances de banca com essa mesma pegada.Achei interessante a resenha e bem construida, porém, a premissa do livro não me agradou, por isso, passo a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  15. Parece muito interessante a história porém não é meu estilo de livro, você arrasa nas resenhas. Abraços

    ResponderExcluir
  16. Olha, não sou fã desse gênero, aí vejo que você dá nota 3 de 5 e ainda recomenda só pra que é muito fã do gênero. Hun... acho que não rolaria pra mim... A dica é boa, mas pra um público específico.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ju!
    Que pena que o relacionamento do casal ficou muito centrado no sexo... É o que acontece quando o autor parece perder o equilíbrio entre romance e erotismo numa história. Confesso que sua resenha me fez tirar da lista qualquer interesse que poderia nutrir por essa leitura.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  18. Paula suas resenhas sempe são incriveis esta de parabens você traz a o livro relamente para nos bjs

    ResponderExcluir
  19. Gosto das suas resenhas, por despertar a minha curiosidade, essa por exemplo me deixou interessado, por entender que existam várias formas de amar, algumas parecem ser absurdas, mas é amor outras fora do "padrão" aceitável, mas quem pode ir de encontro a diversas formas de amar?
    Vou ler esse livro, se não concordar com ele, pelo menos aprendi um algo mais sobre o amor

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  20. Ótimas dicas!
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oie!!!!
    Ainda não conhecia o livro, consequentemente nem o autor, mas gostei bastante da premissa. Gosto muito de tramas sensuais, só não sei se leria justamente pelas suas ressalvas. Gosto de histórias sensuais, mas sou uma romântica incurável kkk, preciso de muita melação;
    bjs

    ResponderExcluir