Pular para o conteúdo principal

Resenha: Provence - O Lugar Onde se Curam Corações Partidos - Bridget Asher

Resenha: Provence - O Lugar Onde se Curam Corações Partidos - Bridget Asher
Classificação: 5/5 ♥ Favorito
Editora: Novo Conceito
Skoob

Sinopse: Provence - O Lugar Onde se Curam Corações Partidos - Bridget Asher
A vida de Heidi com o filho Abbot tornou-se um jogo para manter viva a memória de Henry, bom pai e marido exemplar. Manter uma vida normal em um mundo em que Henry não existe mais está cada dia mais complicado. Heidi precisa lidar com o filho que se tornou um verdadeiro maníaco por limpeza e com a sobrinha Charlotte, uma adolescente problemática.
Uma casa em Provence, na França, que pertence à família de Heidi há gerações, é rica em histórias de amor e surpreendentes coincidências. Heidi e sua irmã mais velha, Elysius, passavam os verões lá quando crianças, com sua mãe. Mas a casa, as lembranças e os segredos de Provence haviam ficado no passado, mas agora, com o incêndio na propriedade, a casa precisa ser salva por Heide. Ou será que é Heide que precisa ser salva pela casa?
Uma história de recomeço, amor e esperança em face à perda, onde uma pequena casa na zona rural do sul da França parece ser a responsável por curar corações partidos há anos.

“Eis uma forma de colocar a coisa: a perda é uma história de amor contada de trás para frente... Toda boa história de amor guarda outra história de amor escondida dentro dela.”

SIMPLES. BELO. HONESTO.
O tipo de história que você nunca quer que termine! Além de uma leitura extremamente prazerosa Provence foi um livro que li em um pulo e não queria que terminasse, queria alongar esse enredo e me jogar nessa narrativa por muitos mais dias do que tive, Bridget Asher conta sobre amor, família, relações de uma forma linda e inspiradora. 
Provence é uma obra que nos instiga a VIVER!
Contagia o leitor de uma forma maravilhosa, nos faz criar raízes com seus personagens e nos embala com uma história de tirar o chapéu! 

 “Devemos ser sinceros quando o mundo não faz sentido...”

Heide perdeu seu grande amor Henry. Depois de um trágico acidente, o que resta para essa mulher é colar seus caquinhos e criar seu filho Abbot, um menino lindo de 8 anos. Heide nunca teve problemas com encontros de família nem com casamentos, porém, depois da morte de seu marido tudo ficou mais difícil. Então, quando sua irmã e seu cunhado Daniel resolvem depois de anos oficializar sua relação em uma cerimônia de casamento, Heide não consegue fazer o bolo e os doces como teria feito antes da morte de Henry, aliás, a moça perdeu o prazer pela cozinha, junto com outras facetas suas que partiram naquele acidente junto com seu amor.

Durante o casamento e com toda a loucura habitual do evento Heide soube por sua mãe que um importante incidente ocorrera na casa de Provence, local onde as mulheres de suas família costumavam passar as férias de verão; ela, sua irmã e sua mãe para ser mais exata, essa casa era um local mágico para elas, Provence e suas lendas, tantas histórias que envolviam a propriedade, mitos de corações curados e amores descobertos que Heide tinha carinho pelo que viveu na sua infância lá. Isso até seus 13 anos, quando pela primeira vez, sua mãe as abandonou e foi sozinha ter o seu verão em Provence, isso marcou Heide profundamente, e nunca mais voltaram para a região e para a casa. Agora Provence pegou fogo, ou ao menos, sua cozinha teve um acidente, a casa de verão de sua infância precisa ser reparada, igualmente Heide e seu coração partido.

Sua mãe lhe propõem que viaje junto com seu filho Abbot e também que leve Charlotte, sua sobrinha, que está passando por um momento delicado para a França. Essa família e suas gerações tem muitas coisas com o que lidar, muito a ser curado, nesse que promete ser um verão mágico, assim como as histórias que giram em torno de Provence.

''Como eu estava enganada? Havia coisas das quais eu não sabia, e elas haviam de colidir.
 1. Na verdade, eu não conhecia Adam Briskowitz, nem o significado da expressão '' ser Briskowitzada''.
 2. Véronique tinha a caixa que pertencia à minha mãe. Ela a guardava em sua mesa de cabeceira e esperava pelo momento certo para dá-la para mim. Eu não sabia o que continha nem como seu conteúdo poderia me afetar.
 3. Abbot encontraria uma andorinha ferida e aquele pássaro -  talvez mais do que qualquer outra coisa - mudaria nossas vidas.''

O que senti ao ler essa obra é que o livro todo é como uma carta de amor, a autora Bridget Asher fala de amor de uma forma muito bonita, ela conta muitas histórias dentro dessa que deveria ser uma só, e não é, temos o amor que gira em volta da casa, fazendo de Provence uma importante personagem, fazendo de Henry, mesmo já morto um importante personagem, Heide descobrindo mais sobre si mesma e como se curar é mais que uma só personagem, são várias protagonistas dentro de uma, como todas nós, ela é mulher, mãe, irmã e filha, ela é a menina que passava o verão naquela casa, ela é a tia, a confeiteira, a moça se apaixonando novamente. 

Essa história é bela por mostrar que somos muitas pessoas dentro de uma só, por mostrar que a vida não é só bonita, que coisas tristes acontecem, momentos se perdem e se passam, que a vida caminha, e nós mudamos, criamos mais pessoas dentro dessa pessoa que somos.

Fiquei encantada com cada história contada por Bridget Asher e por cada personagem que apareceu nesse enredo. A escrita da autora é pura poesia, mesmo sem ter versos nela. Amei as sensações que Provence me causou. Fiquei encantada com Charlotte e com Abbot, ainda mais encantada com Julien, aquele françês, o que seria de uma história de amor, sem um bom mocinho? Apesar, que foram tantas histórias de amor dentro dessa obra, sim, Julien foi um personagem especial.

'' O amor que sinto por você é eterno.'' 

Provence foi uma leitura linda, termino a obra totalmente apaixonada, com certeza um livro marcante que vai ficar gravado em minha mente por muito tempo. 
Relações, recomeços, esperança e amor, família, união, tantos valores em suas páginas! PROVENCE é encantadora e cativante. Você não precisa ir até a França para se curar, quando pode encontrar a França dentro dessa obra! Recomendadíssimo!

''A tristeza é uma história de amor contada de trás para frente, da mesma forma que o amor também é uma história triste contada do fim para o início. Toda boa história de amor tem muitos outros amores escondidos dentro dela.'' 

Paula Juliana

Comentários

  1. Não conhecia o livro, mas a capa já é de aquecer o coração e quando se conhece o enredo... é aquele livro que me tiraria suspiros, ainda mais com essa pegada poética na escrita da autora. Um ótima dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. este livro é excelente. É o tipo de leitura que mexe com o coração e com o s sentidos humanos pois envolve amor, amizade e conforto. Eu adorei tudo o que li e sempre recomendo, além do lindo cenário.

    ResponderExcluir
  3. Awww só pela resenha já fiquei com vontade de ler, adoro livros fofinhps assim e que fala sobre amor e família. Já quero.
    Resenha maravilhosa
    Beijuh

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e ganhei ele no sorteio que teve no Skoob na época que lançou. Fico contente de saber que a autora soube conduzir a trama nos deixando cheias de sentimentos e emoções transbordando. Pelo visto é uma leitura para entrar para os favoritos.
    Com sua resenha fiquei animada para ler logo.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que com Cami! Que presente lindo para se ganhar! Leia amada! Vai curtir! Beijos e obrigada!

      Excluir
  5. Oiiii,

    Nunca tinha visto nada sobre este livro, mas achei muito interessante a história, e fiquei curiosa para saber como ela vai conseguir restaurar a casa e quais as lembranças serão restauradas junto. Pareceu ser realmente uma ótima leitura, rápida e bem gostosa.

    Beijinhos...
    http://www.paraisloterario.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa, a história parece ser muito envolvente. A capa parece ser de um romance mais do mesmo, mas adorei saber que vai muito além de uma história de amor.
    Com certeza está na minha lista!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Quero muito ler Provence! Todas as resenhas que leio me deixam ainda mais curiosas.
    Gostei muito das suas impressões e saber que a história nos leva a refletir e mostram como somos por dentro, é ainda mais inspirador.
    Espero ler em breve!
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Gostei muito da dica, em primeiro lugar por conta da ambientação na França. Em segundo lugar por ser algo que estou procurando no momento. Ano passado tive alguns problemas e simplesmente me afastei totalmente de livro mais reflexos ou que tinham qualquer chance de serem tristes. E esse ano já li um livro que me fez repensar isso e o enredo é até parecido com Provence. Adorei sua resenha e sua empolgação com a história.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oii!!
    Não conhecia esse livro ainda. Achei a história encantadora, daquele tipo que nos faz ficar envolvidos nela. Pela suas palavras na resenha, eu já fiquei interessada nessa leitura. Gosto muito de livros que mostra o amor, principalmente o amor em familia. Gostei, fiquei interessada em ler esse livro. Dica anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    A forma como você fala do livro passa muita paixão e da muito vontade de ler e amar essa história também. A capa de cara me chamou atenção, a primeira coisa que pensei, antes de ler a resenha foi: "Nossa, essa capa parece uma pintura" e realmente trás algo muito apaixonante. Fiquei com muita vontade de ler e com certeza colocarei na minha lista!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  11. Oi Paula, tudo bem?
    Não conhecia esse livro e pela forma como vocÊ fala dele, me admira ele não ser mais conhecido, pois parece ter um ótimo potencial. No meu caso, eu não faria essa leitura, toda essa queeestão de coração prtido, viagem para se recuperar e coisa e tal me parece meio clichê e comigo eu sei que não iria fluir, mas para quem curte romances esse livro é um prato cheio.

    ResponderExcluir
  12. Olá Paula!!!
    É a primeira vez que tenho contato com esse livro e é muito interessante ver como ele trata de vários assuntos e não se perde ao meio deles fazendo com que assim tenhamos uma história ótima.
    Eu adorei essa capa e o título, pois me intrigou muito quando li o título e li a sinopse.
    Achei o enredo consistente e amarradinho, então é uma boa pedida.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! Essa parece ser daquelas que marcam, pois fala de família e de luto. Parece ser boa, além de ter uma capa maravilhosa. No momento, não é o que eu procuro, mas, quem sabe?

    Beijos,
    www.livroapaixonado.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, Paula!
    A história parece mesmo linda e cheias de sentimentos, mas confesso que não me chama atenção esse enrendo. Mas fico feliz que tenha te encantado e ter te marcado intensamente. ^^
    Beijão!
    https://www.instagram.com/juntodoslivros/
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Li - Gostei e Indico! SÉRIE NIGHT HUNTRESS

Li - Gostei e Indico! SÉRIE NIGHT HUNTRESS 

1º Livro da Série Night Huntress – Jeaniene Frost

Título Nacional: A Caminho da Sepultura

Sinopse: A meia vampira Catherine Crawfield persegue os mortos-vivos atrás de vingança, esperando que um destes seres seja seu pai. Capturada por Bones, um vampiro caçador de recompensas, é forçada a uma parceria profana. Em troca de encontrar o pai, Cat concorda em treinar com o sexy caçador noturno até que seus reflexos de combate estejam tão afiados quanto os dentes dele.


2º Livro da Série Night Huntress – Jeaniene Frost

Título Nacional: Com um Pé na Sepultura

Sinopse: A meio-vampira Cat Crawfield é agora a Agente Especial Cat Crawfield, trabalhando para o governo para livrar o mundo de mortos-vivos mal intencionados. Ela ainda usa tudo o que Bones, seu ex-namorado sexy e perigoso, ensinou a ela. Mas quando Cat torna-se alvo de assassinos, o único homem que pode ajudá-la é justamente o vampiro que ela abandonou. Estar perto dele desperta todas as suas emoç…

Resenha: MAYBE SOMEDAY - Talvez algum dia - Colleen Hoover

Resenha: Talvez algum dia - Colleen Hoover
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 

Editora: Record
Skoob

Sinopse - Talvez algum dia - Colleen Hoover
Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.

''Ótimo. Estou chorando  agora.  Eu sou uma sem bolsa,  chorona, violenta, garota sem-teto. E por mais que eu não queira …

Resenha: A Coleira - Nana Pauvolih

Resenha: A Coleira - Nana Pauvolih
Classificação: 5/5 Favorito

Sinopse - A Coleira - Nana Pauvolih
O que você faria se pudesse salvar as empresas de sua família da falência? Aceitaria a proposta de ir para a cama de um homem rico, frio, lindo, que mexeu com você desde que a fitou pela primeira vez? A jovem Lorenza tinha apenas dezessete anos quando conheceu Miguel Montês. Mas nunca o esqueceu. Em meio a acordos desonestos e fuga, ela acabou parando na cama dele seis anos depois, obrigada a usar uma coleira e ser prisioneira de um homem que queria cobrar velhas dívidas do passado. De uma louca e intensa atração, permeada por dramas e cenas altamente sensuais, Lorenza vai descobrir o amor de uma forma única, densa, voraz.

Ele não suportava ser passado para traz. Ela era uma moça romântica e ingenua. Ele sedutor, rico e frio. Ela ficou balançada com uma simples troca de olhares. Uma proposta. Uma fuga. Uma vingança.

Uma vingança que mudou duas vidas e entrelaçou dois destinos. Objeto simbólic…