Pular para o conteúdo principal

Resenha: Círculos Sagrados para Mulheres Contemporâneas - Práticas, Rituais e Cerimônias para o Resgate da Sabedoria Ancestral e a Espiritualidade Feminina - Mirella Faur

Resenha: Círculos Sagrados para Mulheres Contemporâneas - Práticas, Rituais e Cerimônias para o Resgate da Sabedoria Ancestral e a Espiritualidade Feminina - Mirella Faur
Classificação: 5/5
Editora: Pensamento
Skoob


Sinopse: Círculos Sagrados para Mulheres Contemporâneas - Práticas, Rituais e Cerimônias para o Resgate da Sabedoria Ancestral e a Espiritualidade Feminina - Mirella Faur

Mirella Faur compartilha suas experiências e conhecimentos sobre a formação, condução e manutenção de um círculo cerimonial. Esta obra, escrita de forma didática e repleta de orientações práticas e modelos de rituais, celebrações e meditações, fornece um precioso material informativo para qualquer pessoa interessada em iniciar, ampliar ou aprofundar as vivências relacionadas à sabedoria milenar feminina em sua vida e em benefício do planeta. 

 

O reconhecimento da TERRA e da mulher como parte dela! Energias, manifestações e ciclos naturais.

Conexão pessoal de mais alto nível! 

Conexão com sua mulher interna em todas as suas faces, facetas e fases. Ler Círculos Sagrado para Mulheres Contemporâneas foi um resgate, uma leitura que me trouxe uma versão nova e mais meditativa de mim mesma, me trouxe uma paz, uma reflexão e principalmente muito conhecimento. Esse livro em especial foi uma leitura longa esteve comigo por um pouco mais de um mês, passando por todos os seus estágios e me apresentando uma nova cultura, uma nova religião pode-se dizer, um novo mundo histórico, cheio de lendas, mitos e dados que fazem muito sentido.

''A Deusa é representada em todo o ato da de criação, da Natureza ou da vida feminina, na eterna roda de nascimento, crescimento, florescimento, amadurecimento, declínio, morte e renascimento, na dança mutável das estações, nas fases da lua, na trajetória anual do sol.''

Não conhecia nada sobre o Xamanismo, nem sobre sua histórica essência Pagã, nem sobre os círculos de mulheres que ao longo de séculos se manifestam transcendendo sua conexão com a mente, corpo e espírito para a natureza em todas as suas formas e nuances.   

''A mulher consciente da sua essência sagrada vai agir e escolher aquilo de que precisa ou deseja guiada pela sua consciência, sem ter a ameaça do ''pecado'' ou do ''castigo'' como freio do seu comportamento.''

Quem me conhece sabe que tenho uma veia espiritual e esotérica muito forte, ser curiosa e livre que sou, adoro me deparar com culturas diferentes e conhecimentos que não costumo conviver diariamente. O livro Círculos Sagrados me fez pensar muito, e de uma certa forma me conectar mais intimamente com a minha essência. 

A obra fala sobre equilíbrio, dentro e fora de si mesma, no nível mais pessoal e também no mais coletivo,  o conceito de círculo também é muito bem apresentado na forma que está presente nas nossas vidas, mais do que podemos até imaginar ou perceber, círculos íntimos pessoais, profissionais, familiares, de amizades, ou em representações como as estações do ano, os meses do ano, signos, ciclos lunares, a forma do círculo está nas nossas vidas de uma maneira que geralmente não paramos para pensar. 

Entre resgates de sabedorias ancestrais, etapas e evoluções da alma, o legado criado e também manifestado ao longo do tempo, fogueiras e inquisições somos transportados para outra realidade, a autora de uma forma calma, com muito conhecimento no que escreve, de uma forma linear como um grande livro almanaque nos mostra tudo sobre o que é um Círculo de mulheres, como é, para o que serve, mostra rituais, cerimônias, mostra as histórias com a Deusas, mostra uma profundidade que respeito muito e admiro o estilo de vida de mulheres que a seguem de alguma forma. 

Como cuidar, proteger e amar! 

Retiro!

''Combater todo ato de violência. '' 

Os ensinamentos, a filosofia que é muito bonita, a obra em si mostra uma forte ligação com a Natureza, com a Lua, com o próprio ciclo menstrual, com os arquetípicos femininos, Donzela, Mãe, Feiticeira e Anciã, os animais de poder,  mais principalmente a obra fala de respeito, respeito por suas fases, respeito pelo seu próprio corpo, o cuidado pessoal pelo bem estar, e não por padrões que a sociedade moderna e patriarcal impõem. Círculos Sagrados não é apenas um livro com essência feminista, ele é um livro feminino, ele é bonito, é forte, é poderoso, é uma forma de expressão de arte, uma forma de falar, de ensinar e de ser ouvida, é uma forma de conexão circular interna, externa, com o mundo e com a natureza na sua mais simples e linda forma. Recomendadíssimo e ainda embalado em uma maravilhosa edição de luxo!      

Paula Juliana

Comentários

  1. Top seu Blogger, estarei sempre aqui lendo seu artigos post, grato grande abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Últimas Postagens Overdose:

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Desafia-me - Eles querem que eu me esqueça. Eu sempre me lembrarei. Estilhaça-me # 5 - Tahereh Mafi

Resenha: Desafia-me - Eles querem que eu me esqueça. Eu sempre me lembrarei. Estilhaça-me # 5 - Tahereh Mafi Classificação: 5/5 ♥ Favorito Editora: Universo dos Livros Skoob Sinopse: Desafia-me - Eles querem que eu me esqueça. Eu sempre me lembrarei. Estilhaça-me # 5 - Tahereh Mafi Mais forte, corajosa e resistente do que nunca, a protagonista Juliette Ferrars lutará pela vida e pelo amor nesta arrebatadora continuação da série Estilhaça-me! O curto mandato de Juliette como comandante suprema da América do Norte foi um desastre total. Quando os filhos dos outros líderes mundiais aparecem à sua porta, tudo o que ela quer é recorrer a Warner para obter apoio e orientação. Mas ele parte seu coração ao revelar que está mantendo segredos sobre a família e a identidade dela – segredos esses que mudam tudo. Em Desafia-me, Juliette descobre que nada em seu mundo é o que parece. Ela achava que tinha derrotado o Restabelecimento, que finalmente assumiria o controle de sua vida, de seu poder,

Li - Gostei e Indico! SÉRIE NIGHT HUNTRESS

Li - Gostei e Indico! SÉRIE NIGHT HUNTRESS  1º Livro da Série Night Huntress – Jeaniene Frost Título Nacional: A Caminho da Sepultura Sinopse: A meia vampira Catherine Crawfield persegue os mortos-vivos atrás de vingança, esperando que um destes seres seja seu pai. Capturada por Bones, um vampiro caçador de recompensas, é forçada a uma parceria profana. Em troca de encontrar o pai, Cat concorda em treinar com o sexy caçador noturno até que seus reflexos de combate estejam tão afiados quanto os dentes dele. 2º Livro da Série Night Huntress – Jeaniene Frost Título Nacional: Com um Pé na Sepultura Sinopse: A meio-vampira Cat Crawfield é agora a Agente Especial Cat Crawfield, trabalhando para o governo para livrar o mundo de mortos-vivos mal intencionados. Ela ainda usa tudo o que Bones, seu ex-namorado sexy e perigoso, ensinou a ela. Mas quando Cat torna-se alvo de assassinos, o único homem que pode ajudá-la é justamente o vampiro que ela abandonou. Estar perto d

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma

Resenha: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma Classificação: 5/5 ♥ Favorito  Editora: Editora Valentina Skoob Sinopse: Proibido - Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? - Tabitha Suzuma Proibido - Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.  Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã.  Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálog