sexta-feira, 19 de setembro de 2014

A Culpa na Literatura - Culpa por culpa. Os personagens mais culpados da Literatura!

A Culpa na Literatura - Culpa por culpa. Os personagens mais culpados da Literatura!


Falando em Culpa...

LIVRO: Willow, lançamento de setembro - LEYA.


Sinopse Willow:
Sete meses atrás, em uma noite chuvosa de março, os pais de Willow acabaram bebendo muito durante o jantar e pediram a ela que guiasse o carro até em casa. Por uma fatalidade, Willow perdeu o controle do veículo e seus pais morreram no acidente. 

Consumida pela culpa, Willow deixa para trás sua casa, amigos e escola e, enquanto tenta retomar a relação de afeto e companheirismo com o irmão mais velho, secretamente bloqueia a dor da perda cortando a si mesma. Mas quando Willow encontra Guy, um rapaz tão sensível e complexo quanto ela, mudanças intensas começam a acontecer, virando seu mundo de cabeça para baixo. 

Contado de modo cativante e doce, Willow é um romance inesquecível sobre a luta de uma jovem para lidar com a tragédia familiar e com o medo de se deixar viver uma linda história de amor e cumplicidade. 


PROPOSTA:
Personagens culpadas, situações tensas, complicações. Qual personagem não passa por um pouco disso? Queremos explorar a literatura de uma forma inteiramente nova, citando os melhores livros que falam sobre culpa ou nos quais ela ocupa boa parte da trama.

Lista por Paula Juliana - Overdose Literária:

Posso dizer que tenho um histórico BEM grande de culpa com a literatura. Nessa lista vocês conheceram os meus livros preferidos onde o foco da narrativa, é a culpa, alguns se misturam com traição, ou traumas do passado, onde os personagens  passam inúmeros sentimentos para os leitores. 
Vamos embarcar nessa viagem? 

Décimo lugar: 
Maybe Someday - Colleen Hoover

Talvez algum dia - Colleen Hoover :


Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.

A Culpa é do... MOCINHO/MOCINHA!
Motivo: Traição - Não importa que tipo... Foi traição. No caso, se apaixonar por outra pessoa!


Nono Lugar:
Romeu Imortal - Nunca é tarde para encontrar redenção através do verdadeiro amor. - Stacey Jay



Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.

A Culpa é do... Mocinho!
Motivo: Traição e Assassinato! 


Oitavo Lugar:
Amante Consagrado - Irmandade da Adaga Negra, Livro 6 - J.R. Ward



Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. E agora, um Irmão obediente deve escolher entre duas vidas... Ferozmente leal à Irmandade da Adaga Negra, Phury se sacrificou pelo bem da raça, convertendo-se no macho responsável por manter a linhagem da Irmandade. Como o Primaz das Escolhidas, ele será o pai dos filhos e das filhas que assegurarão que sobrevivam as tradições da raça, e, que haja guerreiros para lutar contra os redutores. Como sua companheira, a Escolhida Cormia quer ganhar não só o corpo, mas também o coração de Phury para si... Ela vê o guerreiro emocionalmente deteriorado atrás de toda sua nobre responsabilidade. Mas enquanto a guerra com a Sociedade Redutora se torna mais severa, uma grande tragédia abate a mansão da Irmandade e Phury deve decidir entre o dever e o amor.

A Culpa é do... Mocinho!
Motivo: Abandono, mocinho atormentado por seus fantasmas! 


Sétimo Lugar:
Easy - Tammara Webber



Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.

A Culpa é do... Mocinho!
Motivo: Se sente culpado por tragedia no seu passado.  


Sexto Lugar:
Ugly Love - Colleen Hoover


Quando Tate Collins conhece o piloto de avião Miles Archer, ela não acha que é amor à primeira vista. Eles nem sequer se consideram amigos.A única coisa que Tate e Miles têm em comum é uma atração mútua inegável.Uma vez que os seus desejos estão esclarecidos, eles percebem que têm um arranjo perfeito. Ele não quer amor, ela não tem tempo para o amor, por isso só deixa espaço para o sexo.Seu arranjo pode ser surpreendentemente e sem trabalho, enquanto Tate seguir as duas únicas regras que Miles tem para ela. 1-Nunca pergunte sobre o passado. 2-Não espere um futuro. Eles acham que podem lidar com isso, mas percebem quase imediatamente que não podem lidar com isso em tudo. Corações se infiltraram. Promessas se quebram. Regras ficam abaladas. O amor fica feio.

A Culpa é do... Mocinho!
Motivo: Acidente no Passado!


Quinto Lugar:
Um Caso Perdido - Hopeless - Livro 01 - Colleen Hoover


Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras... Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

A Culpa é do... Mocinho!
Motivo: Abandono, bem, ele tem seus problemas e acredita que abandonou uma pessoa importante na sua vida! Amo os livros da Colleen , só agora me dei conta de quantos que li! 


Quarto Lugar:
Mulheres que não sabem chorar - Lilian Farias



A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora crua, ora poética, a trama nos obriga a enfrentar o espelho e se ver como nunca imaginou antes. Pois ao mergulhar neste romance, o que fará você pensar não é a forma como vê o amor, mas sim a forma com que ele se volta em sua direção. Esteja preparado. 
(Danilo Barbosa - Autor de Arma de Vingança)

A Culpa é das... Mocinhas!
Motivo: As duas são atormentadas, por vários motivos, do começo ao fim, o sentimento de culpa é uma constante, principalmente com Olga que tem problemas com álcool, e sua maior culpa é em relação com a sua filha e ex marido! 


Terceiro Lugar:
Uma Canção para a Libélula - Parte I - Juliana Daglio



Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula. Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro.  Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta.  De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças. 

A Culpa é da... Mocinha/ Pai da mocinha!
Motivos: Nessa obra temos alguns personagens culpados! Que se sentem assim, por motivos que aconteceram no passado que resultaram em uma morte e um ''abandono''. Bem tenso! 
Livro incrível! 


Segundo Lugar:
Intenso Demais - Trilogia Rock Star - Livro 01 - S. C. Stephens


Há quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, é tudo que ela sempre quis; apaixonado, carinhoso e totalmente dedicado. Quando os dois se mudam para outra cidade a fim de começar uma nova vida, Denny no emprego de seus sonhos, Kiera numa conceituada universidade, tudo parece perfeito. Mas então, um imprevisto separa o feliz casal. Sentindo-se sozinha, confusa e carente, Kiera se aproxima de Kellan Kyle, o sexy e sedutor vocalista de uma banda de rock. No começo, ele é apenas um amigo em cujo ombro ela pode chorar suas mágoas, mas, à medida que sua solidão aumenta, o relacionamento ganha força. Até que, uma noite, tudo muda... e nenhum deles jamais será o mesmo.

A Culpa é da... Mocinha/ Mocinho!
Motivo: TRAIÇÃO. Simplesmente amo esse livro, foi um dos mais intensos romances que já li!


PRIMEIRO Lugar:
Bela Maldade - Rebecca James


Após uma horrível tragédia que deixou sua família, antes perfeita, devastada, Katherine Patterson se muda para uma nova cidade e inicia uma nova vida em um tranquilo anonimato. Mas seu plano de viver solitária e discretamente se torna difícil quando ela conhece a linda e sociável Alice Parrie. Incapaz de resistir à atenção que Alice lhe dedica, Katherine fica encantada com aquele entusiasmo contagiante, e logo as duas começam uma intensa amizade. No entanto, conviver com Alice é complicado. Quando Katherine passa a conhecê-la melhor, percebe que, embora possa ser encantadora, a amiga também tem um lado sombrio. E, por vezes, cruel. Ao se perguntar se Alice é realmente o tipo de pessoa que deseja ter por perto, Katherine descobre mais uma coisa sobre a amiga: Alice não gosta de ser rejeitada...

A Culpa é da... Mocinha!
Motivo: Uma morte! Esse livro com certeza merece meu primeiro lugar, por que ele realmente é o mais forte que fala da culpa. A mocinha se culpa, por uma tragedia que aconteceu. Ela simplesmente para a sua vida. Ela sente que quem deveria ter morrido era ela, e não a pessoa que morreu. Se sente culpada por estar VIVA! 


PRESENTE PARA MIM:

E o Prêmio de Ouro de Culpa vai... 

Para...

Dublin Street - Dublin Street - Livro 01 - Samantha Young

Minha Resenha: http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/08/resenha-dublin-street-dublin-street.html



Traumatizada pelo seu trágico passado, a americana Joss muda-se para a Escócia, na romântica Edimburgo, onde espera começar uma nova vida. Durante quatro anos tenta negar memórias dolorosas, refugiando-se na escrita, no sonho de um dia, finalmente, pôr os seus fantasmas no papel. Mas de repente tudo muda. Quando vai morar em um luxuoso apartamento na Dublin Street, conhece o desconcertante Branden, um carismático milionário que exerce sobre ela um irresistível fascínio. Joss se vê numa encruzilhada. Sabe que a atração entre ambos é imediata, avassaladora. Mas os demônios do seu passado a impedem de se entregar ao sensual escocês. É então que ele lhe propõe um estranho acordo, que lhes permitirá explorar a atração entre eles sem se envolverem emocionalmente. Joss aceita. E no início acredita, inocentemente, que o acordo vai dar certo. Mas Branden quer mais, muito mais, quer tudo. Quer desvendar todos os seus segredos – e está disposto a mudar o que for preciso para tê-la por inteiro. Mas será que ela está disposta a ir até o fim?

A CULPA OURO É... DA MOCINHA!


Motivo: Uma morte de alguém muito importante para nossa Joss, ela acredita ter sido a grande CULPADA!

#AMO #LIVROFAVORITO #LEIAM


Espero que tenham gostado! Esses são meus CULPADOS! 
Quais são os de vocês?


Paula Juliana

7 comentários:

  1. Uma Canção para Libélula em 3º lugar na lista de personagens culpadoos! ahUAHuhauhA
    Se você encontrar um só personagem sem culpa ali, é um milagreee ahUHAUhauH


    Liinda! Mais uma vez é uma honra estar aqui.
    :D

    ResponderExcluir
  2. Gostei do Willow !!!
    Bjs

    http://graziela-mendes-de-tudo-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. a culpa..pensei que fosse das estrelas kkk
    brincadeirinha hehe

    ResponderExcluir
  4. A culpa sempre está presente na literatura, pois dá páginas e tramas até o fim da obra.
    Gostei de Willow. ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Willow parece ser muito bom!
    XoXo
    Mah
    http://mah-in-wonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Paulinha, tudo bem?
    Adorei a campanha da editora. Nossa, o tema culpa é muito complicado, ele pode acabar com a vida de uma pessoa. Fui olhando sua lista, de todos, já li intenso demais e concordo, livro super, mega intenso. Um que quero muito ler por sua causa e por várias outras pessoas que estão indicando é Dublin Street. Mas já providenciei ele para mim, risos... Vamos trocar figurinhas depois,
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Paulinha!
    Que postagem linda, caprichada! Amei sua lista, uma das mais elaboradas que eu vi, amo vários livros que vc citou, são mesmo de arrasar, amo Dublin, Intenso demais, outros estou salivando para ler! Muitos deles, culpa sua!
    Parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir