domingo, 6 de outubro de 2013

Resenha: Príncipe Sombrio - Os Carpatos - Livro 1 - Christine Feehan

Resenha:  Príncipe Sombrio - Os Carpatos - Livro 1 - Christine Feehan
Classificação: 4/5 ♥ Favorito

Sinopse - Príncipe Sombrio - Os Carpatos - Livro 1 - Christine Feehan
Mikhail Dubrinksy é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinksy gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão - cárpato e humano construir um futuro juntos?

‘’Veri olem piros, ekäm – Que o sangue seja vermelho, meu irmão.'’

Passei alguns dias com o ‘’Príncipe Sombrio’’, saga ‘’Os Cárpatos’’ da Autora, romancista, Christine Feehan. Ganhei o livro junto com o oitavo livro da ‘’Irmandade da Adaga Negra’’, que é uma série que eu amo e julguei seguir o mesmo estilo, porém ‘’Príncipe Sombrio’’ traz diversos componentes semelhantes a Irmandade, podendo soar como uma ’’cópia’’.
Mas calma querida leitora, o livro não é ruim, apenas quem for ler achando que vai encontrar os guerreiros da Irmandade vai se decepcionar.

Os Cárpatos são uma raça em com características como: vivem de sangue humano e não podem ser expostos ao sol, dormem durante o dia e caçam a noite. Vampiros??! Não!
Eles dormem enterrados em baixo da terra e tiram cura e nutrientes da natureza, conversam com animais e podem se transformar em bichos, névoas, dragões, tudo que esteja ligado com elementos (achei demais essas características).

Vampiros nesse mundo são descritos como mortos-vivos que quando matam sentem um frenesi, escravizam humanos e tornam-se renegados e são caçados pelos ‘’Cárpatos’’ (Um pouco RPG, não?).
Os Cárpatos (que não são vampiros!!) por sua vez são uma raça em extinção e não havendo mulheres para dar continuidade a raça, vivem em um mundo triste, sem sentir e enxergam tudo em branco e cinza. Eles somente voltam a sentir e enxergar em cores quando encontram suas verdades companheiras, aquelas que iram trazer a luz a sua vida. 

O primeiro livro gira em torno do ‘’Príncipe sombrio’’ - Mikhail Dubrinksy, que encontra sua verdadeira mulher na pequenina – csitri – Raven, ele tem que ligar com sua paixão, descobrir quem está matando os seus e ainda governar uma espécie.

Mikhail é um bom personagem, forte, sexy, dominador e ciumento. Já ouviram essa descrição? Previsível! Eu poderia estar falando de todos os guerreiros da Irmandade ou do Sr Grey (desapega Paula!). HAHA. Enfim, ele traz aquele perfil do macho alfa/controlador/bonitão. Eu gostei dele, mas não amei!
A Raven por outro lado eu odiei. Nossa! Que personagem chatinha e irritante, sim, ela é a esperança da espécie, a alma gêmea de Mikhail e tudo o mais!
Porem é insuportável!

Para não dizer que foi uma leitura sem personagens espetaculares, entre os secundários esta um homem chamado Gregori, esse minha gente, é um personagem na linha dos melhores, não aparece muito, mas quando aparece rouba a cena, irmão de Mikhail é um curandeiro Cárpato e leva a vida como caçador de vampiros. Eu o amei! Irônico, gentil e com atitude, me ganhou no primeiro suspiro!
Eu gostei muito das características e das lendas do povo Cárpato, é uma história que chama atenção e reconheci como se fosse uma bela junção de lendas, um pouquinho de Drácula, um pezinho em True Blood e uma ‘’perna’’ na Irmandade. É um bom livro e é um romance antigo, escrito na casa dos anos 90 e reeditado recentemente.

A edição, tem uma grande quantidade de erros de tradução, de concordância, troca de palavras que influenciam no significado e um grave problema de travessões. Judiaram do livro. A editora Universo dos livros é a mesma da ‘’Saga Irmandade da Adaga Negra’’(que nunca encontrei esse tipo de erro) , o livro deveria passar por uma revisão urgente, pois prejudica partes da história e tira um pouco de seu brilho. A capa por outro lado é linda e muito chamativa, esse livro não estava na linha lista de prioridades, mas essa capa ‘’pede para ser lida’’. Não é mulherada?
É um livro adulto que não gostei das cenas de sexo, achei repetitivas e algumas desnecessárias.
Porém no geral a história, por ser boa vale a pena ser lida. Agora estou na espera do livro da Saga que terá como protagonista Gregori.

‘’ köd alte häN: Que a sombra os leve.’’
“Ainnak enyem: Minha para sempre.”

Paula Juliana.

22 comentários:

  1. Tu sabe que essa Série é enorme neh! Kkkkkkkkkkk
    AMEI a Resenha como sempre! Muito boa! Ansiosa para o próximo livro! Jaccques! s2
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, depois de tudo que você escreveu, e mesmo assim, ter favoritado o livro, eu não consegui ser atraída para a leitura dele. Sobre ser um romance antigo e estar sendo reeditado, eu não imaginava isso desse livro! Interessante.
    Beijinhos e um maravilhoso final de semana para você.
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sobre os cárpatos... Achei nojento eles dormirem embaixo da terra, hehe, mas o fato de poderem se transformar em qualquer ser ligado aos elementos, inclusive dragões (*-*), é fascinante! Só que mais nada me interessou no livro a não ser isso. Você é fã de livros hot, eu não... Se você achou as cenas de sexo repetitivas, e algumas desnecessárias, imagina o que eu acharia delas! hahaha...

    Agora, o que mais me incomodou mesmo, foi a péssima revisão. Corro de livros assim, fico muitíssimo irritada com isso.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse primeiro livro tive alguns problemas quanto as cenas sensuais, mas gostei da história e fui ler o segundo! Acabei não resenhando, mas a história foi diferente, gostei muito!
      Uma pena os erros de revisão! Já no segundo livro não encontrei Ju!
      Beijos

      Excluir
  4. A capa é interessante ! haha e por ela já imaginamos que deva ser um livro sensual.
    Mas o que me chamou atenção esse novo universo e desses seres capazes de se transformar em tantas coisas, que alias são tantas coisas juntos e os vampiros parecem mais com zumbis do que com vampiros mesmos.
    Essa leitura deve te fazer pensar nos "rótulos" sobrenaturais existentes.
    Parabéns sua resenha foi muito boa.

    http://estilogeek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade! É uma mitologia bem diferente mesmo! Gostei bastante!
      Obrigada Flor! Espero que leia e tire suas conclusões!
      Beijos

      Excluir
  5. Oie!

    Quando eu vi a capa já falei, livro de safadeza. Aí lendo sua resenha percebi que não tem nada a ver, e também percebi que o livro é mais feminino - ao meu ver - já que tem um protagonista como você descreveu "forte, sexy, dominador e ciumento". Eu tenho um certo receio e diria até preconceito com histórias de vampiros - me arrependi amargamente de ter lido crepúsculo - e eu tenho que parar com este preconceito. Porque não é todo livro que tem vampiro - que neste não é exatamente vampiro - eu não leio.

    Bem que a editora podia fazer um trabalho melhor na capa, porque um do jeito que está passa a imagem de livro hot, se tem um pouco disso, não é o centro da história. Abraços!

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Jonathan! O protagonista é feito pra mulherada, mas a cenas de ação - acho - que conquistariam os homens.
      Concordo com você - apesar de achar a capa linda- que ele passa uma mensagem errada!
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Paula,

    Hum!! este livro não parece muito bom, embora eu tenha encontrado pontos interessantes, conforme sua resenha. Porém considerado o todo eu não leria. Gostei da relação que eles têm com a natureza, conversar com animais e se transformarem em animais diverso, embora você não tenha gostado, eu gostei disso. Sabe, gosto de extraordinários, coisas mágica, por vezes impossíveis e cheias de fantasias., meu lado sonhadora eterna. hahaha.

    Agora, você tem razão livros com erros é demais, odeio. Então, acho bom a editora revisar o quanto antes.

    Bjs
    Tânia Bueno
    http://facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tania!
      Acho que tive problemas com a série só com o primeiro livro. Foi a mocinha chata e as cenas que não gostei, mas persisti e li o segundo livro e agora estou lendo o terceiro e pode acreditar estou AMANDO!
      A mitologia continua a mesma, mas nós de acostumamos, as mocinhas melhoram e as cenas hot também.
      E não encontrei nenhum problema de edição nos próximos! Fiquei bem feliz com isso!
      Beijos Flor!

      Excluir
  7. Olá,
    apesar de não me interessar pela leitura desse livro eu simplesmente adorei a mitologia dos cárpatos e seria fascinante jogar um RPG com eles haha xD
    É uma pena quando as revisões falham e eu aposto que uma olhadinha mais cautelosa evitaria essa situação =/ Mas que bom que você gostou da leitura, é ótimo quando lemos um livro e o adoramos!

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Paula,
    tudo bem?
    Eu já li uma resenha antes falando tão bem desse livro!!!! Que fiquei surpresa com sua resenha. Mas é difícil mesmo, depois de ler uma série de que gosta muito, não comparar.
    Como eu ainda não li a saga da irmandade, eu acho que darei uma chance para esse livro. pois gostei e achei diferente esse universo criado no livro. Vai ser legal ver os vampiros sendo caçados para variar um pouco.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz

    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Cila!
      Não foi que não gostei, foi mais que algumas coisas me incomodaram! Mas acho que ter lido logo após de ler o IAN, realmente não me ajudou!
      Hoje to lendo o terceiro livro e me apaixonei! A autora me ganhou no segundo da saga, que foi tão diferente que eu gostei e agora o terceiro esta sendo maravilhoso!
      Beijos

      Excluir
  9. Olá, diga-se de passagem um pezão na Irmandade kkkk, é como se eu estivesse lendo
    o primeiro livro, só que com os nomes trocados, se bem que a mulher desse livro você a achou chata,
    já a da Irmandade, achei ela até que legal e se superou. Como você, também achei essa raça bem diferente
    e criativa, conversar com animais, já me conquistou ai. Uma pena o livro ter tanto erros, daria tudo para dar certo, se não fosse tais detalhes, mas espero poder lê-lo um dia
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Solange!
      O primeiro foi o único que tive pontos para reclamar! Depois os livros ficam muito bons mesmo!
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Paula.
    Eu já vi esse livro na promoção um monte de vezes, mas não saba exatamente sobre o que era a história, mas agora tive uma ideia melhor;
    Achei a ideia até diferente, seres que dormem na terra e conversam com animais, mas ainda assim precisam de sangue humano para viver.
    Mas não me senti empolgada pra fazer a leitura, não sou chegada a livros com cenas de sexo, se você não se agradou, imagina euzinha rsrsrs!?

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei ele numa promoção!
      Mas mesmo não tendo sido o melhor livro continuei com a série e to amando!
      Beijos Paty!

      Excluir
  11. Olá Paula!
    Sinceramente, tinha até ficado atraída em ler, mas depois que li dos erros de revisão, desisti. Detesto livros com erros grotescos, perde o sentido de algumas coisas, quando não são bem revisados.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijinhos
    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  12. Oi Paula,

    Eu estou namorando há algum tempo essa série e a Irmandade!!! Mas sempre que penso na quantidade de livros (sobretudo da Irmandade) me desanimo um pouco.
    Mas, pelo que você apresentou ele tem tudo o que gosto e procuro ler!!!
    Eu realmente não suporto protagonista chatas, aff, eu peço para que o primeiro vilão mate logo e mande o mocinho para mim, rsrsrsrs.
    Gostei muito da sua resenha e vou esperar sua opinião sobre o segundo livro.

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir