segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Resenha: In Flight - Nas Alturas # 1 - R.K. Lilley

Resenha: In Flight - Nas Alturas # 1 - R.K. Lilley
Classificação: 3/5
Editora: Charme

Sinopse:  In Flight - Nas Alturas # 1 - R.K. Lilley
Quando Bianca, uma reservada comissária de bordo, vê pela primeira vez James Cavendish, um bilionário proprietário de hotéis, ela perde toda a compostura conquistada a duras penas ao longo da vida. Para uma garota que consegue manejar facilmente uma bandeja com taças de champanhe a trinta e cinco mil pés de altura sobre saltos de oito centímetros, ela se vê surpreendentemente de pernas bambas diante do homem enigmático.
Bianca, sempre imperturbável, agora não consegue mais se desviar daqueles olhos azul-turquesa eletrizantes que apresentam um desafio e uma promessa irresistíveis. Ainda mais para ela, uma mulher acostumada a dizer “não” e a falar sério.
Bianca costuma lidar com supermodelos e estrelas de cinema em seu trabalho, mas James Cavendish coloca todos eles no chinelo quando o assunto é beleza. Se a aparência fosse o único aspecto destoante nesse homem, Bianca até poderia ter ignorado as atenções recebidas. Porém, o que a tenta como nunca antes é a força dominante que a atrai desde o momento em que eles se encontram e a promessa de prazer e dor que ela lê em seus olhos.

Existem obras que a gente bate o olha e SABE que são polemicas, existem as bonitinhas, romances românticos com corações e flores e aquelas que são quentes como inferno, que lemos, olhamos para o lado e pensamos: MINHA NOSSA SENHORA... TÁ É LOKKKO! Acredito que muitas das reações ao longo da leitura de In Flight - Série Nas Alturas, volume # 1 da autora R.K. Lilley, foram nesse estilo, para mim, minha amiga e muitas leitoras, pois essa série está dando e ainda vai dar muito o que falar.

Seguindo a linha dos romances pós Christian Grey, In Flight não é uma obra fofinha, com aquele romance doce, açucarado, assim como a sua mocinha, a guerreira e Comissária de Bordo Bianca, não tem diálogos com sua Deusa Interior e nem as inseguranças de Ana. A obra é muito direta, tem muito SEXO, entre algemas, chicotes, tapas e por ai vai, conhecemos o envolvimento entre Bianca e James, que não só se abrem para essa vida sexual digamos que diferente - ao menos para a mocinha, como também se abrem um para o outro, mostrando as janelas do seus passados e seus fantasmas. 

James é dominador, grosseiro e... apaixonado! Aquele tipo de homem que mexe com a mulherada, intimidador, protetor, um homem que quando aparece, preenche o lugar, entendem o que estou falando? O tipo macho alfa, gostoso pra caramba que vai te deixar maluca! Tem como resistir ao tipo? Por incrível que pareça Bianca tentou resistir, assim que conheceu o homem, não quis sair do seu conforto e se entregar a esse cara que é tudo demais, rico demais, poderoso demais, bonito demais, para não sair de sua base a Comissária decide não se envolver e é claro, que depois de ouvir um sonoro não, ele o Deus Grego que não aceita negativa foi atras do que queria, e ele queria Bianca!   

Bianca não é uma mocinha frágil, apesar de tudo que viveu em sua vida é uma guerreira, não aceita pouca coisa e ao lado de seu melhor amigo e muito gay Stephan vive uma vida que tinha tudo para não ser dela. Superação é uma palavra que define a moça, lutou muito para chegar onde chegou e só Deus sabe o caminho que trilhou e tudo que passou até chegar aquele momento que conhece o intimidador e poderoso James. 

Logo após encorporar uma espécie de ''Como perder um homem em Dez dias'' Bianca que é VIRGEM, sim, sei o clichê que é isso, começa a entrar no estilo de vida Sadomasoquista de James, o que era para ser uma simples noite onde ela perderia sua virgindade vira um monte de sexo que vai não só assustando a mocinha, como também a libertando de traumas passados. 

Como em várias histórias do estilo erótico encontramos personagens que viveram traumas, e que se reergueram na vida, que deixaram pessoas e coisas no passado e que mesmo seguindo em frente são obrigados a ligar com abusos, violências e as sombras do que viveram.   

A escrita da autora R.K. Lilley é gostosa, fluída e bem discretiva, o livro é oitenta porcento sexo, então para quem gosta do hot, do erótico, é um prato cheio, como de costume sendo um primeiro volume para uma trilogia, quando a história começa a aparecer com todas suas curiosidades e aqueles pontos que QUEREMOS saber, bem... ela acaba e temos que esperar a continuação - que com certeza vai ser lida! 
In Flight vai horrorizar muitas velhinhas por ai, com cenas pesadas, em estilo Grey, super e nos mínimos detalhes descritos, conhecemos cada poro dos corpos e posições experimentados por Bianca e James. #Ousada #LeitoraAudaciosa  #VemPraMimJames

Paula Juliana e Katiane Antunes. 

18 comentários:

  1. Nossa senhora, que é um romance erótico bem descritivo mesmo pelo que percebi. Nunca li romance erótico, mas fiquei bem curioso para ler essa obra, principalmente para saber mais da vida da Bianca, ela parece uma pessoa bem forte e que não se abala nada fácil. E esse James hein, um garanhão bem determinado e que conseguiu o que queria. E eu imagino como deve ser essas séries, na hora que está ficando bom, o livro acaba, que você nem percebe e fica só com aquele gostinho para saber como vai continuar a história rs, mas resta por enquanto aguardar.
    Trouxa do Livro

    ResponderExcluir
  2. "Quentes como inferno" kkkk Adorei o termo.
    Embora eu não esteja muito no clima de livros eróticos, acredito que é uma ótima leitura para quem gosta do gênero. Pelo modo que você descreve seu ponto de vista, percebe-se o quanto você gostou do livro =)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia o livro ainda, mas deixo sua dica passar... Não sou muito fã de livros eróticos e no momento estou me dedicando a outros tipos de literatura. Mas pelo visto você curtiu muito a leitura, e acho que muitas pessoas irão se identificar com sua opinião.

    Parabéns pela resenha, seu ponto de vista foi muito bem colocado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Paula!
    Esse livro foi feito para mim. kkkkkkk . MEU DEUS!
    Só pela tua resenha já fiquei mega ansiosa. Se já queria ler, agora quero desesperadamente. Sempre vejo resenhas maravilhosas sobre esse livro e não porque ainda não comprei. Mas enfim!
    Ele já está na minha lista e vai ser uma das minhas próximas leituras.
    Amei, amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Ooi!
    Não curto esses macho alfa grosseiros não! KKKK Mas gostei do fato da Bianca ser forte, o que geralmente não acontece. Acho que até leria, mas sabendo que esse protagonista ma daria nos nervos. kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIm, daria nos nervosos e te dividia de amor tmbm! KKKKK
      Essa nossa vida literária! Beijos

      Excluir
  6. Eu já queria ler o livro, mas agora, com a sua resenha fiquei querendo ainda mais. Com certeza será uma das minhas próximas compras.
    Adoro um livro hot, e mais ainda quando ele é do tipo de deixar velhinhas de cabelo em pé...rs
    Isso, somando ao fato de que você comentou que a mocinha não é frágil, é pedida certa para me agradar :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Paula.

    Eu gosto de ler alguns livros hots e já tinha interesse em ler este livro.Sabendo pela sua resenha que a mocinha da trama não é frágil e a história ser direta, vou tentar adquirir o mais rápido possivel.

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Eu simplesmente amo.romance erroticos .
    Então este já estão na minha lista de desejados .

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu não sou muito do gênero, mas curti sua resenha...é a primeira que vejo sobre a obra. Parabéns!

    Beijokas da Quel ¬¬

    ResponderExcluir