sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

[ESPECIAL JANGADA] Especial de dois anos em parceria com a Editora Jangada @VaiOverdose @EdJangada

[ESPECIAL JANGADA] Especial de dois anos em parceria com a Editora Jangada @VaiOverdose @EdJangada


Resenha: Armadilha - Melanie Raabe
Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Editora: Jangada
RESENHA ORIGINAL:


''Um assassinato misterioso...
Um jogo psicológico perturbador para descobrir uma terrível verdade!''

Uma chamada extremamente perfeita para essa obra de tirar o fôlego!
Falar de Armadilha sem entregar um pouquinho da história vai ser um tremendo desafio que aceito com muito gosto. Simplesmente uma história, dentro de uma história, uma obra que descreve com perfeição toda a metalinguística que a literatura pode ter. FASCINANTE!
Ao entrar na vida dessa protagonista, escritora renomada, que vive a mais de onze anos reclusa, sem contato algum com o mundo lá fora, em uma casa à beira do lago desde que sua irmã mais nova foi assassinada, somos levados não somente para um Thriller policial psicológico incrível como também para dentro de uma mente atormentada, uma mente que muitas vezes nos faz questionar se estamos mesmo acompanhando a realidade... e que realidade? Linda, escreve o que deverá ser sua grande obra, o livro que vai fazer não só a história de sua irmã Anna ser contada de uma certa forma, como também vai nos levar a encontrar o assassino. O homem que a matou!

O assassino: A escritora acredita com todas as suas forças que é Victor, um jornalista famoso, então mesmo com todos os anos de confinamento, após ver o mesmo na TV, decide que está na hora de confrontar a verdade e assim chamar o próprio perigo para sua casa. 

A história é muito bem contata, além do clima agoniante de suspense, vivemos a história de Linda, a história de Anna, vivemos todos os tons de cinza que encontramos na mente dessa mulher atormentada, porém sensacionalmente esperta e inteligente!  

“Penso numa das primeiras conversas com minha terapeuta, logo após a morte de Anna. A polícia não tinha nenhuma pista, o retrato falado que mandaram fazer com a minha ajuda mostrou-se inútil, e eu mesma achei que o homem que tinha visto não era muito parecido com o do retrato. Lembro-me de dizer à terapeuta que simplesmente tinha de saber por que aquilo tinha acontecido. Que a incerteza era uma tortura. Lembro-me de ela me dizer que era normal, que não saber por que era a pior coisa para os parentes. Recomendou-me um grupo de apoio. Que coisa mais ridícula. Lembro-me de ter dito que daria tudo só para saber o motivo. Pelo menos isso eu devia à minha irmã. Pelo menos isso.”

Sou apaixonada por filme e história de suspense, principalmente os Thriller psicológicos que parecem fazer uma lavagem na mente dos expectadores, mas como sempre a literatura se supera em todos os ângulos e nuances possíveis, o que é na minha opinião uma tarefa ainda mais difícil, pois não temos os artefatos visuais e as trilhas sonoras, e nessa obra parece totalmente palpável aquele clima, aquele suspense gostoso, aquela agonia, que nos faz parar tudo por vezes e respirar, dar uma espiadinha de lado, por trás da cabeça, entendem?!!! Uma delícia!

As descrições são incríveis, brincam com o leitor inúmeras vezes. Entramos na história, sentimos a história, os personagens tem aquela dualidade, são complexos, e cheios de frustrações, e problemas, são reais, suas mentes bagunçadas, as narrativas tanto da história que Linda escreve quanto a que acompanhamos no presente são claras e extremamente confusas de uma forma que deixa o leitor pirado, isso me fez apaixonada pela obra, que espero que muitos leiam e releiam! 

Em uma complexa brincadeira entre presente, realidade, ficção, e confusão Armadilha é uma Thriller psicológico incrível que vai deixar muita gente sem dormir para entender, desvendar e entrar nessa história de matar! 


Resenha: O Labirinto no Fim do Mundo - Marcello Simoni
Classificação: 4/5 ♥ Favorito
Editora: Jangada
RESENHA ORIGINAL: 

''Mas mesmo um simples feitiço, se descoberto por um homem da igreja, poderia provocar consequências terríveis.'' 

Um grande e extenso labirinto de ideias, emoções e histórias!
Confesso que essa resenha assim como a leitura dessa obra não foi e não vai ser uma tarefa fácil! O Labirinto no fim do mundo foi uma leitura inteligente, complexa e forte! Não é uma obra para se ler antes de dormir para seus filhos, não é uma obra para passar o tempo, para ler esse livro precisamos de concentração, paciência e atenção!
Eu amei a escrita do autor Marcello Simoni que monta sua história como um grande quebra-cabeça!

''E sereis como Deus, conhecedores do bem e do mal.''

''Citava Satanás, depois a frase pronunciada pela Serpente diante da árvore do bem e do mal.''

Sou uma leitora ansiosa, quando vou lendo e não consigo montar toda a história na minha mente fico brava, e isso me instiga a ler mais rápido para conseguir entender e traçar tudo como uma linha histórica!  Logo no inicio da leitura não consegui ir seguindo os fatos, fiquei bem confusa, claro que isso foi proposital do autor, é um livro que você tem que ler todo para entende-lo, compreender seus personagens e ações! 

''Gravíssimo a ponto de ter infectado sua alma!''

Estamos em Nápoles, em uma 1229 - ano de nosso senhor Jesus Cristo como descrito, uma série de assassinatos, homicídios deixa um rastro de desespero e medo, quem vai investigar esses casos é O inquisidor Konrad von Marburg. 
Segundo parece estamos lidando com uma seita que referencia ninguém menos que Lúcifer, o diabo, o demônio, o anjo caído!  

''- Chamo-me Suger de Petit-Pont e sou um magister medicinae. Devia encontrar Gebeard Von Querfut para lhe entregar um objeto. Percorria estas catacumbas há mais de uma hora e já  me julgava perdido quando me deparei com você...'' 

Suger, é um magister medicinae, um mestre em medicina da época, foi expulso por seguir, acreditar nas ideias de Aristóteles. Suger acaba se envolvendo, caindo de paraquedas no meio desse caso perigoso, envolvendo hereges, cavaleiros negros e artefatos inusitados, que em mãos erradas podem levar Suger e quem estiver presente para as garras da inquisição.

Ignazio de Toledo, é nosso mercador de relíquias por um grande azar acaba também no meio desse caso, e sendo suspeito de liderar a seita dos Luciferianos.

O Labirinto no Fim do Mundo foi meu primeiro contato com o autor Marcello Simoni, realmente gostei muito da leitura, seus personagens são complexos e profundos, o cenário é muito rico, a época nem se fala, adoro livros que se passam na Idade Média, a Inquisição é um prato cheio para quem gosta de história, os assassinatos, todos os elementos misticos, ou de superstição, ou simplesmente fé que balançam a história a fazem muito rica e envolvente. Ainda encontramos personagens reais, e acontecimentos históricos reais em meio a ficção e fantasia! Recomendo para os fãs de Thriller de suspense e fantasia, pessoas que gostem de montar quebra-cabeças, se perder em labirintos e seguir por caminhos sombrios e inimagináveis!    


''Ás vezes ainda julgava ouvi-los e acordava no meio da noite chorando desesperado. Eram esses os raros momentos em que o mercador de Toledo não conseguia esconder suas emoções por trás de uma máscara de impassibilidade.'' 

Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário